SIC

Perfil

De segunda a sexta

Dancin'Days - Resumo de 29 de agosto a 4 de setembro

Mariana pensa em fugir com a filha; Júlia procura o pai biológico e é rejeitada!

Christian Gnad

Júlia olha mais uma vez para o relatório que dita se é ou não irmã de Raquel e deixa que as lágrimas lhe percorram o rosto, antes de se encaminhar para a zona dos quartos do hospital, para visitar Mariana. Como se nada fosse, conversa com a filha, perguntando como se sente, ao mesmo tempo que defende que Gui deve levar Carolina para a ver, assim que ela regressar a casa. Mariana pergunta por Raquel e a mãe esclarece que ela ainda não teve ordem para deixar a cadeia, embora esteja convencida de que vai conseguir a liberdade condicional.

Carminho partilha a sua ansiedade com Vera, por não conseguir falar conseguir falar com Inês, esclarecendo que Áurea lhe descobriu uma pistola na mala. Vera comenta que a doença de Inês está a revelar-se muito pior do que a que Áurea teve de enfrentar. Carminho pede-lhe que guarde segredo da situação, até mesmo de Sebastião que aparece pouco depois, cumprimentando Vera com um beijo na cara. Urbano chama Carminho ao gabinete e convida-a para que vá jantar lá em casa com ele e Isabel. A massagista fica constrangida com o convite e tem de recusar, dizendo que tem de passar pela casa dos pais, por causa do desaparecimento da sobrinha. O médico compreende as suas razões e diz prontamente que podem combinar para outro dia. Carminho assume que tem sido muito difícil para a sua família, conviver com a doença de Inês.

Num banco de jardim, Inês pica-se com um alfinete e começa a sangrar. Por estranho que possa ser, denota grande tranquilidade.

No centro comercial, Cristóvão anuncia que foi seleccionado para um concurso de astrofísica, confessando a Ivo que tem muitas ideias mas que gostava de por em pratica uma que ajudasse as pessoas. A troçar como é seu hábito, Sónia pede-lhe uma máquina de teletransporte para a levar a Hollywood. Cátia entra na paródia e diz que também quer ir. Matilde aproxima-se do namorado e fica radiante com a novidade, comparando-o a um famoso astrofísico holandês. Sónia confunde o cientista com um artista de cinema. Matilde troça da sua falta de cultura. Hernâni passa perto deles e Ivo começa a chamá-lo. O segurança foge para dentro da loja Nails, mas Ivo não desarma e vai atrás dele. Hernâni esconde-se na loja mas Nicole diz a Ivo onde ele está e obriga-o a contar o problema que realmente o atormenta. Ivo garante a Nicole que com a massagem certa nos pontos certos, acaba com a disfunção eréctil do marido. Hernâni tenta escapar da massagem mas Nicole obriga-o a fazer o tratamento.

Inês aparece de surpresa na clínica para falar com Carminho e confessa-lhe que só ela a compreende. A tia tenta perceber por onde ela andou e o que pretendia fazer com a arma que Áurea lhe descobriu dentro da mala. Para estupefacção de Carminho, Inês não nega que lhe passou pela cabeça matar Duarte. Perante tal ideia e o descontrolo progressivo de Inês, Carminho já não a deixa sair do gabinete de massagens e telefona a Ester a avisar que a vai levar para casa dela. Inês abraça-se a Carminho a chorar.

Ester conta a Áurea que Carminho está a caminho levando consigo Inês. Todos concordam que o melhor é interná-la, de resto a mesma opinião do psiquiatra com quem Áurea acabou de falar. Alberto leva Bruno e Paulo ao centro comercial. Ester comenta que quanto mais longe os miúdos estiverem melhor, pois não vêm o estado de Inês. Até porque ela pode não querer ir para o hospital de livre vontade, obrigando ao uso de medidas de força.

Cátia vê Hugo a passar pela zona de circulação do shoping e não resiste a chamá-lo, querendo dar a ideia de que não está propriamente interessada nele. A estratégia cai por terra quando Hugo lembra que estava a sair da lavandaria e que ela é que o chamou. Apesar de tudo convida-a para sair à noite. Cátia ainda se faz de rogada mas acaba por aceitar. Sónia aproxima-se deles e diz logo que se não tivesse de fazer uma presença, até os acompanhava, gabando-se ao mesmo tempo de já ter corrido o país todo, desde que começou a fazer presenças nos bares e discotecas. Nem Hugo nem Cátia ficam convencidos com o que ela diz.

Hernâni sofre com a massagem que Ivo lhe dá, temendo que ele ponha as mãos onde não deve. Luísa observa tudo e quando revela a sua presença oferece ajuda a Hernâni, lembrando que em tempos exerceu um bom efeito sobre si. Hernâni pede por tudo a Luísa que não conte a ninguém o que se está a passar com ele. Provocadora, limita-se a dizer que vai pensar no seu caso, deixando Hernâni à beira de um ataque de nervos.

Isabel conversa com Nicole e queixa-se de que Mónica a faz velha, porque não percebe nada do que a filha diz quando se põe a usar os termos da internet. A manicura contrapõe que quem lhe está a tirar anos de vida é Hernâni, que nunca mais recupera a erecção. Nicole conta que o marido, ao menos, aceitou entregar-se às mãos de Ivo, na esperança de se conseguir curar.

Isabel vê Bruno e Paulo e chama-os, oferecendo-lhes uma fatia de bolo. Paulo aceita logo, ao contrário de Bruno, que conta a Isabel que Inês esteve desaparecida durante largas horas, antes de regressar a casa.

Áurea tenta convencer Inês a ser internada mas a filha resiste à ideia. No entanto, a insistência de Carminho, Ester e Alberto, fazem-na perceber que não tem alternativa. No entanto, deixa claro que jamais lhes perdoará a traição que lhe estão a fazer. Áurea telefona ao psiquiatra para que ele avise a clínica da chegada da paciente.

Teresa faz conversa com Bernardo, pois não sabe se há-de telefonar para saber do estado de saúde de Mariana que, afinal, é a mãe da sua neta. O marido solta um murmúrio entre dentes, em sinal de que percebeu o que ela disse, mas sem vontade de alimentar o diálogo. A pretexto de precisar de se concentrar num processo complicado, Bernardo escapa-se para o escritório, deixando Teresa sozinha e desiludida em casa.

Júlia põe Artur a par das novidades e diz que Mariana está melhor e já so quer voltar para casa. Justamente por causa disso, pede desculpa ao marido por não querer ir ter com ele a Praga, sem que a filha esteja completamente restabelecida.

Duarte janta em casa com Gui e Filipa. Está desanimado mas vai entrando nas brincadeiras com que o irmão e a namorada o tentam descontrair. Júlia é o foco da sua tristeza.

Inês já está internada na clínica e exibe um péssimo humor, protestando por ter de tomar os comprimidos. O doutor Carvalho enche-se de paciência e justifica que apenas quer que ela durma uma boa noite de sono.

Áurea está devastada com o internamento de Inês mas tanto Carminho como Alberto, Ester ou Amélia, concordam que esta é a melhor solução. Bruno, vem do quarto com olhos de choro e todos compreendem que sente a falta da irmã.

Nicole critica Tânia por se ter deitado tarde na noite anterior mas a filha fá-la engolir em seco, deixando Hernâni perturbado, ao dizer que não era a única acordada. Depois de conseguir que a filha vá fazer o jantar, Nicole pergunta com ansiedade a Hernâni se o tratamento com Ivo resultou. O marido afirma que ela o trata como um bocado de carne e que o pressiona demais. Ela promete não o fazer mas confessa que está a controlar-se com dificuldade.

Carminho confessa a Jorge que tem de falar quanto antes com Urbano, pois sente-se desconfortável por não lhe ter dito ainda que recebeu uma proposta de trabalho para deixar a clínica.

João fica eufórico porque Marina vai ter alta dentro de poucas horas e partilha a sua alegria com Lucas e Nonô. O irmão sugere-lhe que faça um jantar de boas vindas e os dois riem ao recordarem uma incursão que João teve na culinária há uns anos e que acabou com batatas fritas queimadas e o teto da cozinha também.

Júlia visita Raquel na prisão e deixa a irmã em choque, ao dizer que pelo resultado dos testes sanguíneos que fez, elas não são irmãs.

Raquel ainda não quer acreditar no que acabou de ouvir da boca de Júlia, depois de esta garantir que têm um tipo de sangue diferente e que não são filhas do mesmo pai, concluindo que a mãe teve um caso fora do casamento. Raquel diz com tristeza que ela deve estar arrependida por tê-la ajudado tantas vezes mas Júlia assegura que nada vai mudar entre si e que ela será sempre a sua irmã mais velha. Raquel abraça a sua meia-irmã e concorda em não contar nada a Mariana, pois Júlia acha que a filha iria ficar confusa. Raquel lembra-se da existência de uma tia, que pode esclarecer todas as dúvidas sobre a paternidade de Júlia.

Martim adoece e Duarte é forçado a chamar Mafalda para cuidar do filho, pois tem de ir trabalhar. A ama sossega-o e garante que vão ficar bem na sua ausência.

Áurea repara que Bruno está a pesquisar informação sobre a doença de Inês e pede-lhe que desligue o computador, para não se preocupar. O filho pergunta se pode vir a ter a mesma doença que elas mas Ester intervém, dizendo ao neto que não deve pensar nisso porque as coisas não são assim. Áurea faz ver a Bruno que recuperou bem da sua doença e que nunca esteve tão activa como está agora. Vera lembra o problema que teve com a droga, para explicar que as outras pessoas também não têm uma vida fácil. O rapaz interroga-se se todas as famílias serão como a deles. Alberto assegura ao neto que toda a gente tem problemas só que acaba por escondê-los. Áurea dá uma alegria a Bruno, dizendo que esteve a aconselhar-se com os avós e que todos concordam que seria bom para ele, passar os dois meses de férias grandes em Londres com o pai. Bruno nem cabe em si de contente e vai a correr contar a novidade a Paulo. Alberto regressa ao trabalho e pergunta a Ester se não viu uns documentos de que não sabe o paradeiro. A mulher explica que os colocou dentro do dossier angolano, depois de os ter encontrado espalhados no quarto. Alberto pergunta-se como é que os papéis lá foram parar, merecendo um abanar de cabeça de Ester, reprovando o seu esquecimento.

Isabel conversa com Cátia que, ao ver Hernâni aproximar-se do café com Nicole, pergunta se ele já terá recuperado. A amiga fica intrigada por ela saber o que se está a passar com o segurança, mas ambas disfarçam à sua chegada. Hernâni percebe que foi Luísa a revelar o seu segredo e diz que ela tem uma boca de trapos. Depois, vinga-se em Ivo, segurando-o pelo cabelo enquanto o arrasta para a loja esotérica. Luísa está deliciada com o escândalo mas Nicole retribui a sua falta de discrição e conta aos presentes que ela anda enrolada com o meia-leca do Ivo. Luísa troça ainda mais de Nicole e dispara que ele ao menos funciona, ao contrário de Hernâni. A manicura fica furiosa mas não consegue responder ao ataque.

Hernâni puxa cada vez mais os cabelos de Ivo e exige que ele lhe devolva o dinheiro que lhe cobrou, uma vez que os tratamentos que fez não deram resultado e continua a falhar os deveres conjugais. Ivo propõe-lhe um tratamento de acupunctura, mas Hernâni diz que tem pavor de agulhas e chega mesmo a sentir-se mal. Decidem-se finalmente por um tratamento com esferas coreanas.

Carminho conta a Sebastião que recebeu uma proposta de trabalho mas confessa também que está muito indecisa, pois deve muito a Urbano que, para além de ser um óptimo patrão, tem ajudado muito a sua família. A massagista pede segredo e Sebastião promete guardá-lo. Só que Lúcia ouve a conversa e vai fazer intriga com Urbano, fingindo cometer uma inconfidência sem querer, ao perguntar se ele já tem alguém para substituir Carminho na clínica. O médico é apanhado de surpresa e fica desconfiado com a história.

Babi entra na clínica de estética e choca com Hugo, ficando desconfortável por ter de lhe falar. Ele pergunta por Raquel e Babi não resiste a culpá-lo pela prisão da amiga. No entanto acaba por contar que ela está quase a sair em liberdade condicional, o que faz com que Hugo sorria e comente para si próprio que um ano de cadeia para Raquel foi pouco.

Sónia fica desiludida porque quer saber pormenores da saída de Cátia com Hugo e a prima conta que acabou por ficar em casa com dores de cabeça. Sónia pede-lhe algum dinheiro emprestado porque o que ganhou na presença que fez foi para pagar os almoços e lanches que devia a Isabel. Cátia aceita ajudá-la mas diz que quer o dinheiro de volta.

Isabel sugere a Nicole que Hernâni experimente tomar comprimidos para o seu problema de impotência mas a manicura receia que ele fique afectado do coração. Luísa surge nesse instante a Nicole e pensa que ela quer gozar de novo com ela por causa do problema que está a viver com o marido. No entanto, Luísa afirma que sabe bem o que ela está a sofrer, porque passou pelo mesmo quando Miguel esteve lesionado. Nicole agradece a solidariedade e as duas enterram o machado de guerra. Nesse momento, a manicura recebe uma chamada e fica toda contente. Quando desliga, conta a Isabel e Luísa que acabou de combinar dar uma entrevista. Luísa fica curiosa e Nicole esclarece que é por ser uma empresária de sucesso e ainda por cima, gira. Isabel ri e Luísa esboça um sorriso amarelo.

Mariana regressa a casa, acompanhada por João e Júlia. Mostra-se feliz e insiste com a mãe para que vá visitar Artur a Praga, consciente de que ele deve estar a morrer de saudades. Perante a hesitação de Júlia, João brinca e pergunta-lhe se não confia nele para cuidar de Mariana. Júlia acaba por se tranquilizar e aceitar viajar ao encontro do marido.

Ester e Alberto convocam Duarte para o informar que Inês foi internada por recomendação médica. Duarte mostra-se complacente e deseja que ela melhor, na esperança de que um dia venha a desejar estar com Martim. Ester mostra-se convencida que faltará pouco para que Duarte obtenha o divórcio, uma vez que Inês não tem agora escapatória para faltar ao tribunal. Ester e Alberto ficam comovidos quando Duarte os convida a visitar o bisneto sempre que desejarem, mostrando-lhes as últimas fotografias que tirou ao filho.

Bernardo tenta perscrutar as memórias de Teresa sobre a sua vivência da infância no Alentejo, dizendo que os pais eram da mesma aldeia onde a família dela tinha a herdade. Longe de imaginar que os seus pais entregaram o pai de Bernardo à PIDE, às mãos de quem acabou por morrer, Teresa desvaloriza a luta dos trabalhadores de então, por obterem melhores e mais justas condições de vida, dizendo que não precisavam de mais dinheiro, a menos que fosse para gastarem em vinho. Bernardo disfarça a sua raiva e tenta avaliar aquilo que está verdadeiramente a sentir.

Tânia e Mónica pesquisam no computador cursos que podem fazer no verão e vão pedir às mães para as deixarem frequentar as aulas de russo. Nicole e Isabel dizem que está fora de questão deixá-las viajar até à Rússia, mas deixam em aberto a possibilidade de poderem aprender espanhol em Madrid, desde que os pais, Hernâni e Urbano, estejam de acordo. As miúdas vão dar um passeio pelo centro comercial e Nicole confessa a Isabel que até ficava bem se dissesse na entrevista que vai dar, que a filha vai estudar no estrangeiro.

Rafael visita Áurea na loja de lingerie, a pretexto de ter ido fazer a compra de uns adereços de que precisava. O encenador desfaz-se em elogios e assegura que há muito tempo que não tinha uma atriz tão talentosa a trabalhar consigo. Áurea fica tocada e ele despede-se até ao ensaio da noite, deixando-a a abanar a cabeça, como quem afasta da mente pensamentos proibidos.

Duarte diz a Mafalda que vai precisar dela para tomar conta de Martim no dia seguinte, uma vez que o filho não está ainda completamente recuperado. Depois da rapariga sair, Gui insiste com o irmão em lutar por Júlia mas Duarte reafirma que ela está muito bem com Artur e que não quer saber dele. Duarte conta a Gui que Inês foi internada e que vai ser obrigada a comparecer à audiência de divórcio. Aproveita para recomendar a Gui que leve Carolina a visitar Mariana, que já teve alta do hospital. O irmão diz apenas que vai pensar no assunto.

Mariana recebe uma chamada de Tomás e fica radiante porque o irmão, apesar de pequenino, diz que a quer visitar. Júlia pergunta à filha se tem tido notícias de Salvador, mas ela responde que nunca mais o viu. Vera e Sebastião chegam nesse momento e despedem-se de Júlia, que está de saída.

Na cadeia, Solange tenta armar uma briga com Raquel mas Patrícia evita o pior, despertando a atenção de uma guarda prisional.

Júlia visita Conceição e pergunta-lhe diretamente se sabe quem é o seu pai. A tia responde-lhe que sim, deixando-a na expectativa, de ouvir o seu nome.

Júlia pressiona a tia para que lhe revele quem é o seu verdadeiro pai. Conceição resiste, pois jurou à mãe de Júlia que guardaria segredo. No entanto acaba por ceder e conta que o pai dela se chama Joaquim Morgado e que era já na altura do seu nascimento, um rico empresário que ganhou muito dinheiro com o negócio da cortiça. A tia acrescenta que se tratou de um grande amor que foi quebrado quando Maria da Luz decidiu optar pela família e por continuar casada com Fernando. Júlia pergunta então se aquele que sempre pensou ser o seu pai soube da traição da mãe. Conceição acredita que sim, que soube de tudo, ou não a teria afastado lá de casa, pois era ela que levava os recados de Maria da Luz para Joaquim e vice-versa. Conceição deixa escapar uma lágrima e lamenta a falta que a mãe de Júlia lhe fez esses anos todos. A sobrinha aperta-lhe a mão em sinal de apoio.

João prepara o lanche para Mariana, Nonô e Lucas. O ambiente fica pesado quando Lucas se queixa de que o irmão não tem treinado o suficiente com ele, colocando em causa a próxima competição internacional. João responde que ele sabia que a sua prioridade era Mariana. As raparigas tentam acalmar os ânimos e João diz que é tempo de comerem. Fica contrariado por que Mariana prefere ligar primeiro a Gui, pedindo-lhe que lhe leve a filha para estar com ela antes do fim-de-semana que lhe compete. Gui ainda pensa dizer que não mas Duarte, que está à sua frente, abre-lhe os olhos forçando-o a aceitar. Depois da chamada terminada, Duarte repreende o irmão, dizendo que é natural que depois do acidente Mariana queira estar mais tempo com Carolina. Gui confessa que não tem paciência para essas conversas mas acaba por concordar que fazem sentido, até porque Filipa lhe diz o mesmo. Por falar na namorada, Gui conta ao irmão que está a pensar convidá-la para viver consigo, certo de que está mais calmo e que se dá com ela, muito melhor do que com Mariana ou Cátia. Duarte incentiva-o a avançar e Gui sorri, feliz por ter o apoio do irmão.

Urbano chama Carminho ao gabinete e mostra-se magoado pelo facto de ela pensar despedir-se sem ao menos lhe dar tempo de arranjar quem a substitua. O médico enfatiza o seu descontentamento, acrescentando que ela é como família e que ele merecia uma palavra da sua parte. Carminho explica que não disse nada sobre a proposta de trabalho que recebeu, para ele não pensar que estava a fazer chantagem para conseguir um aumento de ordenado. Carminho confirma que já tomou a sua decisão. Urbano exige-lhe um mês para a substituir mas é surpreendido por Carminho que assegura que quer continuar na clínica porque gosta de ali estar, das pessoas e dele próprio. Antes de sair, pergunta a Urbano quem o induziu em erro mas ele responde que não interessa. A massagista regressa ao trabalho e o médico suspira de alívio.

Carminho conta a Júlia que foi obrigada a dizer a Urbano que recebeu uma proposta de trabalho, pois ele já sabia por alguém que lhe foi contar, mas explica à amiga as razões que a levaram a recusar a oferta que lhe fizeram. Júlia também confirma que ela e Raquel são filhas de pais diferentes e confessa que não tem grande vontade de conhecer o pai biológico, nem que Mariana faça novas descobertas sobre ela e a tia. Quanto a Raquel, Júlia garante que será sempre a sua irmã. Carminho diz que não acredita que ela não vá tentar conhecer o pai verdadeiro.

Bernardo está embrenhado a estudar um processo e Teresa aproxima-se fazendo notar que ele tem andado muito distante ultimamente. O marido justifica que está a tratar de um processo fundamental para o escritório e que a sua complexidade o obriga a estar mais ocupado. No entanto, dispõe-se a ir trabalhar para o escritório, se ela estiver incomodada. Teresa rejeita de imediato essa alternativa e diz mesmo que, por momentos sofreu, teve uma sensação de déjá vu, porque Francisco levava quase sempre trabalho para fazer em casa. Bernardo muda de postura e sugere a Teresa que vão jantar fora. O convite é aceite e ela sobe para se arranjar. Bernardo está a conter-se para não explodir, mas está com dificuldade em disfarçar a raiva que se está a apoderar de si.

Mariana está radiante por poder estar de novo com Carolina e Filipa sugere que ela vá assistir ao espectáculo em que a filha vai participar na escola, bem como aos ensaios. Gui não aprecia muito a ideia mas acaba por aceitar. Nesse momento, decreta que têm de ir embora mas, perante o protesto de Mariana, lembra que o que tinham combinado era que a filha lhe ia dar-lhe um beijinho, voltando no dia seguinte para o fim-de-semana. João acaba por ajudar Mariana a aceitar o que está estabelecido, mas não evita o seu ataque de ciúmes quando se apercebe da cumplicidade que a filha tem com Filipa. Assim que fica a sós com o companheiro, Mariana farta-se de chorar, convencida de que quando a filha for mais crescida, ela não vai ser mais do que uma referência.

Júlia pesquisa na internet toda a informação que consegue sobre o seu pai biológico e confirma que Joaquim Morgado está entre os cinquenta empresários mais ricos da península ibérica.

Mónica fica radiante e abraça Urbano, quando este autoriza que ela vá para Madrid aprender espanhol num dos cursos de verão. No entanto o pai alerta-a para o facto de, com esta concessão, tanto ele como a mãe, estão a dar-lhe um enorme voto de confiança. Mónica promete que não fará disparates e vai toda contente telefonar a Tânia. Isabel assiste à cena embevecida e antecipa que a filha vai crescer muito com esta experiencia. Urbano deseja que a amiga não desista mas Isabel promete falar com Nicole para que deixe a filha ir também. Urbano pergunta depois à mulher se Jorge comentou com ela o facto de Carminho ter recebido uma proposta de trabalho para dirigir um SPA. Isabel afiança que o irmão nada lhe disse. Urbano conta que soube de tudo por Lúcia mas acrescenta que a recepcionista lhe forneceu informações erradas. Isabel avisa-o de que já deu para perceber que Lúcia gosta muito de armar confusões. Ele concorda que a empregada se tem vindo a revelar e fica a pensar em tudo. Isabel é de opinião que ele deve conferir se Carminho está a ser remunerada como merece, sob pena de lhe oferecerem condições mais favoráveis noutro lado e de a perder de vez.

Carminho assegura a Jorge que tomou a decisão certa ao continuar na clínica de Urbano. Conta também que Inês não registou grandes melhorias e que a doença da sobrinha é bem mais complexa do que aquela de que Áurea sofreu. Carminho desabafa com o marido e lamenta o sofrimento por que tem passado a sua família.

Com as lágrimas nos olhos, Ester conta a Alberto que ficou muito chocada quando visitou Inês e viu que ela tinha cortado um dos braços. O marido assume que o que fizeram de melhor foi internar a neta, pois não saberiam lidar com essas situações. Vera ajuda Amélia a servir os cafés porque a empregada está em dia não, queixando-se de dores na perna que partiu. Paulo anuncia que com Bruno, também ajudaram a arrumar a cozinha. Bruno, por sua vez, mostra-se disposto a fazer tudo o que quiserem, pois já tem o bilhete de avião para ir ter com o pai a Londres. Vera descansa Alberto e informa o tio que já fez contas com Áurea, uma vez que foi ela quem comprou a passagem a Bruno.

Áurea janta com Rafael no centro comercial e começam a conhecer-se melhor. Ele conta que encontrou no teatro a terapia para recuperar do choque pela morte precoce da mulher. Ela desfia os seus desgostos, como ter perdido o marido para outro homem, o facto de ter-se cruzado com um namorado que a enganou e roubou, a sua doença e a doença da filha. Sónia e Luísa assistem de longe à conversa e Luísa conta a Sónia que o novo amigo de Áurea é encenador. Sónia dispara logo que não queria ter ninguém ligado ao teatro, porque normalmente é gente sem dinheiro. Rafael ouve com toda a atenção o relato de Áurea e elogia-lhe a coragem por ter conseguido levantar-se e recuperar de tantas adversidades. Ela reconhece que o fez em nome dos filhos.

Hernâni resmunga e não quer deixar Tânia ir para Espanha estudar espanhol com Mónica, pois tem medo que os rapazes se “atirem” à filha. Nicole irrita-se e chama-lhe castrador. Ele entende que ela o está a humilhar, devido ao problema de erecção que tem. A manicura desfaz equívocos e Hernâni acaba por aceitar que Tânia vá fazer o curso com Mónica, que tem autorização de Urbano e Isabel.

Júlia prepara-se para sair de casa para o aeroporto e torça algumas palavras de circunstância com Artur.

João apoia Mariana e insiste para que ela coma, insistindo que deve alimentar-se.

Gui ganha coragem para pedir a Filipa para ir viver com ele no hotel. A namorada resiste durante algum tempo mas acaba por aceitar, impondo no entanto a Gui como condição, que informe Mariana, uma vez que é a mãe de Carolina.

Júlia vai à empresa de cortiça para conhecer o homem que pensa ser o seu verdadeiro pai. No entanto esbarra na intransigência da secretária que a atende, pois a mulher diz que o doutor é uma pessoa muito ocupada, aconselhando-a a marcar entrevista para outro dia. Júlia não insiste mas fica muito irritada.

Áurea conversa com Isabel enquanto toma o pequeno-almoço e mostra-se desejosa por visitar Inês, mas também apreensiva com o estado em que vai encontrar a filha. Já sobre Bruno acaba por reconhecer que vai ser bom para ele passar parte das férias em Londres com o pai, desde que não queira lá ficar de vez. Luísa chega nesse instante ao pé das amigas e entra logo a matar, querendo desvendar se Áurea já avançou no seu relacionamento com Rafael. Ela assegura que se trata apenas de um amigo e censura Luísa por não levar nada a sério. Esta recomenda-lhe que procure na sua loja os produtos que estimulam o desejo, lembrando que ela e Isabel são as únicas pessoas que ainda não foram ao centro esotérico. Áurea não está convencida.

Ivo massaja Hernâni, que se queixa por continuar sem conseguir satisfazer Nicole na cama. O antigo segurança confessa temer que a mulher procure conforto noutros braços, mas Ivo lembra-lhe que ela está empenhada na sua cura.

Nicole é entrevistada por um jornalista estagiário que a trata com displicência, pois está mais interessado em obter informações sobre a relação de Júlia com Artur. A manicura vai ficando cada vez mais desiludida, â medida que a conversa avança.

Júlia faz uma espera a Morgado na empresa de cortiça e assegura-lhe que é sua filha, resultado da relação que manteve com Maria da Luz. O homem é apanhado de surpresa e fica sem conseguir responder.

Morgado refaz-se do choque, depois de ouvir Júlia dizer que é sua filha. Com uma frieza desoladora, afiança que não tem tempo para ouvir histórias e que se o que ela quer é dinheiro, dele nada conseguirá. Júlia garante que apenas quer saber a verdade mas Morgado diz para o motorista arrancar com o carro, deixando-a plantada a vê-lo afastar-se.

Dentro da sua cela, Raquel conversa com Patrícia e confessa que está a ficar irritada com as implicâncias de Solange. A irmã de Júlia acha que tem de antecipar-se e tirar a outra reclusa do seu caminho, ciente de que ela pode causar-lhe problemas. Patrícia defende que ela deve é evitar conflitos para não se prejudicar, uma vez que está eminente a audiência em tribunal que pode conceder-lhe a liberdade condicional. Raquel e Patrícia decidem ir ver o que a cozinheira preparou para a refeição mas já vão desiludidas porque cheira a peixe frito outra vez. Aproveitando a sua ausência da cela, Solange introduz-se lá dentro e coloca uma lâmina na almofada de Raquel e volta a colocá-la no sítio.

Cristóvão e Matilde conversam sobre o invento que ele pretende apresentar no concurso em que vai participar. A namorada avança com algumas ideias, quando Sónia se intromete na conversa e começa também a dar sugestões. Num ápice, as duas começam a provocar-se, chegando mesmo ao insulto.

Ester visita Inês na clínica e fica muito preocupada ao perceber que a neta continua obcecada por Duarte, uma vez que ainda alimenta a esperança de que o seu casamento com ele se mantenha. Com muito cuidado, Ester avança que ele demonstrou estar preocupado com o seu estado de saúde, apenas como amigo. Inês começa a roer as unhas, dando mais um sinal de instabilidade. Ester muda de assunto e conta que Bruno vai passar uma temporada com o pai em Londres. Inês comenta que decidiram afastar o irmão das malucas da família, levando a avó a dizer que nem ela nem Áurea são loucas. O ambiente está cada vez mais tenso.

Hernâni regressa à loja de Nicole e ela ergue-se de um pulo, na esperança de que ele esteja recuperado da falta de erecção que o tem afectado. O marido avisa-a de que não deve pressioná-lo, porque o tratamento é lento, tal como Ivo já explicou. Ela dá sinais de impaciência mas acaba por declarar guerra ao problema, assumindo que o vão resolver juntos. Hernâni pede-lhe para ficar a ler uma revista na loja, porque quer deixar Tânia e Mónica à-vontade no centro comercial. As raparigas almoçam juntas e estão entusiasmadas por irem estudar espanhol em Madrid, durante as férias do Verão. Tânia comenta que o pai resmunga, resmunga, mas depois faz-lhe as vontades todas. De longe, atrás do balcão do café, Isabel observa-as embevecida. Nisto, é surpreendida por uma rapariga que se apresenta como Liliana Gomes, dizendo-se irmã de Mónica. Esta quando olha e vê a irmã, corre para ela e as duas trocam um abraço emocionado. Isabel fica numa pilha de nervos.

Urbano vai ter com Carminho à sala de massagens e oferece-lhe aumento de ordenado, admitindo que o seu valor de mercado aumentou e que, se quiser mantê-la, terá por isso de a compensar. O médico pede-lhe que se voltar a receber uma proposta de trabalho, que fale com ele imediatamente. Carminho agradece o gesto do patrão, aceitando os conselhos que acabou de lhe dar. Urbano pergunta se Júlia já foi para Praga, concordando que a ex-mulher tem sido fantástica por conseguir manter o casamento à distância com Artur. Carminho acrescenta que é preciso ter muita segurança para manter uma relação assim.

Ester e Alberto aconselham-se com Júlia sobre o destino que devem dar à arma que Inês comprou sem ter licença para tal. Júlia propõe-se fazer desaparecer a pistola mas, perante a recusa dos amigos, recomenda que a desmontem e se desfaçam das peças uma a uma. Quando Júlia se prepara para ir embora, Duarte chega para entregar Martim aos bisavós, explicando que a ama não pode tomar conta dele nesse dia. Duarte e Júlia trocam um olhar tenso mas não têm muito tempo para conversar a sós. Ela acaba por sair, depois de esclarecer que não lhe respondeu à mensagem porque se estava a preparar para viajar. Duarte despacha a conversa com Ester e Alberto, na esperança de ainda poder alcançar Júlia.

Raquel regressa à cela com Patrícia e explica-lhe que Solange a odeia porque Júlia lhe deu em tempos uma sova na cadeia, humilhando-a à frente das outras reclusas. Nesse momento, Solange passa por Raquel e ameaça-a. Ela responde-lhe que não tem medo dela mas Solange contrapõe que devia ter.

Bernardo leva a mãe para visitar Teresa, com o propósito de vingar a morte do pai. Enquanto ela vai à cozinha providenciar um chá para tomarem, Bernardo conversa com Cremilde, que suplica ao filho que tenha cuidado, temendo que a mulher dele perceba que ele tem um plano para se vingar dela. Bernardo assegura à mãe que o destino lhe está a dar uma segunda oportunidade de cobrar a divida que o pai de Teresa tem para com a sua família.

Urbano pergunta a Lúcia se Sebastião já chegou à clínica. A recepcionista confirma que já está atrasado meia hora e que não justificou o atraso. O médico fica desconfiado, pois ela já tentou prejudicar o colega uma vez, mas ignora o assunto e prepara-se para regressar ao gabinete. Lúcia interrompe-lhe a marcha e pede ao patrão um adiantamento de ordenado, justificando que teve de ir ao dentista e agora está aflita para pagar a renda da casa. Urbano aceita satisfazer o pedido mas aconselha-a a ser mais poupada e a recorrer a um banco de confiança, que a oriente. Nisto, Urbano recebe uma chamada de Isabel que está muito perturbada e lhe pede que vá ter com ela ao shopping.

Isabel, em pânico, observa Mónica e Liliana que conversam muito animadas e confessa a Luísa que está a ver a vida a andar para trás. E tem razões para isso, pois Liliana fala a Mónica sobre o irmão de quem está a cuidar, convicta de que brevemente vão voltar a ficar juntos.

Cátia aproveita um momento a sós com Matilde, para a envenenar contra Cristóvão, dizendo que já foram namorados e que ele fica muito violento quando bebe. Matilde desvaloriza a informação mas acaba por ficar um pouco desagradada. Cátia esboça um sorriso de vitória, convencida de que vai conseguir reconquistá-lo.

Urbano conhece Liliana e convida-a para jantar. Mónica fica radiante por poder estar mais tempo com a irmã, mas Isabel continua muito nervosa com a situação.

Nicole conversa com Áurea enquanto compra lingerie, na esperança de que Hernâni volte aos seus tempos de amante fogoso. A amiga assume que agora não tem, de preocupar-se com essas coisas, mas a manicura desmente-a, lembrando que ela foi vista com o encenador com quem trabalha no grupo de teatro. Áurea insiste que são apenas amigos e que agora não tem estabilidade para pensar noutras coisas que não seja a doença de Inês, que não regista melhoras.

Ester descobre uma factura que Alberto se esqueceu de pagar e dá um raspanete ao marido, assumindo que a partir de agora será ela a organizar as contas de casa e da empresa. Hernâni murmura para o sócio que até pode ser uma boa ajuda, mas Alberto ficou amuado e não diz nada.

Sebastião conta a Vera que já resolveu na secretaria da faculdade um problema que tinha pendente, Ela dispara perguntas sobre a festa a que ele foi na noite passada e o namorado protesta por estar a ser controlado, perguntando se ela acha que ele não é de confiança. Ela assume que estava a brincar e diz que ele fica rezingão quando não descansa. Mudando de assunto, Vera pergunta-lhe se já justificou o atraso mas ele garante que assim que se cruzar com Urbano, falará no assunto.

A cela de Raquel é alvo de uma busca. Duas guardas prisionais procuram uma lâmina, depois de uma denúncia que apontava para que Raquel a tivesse na sua posse. As guardas nada encontram porque Patrícia guardou a lâmina no seu cabelo, gorando a tentativa de Solange de prejudicar Raquel, que aguarda a audiência para saber se pode começar a gozar de liberdade condicional. Raquel jura vingança contra Solange e deixa Patrícia preocupada, temendo que ela mate a rival.

Raquel agarra na lâmina que Patrícia tem na mão e pergunta-lhe se está disposta a ajudá-la a ver-se livre de Solange. Patrícia está indecisa e assegura que se ela matar a outra reclusa nunca mais sai da cadeia. Raquel faz um ultimato a Patrícia e convence-a a colaborar no plano que traçou. Raquel coloca na boca a lamina e sai da cela, seguida pela companheira de cárcere.

Já no corredor, Raquel enfrenta Solange e corta-a na cara com a lâmina que disfarçadamente tirou da boca. De imediato entrega a lâmina a Patrícia, que desaparece com ela. Raquel avisa Solange de que se voltar a tentar prejudicá-la acaba com ela. As outras reclusas e as guardas prisionais aproximam-se para ver o que se passa, mas Raquel diz que Solange se sentiu mal e que estava a tentar ajudá-la. A rival é obrigada a concordar e é levada para a enfermaria. Raquel faz peito às outras reclusas e marca a sua posição de superioridade, fazendo-as dispersar.

Gui e Filipa entregam Carolina a Mariana e, como tinham combinado, contam que vão viver juntos. Mariana finge que encara tudo com normalidade, mas faz um esforço para se controlar. João tenta aliviar a tensão e dá os parabéns ao casal, pela opção que fez. Filipa sente a obrigação de justificar que insistiu para que soubessem do passo que aceitou dar, porque Mariana é mãe de Carolina e já que ela vai passar mais tempo com a menina, não seria correcto não a informar. Gui e Filipa despedem-se e João acompanha-os à porta.

Carminho chega cansada a casa e atira-se para o sofá para recuperar forças. Jorge surge na sala e ela dá-lhe a boa nova de que foi aumentada na clínica. O marido festeja e constata que é pena ser necessário receber um convite de outra empresa para que uma pessoa seja valorizada. Carminho acrescenta que Urbano decidiu premiá-la por reconhecer que não pode perdê-la. Jorge também tem uma novidade e conta que Filipa está apaixonada por Gui e aceitou ir viver com ele. Carminho assume que não contava com isso, porque Gui não aguenta relações durante muito tempo.

Áurea tenta sensibilizar Inês para a audiência do divórcio que vai ter de enfrentar em tribunal. A filha começa por dizer que não tenciona comparecer, tal como aconteceu das outras vezes, mas a mãe faz-lhe ver que a clínica vai obrigá-la a ir a tribunal. Inês entra em negação, recusando-se a perder Duarte. Chora e grita, completamente descontrolada e Áurea tem de pedir ajuda ao pessoal médico da clínica.

Ester dá com Amélia a chorar na cozinha enquanto prepara o jantar. Depois de pressionada, Amélia confessa que está triste por constatar que desde que partiu a perna, não consegue dar conta do serviço. Ester contraria aquela ideia, mas ela acrescenta que ouviu Alberto dizer que pretendia contratar outra empregada. A patroa lembra-lhe que se escutou a conversa toda, sabe que ela tirou ao marido essa ideia. Amélia insiste que vai partir e diz que quando o filho vier de férias vai pedir-lhe que a leve com Paulo para o Luxemburgo. Ester volta a dizer-lhe que não pense em tal coisa porque o seu lugar é ali, porque aquela também é a sua família. Vera interrompe a conversa quando entra na cozinha para dizer que Martim está com Paulo e Bruno e que lhe vai mudar a fralda.

Sónia mostra uma revista a Matilde e chama a atenção para uma foto onde aparece. A optometrista diz que não consegue perceber que é ela e Sónia provoca-a dizendo que se ela não vê bem, como é que pode atender os clientes. Cristóvão regressa do sótão com uma garrafa de vinho, que escolheu para festejar os treze meses de namoro com Matilde. Sónia volta a atacar e comenta que vai haver festa porque quando ele bebe se transforma. Matilde fica aflita e pede a Cristóvão para beberem chá em vez de vinho, argumentando que é alérgica. Ele acede, apaixonado, deixando a namorada mais aliviada. Sónia troça deles, como é habitual. O casal vai embora e Cristóvão pede a Sónia para arrumar as caixas que ele não arrumou. Ela anui, mas assim que fica sozinha, põe-se à conversa com Cátia que aparece nesse instante. E começa logo por contar à prima que Cristóvão contava estrear-se na cama com Matilde, mas que os planos saíram furados porque ela é alérgica a vinho. Cátia aproveita o rumo da conversa para confessar que se envolveu com Cristóvão e que depois de ele andar com Matilde, começou a sentir ciúmes. Sónia dá uma gargalhada de espanto com o que acaba de ouvir. Cátia acaba por reconhecer que está a ser parva e decide acabar com a sua dependência sentimental. Telefona a Hugo e convida-o para jantar em sua casa. Sónia diz a Cátia que se a sua tentativa não resultar, sempre pode mandar Hugo ir ter com ela.

Mariana está deprimida e obcecada pelo facto de Filipa passar a viver com Gui, acreditando que ela vai querer tomar o seu lugar como mãe de Carolina. João esforça-se por desvalorizar os seus receios e lembra que até foi a namorada do ex-marido que deu a notícia, justamente para que ela não se preocupasse. Mariana fica irritadíssima e briga com João, acusando-o de estar do lado de ex-marido e da sua namorada. João fica magoado e decide ir deitar-se.

Bernardo agradece a Teresa a simpatia e paciência que ela teve durante o tempo em que a sua mãe esteve com eles lá em casa. A mulher responde que o fez com gosto mas também diz que ficou com a sensação de que a sogra não gosta muito de falar com ela. Bernardo mente e desculpa-se com o facto de a grandiosidade da casa inibir a mãe, que é uma pessoa muito simples. O advogado sugere entretanto a Teresa uma saída para se divertirem no casino, para beberem um copo e gastarem umas moedas nas máquinas. Ela não encara muito bem a ideia, mas acaba por se entusiasmar devido ao poder de persuasão do marido. Quando Teresa sobe para trocar de roupa, Bernardo transfigura-se e perde o sorriso que tinha na cara.

Gui provoca um encontro entre Duarte e Mafalda, dando a entender que o irmão precisa que ela tome conta de Martim. Quando a ama chega a casa de Duarte, ambos constatam que Gui quis juntá-los. Duarte pede desculpa pelo comportamento do irmão e Mafalda também se desculpa por não ter percebido a “cilada” em que estava a cair. Apesar de tudo, Duarte convida-a para jantar e ela aceita, percebendo que ele tem dotes culinários. O jantar é feito pelos dois, com grande cumplicidade.

Júlia janta com Artur em Praga e assume ter ficado desiludida com o facto de o pai nem sequer ter querido falar com ela. Artur adivinha que ele pode ter pensado que ela queria extorquir-lhe dinheiro, teoria que Júlia não descarta, atendendo a que o pai é um homem muito rico. Artur e Júlia confessam terem sentido muitas saudades um do outro.

Liliana conhece a casa de Urbano e Isabel e aprova o quarto que destinaram para Mónica. Eles contam que lutaram muito para a adoptaram e que no princípio o relacionamento não foi fácil. Mónica assume que a culpa também foi sua. Liliana pede a Urbano e Isabel que deixem Mónica ir passar, nem que seja um fim-de-semana, com ela e com o outro irmão. Isabel fica muito nervosa e não permite. Urbano apoia a mulher e até lembra que a filha vai estudar espanhol para Madrid. Mónica dispõe-se a abdicar do curso, preferindo ir de férias com os irmãos. Urbano não se convence e mantém que isso ficará para outra altura. Liliana não fica desapontada e diz compreender os receios que os pais adoptivos da irmã sentem. Mónica amua e recusa conversar com os pais sobre o assunto. Isabel confessa a Urbano que sente pavor de deixar Mónica partir e de que ela não volte. O marido conforta-a e assegura que vai ficar tudo bem.

Em casa de Nicole comenta-se a aparição surpresa de Liliana e a manicura adivinha que Isabel está apavorada com a possibilidade de ele querer levar Mónica consigo. Tânia tem o impulso de esclarecer tudo com a amiga mas Nicole impede-a, achando que é melhor que não se meta no assunto. Hernâni concorda e acrescenta que os responsáveis máximos pela rapariga são Isabel e Urbano, situação que só um juiz pode alterar. Tânia acaba por ir deitar-se e Hernâni faz com que Nicole pense que vai ser Ester, a mulher de Alberto, a fazê-lo recuperar a erecção. Ao perceber o mal-entendido, Hernâni esclarece que estava a falar do negócio dos vinhos e que Ester vai ser a secretária deles no negócio dos vinhos. A manicura respira de alívio e leva o marido para o quarto, na esperança de que seja nessa noite que ele recupere da disfunção de que sofre.

Hugo e Cátia envolvem-se logo depois do jantar, sem esconderem que se desejam mutuamente.

Hernâni está traumatizado e não consegue mais uma vez corresponder ao desejo de Nicole. Ao contrário do que poderia pensar, a mulher volta a mostrar-se compreensiva e garante-lhe que não se vai afastar dele nem pedir o divórcio novamente. Ele prefere ficar na sala por se sentir envergonhado e ela decide ficar aninhada no seu peito. Hernâni esboça um sorriso de gratidão e fica mais descansado.

Isabel conta a Urbano que quando passou pelo quarto de Mónica para falar com ela, a filha já dormia e diz ao marido que nunca devia ter convidado Liliana para jantar lá em casa. O médico faz-lhe ver que não pode afastar a miúda da família e que Liliana é sua irmã. Isabel continua muito preocupada e, apesar de o marido garantir que a adopção é irrevogável, insiste que a situação pode tornar-se muito séria.

João prepara-se para ir treinar com Lucas e despede-se de Mariana com frieza, perguntando-lhe apenas o que tenciona fazer com Carolina. Mariana responde de forma evasiva e ele vai-se embora. Depois de João sair, Mariana ordena a Rita que prepare a filha para saírem, uma vez que o dia justifica um passeio.

Vasco, um dos treinadores da clínica, pede a Carminho que lhe dê uma massagem, dizendo que está aflito das costas. Ela examina-o e marca uma hora para a tarde. Ele agradece e afasta-se, enquanto Carminho lhe deita um olhar rápido.

Áurea leva Bruno para passar o dia com os avós e conta a Ester e Alberto que quando falou na audiência de divórcio a Inês, ela ficou de tal forma afectada que teve de tomar um calmante. Todos ficam preocupados mas Ester antecipa que, apesar de lhe custar agora a separação de Duarte, mais tarde vai encará-la com naturalidade. Alberto pede a Ester que lhe dê uma factura para passar a uns clientes e Áurea aprova que a mãe ajude o pai e o sócio Hernâni a tratarem das burocracias do negócio.

Mariana vai com Carolina a uma loja do cidadão e, quando é atendida pela funcionária, diz-lhe que perdeu o passaporte da filha e que precisa de tirar outro com urgência. A funcionária confirma que demora apenas um dia até ter um passaporte novo, pagando a taxa de urgência. De seguida afasta-se para começar a tratar da papelada, deixando Mariana com uma expressão que denota um grande nervosismo.

Mariana não consegue obter o passaporte de Carolina, por não possuir os documentos necessários para o efeito. Tenta tudo para ludibriar a funcionária, mas nem assim consegue os seus intentos. É mesmo forçada a confessar que é divorciada, quando a mulher lhe sugere que ligue ao pai da criança para lhe trazer o cartão do cidadão da menina, acrescentando que ele também tem de assinar um documento. Mariana revela-se impaciente e vai embora a dizer que voltará no dia seguinte. A funcionária fica desconfiada com todo o comportamento de Mariana.

Artur diz a Júlia que conseguiu através de um amigo o número pessoal de Joaquim Morgado e incentiva-a a ligar ao empresário que pode ser o seu pai biológico. Ela resiste, mas acaba por fazer a chamada. A esperança desvanece-se quando, do outro lado, Morgado decreta que não há mais nada para conversar. Júlia desliga o telefone sem conseguir esconder a desilusão. Interrogando-se como foi possível que a mãe se tivesse apaixonado por uma pessoa assim. Artur tenta desanuviar o ambiente e, depois de justificar que as pessoas podem mudar, desafia a mulher para conhecer Praga sem neve. Ela força um sorriso.

Mónica continua amuada e diz a Isabel e Urbano que não entende porque é que não a deixam ir passar férias com a irmã e o irmão no Porto. Os pais tentam fazer valer as suas razões quando Liliana interrompe a conversa, conseguindo que eles autorizem Mónica a ir passear com ela. Enquanto Mónica se vai despachar. Isabel e Urbano fazem ver a Liliana que não é fácil deixarem a filha entregue a uma pessoa que acabaram de conhecer, ainda que seja sua irmã. A rapariga mostra-se compreensiva mas argumenta que é normal querer estar com os irmãos, pois já basta quando andaram separados de orfanato em orfanato. Liliana leva então Mónica para passear, enquanto Urbano se interroga se será correcto estarem a dificultar a aproximação entre a filha e os irmãos. Isabel não tem respostas mas está cada vez mais insegura e apavorada com a situação.

Carminho dá uma massagem terapêutica a Vasco e fica fascinada pela sua experiencia de vida e, sobretudo, pela liberdade de que ele dispõe por não estar amarrado a compromissos familiares.

Luísa faz uma cena de ciúmes e puxa os cabelos a Ivo quando descobre que ele fez a marcação de uma massagem para Sónia. Amuada, ameaça deixá-lo “a pão e água” se ele não disser que afinal está indisponível para o serviço. Ivo mantém-se firme e argumenta que é um profissional, ao mesmo tempo que assegura que é um astro livre. Luísa sai para o café, agastada com a indiferença de Ivo.

Cátia mete veneno na relação de Matilde com Cristóvão, garantindo que ele está cada vez mais impaciente por ainda não se terem envolvido intimamente. Matilde acredita na mentira e assume que ainda não está preparada, deixando a rival animada.

Urbano e Isabel mudam de ideias e permitem que Mónica vá passar alguns dias de férias com os irmãos ao Porto. A filha fica radiante e desiste do curso de espanhol que ia fazer em Madrid, no verão. Liliana agradece a confiança, prometendo cuidar muito bem da irmã. Isabel está apreensiva e também insegura com a reacção de Nicole, quando lhe contar que Mónica já não vai fazer o curso de espanhol com Tânia.

Carminho chega a casa depois do trabalho e comenta com Jorge que têm de viajar mais. Ele acha que de momento é difícil por causa de terem uma filha pequena, mas também aponta como solução deixarem a menina com os avós ou com a tia. Carminho concede que é uma situação a estudar mas não consegue revelar que esta sua sede de viagens surgiu depois de conversar com Vasco.

Sebastião fica desagradado com Vera por não o ter prevenido do jantar em casa de Mariana. A namorada estranha a atitude e pergunta se já tinha algo combinado. Sebastião mente e nega que tenha algum compromisso.

João desespera por não conseguir falar com Mariana, mas ela acaba por regressar a casa com Carolina e mostra-se espantada por encontrar Lucas e Nonô. Depois de a censurar por não ter atendido as chamadas que ele fez e de confessar que estava preocupado por poder ter-lhe acontecido alguma coisa de mal, João revela que lhe quis fazer uma surpresa ao convidar o irmão e a namorada para jantar, tal como Vera e Sebastião. Mariana não valoriza nada a iniciativa do companheiro e vai encostar-se um pouco com a filha. João confessa a Lucas e Nonô que Mariana tem andado com variações de humor por só ter Carolina consigo de quinze em quinze dias e que o jantar foi apenas uma ideia para ver se ela se distrai e se diverte.

Eufórico, Duarte confessa a Gui que está radiante por estar finalmente divorciado de Inês e conta que ela estava tão drogada no tribunal que nem se opôs ao que ficou decidido. Duarte acrescenta que fica com a guarda de Martim e que o tribunal decidiu que Inês terá direito a estar com o filho durante visitas vigiadas. Perante a estranheza do irmão, esclarece que não terá de se reencontrar com a ex-mulher, uma vez que vai deixar o filho à responsabilidade de Áurea, Ester e Alberto, que não quer privar de verem o menino.

Ester mostra-se feliz por ter chegado ao fim o processo de divórcio de Inês e que o tribunal tenha decidido que as visitas de Martim ocorram ali em casa. Alberto lamenta que a neta não tenha conseguido aguentar o casamento com Duarte, que considera um bom rapaz. Bruno mostra-se mais interessado em perceber se a irmã vai sair da clínica rapidamente para o visitar em Londres. Áurea esforça-se por desdramatizar o assunto e diz que se for preciso, leva-o a visitar a irmã antes de viajar.

Bernardo encontra Teresa deprimida logo pela manhã e convence-a a viajarem pela fina costa francesa, para que se alheie do facto de não conseguir que os filhos voltem a falar com ela. Teresa fica entusiasmada e aceita a proposta do marido.

Júlia visita Raquel e conta-lhe que descobriu o pai biológico mas queixa-se de que ele nem quer ouvir falar desse assunto, pensando que ela está a querer que lhe dê dinheiro. Raquel lembra-se que a mãe delas trabalhou para aquele homem e sugere à irmã que o ameace de que vai contar à mulher dele. Verá então que ele lhe dará toda a atenção que reclama. Júlia afiança que não vai fazer seja o que for, pois a sua família é ela, Mariana e Carolina. Raquel entristece por não estar com a sobrinha e a bebé tantas vezes como gostaria e mostra-se desejosa por sair da cadeia e recomeçar a vida.

João desabafa com Lucas e conta ao irmão que tem andado aborrecido com Mariana, porque ela só pensa na filha Carolina. Lucas reconhece que ela deve estar a passar um mau bocado porque, afinal, trata-se da sua filha. João compreende mas acha doentia a atitude da namorada.

Ao balcão do café, Isabel não esconde a apreensão pelo facto de Mónica ir passar uns dias ao Porto com os irmãos, embora reconheça que está a ser egoísta pelo medo que tem de perder a filha. Áurea tenta animá-la.

Cristóvão convida Matilde para ir beber um chocolate quente a sua casa para discutirem a ideia que teve de inventar um fato espacial para gatos. No entanto, como a namorada acreditou pela conversa de Cátia que o que ele quer é sexo, rejeita-o com todas as suas forças. Sónia troça deles e Cristóvão fica baralhado com a conversa de Matilde que, entretanto, o deixa a falar sozinho.

Hernâni está prestes a desistir dos tratamentos para acabar com a disfunção eréctil, uma vez que continua sem conseguir cumprir os deveres conjugais com Nicole. Ivo tenta perceber como curar aquela doença, mas sente dificuldades.

Ester aconselha Alberto a arranjar um intermediário para concluir um negócio com clientes angolanos. Amélia surge nesse momento e oferece-se para levar umas cartas da patroa ao correio. Ester acaba por decidir que vão as duas e aproveitam para passarem na pastelaria. Amélia confessa que já tem saudades de uma torrada de café e Alberto comenta que ela está sempre disposta a encher a barriga. Ester repreende-o, sem gostar da provocação à empregada.

Vasco vai ter com Carminho ao gabinete e diz que está muito melhor desde que ela o massajou. Como agradecimento quer oferecer-lhe um café, que ela recusa por estar em cima da hora para atender uma cliente. Ele aproveita o facto para lhe pedir o telefone, mas é interrompido por Sebastião que avisa Carminho de que a dona Fernanda já está à espera. Carminho brinca e diz a Vasco que tem mesmo de pedir o número a Sebastião.

Morgado procura Júlia no Dancin’ Days e oferece-lhe um cheque para comprar o seu silêncio, advertindo-a que não vai fazer qualquer teste se paternidade e de que tem dois filhos a quem vai deixar tudo o que tem. Depois de dizer que não foi para obter contrapartidas que o procurou, Júlia rasga o cheque na cara de Morgado e afirma com segurança que não aceita o acordo que ele acaba de lhe propor.

nas redes

pesquisar