SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 1º Episódio - 1 de maio (segunda-feira)

A mando de Sara, Fernando mata Álvaro e dá um tiro a Nuno; Passados 20 anos, Rita salva António de morrer afogado e apresenta-se como filha de Álvaro

Paulo Goulart Photography

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

“Rita inicia mais um dia de trabalho no campo de refugiados em Lampedusa, Itália para onde foi destacada no Mediterrâneo em missão de socorro aos muitos migrantes que tentam deixar África e conhecer um futuro melhor na Europa.

Em Tripoli, os traficantes aproveitam-se das fragilidades da população para ganharem muito dinheiro com o transporte em barcos inseguros, criando a expectativa de uma vida melhor para quem aceitar pagar as fortunas que exigem. No porto, um migrante tenta arranjar transporte para si e para a sua família mas como o dinheiro não chega apenas a mãe e a criança são autorizadas a embarcar. O pai é afastado pelo som aterrador das armas e vê separa-se delas com mágoa.

Entretanto, a tripulação do helicóptero é chamada a intervir, em auxílio de um naufrágio de migrantes que acabou de ocorrer. A aeronave descola e percorre o oceano sem que consiga descortinar sobreviventes. No entanto, eles existem e debatem-se pela vida no mar, incluindo uma criança que tenta aguentar-se à tona abraçada a um jerryca.

O helicóptero sobrevoa a área de naufrágio que foi referenciada, mas o piloto prepara-se para regressar ao navio uma vez que já não tem combustível que lhe permita continuar as buscas. É nesse momento que Rita avista a criança e, contrariando as ordens do piloto para regressarem à base, lança-se ao mar para resgatar a vítima.

Pelos mares da Noruega navega um bacalhoeiro com bandeira portuguesa e o ambiente a bordo é de alguma tensão. Simão, um dos pescadores, é o mais exaltado, protestando por ainda não terem terminado a faina e regressado a Portugal. Horácio tenta acalmá-lo e o capitão Vieira chega nesse instante assegurando que o regresso só acontecerá quando o porão estiver cheio de peixe. Horácio alerta para o facto de já terem pescado mais do que estava autorizado mas de nada lhe vale. Pedro está estupefacto, Raia não vê mal em ganhar mais dinheiro mas Simão não se conforma e diz que não pode valer tudo. Perante a revolta dos pescadores, Viera liga para os patrões a informá-los do sucedido. Sara, responde com firmeza que não quer saber de protestos e que barco só regressa quando estiver cheio de peixe. Fernando escuta a conversa que ela está a ter ao telefone com o capitão do barco e depois de Sara desligar afirma que têm de descobrir quem começou a rebelião no barco.

Rita recebe as felicitações do comandante da fragata Vasco da Gama por ter salvo a vida da criança que naufragou mas o piloto do helicóptero lança-lhe um olhar furioso e de censura por não ter acatado as suas indicações para retirarem por não terem combustível. Rita mostra-se triste por só ter conseguido salvar uma vida.

Simão insiste em que não devem pescar mais e Raia opõe-se, dizendo que ele não manda nada no barco. Quando estão prestes a envolver-se à pancada, Horácio separa-os e confessa que não estava à espera de que a sua última viagem no bacalhoeiro fosse assim.

Na fragata, o piloto do helicóptero ameaça dar cabo de Rita se ela voltar a desobedecer-lhe quando estiverem em missão. Ela reitera que nunca abandonaria no mar a criança que salvou. Depois, em conversa com outro sargento. Rita fica satisfeita ao saber que o pai do miúdo está vivo e que foi localizado em Tripoli.

Anos antes, Álvaro comenta com Nuno e Sara as dificuldades financeiras que um investimento mal calculado na construção lhe criou e mostra-se apressado em colocar as suas quotas da empresa de pesca Faina Norte no nome do amigo. Nuno e Sara incentivam-no a contar toda a verdade à mulher mas ele receia que Luísa fique ainda mais deprimida, pois está muito afectada com o recente nascimento de Kiko, segundo filho depois de Rita. E Álvaro tem razões para de preocupar, pois Luísa deixa que o filho se afogue ao dar-lhe banho, valendo a chegada de Álvaro a tempo de salvar o bebé.

Sara, volta a trair Nuno, dormindo com Fernando num quarto de hotel mas fica destroçada quando o amante a informa de que vai casar com Carmo, cujos pais têm uma plantação de chá nos Açores. Sara apela à parceria que alimentaram durante anos nos negócios e no amor mas ele reforça que esperou por ela tempo demais e que agora quer ter a sua vida.

Quando regressa a casa, Sara tem de disfarçar o seu estado de espírito pelo final do seu caso antigo com Fernando. Alheio à traição de que foi vítima, Nuno beija a mulher e fala-lhe da ajuda que vai dar a Álvaro ficando com as suas acções na empresa.

Nos Açores, Carmo confirma aos pais o seu casamento com Fernando mas quer Joaquim, quer Isabel, não ficam satisfeitos com a notícia por não conhecerem o noivo.

Ainda pequenos, António leva Rita para uma aventura num pequeno bote, mas a brincadeira quase acaba mal pois é com muita dificuldade que consegue regressar à margem. Ainda assustado, António pede a Rita que guardem segredo sobre o que aconteceu.

Luísa é ouvida pelo juiz pela negligência que quase provocava a morte ao seu bebé recém-nascido e o magistrado decreta que ela terá de receber tratamento psiquiátrico numa clínica antes de regressar a casa e ao convívio familiar. Luísa chora desesperada nos braços de Álvaro.

Sara mente a Nuno e diz que tem de ir aos Açores tratar de negócios. Quando ele se oferece para a acompanhar, a mulher disfarça a sua irritação e convence-o a ficar a cuidar do trabalho que tem para fazer.

Depois da audiência com o juiz, Luísa regressa a casa muito triste e chorosa, agradecendo a Álvaro o apoio que lhes deu, evitando que ficasse sem os filhos. Quando a ama aparece com Kiko ao colo e com Rita pela mão, Luísa limpa as lágrimas e esforça-se por fazer parecer que está tudo bem consigo.

Sara convence Fernando a deixar Carmo pendurada no altar e a regressar consigo, aliciando-o a livrarem-se de Nuno para ficarem juntos. Carmo fica destroçada por Fernando a ter abandonado e em lágrimas revela aos pais que está grávida. Isabel e Joaquim ficam estarrecidos mas confortam a filha.

Sara, entrega a Fernando uma arma que tirou a Nuno e dá conta das suas intenções de simular que o marido se suicidou ao saber que ela se envolveu com outra pessoa. Sara, entrega igualmente as chaves a Fernando e recomenda-lhe que apenas falem pelos telemóveis que comprou.

Luísa mostra-se insegura pelo facto de Álvaro entregar as suas acções da empresa a Nuno, temendo que este não as devolva depois. Álvaro encara a situação como temporária e confia no amigo.

Nuno está a trabalhar no seu gabinete quando Fernando o surpreende dizendo que ali foi para ficar com a mulher dele. O empresário percebe pelo tom ameaçador da conversa que tem de agir rapidamente e procura a sua pistola dentro da gaveta. Fernando exibe-lhe então a arma, no momento em que Álvaro entra na sala para falar com Nuno. Depressa percebe que Fernando não está ali por bem e faz precipitar os acontecimentos, tentando desarmá-lo. Fernando dispara e mata Álvaro, desferindo de seguida outro tiro que deixa Nuno no chão, inanimado.

Luísa ouve os disparos e vai muito aflita procurar o marido no interior da fábrica. Enquanto isso, Fernando enrola o corpo de Nuno num tapete e arrasta-o pelos corredores até ao carro. Luísa encontra Álvaro ensanguentado e sem vida e pede socorro desesperadamente. Quando sai da fábrica, vê Fernando a colocar um corpo no carro e fica ainda mais alarmada, tentando detê-lo. Fernando tenta atropelá-la mas perde a oportunidade e vai embora até à ria, onde faz mergulhar o carro com o corpo de Nuno lá dentro. Sem que Fernando veja, Nuno recupera a consciência e consegue chegar à margem.

Luísa, muito aflita, conta ao segurança da fábrica que Fernando matou Álvaro e Nuno e trata de ligar a Sara em busca de apoio. Sara, tenta acalmá-la e convence-a a encontrar-se consigo e a nem sequer falar com a polícia. Paulo fica surpreendido com o facto de Luísa decidir ir embora.

Sara avisa Fernando de que Luísa está no parque à sua espera e o amante apressa-se a tentar silenciar a testemunha do seu crime. No entanto, Luísa consegue escapar e segue a toda a velocidade para casa em busca dos filhos. Manuela fica muito preocupada com o facto de a patroa querer fugir com os filhos e impede Rita de a acompanhar. Quando a polícia está prestes a chegar à porta de casa, Luísa, já com Kiko no carro, ainda tenta levar Rita mas a ama não deixa.

Sara encontra-se com Fernando no hotel e tenta perceber o que se passou na Faina Norte. O amante está desnorteado e Sara avisa-a de que Luísa pode estar num local onde ele a deve procurar mas só quando tiver o caminho livre.

Nuno vai ao hospital para tratar dos ferimentos mas ao ouvir os polícias aventarem a hipótese de ter sido ele a matar Álvaro, esconde-se.

Entretanto, Sara e Fernando são interrogados pela polícia sobre os homicídios que ocorreram na Faina Norte mas apresentam álibis sólidos que afastam as suspeitas que poderiam recair sobre si. Com o caminho livre, Fernando procura Luísa na casa da amiga Fátima mas quando pensa estar prestes a encontrá-la, verifica que ela se foi embora sem deixar rasto.

Carmo confessa aos pais que preferia abortar e não ter o filho de Fernando mas Isabel e Joaquim rejeitam aquela ideia e decidem assumir o bebé como seu.

Sem pai nem mãe para tomar conta de si, Rita é entregue ao cuidado das freiras numa instituição, onde permanece durante 20 anos. Passado esse tempo, a irmã Madalena entrega-lhe um envelope contendo a sua certidão de nascimento e algumas informações sobre os pais. Rita decide então demitir-se da marinha para procurar as respostas que nunca teve sobre a sua família perdida. E a primeira pista que segue aponta para a Faina Norte, onde vai procurar Sara. Odete, a secretária, informa-a de que a doutora não está. Nesse momento, gera-se um grande alvoroço no exterior porque António, ao tentar salvar um pescador, sofre um acidente e cai à água. Quando é resgatado está inconsciente e não reage. Rita consegue reanimá-lo a muito custo e Sara aparece muito aflita ao perceber que o filho sofreu um acidente. Quando ele recupera e os ânimos serenam. Rita apresenta-se a Sara como filha de Álvaro, deixando-a em choque. António, surpreendido, troca um olhar com a mãe.

nas redes

pesquisar