SIC

Perfil

Às segundas

“Não tenho pena da criança, tenho pena de si, do seu filho, da sua família”

“Não tenho pena da criança, tenho pena de si, do seu filho, da sua família”

Não faltam estudos que provam que não é a orientação sexual que atesta a capacidade de ser pai ou ser mãe. Mas será que todos pensam assim? Fizemos a experiência. Num espaço público, uma mulher censura dois homens com uma criança que adotaram. A maioria dos que viram e ouviram saíram em defesa dos pais. Para estas pessoas o importante é que uma criança tenha amor e alguém que cuide dela. E Se Fosse Consigo? Agia ou ficava indiferente?

nas redes

pesquisar