SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 25º Episódio - 29 de maio (segunda-feira)

Filipa provoca Rita e as duas andam à pancada; Sara despede Rita da Faina Norte

ana antonio bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Luísa estranha que Kiko vá dar aulas a turistas e não para a faculdade. Ele afirma que depois lê os apontamentos que os colegas lhe vão assegurar e esconde à mãe que deixou de estudar. Jaime também se prepara para sair de casa e diz a Luísa que vai procurar trabalho.

Lucinda continua a justificar-se a Rita por lhe ter pedido para sair lá de casa mas ela diz que percebeu as suas razões. Entretanto, Sofia aproxima-se dela e apresenta-se como a nova supervisora, dispondo-se a ajudar no que ela precisar.

Sara, entrega a Filipa um dossier sobre a vida de Rita deixando-a muito contente ao perceber que tem uma arma de peso sobre o seu passado, capaz de a afastar de António. Entretanto, Sara atende a medo uma chamada de um número que não conhece e disfarça.

Pedro esgueira-se de novo até ao porão do bacalhoeiro e descobre os caixotes que contêm o tabaco de contrabando.

Filipa encontra Rita a observar a ria e provoca-a, ameaçando contar a António que ela foi para os fuzileiros para escapar à prisão. Rita manda-a desaparecer e endurece a discussão a que assistem várias trabalhadoras da fábrica. Filipa ousa dizer a Rita que António a abandonará quando souber que ela lhe esconde o passado, que ser abandonada para ela não será novidade e que deveria ser insuportável para a mãe a abandonar. Rita não se contém e começa a agredir Filipa com violência. António chega nesse momento e tenta separá-las.

Raia surpreende Pedro com volumes de tabaco de contrabando na mão e perante a intransigência dele em fechar os olhos ao que encontrou, ameaça matá-lo e acrescenta que depois de o fazer irá atrás da sua família. Pedro fica cheio de medo e promete calar-se.

Sofia, Lucinda e António conseguem separar com dificuldade Filipa e Rita. Esta acusa Filipa de a ter ido provocar mas a rival abraça-se a António a chorar, fazendo-se de vitima. Fernando aparece entretanto e leva Rita consigo, agarrando-a com firmeza por um braço.

Sara censura Rita por ela ter agredido Filipa e dá a entender que não haverá outra solução do que despedi-la. No entanto, adopta um discurso calmo e lembra-lhe que fez tudo para a ajudar a integrar-se e a encontrar a mãe. Rita insinua que tem dúvidas sobre isso e decide despedir-se da fábrica por sua iniciativa. Sara, recusa mais explicações sobre a briga dela com Filipa.

Entretanto, Filipa aproveita-se do facto de ter sido agredida por Rita para a denegrir e conta a António que ela foi para a Marinha para não ser presa, depois de ter tentado desfigurar um homem com uma garrafa. O piloto fica atordoado com aquela notícia.

Lucinda diz mal de Rita às colegas mas Sofia aproxima-se e exige mais trabalho e menos conversa. Lucinda deixa a supervisora afastar-se e diz às outras que ela mal chegou e já acha que manda em tudo.

Pedro esconde de Horácio que descobriu uma operação de contrabando de tabaco no navio e afirma que tem de aprender a estar calado para não entrar em conflito com Raia e com os patrões.

Rita pede desculpa a Filipa por lhe ter batido mas é apanhada de surpresa pela reacção de António que critica a sua atitude e a condena por lhe ter escondido o motivo que a levou a alistar-se na marinha. Rita fica magoada e recusa-se a falar mais com ele, dizendo-lhe que leve Filipa ao hospital, pois ela precisa de alguém que a leve pela mão. António fica desanimado.

Patrícia comenta com Afonso que Carmo tem dois lados distintos. O de uma pessoa que sem a conhecer lhe confiou a cozinha da Mercearia e, ao mesmo tempo, o lado de uma pessoa triste que a dado momento foi traída pela vida. Afonso reconhece que algumas coisas da irmã são ainda hoje um mistério para ele.

Laura despede-se de Tiago que acaba de ter alta e mostra-se esperançada na recuperação de Clara. Tiago não a contraria, embora perceba que será muito difícil que a noiva saia do coma.

Fernando dá instruções a Odete dizendo que têm de aliviar o trabalho a Sara. Entretanto recebe uma chamada em que o avisam de que os exames que foi fazer já estão prontos. Fernando fica tenso e combina ir levantá-los assim que puder.

Raia faz chantagem com Pedro e obriga-o a ajudar a descarregar o tabaco de contrabando quando chegarem a Liverpool. O rapaz percebe imediatamente que o capitão do barco também está metido no esquema e sente-se encurralado.

Bruno força a entrada em casa e oferece um robot de cozinha a Eunice para a reconquistar. A única coisa que consegue é que ela fique ainda mais furiosa, voltando a expulsá-lo.

Elsa reclama a Mário um telemóvel novo mas o pai recorda-lhe que não estão em condições de gastar esse dinheiro. Elsa fica furiosa e atira-lhe à cara que, tanto ele como a mãe, estão mais preocupados em dar todo o dinheiro que têm a Cláudia para que ele consiga ir para Berlim. Elsa sai do Meia Desfeita a chorar e quando entra em casa encontra Cláudia e André juntos a conversar e a contarem o dinheiro que já conseguiram. Elsa fica ainda mais enciumada e acusa-a de andar a sacar dinheiro a toda a gente, por um capricho. Cláudia repreende a irmã que se vai refugiar no quarto enquanto André diz que Elsa não está bem.

De regresso à oficina, Bruno conta a Vítor que voltou a ser escorraçado pela mulher. Vítor, estranha que ele tenha gasto dinheiro num presente para Eunice, quando dizia que não tinha um chavo, desconfiado de que foi ele quem lhe roubou os pneus do carro. Ao ver que o patrão não sabe o que fazer ao robot de cozinha, Vítor começa a pensar em vendê-lo para recuperar dos prejuízos que está a ter com o carro.

Renata faz a barba a Joaquim e a conversa entre os dois decorre com grande cumplicidade e já com laivos de flirt. Até ao momento em que a cabeleireira faz referência de idades entre Carmo e Afonso, deixando Joaquim tenso com o assunto.

Fernando vai à Mercearia à procura de Afonso mas Eunice diz desconfiada que o rapaz não está, negando-se a dar ao empresário o número de telefone do rapaz. Depois de ele sair, Patrícia comenta com Eunice que aquele homem é sinistro mas ela mostra-se azeda e responde que pelo menos não tem a polícia atrás dele. Patrícia percebe que foi Eunice a contar a Carmo que ela tinha sido procurada pela polícia e fica preocupada por ela suspeitar de si.

Tiago regressa a casa desanimado e cumprimenta António com frieza, revelando já saber que Rita bateu em Filipa. Sara, deseja que António se afaste de Rita mas ele recusa permitir que quer a mãe quer o irmão se pronunciem sobre a sua vida, chamando à atenção de que podem estar a reagir precipitadamente contra Rita, à semelhança do que já fizeram no passado.

Inês insiste com Kiko para que continue a trabalhar com os turistas mas ele decide acabar a experiência por ali. A namorada não lhe dá ouvidos e junta-se ao grupo de alunos a quem ele deu aulas.

Rita conta a Madalena o incidente com Filipa e mostra-se desiludida por António ter tomado o partido da ex-noiva. Entretanto, um padre da instituição anuncia que está ali um homem que parece piloto e que pretende falar com Rita. A irmã oferece-se para o receber e Rita aceita confiar nela. Madalena informa António de que Rita não está e aproveita para lhe dizer que Rita pode ser impulsiva mas não é má e que é importante que ele perceba que ela passou por muito e que deve perceber que cada pessoa é como é. A freira vira costas e deixa António intrigado.

nas redes

pesquisar