SIC

Perfil

Semana de 20 a 26 de julho

Ferraço pensa em Maria Paula!

Branca diz que Sílvia fez tudo de propósito. Ferraço se indigna. Branca diz que Ferraço é o responsável pela filha ter enlouquecido. Sílvia começa a voltar a si e é levada em uma ambulância. Juvenal leva Branca ao hospital. Guigui se lembra das palavras de Juvenal, que afirmou que não daria certo a volta de Ronildo para a Portelinha. Bárbara garante a Maria Paula que Sílvia fez tudo por ciúmes. O médico avisa Ferraço que Sílvia precisará ficar em observação. Antônio clica os mecânicos com o celular para mandar para a fotógrafa do calendário. Ronildo recebe alta e Guigui diz que ele vai com ela para a Portelinha. Sílvia se recusa a ficar no hospital, se levanta, dá alguns passos e cai. Branca insiste em ficar ao lado da filha e Ferraço garante que Sílvia não vai gostar. Célia diz a Macieira que Branca não pode adiar para sempre a reunião. Macieira responde que ela deve falar isso para a própria Branca. Clarissa diz que a mãe deve arrumar um namorado que não seja Macieira. Heriberto se oferece para consolar Célia e ela o expulsa de sua sala. Dolores adora as fotos dos mecânicos. Gislaine e Zidane implicam um com o outro, mas acabam se beijando. Gislaine diz que não vai nunca mais ter aulas com ele. Guigui diz a Ronildo que ele vai trabalhar com ela na Associação. Ferraço pede desculpas a Maria Paula e garante que no ano seguinte a festa de Renato será impecável. Maria Paula garante que a festa será na sua casa. Ferraço se assusta quando Sílvia diz que ele é a única coisa que tem na vida.

Renato insiste, mas Maria Paula não permite que ele durma na casa do pai. Ferraço diz a Branca que Sílvia balbuciou algumas palavras sem nexo e voltou a dormir. Bárbara observa Maria Paula na suíte de Ferraço. Maria Paula olha a foto de Ferraço e Renato. Maria Paula percebe que o carinho de Bárbara por Renato é verdadeiro e comenta. Bárbara deixa escapar que conhece Ferraço desde menino, mas nada conta a Maria Paula. Branca comenta com Gioconda que Sílvia tem uma paixão doentia por Ferraço, mas que Maria Paula é agora a peça do jogo. Barreto, Gioconda e Lenir rezam por Barretinho. Macieira consola Branca que chora por causa de Sílvia. Dagmar esquece a caixa na oficina. Débora marca encontro com João Batista e faz com que ele prometa que não vai mais perturbá-la. Antônio acha a caixa com os dobrões e a deixa na porta da casa de Célia. Ferraço vai à casa de Maria Paula, com a desculpa de conversar com Renato. Maria Paula diz que Renato está dormindo. Narciso tem certeza de que Ferraço veio por causa de Maria Paula. Misael e Claudine se beijam na laje, em noite de lua cheia. Ronildo remexe a associação, para ver se encontra dinheiro. Guigui chega, interrompendo a sua procura. Guigui diz a Juvenal que a gaveta do dinheiro está trancada e a chave, em seu pescoço. Célia vibra com as moedas de ouro e pensa em comprar a parte de Branca na universidade. Sílvia se disfarça de enfermeira e sai do hospital. Branca é avisada que Sílvia desapareceu. Ferraço se assusta ao ver Sílvia, vestida de enfermeira, em seu quarto.

Sílvia diz que só consegue ficar bem em sua própria cama, deita-se e dorme. Ferraço avisa Branca. Alzira leva café na cama para Juvenal. Nadir vai à praia encontrar Bernardo e o ajuda a vender cerveja. Amara se reencontra com os filhos. Ronildo finge humildade quando Juvenal o manda se comportar. Evilásio propõe a Juvenal que disputem os votos da Portelinha sem armação e ele aceita. Evilásio é aclamado pelo povo que espera na associação. Juvenal avisa que aquele território é dele. Dolores aceita fotografar o calendário. Os mecânicos protestam quando Débora avisa que eles precisam se depilar e passar óleo no corpo para fazer as fotos. Débora pede que Antônio jamais duvide de seu amor. Célia e Clarissa comemoram os dobrões. Diva, Denise e Dagmar se lamentam pelos dobrões perdidos. Amara se despede dos filhos chorosa. Branca se assusta ao chegar à casa de Ferraço e ver uma ambulância na porta. Ferraço diz que chamou uma equipe médica, mas que está tudo bem com Sílvia. Célia se irrita quando Macieira avisa que Branca adiou mais uma vez a reunião. Barreto fica perplexo quando Ferraço diz que o filho estar em coma não é motivo para ele tirar férias. Ferraço conta que fez um acordo com Juvenal. Barretinho começa a respirar com dificuldade e Sabrina grita por socorro. Gioconda se desespera. Barreto se culpa por ter feito tanto mal. Barretinho sai da crise. Bernardo e Nadir se beijam. João Batista promete a Débora que será a última vez. Gabriel corre atrás de um bandido que rouba a bolsa de uma turista. Sílvia acorda e expulsa Branca.

Ferraço comenta que Branca começou a guerra. Branca responde que ele ganhou, mas talvez esteja arrependido. Gabriel, depois de uma perseguição espetacular, encurrala o ladrão, que é entregue aos capangas de Juvenal. Juvenal dá dinheiro ao falso ladrão, garantindo que quer dar mais emoção aos turistas. Sílvia nega que tenha caído de propósito. Nadir conta do beijo para Maria Paula e garante que Bernardo não quer mais nada com Amara. Feliz e Zangado comentam, aborrecidos, sobre os privilégios de Ronildo. Débora diz a João Batista que não consegue trair Antônio. João Batista promete se vingar. Evilásio e Júlia observam uma foto do filho. João Batista vai à oficina e procura Antônio, assustando Débora. João Batista diz que o carro está com um problema na correia e que só Antônio pode resolver. Na saída, se despede de Débora. Eunice vê Carlão entrando no escritório de Jojô e estranha. Carlão encurrala Jojô que grita por socorro. Diva bate em Carlão. Vesga escuta quando Diva conta que Jojô é casado e a notícia se espalha na Portelinha. Vesga confirma que ele é casado com Diva, que se chama Eunice, e que os dois têm quatro filhos. Jojô desmente em um comunicado, para irritação de Eunice. Maria Paula atende a um telefonema e nada falam. Ferraço, do outro lado da linha, hesita. Sílvia o observa.

nas redes

pesquisar