SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 23º Episódio - 26 de maio (sexta-feira)

Sara vê Nuno e fica em estado de choque!

MartaSantos

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Afonso conversa com Fernando no Meia Desfeita e fica incomodado quando ele lhe confessa que abandonou Carmo no altar. Fernando diz que ao contar a verdade pretende que Afonso confie um pouco em si e o rapaz estranha aquela conversa.

António procura Sara na fábrica mas Odete informa-o de que a mãe foi ver o irmão ao hospital e que está mais do que preocupada com a sua ausência. António comenta o assunto com Rita, que acha que ele devia ter avisado a mãe de que ia para a Islândia. A namorada decide acompanhá-lo ao hospital.

Sara, encontra Tiago cada vez mais revoltado com as consequências do acidente e tenta tranquilizá-lo dizendo que tem sempre um lugar para ele na empresa. Entretanto conta que ficou a saber que a irmã gémea de Clara está de volta a Portugal para acompanhá-la. Tiago afirma que Raquel só vê dinheiro à frente e compara o seu afastamento da família com a dedicação de Filipa a António, depois de ela ter regressado assim que soube que o noivo quase tinha morrido afogado. Filipa assume que por António faria qualquer coisa.

Isabel confessa a Luísa o receio de estar doente e dúvida de que Afonso seja o seu sucessor no negócio do chá, pois acabou de virar costas a tudo.

Inês insiste com Kiko para que ele conte à mãe que desistiu de estudar e que deixou a faculdade mas ele continua com dúvidas.

Rita e António chegam ao hospital e ela prefere ficar a ler um livro enquanto ele vai sozinho visitar o irmão e falar com a mãe, justificando o facto de ter partido para a Islândia sem avisar ninguém.

Sara e Tiago censuram António por ele ter ido para a Islândia atrás de Rita. Filipa ouve tudo sem se manifestar. António pede para ficar a sós com o irmão mas a conversa não corre bem porque ele garante que jamais o perdoará por lhe ter feito perder Clara e a sua carreira. Tiago manda António embora e este, antes de sair do quarto assume que não o quer perder.

Enquanto espera por António na recepção do hospital, Rita vê Patrícia ao longe a conversar de forma enérgica com um homem e estranha a situação. Entretanto, é interrompida por Sara que deixa claro o seu desagrado pelo facto de António ter ido atrás dela para a Islândia. Rita transfere para ele a responsabilidade da decisão que tomou mas Filipa não resiste a dizer que António voltará para si quando deixar de se divertir com ela. O piloto aparece naquele instante e não esconde que teve mais uma conversa difícil com o irmão, que o culpa pelo acidente que sofreram. Sara, tenta confortá-lo e afirma que ele de dar tempo ao irmão para superar o trauma, mas António não fica convencido e vai embora com Rita.

Fernando abre o jogo com Afonso e confessa que quer compensar Carmo pelo mal que lhe fez, mas o rapaz dispara que esse é um assunto que terá de discutir com a irmã. Fernando volta à carga e oferece-lhe emprego na fábrica se ele precisar mas Afonso recusa a ajuda, certo de que se orientará sozinho. Depois de o rapaz o deixar, Fernando mete no bolso, sem que ninguém veja, o copo onde ele esteve a beber cerveja. Cláudia chega entretanto e, depois de cumprimentar Afonso que está de saída, vai ter com o pai e propõe-lhe tocar violino no restaurante para animar a clientela e ganhar o dinheiro de que precisa para ir para Berlim. Mário mostra-se reticente mas acaba por aceitar. Já Matilde deixa claro que é uma boa ideia porque a sua comida merece um ambiente mais requintado.

Jarvis toma comprimidos que o deixam completamente desorientado e Nelo tenta ajudá-lo. Entretanto, Sal fala com Jarvis através de videochamada, chama-lhe inútil e decreta que ele tem de despedir os vendedores do satand.

André ameaça Amaral e diz que acaba com os combates ilegais que ele organiza se não lhe pagar por ter lutado. Amaral fica furioso e avança para André, sob o olhar igualmente ameaçador de dois lutadores que param o treino, alertados pela discussão. Vítor tenta serenar os ânimos e encaminha o irmão para se irem alertando para o perigo que significa desafiar aqueles tipos. André fica irritado e exige que ele lhe pague o que lhe deve, já que ganhou dinheiro às suas custas.

Bruno, faz uma cena de ciumes a Renata por ela ter atendido Joaquim no cabeleireiro mas ela não lhe dá conversa e expulsa-o do salão.

Eunice vê Bruno a sair do cabeleireiro e bate-lhe com a mala que leva consigo, convencida de que ele continua a envolver-se com Renata. O mecânico afiança que apenas teve um deslize mas aparece à porta do salão e chama-lhe mentiroso. Eunice bate novamente no marido e diz a Renata que pode ficar com ele porque não o quer nem dado.

Lucinda diz mal de Sofia às colegas mas, quando se apercebe de que ela se aproxima, disfarça e até se oferece para a ajudar a supervisionar o trabalho. Cínica, Lucinda mostra-se preocupada com a partida de Horácio para a pesca na Islândia.

Horácio insurge-se contra o facto de os patrões terem decidido que o bacalhoeiro faça uma escala técnica em Liverpool antes de começarem a pescar na Islândia. Raia desdramatiza a situação e responde que não têm de se queixar pois vão ter um dia livre para passearem. Horácio não fica convencido e Raia vai falar com o capitão do bacalhoeiro para contar que o mestre de redes está desconfiado com a paragem em Inglaterra. Vieira, fica preocupado e diz que têm de pôr os homens todos fora do barco antes de descarregarem o tabaco de contrabando que vão transportar. Raia assume que vão ter de tratar do assunto se alguém descobrir o que eles estão a fazer.

António combina jantar com Rita e pede-lhe que tenha cuidado a andar na rua, pois teme que voltem a atacá-la.

Lucinda aproveita a ausência de Horácio e pede a Rita que se vá embora lá de casa, temendo que a família volte a ser ameaçada por causa dela. André tenta travar a mãe mas em vão porque Rita percebe a mensagem e decide partir.

Sara, insiste com Fernando para eliminarem Rita mas o marido recusa-se a matar a rapariga dizendo que não é um assassino. Sara lembra-lhe que é tarde para descobrir isso e ele justifica que matou há vinte anos mas apenas porque era o futuro deles que estava em jogo. Sara volta à carga e lembra que se Rita chegar à verdade a faz perder os filhos e metade da empresa. Fernando mantém a sua recusa em fazer desaparecer Rita e afirma que ainda há muitas coisas que podem fazer para que ela não consiga encontrar a mãe. Sara fica resignada mas também muito preocupada.

Rita conta a Patrícia que vai voltar a morar na instituição e aproveita para lhe perguntar o que fazia ela no hospital. A amiga fica incomodada mas justifica que foi visitar um casal amigo que não consegue ter filhos.

Carmo fica estarrecida e Joaquim muito irritado quando Afonso lhes conta o encontro com Fernando e se mostra convicto de que ele não se vai afastar facilmente.

Sara e Fernando começam a vasculhar a vida de Rita e descobrem a instituição que a acolheu. Sara, decide ir sozinha tentar encontrar pistas que lhe permitam livrar-se da rapariga e depois de entrar no seu carro e arrancar, é seguida por um homem que segue ao volante num outro veículo. Quando pára num semáforo e olha para o lado, percebe em pânico que o homem do carro do lado é nem mais nem menos do que Nuno, o ex-marido que pensava estar morto, assassinado por Fernando. Sara fica sem pinga de sangue.

nas redes

pesquisar