SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 15º Episódio - 17 de maio (quarta-feira)

Rita consegue visitar António; Rita descobre mais uma pista sobre a sua mãe; Sara ameaça Carmo!

Paulo Goulart Photography

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Afonso insiste em saber o que se passa entre Carmo e Fernando que parecem estar a discutir mas ela força-o a deixá-los a sós. Fernando exige a Carmo que lhe diga porque é que estava na rua onde ele mora mas ela recusa-se a dar-lhe satisfações e obriga-o a ir embora, ameaçando chamar a polícia. Fernando sai mas promete voltar.

Sara, avista Rita no hospital e tenta evitar que ela vá visitar António mas a rapariga argumenta que foi ele quem a chamou. Sara percebe que não pode fazer nada e diz que então irá com ela mas Rita exige ir sozinha, dizendo que António se sentirá mais à-vontade com alguém que não conhece tão bem.

Rita ajuda António a ajeitar-se na cama e ele geme de dor. O piloto conta como teve o acidente e culpa-se pelo que aconteceu a Tiago e a Clara. Rita conforta-o e António pede-lhe que volte para casa de Horácio, temendo que lhe possam fazer mal.

Patrícia conta à irmã Madalena porque é que teve de fugir do Sudão e assume que vai tentar refazer a vida em Aveiro. Madalena dispõe-se a ajudá-la no que puder.

Kiko pede ajuda ao psicólogo da mãe para superar as preocupações que ela lhe dá devido à sua instabilidade emocional. Matias conforta Kiko e diz-lhe que acha que Luísa nem se apercebe bem daquilo que ele passou. Kiko sorri desanimado.

Isabel assegura-se de que Luísa não vai deixar a plantação de chá para acompanhar Jaime, que está de partida para ir trabalhar no continente. Luísa reafirma que não quer deixar os Açores e fica perplexa quando Isabel, aludindo a Joaquim, afirma que se sente sozinha e que começa a pensar se valerá a pena manter o negócio.

Kiko confessa a Inês que está preocupado com a mãe e afirma que vai tentar evitar que ela tenha uma recaída. No entanto, receia que Luísa descubra que ele deixou a faculdade. Inês insiste em que ele deve contar a verdade à mãe e dar de vez um rumo à sua vida pois agora nem estuda nem trabalha.

Rita decide seguir o conselho de António e diz a Horácio que aceite voltar para casa dele. O pescador fica muito satisfeito com a notícia.

Sara, repreende Fernando por não ter atendido a sua chamada e ele justifica que tinha o telefone no silêncio. Sara conta que Rita foi visitar António ao hospital e que não conseguiu evitar porque foi o filho que a chamou. A empresária confessa a sua preocupação pelo estado de saúde de Tiago e Clara, confessando que nem consegue olhar para a cara dos pais dela. De repente, percebe que Fernando não lhe está a prestar atenção e pergunta já irritada o que se passa. O marido desperta dos seus pensamentos e conta que Carmo apareceu em Aveiro, onde já vive há meses, gerindo a Mercearia Micaelense. Sara fica desagradada mas Fernando acha que já assustou Carmo o suficiente para que ela não volte a procurá-lo. Sara, diz que só lhe faltava ter de lidar com uma louca e não acredita que ela se afaste facilmente.

Vítor insiste com Bruno para que pague as peças que encomendou para concertar o carro de corridas mas o patrão, que já não pode ser chantageado por ele, recusa e ainda lhe ordena que tire o carro da oficina, o mais rápido possível. Vítor fica muito irritado e Bruno não fica melhor, pois é obrigado a cozinhar e dormir na oficina por ter sido expulso de casa pela mulher.

Eunice e Pedro jantam com Matilde num ambiente de cortar à faca. O rapaz tenta aliviar a tensão dizendo que o jantar está bom. A avó fica toda contente e promete mais petiscos mas a conversa azeda quando começa a dizer mal de Bruno. O neto e a filha caem-lhe em cima e ela amua, ameaçando voltar para a sua casa. Eunice segura-a e evita que a mãe se vá embora. Pedro fica zangado com a avó e levanta-se da mesa.

Renata conta a Sofia que as suas clientes do cabeleireiro estão a fugir dela por se ter envolvido com Bruno e ter acabado com o casamento dele com Eunice. Sofia dá-lhe força e repreende Mário quando o marido defende que não deviam deixar Renata entrar no restaurante. André chega exausto do treino e beija Cláudia nos lábios. Mário vê e dá-lhe um berro, desagradado com a cena. Entretanto, Elsa provoca a ira de Cláudia quando conta que André começou a trabalhar para poder ir com ela para Berlim. Mário e Sofia ficam estupefactos e Cláudia quase bate na irmã, furiosa com a sua indiscrição. André fica atrapalhado e diz que vai tomar um banho a casa.

Horácio conta a Lucinda que Rita vai voltar lá para casa e a mulher não aprova a ideia. No entanto, Horácio consegue convencê-la de que vai ficar bem vista se ajudar a filha do antigo patrão e Lucinda pensa logo em tirar vantagem da situação e recebe Rita com grande simpatia.

André ameaça Vítor e exige ao irmão que devolva o dinheiro que perdeu a apostar em si próprio na corrida que perdeu.

Vítor fica a lamentar-se por não ter dinheiro para arranjar o carro. De súbito, a sua sorte muda e Lucinda dá-lhe cem euros, recomendando-lhe que os gaste bem. Vítor não perde tempo e vai ter com um amigo que lhe envia uma mensagem a propor um programa muito bom.

Rita dá a ler a Horácio a carta que a mãe lhe deixou e através do selo, descobrem que ela pode ter estado na Islândia, acolhida por um antigo armador que trabalhava com a Faina Norte. A esperança de encontrar Luísa reacende-se e Horácio diz a Rita que vai tentar ajudá-la.

Sara quase apanha Fernando a tirar dinheiro do cofre. Ele assusta-se mas disfarça e diz que vai beber um copo com os amigos. Sara espera que ele saia e faz uma chamada, combinando um encontro lá em casa com alguém.

António volta a pedir desculpa a Tiago pelo acidente que tiveram, tentando dar-lhe confiança na recuperação de Clara que continua em coma. O irmão não demonstra vontade de o perdoar mas deixa-se abraçar por ele.

Rita fica irritada mas contém-se quando Lucinda vai conversar a sós com ela para garantir um trabalho melhor na fábrica caso ela venha a recuperar a metade da empresa que pertencia ao pai.

Sara procura Carmo na Mercearia e ameaça processá-la se ela continuar a aparecer à sua porta para ver Fernando. Carmo deixa claro que não tem essa intenção mas Sara não se convence e mantém as ameaças.

nas redes

pesquisar