SIC

Perfil

Semana de 3 a 9 de agosto

Ferraço salva Renato de morrer afogado

Débora treme ao pegar a caneta para assinar o fim do seu casamento. Todos admiram a beleza da noiva Sabrina. O padre começa a cerimônia. Débora hesita, mas acaba por assinar. Antônio fica indeciso, e também assina. Lenir pede que Barreto disfarce a cara de mau humor. João Batista aguarda Débora e ela repudia-o furiosa. Antonio diz a João Batista que ela deve ter encontrado outro mais rico. Débora encontra Jojô que a convida para almoçar. Débora sente náuseas e ele comenta que só falta ser uma gravidez. Barretinho e Sabrina saem da igreja sob uma chuva de arroz. Ferraço diz que providenciou a entrega da maquete. Juvenal garante que pediu o desembargo da obra. Eles despedem-se sem apertar as mãos, inimigos como antes. Ferraço procura Renato para viajar. Maria Paula diz a Narciso que é refém de Ferraço, mas ele argumenta que ela pode processá-lo. Todos comentam sobre as casas populares que Juvenal vai construir. Evilásio revolta-se. Branca acusa Célia. Macieira diz que ela é a culpada e precisa encontrar um meio de descobrir uma saída para esta confusão. Juvenal fala com Narciso e Evilásio e diz-lhes que vão ser uns amigos a bancar a obra. Narciso incentiva Evilásio a fazer o seu comício antes de Juvenal. Barretinho aceita convite para trabalhar na Nigéria e diz a Sabrina que vai pedir a cidadania africana. Juvenal manda derrubar o palanque erguido por Misael para o comício de Evilásio.

Misael olha, desolado, o palanque a ser destruído. Evilásio fica indignado. Narciso adverte-o para ele não discutir com Juvenal. O líder da Portelinha prontifica-se a reerguer o palanque, desde que ele faça o seu comício antes. Narciso e Evilásio são obrigados a concordar. Gioconda pergunta por que Barreto não fala da avó e não há fotos dela no álbum de família. Débora diz a Jojô que o seu filho não tem pai. João Batista insiste, mas Débora não conversa com ele. Barretinho usa uma bata africana para viajar com Sabrina para a Nigéria. Dolores chega à oficina para as fotos. Antônio incentiva os mecânicos. Dolores diz que sem Débora não fará o calendário. Ferraço, Sílvia e Renato embarcam para Teresópolis. Bárbara tem um mau presságio. Heraldo e Bernardinho não sabem quem regista Ana. Alzira recebe uma proposta de trabalho. Petrus diz à mãe que está apaixonado por Bijouzinha. Rudolf fala para Ramona que está com saudades de beijá-la. Célia recusa-se a suspender a ação contra Branca. Macieira argumenta que ela está a agir por vingança. Sílvia e Renato saem para um passeio de barco. Maria Paula liga a Ferraço que lhe garante que está tudo bem. Renato mergulha no lago e Sílvia afasta-se com o barco, fingindo estar preocupada.

Ezequiel reza e vê de novo a imagem de Renato a afogar-se. Maria Paula assusta-se quando Ezequiel lhe liga. Ferraço atira-se à água. Maria Paula liga para Ferraço e uma funcionária do hotel atende. Ela fica desesperada e decide ir para Teresópolis. Ferraço salva Renato e chora como um menino. Jojô diz a Débora que ela tem que procurar o pai da criança. Antônio avisa Débora que Dolores só faz as fotos se ela estiver presente. Narciso e Maria Paula vão de helicóptero para Teresópolis. Sílvia gela ao ver o olhar de Ferraço. Júlia prepara-se para uma reunião, quando Lucimar se lembra que é o dia dela cuidar das crianças na creche. Gislaine concorda, depois de relutar muito, em ficar na creche. Macieira sugere a Célia que Branca reembolse a universidade e tudo volte ao normal. Célia recusa-se e exige que ela admita o erro. Gioconda e Lenir decidem investigar sobre a avó de Barreto. Branca diz não saber nada sobre a avó, mas promete ajudá-las. Gioconda aconselha Branca a se tratar. Amélia pede para ver os sambas novos de Zé, mas ele guarda segredo. Quando a esposa sai, ele folheia um caderno em branco. Misael procura Juvenal e diz que não aceita ser mal tratado. Ferraço diz a Sílvia que sabe o que ela fez.

Ferraço garante a Maria Paula que Renato está bem. Sílvia, dissimulada, pede perdão a Renato. Maria Paula manda-s ficar longe do seu filho. Misael diz a Juvenal que nada justifica a sua atitude autoritária. Juvenal reconhece que não tinha direito de afrontar Misael e pede desculpa. Dorgival planeia atacar Juvenal no dia do comício. Célia vende os dobrões por dois milhões de euros, mas é roubada à saída da loja de antiguidades. Clarissa fica espantada quando a mãe diz que não quer mais falar dos dobrões e do dinheiro roubado. Júlia e Duda reúnem-se com Bernstein, um produtor americano, que adora o filme e promete distribuí-lo pelo mundo. Juvenal comemora a notícia. Juvenal percebe o interesse de Ronildo pela chave da gaveta de dinheiro. Débora leva o cenógrafo Astolfo para arrumar a oficina para as fotos. Jojô tranca-se com Eunice e as meninas desconfiam. Macieira diz a Gilmar que vai afastar-se de Branca. Macieira liga para Branca e diz-lhe para ela jamais duvidar do seu amor por ela. Bernardo chama Nadir para um lanche e só fala de Amara. Bernardinho, Heraldo e Dália vão ao cartório registar Ana. Narciso volta para o Rio. Maria Paula fica no hotel.

nas redes

pesquisar