SIC

Perfil

Semana de 10 a 16 de agosto

Ferraço beija Maria Paula e propõe-lhe que os dois se casem

Ferraço garante estar muito feliz por Maria Paula permanecer no hotel. Ela mostra-se abalada. Carlão discute com Bernardinho e Heraldo para registar Ana. Graça interessa-se pela história. O escrivão expulsa Bernardinho e Heraldo, que insistem que os dois devem registar a criança. Graça conversa com Carlão e com o escrivão. Débora passa mal e Antônio ampara-a. Dolores termina o trabalho. Solange comenta que Gislaine gosta de Zidane, mas que nega esse facto. Claudius fica preocupado ao saber o que aconteceu com Renato e Solange fica com ciúmes. Bernardo está preocupado com Amara e confessa isto a Benoliel. Ferraço é arrogante com João Batista, que o olha com ódio. Bárbara visita a neta. Ronildo encontra-se com Bárbara. Guigui percebe a intimidade entre eles. Alzira grita por causa do sufocador. Feliz surpreende o sufocador, que escapa. Juvenal carrega Alzira nos braços. Todos comentam sobre o ataque. Graça pede para conversar com Bernardinho, Heraldo e Dália. Ferraço observa Maria Paula dormir. Ela acorda e assusta-se ao vê-lo no seu quarto. Ferraço beija Maria Paula.

Maria Paula empurra Ferraço. Sílvia chama pelo noivo, cortando o clima entre os dois. Sílvia surpreende Ferraço que olha para o filho enquanto ele dorme. Bernardinho e Dália acham bom dar a entrevista e Heraldo é voto vencido. A loja de Madame Amora abre na Portelinha e promete trazer a pessoa amada em dois dias. Ezequiel diz a Edivânia para parar de se importar com a vida alheia. Graça faz a sua entrevista. Carlão pede dinheiro a Bernardinho para comprar uma Kombi. Dália e Heraldo discutem com Bernardinho por causa de Carlão. João Batista observa Sílvia a nadar. Ferraço ameaça demiti-lo se voltar a espionar a sua noiva. Sílvia fica irritada porque Maria Paula vai voltar no carro. Renato lembra-se do incidente no lago e olha para Sílvia de uma maneira penetrante. Macieira é seco com Célia. Todos comentam a possível identidade do sufocador. Amara volta para a Portelinha e diz que é irmã gêmea de Amora. Ronildo observa Guigui a mexer na gaveta do dinheiro. Claudine muda-se para a casa de Misael. Gislaine diz a Priscila que Zidane é dela e beija-o. Bernardo exige que Amara conte o que pretende. Sílvia discute com Ferraço. Ele diz que é ex-noivo de Sílvia, e ela fica chocada.

Ferraço avisa que termina o noivado, se ela insistir em perturbá-lo. Sílvia reclama que ele a traiu. Ferraço acusa-a e relembra-o do afogamento de Renato. Sílvia nega. Ferraço manda que ela se ajuíze, senão irá perdê-lo. Narciso mostra-se ciumento quando Maria Paula conta sobre o beijo. Amara insiste que é Amora. Uma fila forma-se à sua porta para ser atendida e ela dispensa Bernardo. Ferraço diz a Bárbara que o passado sempre volta. Sílvia provoca João Batista, que olha para ela enquanto ela está a nadar na piscina. Zé testa o som no palanque. Socorro tenta dissuadir Dorgival, mas promete ajudá-lo. Todos comentam na Portelinha a reportagem sobre Bernardinho, Dália e Heraldo. Bernardinho marca nova entrevista. Claudius conta a Solange que foi indicado para ser vice-presidente da ONG. Condessa procura Juvenal e diz que a ONG vai fazer uma séria campanha contra a violência doméstica. Juvenal avisa o povo na porta da Associação sobre seu showmício. Bijouzinha almoça na casa de Eva. Júlia dá o contacto de Barreto para Bernardinho. Eva fica encantada ao saber que Bijouzinha é bordadeira. Ferraço manda Queiroz tocar a obra na Brejolândia. Maria Paula procura Ferraço para dizer que não gostou do facto dele a ter beijado. Ferraço propõe que eles se casem.

Ferraço diz que sente que Maria Paula ainda o ama. Maria Paula reage e vai-se embora, a resmungar. Ferraço conta a Barreto a proposta que fez a Maria Paula e garante que Sílvia é um estorvo na sua vida. Ferraço vibra ao saber que o embargo foi suspenso. Gioconda conta a Branca que Ferraço deve terminar a relação com Sílvia. Branca diz a Macieira que vai apoiar a filha e recebê-la de volta. Célia surpreende Macieira e Branca abraçados e reclama. Macieira é duro com Célia e pede que ela não interfira na sua privacidade. Célia descarrega em Heriberto. Juvenal aceita participar num debate na universidade. Antônio chora ao encontrar uma roupa de Débora. Clarissa consola Antônio. Clarissa discute com Célia e diz que o seu pai será sempre Antônio, a quem ela traiu. Juvenal adora participar no debate, mesmo quando é provocado. Barreto sugere que Branca dê uma entrevista coletiva, reconheça que errou e doe parte do seu patrimônio para repor o prejuízo. Juvenal e Macieira abraçam-se no fim do debate. Célia diz a Macieira que está interessada nele e beija-o. Branca surpreende-os.

nas redes

pesquisar