SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 4º Episódio - 4 de maio (quinta-feira)

Sara paga a Manuela para se fazer passar por mãe de Rita; António termina o noivado com Filipa

Paulo Goulart Photography

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Kiko regressa a casa e mente à mãe, dizendo que foi fazer um exame na faculdade e promete acabar o curso em três anos. Luísa não esconde a sua estranheza sobre os estudos do filho. Jaime aparece entretanto e depois de Luísa se afastar, Kiko pergunta-lhe se ele já contou à mãe que recebeu uma proposta de trabalho que os vai obrigar a mudarem-se. Jaime assume que não quer perturbar a mulher e que só falará do assunto quando achar que é o momento certo.

Rita tenta que a mulher que julga ser sua mãe lhe explique porque a abandonou mas ela mal consegue reagir e fica muito agitada. A enfermeira acaba com a conversa e conta a Rita que identificaram a senhora através dos documentos que ela possuía quando chegou à clínica. Rita tenta perceber se a falsa mãe poderá recuperar a ponto de esclarecer as suas dúvidas mas a enfermeira mata-lhe qualquer esperança.

Entretanto, Sara paga a Manuela por ela ter mentido a Rita e lhe ter dado uma falsa pista sobre a mãe. A antiga ama promete nunca contar a verdade.

Afonso continua ferido e suspenso na rocha que não consegue escalar. Ao tentar sair daquela situação corta-se na mão e fica ainda mais desesperado, gritando por socorro.

Isabel mostra-se preocupada com a falta de notícias de Afonso e partilha a sua angústia com Joaquim, revelando que o rapaz mentiu quando disse que ia com Kiko fazer escalada. Isabel decide telefonar para os bombeiros.

Fernando ainda está na Islândia com Vieira e leva o capitão a um bar para beberem umas cervejas. Vieira mostra-se preocupado pela reacção dos pescadores por não receberem mas o patrão desvaloriza o assunto e ainda o responsabiliza pelo facto de ter deixado o barco ser arrestado por terem pescado demais. Depois de ameaçar fazê-lo pagar se voltarem a ter prejuízo, Fernando abeira-se de uma mesa onde alguns pescadores de Bergan fazem apostas e decide tentar a sorte. Incrivelmente ,acaba por ganhar e ficar com o dinheiro que todos apostaram.

Rita partilha com António a visita que fez à mulher que julga ser a sua mãe e a tristeza que o estado dela lhe trouxe. António apoia Rita com um carinho especial e Sara fica muito incomodada quando os vê juntos e com tanta cumplicidade.

Cláudia faz a sua audição de violino no conservatório e as professoras que a estão a avaliar mostram-se satisfeitas com a forma como ele toca.

Na ria, André esforça-se por conseguir mostrar ao treinador que merece um lugar na equipa de remo.

Horácio conta a Lucinda que se vai encontrar com Rita para lhe falar dos pais e a mulher acha que a rapariga anda à procura de dinheiro. Dinheiro é o que quer Vítor mas Horácio não lhe satisfaz a vontade e acusa-o de não trabalhar e de não ajudar a pôr dinheiro em casa. O filho defende-se e promete que um dia vai ficar rico e dar uma vida melhor a todos, crente em que uma das muitas ideias que tem irá funcionar.

Sofia lamenta-se por se fartar de trabalhar no Meia Desfeita e de ter aberto o negócio, que só não fecha por causa do marido. Sofia partilha com Renata que o seu casamento com Mário já teve melhores dias. Já Renata confidencia que namora um homem casado.

Matilde volta a provocar Bruno ao jantar e ele responde à sogra na mesma moeda, provocando a irritação de Eunice que não gosta do tratamento que ele dá à sua mãe.

Carmo liga para casa para falar com os pais e fica aflita quando Luísa lhe conta que Afonso desapareceu. Carmo não contém as lágrimas e esforça-se por as esconder. Filipa entra na mercearia com António e percebe que Carmo não está bem.

Kiko culpa-se por não ter ido fazer escalada com Afonso e decide ir à procura dele. Inês acompanha-o. Luísa e Isabel ficam muito preocupadas, tal como Joaquim que tenta impedi-lo mas sem êxito.

Afonso permanece na falésia cada vez mais debilitado e chora pensando que vai morrer.

António ganha coragem e acaba o noivado com Filipa. Ela acusa-o de estar apaixonado por Rita e até sugere, desesperada que ele a leve para a cama e depois a esqueça. António recusa-se a aceitar tal ideia e reafirma a sua vontade de terminar a relação. Filipa sai da mercearia furiosa, atraindo a atenção dos outros clientes.

Simão quer vingar-se dos patrões por eles não terem pago aos pescadores e propõe-se pregar-lhes um susto. Horácio opõe-se e defende que devem agir juntos e sem violência.

Sara, finge-se muito amiga de Rita e propõe-se ajudá-la a arranjar um local mais confortável para a falsa mãe que lhe arranjou. Sem saber que está a ser manipulada, Rita toma como boas as suas intenções e Sara aproveita para lhe pedir muito diplomaticamente que não se intrometa no noivado de António com Filipa.

nas redes

pesquisar