SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo 10º Episódio - 11 de maio (quinta-feira)

Rita decide sair de casa de Horácio ao descobrir que ele foi espancado por estar a ajudá-la; Rita confronta Sara!

Christian Gnad

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Luísa volta a censurar Jaime por ter aceitado a proposta de trabalho que lhe fizeram e acusa-o de estar a colocar a sua carreira à frente dela e de Kiko. Jaime contrapõe que aquilo que o perturba é que ela continue a esconder o seu passado. Luísa foge à questão mas o marido insiste e lembra-lhe que recebeu a prenda que todos os anos, no mesmo dia, tem recebido. Luísa reafirma que desconhece quem a continua a presentear e acaba a conversa em lágrimas. Jaime fica frustrado por continuar sem saber o que é que Luísa esconde.

Tiago pede Clara em casamento e ela fica radiante e comovida. Todos os convidados aplaudem o sim da noiva mas Tiago não perde a oportunidade de convidar António para seu padrinho. Quando todos se preparam para abrir o champanhe, Rita chega acompanhada por Horácio e interrompe a festa, dizendo que tem de falar com Sara sobre a mãe. Subitamente gera-se um ambiente de tensão entre Rita e Filipa, que a fulmina com o olhar. Sara leva Rita para o escritório. Fernando vai logo atrás. Rita confronta Sara com o facto de ter descoberto que a mulher internada na clínica não ser a sua mãe e acrescenta que a enfermeira lhe confessou ter recebido dinheiro para mentir. A empresária fica atrapalhada e justifica que ela própria conseguiu o contacto da antiga ama de Rita, que confirmou a identidade da mulher. António entra com Horácio no escritório e depois de dizer que já sabe da história aconselha Rita a participar o caso à polícia. Ela revela que já denunciou a enfermeira e garante que vai descobrir quem lhe mentiu. Horácio concorda mas diz que não será naquela noite. Sara, reage com azedume e pergunta se a estão a acusar de alguma coisa. O pescador confirma que só a foram informar, secundado por Rita, que está ainda confusa com aquela conversa.

Bruno, aproveita o facto de Renata ter adormecido no seu colo para tentar tirar-lhe a pulseira do pulso mas ela acorda estremunhada e manda-o para casa, frustrando mais uma vez a sua intenção.

Lucinda está inquieta por Horácio e Rita ainda não terem regressado a casa e proíbe André de sair à noite para ir ter com a namorada, escondendo-lhe que receia que mais alguém da família seja espancado como aconteceu com o pai, por causa de ter acolhido Rita. Vítor também estranha o nervosismo da mãe e não percebe a que é que ele se deve. Lucinda obriga os filhos a levantarem a mesa e a lavarem a louça, frisando que não é escrava. Como André quer ir ter com Cláudia, Vítor dispõe-se a fazer tudo sozinho mas troca o favor ao irmão por dinheiro, confessando que está liso até ao fim do mês. André suspira mas aceita o negócio.

Sofia volta a casa e Mário conta que já teve uma conversa com Elsa, repreendendo-a por ter escondido a carta do conservatório à irmã. Sofia está perplexa com o comportamento da filha mais nova e acha que ela está a mentir quando diz que fez o que fez porque não queria que a irmã fosse para Berlim para não ficar sozinha. Sofia aproveita para reafirmar que vai deixar o restaurante para estar mais presente junto das filhas. Mário conforma-se e percebe que tem de arranjar uma nova cozinheira para o Meia Desfeita.

Lucinda fica aliviada quando Horácio regressa a casa com Rita e esta pede desculpa por o ter atrasado. Lucinda dá um raspanete ao marido por ter tomado café com Sal e Horácio pergunta a Lucinda porque é que foi ao funeral do pai dela.

André, antes de sair, vai ao quarto de Rita e agradece-lhe por ter dito que as mortalhas que a mãe encontrou eram dela e pede-lhe desculpa por ter sido parvo com ela. Rita aconselha-o a não fumar drogas e a conversa entre os dois leva a que André lhe conte quem é a sua namorada e as saudades que vai sentir quando ela for para Berlim. Rita oferece-se para o ajudar a convencer os pais a permitirem que ele vá com ela.

Antes de se ir embora, Filipa passa pelo quarto de António e justifica que aceitou o convite para o jantar de noivado de Tiago porque, apesar de se terem separado, não quer afastar-se dos amigos. António também não perde a oportunidade de dizer que não gostou que ela tivesse ido falar à fábrica com Rita. Filipa acusa António de só estar interessado em Rita por remorsos, porque o seu pai matou o dela. António fica agastado e diz que a vai acompanhar à porta.

Sara conversa com Fernando e fica contente por saber que Filipa está com António. Fernando mostra-se preocupado pelo facto de Horácio continuar a ajudar Rita e Sara tem a ideia de dar um emprego melhor a Rita para a afastar de Aveiro, pensando em coloca-la nos escritórios da fábrica em São Miguel. Fernando acha que ela não vai aceitar mas Sara contrapõe que se lhe derem um ordenado generoso, podem conseguir atraí-la.

Rita ouve Horácio a conversar com Lucinda e fica a saber que ele foi espancado por estar a ajudá-la. Eles ficam atrapalhados ao perceberem que ela ouviu tudo e Rita decide ir-se embora lá de casa para que mais ninguém seja incomodado.

nas redes

pesquisar