SIC

Perfil

Conheça os principais tipos de incontinência urinária feminina

exclusivo

Conheça os principais tipos de incontinência urinária feminina

Saiba as causas e as razões deste problema que afeta principalmente as mulheres.

A incontinência urinária consiste na perda ocasional ou regular de urina, de forma involuntária. Para as mulheres principalmente, este problema acaba por ter repercussões ao nível da higiene e da saúde, mas também ao nível da sua autoestima e vida social.

A incontinência urinária afeta cerca de 600 mil portugueses, segundo a Associação Portuguesa de Urologia.

Como não têm controlo da bexiga, as pessoas com incontinência limitam, muitas vezes, as atividades do quotidiano às imediações de casa ou a locais com casas de banho.

Estas perdas afetam seriamente a qualidade de vida de qualquer um e podem ter origens diferentes:

  • Incontinência de esforço: é aquela que ocorre quando realizamos uma atividade física ou temos um “ataque” de tosse, espirramos ou gargalhamos; a sua origem costuma estar associada a uma alteração do pavimento pélvico, sofrida após a gravidez e/ou o parto.

  • Incontinência de urgência: neste caso, a mulher sente um desejo brusco e repentino de urinar, que é incapaz de controlar antes de chegar à casa de banho e que lhe provoca uma perda de urina que não consegue evitar. Sente essa necessidade muitas vezes por dia e até mesmo de noite. A sua origem é uma bexiga hiperativa, que pode dever-se a uma cirurgia vaginal, à administração de certos medicamentos ou ao consumo de tabaco.

  • Incontinência mista: é a combinação de ambas as patologias.

Veja também:

Dicas para higiene íntima

Dicas para prevenir pernas inchadas

nas redes

pesquisar