SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo 9º Episódio - 10 de maio (quarta-feira)

Horácio ajuda Rita a descobrir que está a ser enganada por Lurdes!

Christian Gnad

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Ao saber que Rita foi falar com o inspector que investigou a morte do pai, Sara certifica-se de que o agente não mencionou qualquer nome que a possa associar a ela e a Fernando aos crimes que cometeram.

Lucinda repara que Renata está a usar uma pulseira nova e insinua que ela a recebeu do homem casado com quem anda. Renata esconde o romance com Bruno e nega tudo.

Sal vai ao Meia Desfeita à procura de Lucinda acaba por reencontrar Horácio a quem conta que a mulher dele foi ao funeral do pai dela. Horácio fica admirado.

André, furioso com Vítor, exige ao irmão que lhe devolva o dinheiro que perdeu na corrida de carros e ameaça tratar do assunto de outra maneira se ele não o fizer.

Lucinda mostra a Horácio um livro de mortalhas que encontrou no quarto de André e onde Rita dorme agora. Quando o filho entra em casa, prepara-se para o confrontar com o facto de andar a fumar. Rita chega entretanto e quando se apercebe de que André está em maus lençóis diz que as mortalhas são suas.

Sara cobra um favor que tinha feito a um juiz a quem livrou de uma dívida e pede-lhe que garanta que Rita não vai associar Fernando à morte do pai dela quando consultar o processo. Encurralado, o juiz concorda em cumprir a tarefa.

António vai a casa de Rafael buscar o chapéu de que se tinha esquecido e vê que ele está todo esmurrado. O amigo conta que foi visitado por um membro do gangue que o sequestrou durante um assalto e que a sova serviu para lhe lembrar que não deve recordar-se de nada nem de ninguém quando for testemunhar a tribunal. António volta a dizer que ele tem de perder o medo e sair de casa, mas Rafael está demasiado traumatizado e continua a isolar-se.

Fernando fica agitado quando Sara o põe ao corrente das investigações que Rita está a fazer para descobrir a verdade sobre a morte do pai e o desaparecimento do irmão e da mãe. No entanto, a mulher tranquiliza-o e afirma que já tratou do assunto e está também a tratar de a afastar de António.

António confessa a Rafael que teme ser massacrado no jantar de noivado do irmão por ter acabado tudo com Filipa, revelando que a mãe não aceita que ele goste de Rita.

Lurdes injecta um calmante na mulher a quem está a fazer passar-se pela mãe de Rita. Quando esta chega à clínica para a visitar, a enfermeira informa-a de que a mãe tem andado muito agitada e que as vistas vão ser reduzidas ou mesmo anuladas. Mesmo assim, Rita consegue que Lurdes a deixe ir ao quarto onde a suposta mãe repousa. Horácio acompanha-a e quando olha para a cara da mulher, afirma com toda a convicção que aquela não é a sua mãe. Rita fica confusa e em choque e confronta Lurdes, obrigando a enfermeira a confessar que recebeu dinheiro de uma mulher. Lurdes implora a Rita para que não chame a polícia.

Inês fica zangada com Kiko e manda-o embora depois de ele dizer que ela usou o pretexto de Afonso querer ir uns tempos para Aveiro para acabar tudo com ele.

Entretanto, Rita vai procurar Manuela em casa mas já não a encontra porque ela desapareceu, deixando-lhe apenas uma carta a pedir desculpa por a ter enganado. A antiga ama avisa-a de que ela corre perigo se não se afastar. No interior da carta está uma fotografia e Horácio confirma que a senhora que segura a mão dela é a sua mãe Luísa e que o rapaz é o seu irmão. Rita fica perplexa por existir na foto uma segunda mulher que nem Horácio sabe quem é.

Matilde leva de jantar a Pedro e Bruno mas o genro não gosta nada da ideia e desculpa-se com o facto de querer ver o futebol para se livrar da sogra. Pedro oferece-se para levar a avó a casa e ela acaba por se ir embora levando a comida consigo.

André confessa a Cláudia que vai ter muitas saudades enquanto ela estiver em Berlim a fazer o curso de violino. Ela continua a achar que tudo se pode resolver e incentiva-o a convencer os pais a deixarem-no ir.

Sofia desabafa com Renata e reconhece que ainda não teve coragem de falar com Elsa depois de ela ter escondido a carta do conservatório que a irmã esperava. Por outro lado, espera que seja Mário a repreender a filha e reafirma a vontade de deixar de trabalhar no restaurante. Renata propõe-lhe que faça algumas horas no salão de cabeleireiro e Sofia fica a pensar no assunto, apesar de não ter experiência.

Mário repreende Elsa, que se finge arrependida por ter escondido a carta que informava Cláudia no curso de violino em Berlim. Cláudia, por seu lado, não esconde a fúria que ainda sente e o pai é obrigado a serenar a filha mais velha.

Bruno espera que Renata regresse do cabeleireiro e tenta que ela aceite trocar a pulseira que ele lhe deu por outro presente, insinuando para a amedrontar, que pode ser roubada. A amante não se atemoriza respondendo que Lucinda já a viu com jóia e ficou toda roída, para além de que foi a primeira vez que ele lhe deu algo de jeito e que por isso quer ficar com a pulseira. Bruno fica muito desanimado e Renata diz que está pronta para as massagens que ele se ofereceu para lhe fazer.

António fica desconfortável quando percebe que Sara convidou Filipa para o jantar de noivado de Tiago e censura a mãe sem que os convidados notem. Sara, argumenta que não foi ela quem acabou o noivado com Filipa e que não a ia privar de ver Clara, sua grande amiga, ser pedida em casamento. Filipa, por seu lado, confessa a Clara que ainda tem esperança de que António volte para si.

Carmo certifica-se de que Afonso quer mesmo ir com ela para Aveiro e ele reafirma que está a precisar de se afastar da pressão que os pais exercem sobre ele e também de Inês. Pensando que está a falar com a irmã e ignorando que à sua frente está a sua verdadeira mãe, Afonso pergunta-lhe do que é que a mãe estava a falar quando disse que ela não tinha seguido os seus conselhos. Carmo fica atrapalhada mas inventa uma desculpa.

Isabel desabafa a sua preocupação com Joaquim e irrita-se com ele porque o marido parece conformado com a ida de Afonso com Carmo para Aveiro. Joaquim acha que a solução é fazer com que Afonso perceba que o seu lugar é junto deles.

nas redes

pesquisar