SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 3º Episódio - 3 de maio (quarta-feira)

Afonso tem um acidente a fazer escalada; Sara finge que está ajudar Rita a encontrar a mãe

ana antonio bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

António valoriza Rita por tê-lo salvado quando quase se afogou mas Filipa abafa o namorado e faz questão de deixar claro a relação que têm. Sara leva Fernando para o escritório a pretexto de deixar os mais novos a sós. Tiago deixa escapar inocentemente que Rita vai ficar lá em casa quando Filipa lhe oferece boleia para regressar a casa.

A sós com Fernando, Sara confessa de que foi a responsável pelo regresso inusitado de Filipa, para que ela esteja perto de António e assegurando de que o filho não vai interessar-se demasiado por Rita. Esta entra no escritório exibindo a fotografia antiga em que aparece com António e Sara faz questão de avisar de que deitou fora quase todas as fotos assim que o marido morreu. Depois de Filipa dar as boas noites, Fernando comenta com ironia com Sara que ela é realmente muito amiga da rapariga.

Filipa, pressentindo que António está muito interessado em Rita, esforça-se por colher a sua atenção e entre os beijos que lhe dispensa lembra que estão prestes a morar juntos.

Bruno vai ter com Renata pela manhã e leva com a sua ira pelo facto de ela ter preparado um jantar romântico para nada. Os doces que leva à amante aplacam-lhe o mau humor e faz com que ela lhe perdoe a falha.

Vítor tenta que Lucinda lhe dê o dinheiro de que precisa para melhorar o carro para a corrida que vai ter. A mãe recusa e nesse momento Horácio regressa a casa, de mala na mão, depois de ter estado no mar da Islândia à pesca para a Faina Norte. O filho recebe-o com simpatia excessiva, cuidando que Horácio lhe vai satisfazer a necessidade de dinheiro. No entanto, o pescador percebe a intenção interesseira do filho e aconselha-o a arranjar um patrocinador.

Eunice recebe Pedro em lágrimas quando ele regressa da viagem à Islândia e implora ao filho para que não volte ao mar mas ele diz que gostou da experiência e que pretende repeti-la.

Fernando despede-se de Sara. Está de partida para Bergen e vai resgatar o bacalhoeiro que as autoridades islandesas apreenderam. Antes de partir, recomenda a Sara que tenha cuidado com Rita e com o que ela possa tentar descobrir. No exterior da casa, Carmo, escondida no seu carro, observa Fernando, numa clara demonstração de que não o esqueceu.

Tiago prepara-se para voar para os Açores mas antes de sair de casa conversa com António e faz notar-lhe que reparou na sua proximidade com Rita, apesar do regresso de Filipa. O irmão tenta negar as evidências e reafirmar a sua relação com a noiva. Clara interrompe porque entra em casa pronta para levar Tiago consiga antes que ele vá para o aeroporto.

Sara, finge que está a ajudar Rita e entrega-lhe o contacto de Manuela, sua antiga ama, para que a procure e consiga algumas respostas sobre o seu passado. Quando sai do edifício da Faina Norte, Rita apercebe-se de uma discussão entre Simão e Horácio e ouve este referir que está há 40 anos na empresa e que vai zelar até ao último dia por si e pelos seus companheiros. Rita chega à fala com Horácio e apresenta-se como filha de Álvaro Faria. O pescador fica entre a surpresa e o contentamento por revê-la e aceita conversar mais tarde com ela sobre o que sabe da sua família.

Clara leva Tiago para perto do mar e pede-lhe que vá viver com ela. O namorado fica radiante e envolve-se com ela num beijo apaixonado.

Isabel assume o controlo do trabalho na plantação e deixa Joaquim surpreendido com a pouca importância que dá ao seu trabalho, remetendo-o para o gozo da reforma.

Afonso queixa-se a Kiko e Inês do ambiente que se vive em sua casa pelo facto de o pai estar reformado e a mãe a trabalhar na plantação. A sua vontade de ir fazer escalada também esmorece porque nenhum deles o quer acompanhar. Inês confirma a Kiko que acha que ele está a desperdiçar a sua vida.

Luísa desabafa as suas mágoas e medos com Matias, fragilizada por mais uma crise emocional e confessando a falta que a filha lhe tem feito ao longo dos anos. Apesar do sofrimento que continua a viver, Luísa recusa que alguém saiba da sua tragédia familiar.

Sara fala ao grupo de pescadores cujo barco foi apreendido na Islândia e depois de informar que o marido está a tratar de tudo para reaver o navio, recusa-se a pagar aos homens. Simão e Pedro protestam com veemência, instigando outros que ameaçam a patroa. Horácio e Raia travam os companheiros e Sara faz valer a sua autoridade reforçando antes de se retirar que só lhes pagará quando descarregarem peixe.

Rita procura Manuela e a sua antiga ama acaba por confessar que sabe onde a mãe dela está.

Simão não se conforma com o facto de ter andado no mar e não receber o salário a que tinha direito e diz que os patrões deviam sofrer por não estarem a respeitar os compromissos. Horácio tenta acalmá-lo mas Simão vai-se embora muito agastado.

Na Islândia, Fernando liberta o navio que estava arrestado e sugere ao capitão Vieira uma forma de recuperarem o prejuízo que tiveram.

Renata arranja as unhas de Eunice e quase lhe arranca um dedo quando ela se mostra desconfiada com o desinteresse que Bruno tem demonstrado em estar com ela. A manicura disfarça e esconde que anda a trair a amiga com o marido dela.

Entretanto, Bruno queixa-se a Vítor pelo facto de ter de aturar a sogra e fica em pânico quando o amigo lhe conta que Eunice foi ao cabeleireiro de Renata.

Horácio conta a Lucinda que afinal não vai receber o dinheiro da sua campanha no mar e fica desiludido porque a mulher só apresenta como solução para sobreviverem usar o dinheiro que ele estava a poupar para comprar o seu pequeno barco de pesca.

No Meia Desfeita, Sofia não aceita a reprimenda de Mário por causa da reclamação da clientela e decide fazer uma pausa na cozinha. Mário observa que André e Cláudia estão de mãos dadas e vai repreender a filha e o namorado. Elsa chega ao café e conta à irmã que teme pela reacção dos pais quando lhes apresentar o teste de Matemática em que teve negativa. Cláudia acaba por assinar o teste à irmã, exigindo-lhe que no próximo se redima.

Afonso prepara-se para fazer escalada na montanha e nesse momento recebe uma chamada da mãe. Afonso mente-lhe e diz que está acompanhado por Kiko. Isabel comenta com Joaquim que Afonso está cada vez mais distante deles e mostra-se preocupada com isso. A escalada acaba por correr mal e Afonso fica suspenso, sem ter como sair daquela situação complicada.

Rita procura visitar a mãe na clínica onde supostamente está internada mas o director não autoriza a sua pretensão, remetendo-a para uma autorização especial. Lurdes, secretária da clínica, ouve a conversa e vai ter com Rita, dispondo-se a ajudá-la.

Fernando vende na Islândia a carga do navio apreendido e divide o dinheiro com o capitão Vieira, frisando que ninguém pode saber do negócio que acabaram de fazer. Fernando diz que a desculpa que vão dar aos pescadores é que a carga foi toda apreendida. Sara é avisada pelo marido e depois de Raia lhe ir pedir satisfações, avisando que há um homem que não se conforma por não receber, encarrega o pescador de tratar de Simão, aceitando pagar pelo serviço.

Afonso continua imobilizado sem conseguir escalar a rocha onde foi fazer escalada e pede socorro, verdadeiramente desesperado.

Kiko vai ter com Inês que o recrimina por andar a esconder que desistiu da faculdade. Inês pergunta a Kiko se sabe de Afonso e ele responde-lhe que não faz ideia onde ele está.

Filipa leva António para rever a casa que escolheram para viver mas o namorado sente-se desconfortável com a situação, embora esconda que não partilha da mesma paixão de outrora.

Lurdes leva Rita até uma senhora que será supostamente a sua mãe, alertando-a para o estado de demência da mulher. Rita apresenta-se à senhora como sua filha mas ela não reage.

nas redes

pesquisar