SIC

Perfil

De segunda a sexta

Dancin' Days - Resumo de 01 a 07 de agosto

Inês corta os pulsos à frente de Duarte; Salvador beija Júlia; Mariana está grávida!

Christian Gnad

Hernâni ouve os conselhos que Ivo está a dar a Cristóvão para que ele esqueça Cátia e diz para que não os siga. O segurança afiança que o melhor remédio para esquecer Cátia é arranjar outra mulher. Luísa entra na mercearia e ouve Hernâni a dizer que Cristóvão está a precisar de sexo mas não liga ao facto, preferindo marcar mais massagens com Ivo. Este tenta massajar Hernâni para lhe provar que é competente, mas o segurança tem um ataque de masculinidade e afasta de si as mãos de Ivo, como se afastasse o demónio. Cristóvão cansa-se de tanta confusão e manda embora da loja quem não quer fazer compras. Só Luísa é que fica na loja.

Sónia diz que não está para cuidar de Miguel e descarta-se dessa tarefa para Luísa. Cátia critica a prima que também ajudou a que ele ficasse doente. Sónia contra-argumenta que ele é que não aguentou o desgaste de satisfazer duas mulheres. Sónia desafia Cátia para uma saída mas ela não está para festas. A prima volta a estar desconfiada pelo facto de Cátia não se dar com Cristóvão como antes.

Alberto e Hernâni encontram-se no centro comercial e mostram-se ambos confiantes no sucesso do negócio de exportação de vinhos.

Ao contrário do que seria de prever, Mónica sente-se muito bem quando conhece Jorge e Carminho, que lhe oferecem um CD da banda que toca no filme que ela foi ver. A menina parece perfeitamente integrada e vai com Carminho dar o biberão a Joaninha, que acabou de acordar. Num momento de carinho, Isabel mima Urbano e confessa que gosta muito dele.

Lúcia continua a insinuar-se a Sebastião, que a ignora como pode. Vera chega nesse instante e põe cobro ao assédio. Lúcia deseja que se divirtam mas fica a controlá-lo.

Nonô teme que Lucas pense que ela está a pressioná-lo por aparecer de surpresa para almoçar. Mariana desvaloriza e pergunta se a amiga não gosta do rapaz. De caminho, Nonô pergunta a Mariana se o período já veio e ela diz que já lhe dói a barriga e que a suspeita de gravidez não deve passar disso. Quando Lucas chega, acompanhado por João, brinca e diz que parece que tem uma ruiva à sua espera. Nonô dispara que ele é muito convencido mas dá-lhe um beijo no rosto.

Babi mostra-se preocupada com a proximidade entre Nonô e Lucas, preferindo que a filha não namore um rapaz invisual. Raquel diz que isso nem parece dela e apela à calma. Nem isso convence Babi.

Artur brinca com Júlia, oferecendo-se para a conduzir ao jantar da faculdade. Ela finge-se ofendida e assegura que é uma senhora, pois não vai beber. Mais a sério, descansa o marido e confessa que vai com Jorge. Artur espera que vá e que volte, pois não quer surpresas com antigos namorados.

Inês regressa a casa carregada de compras e insiste em ignorar Duarte, que continua a pedir-lhe que faça as malas e vá embora, pois ele quer o divórcio. Depois de uma violenta discussão, Inês chega a uma faca que está na cozinha e corta o pulso, disposta a acabar com a vida. Duarte fica paralisado a olhar o sangue dela, que escorre para o chão.

Duarte consegue dominar Inês e retirar-lhe a faca das mãos. Ela continua a debater-se: por um lado, diz que não o quer perder, por outro tenta consumar o suicídio. Duarte consegue levar a mulher para o sofá e dar-lhe um calmante. Entretanto, desenvolve uma correria pela casa para assistir Martim e para ir buscar o material para estancar o sangue de Inês.

Amélia pergunta por notícias de Inês e Áurea conta que falou com ela de manhã e que andava a comprar roupas para Martim. Áurea coloca a possibilidade de que Duarte tenha recuado na ideia do divórcio mas Ester não acredita e decide enviar uma mensagem ao marido da neta para saber o desfecho da conversa que teve com ela. Depois de algum tempo de espera, Ester estranha que ele não responda.

Vera e Sebastião almoçam juntos e comentam a situação de Duarte e Inês. Sebastião não crê que ela seja maluca e estranha que Duarte tenha pedido o divórcio com a mulher em depressão. Vera prefere deixar os dramas de lado e fala do trabalho do namorado na clínica. Sebastião conta que as pessoas são simpáticas e Vera elogia Lúcia, explicando que ela também namorou com Ricardo antes dela, confessando que essa coincidência não afetou o relacionamento entre elas. Sebastião regista a informação e fica pensativo.

Mariana e João vão tratar do lanche de Carolina e deixam Lucas e Nonô sozinhos. Ele pede-lhe outro beijo e é correspondido. Ambos confessam que contaram o seu romance a João e Mariana. Lucas diz que não pode revelar o que o irmão disse, mas apenas que ficou contente. Mariana regressa à sala com Carolina e brinca com eles, perguntando se não está a interromper nada.

Ester, Áurea e Amélia ficam em choque quando Duarte telefona a avisar que Inês cortou os pulsos à sua frente, pedindo que a vão buscar. Ester toma a iniciativa e Áurea vai buscar a mala para a acompanhar. Amélia sussurra a Ester que não é boa ideia Áurea ir buscar a filha, pois pode ficar afetada e ter uma recaída. Ester concorda que seja Alberto a ir buscar a neta e Áurea acata a sugestão da mãe.

Sónia conta a Luísa que visitou Miguel no hospital e a amiga revela que ele lhe ligou a dizer que ia regressar a casa de táxi. Luísa acha que ele tinha esperança que ela largasse a loja para o ir buscar. Sónia decreta que ele tem de ter repouso absoluto para que Luísa não se ponha com ideias.

Cristóvão continua a carpir o desgosto de amor sofrido com Cátia e rejeita a terapia de Ivo, que o tenta encaminhar para o budismo, garantindo que esta filosofia o vai ajudar a esquecer a sua amada. Hernâni insiste em medidas mais radicais e sugere que Cristóvão comece a relacionar-se com outras mulheres. Matilde chega ao pé deles e Cristóvão deixa os amigos para ir atendê-la na loja. Ao longe, Cátia observa a cena.

Mariana despede-se de Carolina e entrega menina a Gui. Seguindo a sugestão de João, Mariana tenta ser simpática para conseguir passar mais tempo com a filha e sugere que Gui aproveite a sua disponibilidade quando estiver mais ocupado. Ele reage friamente, embora agradecendo a oferta, mas diz que tem tudo controlado. Mariana quase explode, mas João consegue controlá-la.

Jorge vai buscar Júlia para irem ao jantar de antigos alunos da faculdade. Ela e Artur ficam horrorizados ao saberem que Inês se cortou com uma faca para tentar que Duarte desistisse do divórcio. Depois da mulher sair com o amigo, Artur mergulha nos seus pensamentos e começa a sentir-se angustiado com a rutura de Duarte com Inês.

Inês recusa-se a acompanhar Alberto, que a foi buscar para a levar para casa da mãe. O avô esforça-se por convencê-la mas é Duarte quem a chama à razão, dizendo que a sua decisão já está tomada e que não vai continuar com ela. Ao dar esperança a Inês, Duarte consegue que ela aceite ficar com Áurea e vai preparar-lhe o saco da roupa. Alberto sussurra ao ouvido de Duarte e confirma que a família continua a considerá-lo e compreende que ele tenha pedido o divórcio.

Jorge e Júlia encontram Salvador no jantar de antigos colegas de faculdade e conversam sobre as suas vidas. O pai de Mariana pergunta como é que ela está e conta que Tomás, o filho mais novo, está bem de saúde depois do transplante de medula que Mariana lhe doou.

Inês deixa a família muito preocupada pois apresenta uma grande depressão. Aníbal pensa adiar o regresso a Londres mas Ester e Áurea conseguem demovê-lo, argumentando que está ali muita gente para cuidar da filha. Bruno tenta animar a irmã, mas fica triste com o seu desinteresse. Ela também lamenta ter-lhe respondido mal. Alberto decide ir embora e pede baixinho a Áurea para falar com a mãe para tentar convencê-la a regressar para casa. A filha diz ao pai que tem de dar tempo a Ester.

Duarte janta com Gui e explica ao irmão que já não podia continuar com Inês porque representava um perigo para ele e para Martim. Gui lembra que Inês já tinha dado sinais de não estar bem quando fugiu para Londres e brinca com o facto dos dois serem agora pais solteiros. Perante a curiosidade de Duarte, adianta que Mariana está mais simpática, mas que desconfia que isso seja uma estratégia para ficar mais tempo com Carolina. Duarte sensibiliza o irmão e diz que isso seria bom para a menina. Gui afirma que vai pensar no assunto.

Mariana fala sobre Gui com irritação, agastada por não conseguir que ele a deixe passar mais tempo com a filha. João faz notar que ela está muito suscetível e Mariana disfarça rapidamente, justificando que é Gui que a irrita.

Júlia continua a conversar com Salvador, dando conta de que Carolina já está crescida e que Mariana está empenhada em fazer o curso na faculdade. Salvador gaba a beleza de Júlia e confessa que a tem visto nalgumas revistas. Promete visitar Jorge na redação da Blondie.

Aníbal e Germano preparam-se para regressarem a Londres. Aníbal despede-se de Inês dando-lhe força e dizendo que o chame à mínima coisa que precisar. Bruno arranca sorrisos ternos ao dizer que agora é o homem da casa. Depois do pai ir embora, Inês começa a chorar e a dizer que Duarte não pode acabar assim com o casamento, temendo que Carminho tenha contado a Júlia que ele lhe pediu o divórcio. Ester tenta reconfortar a neta, enquanto Áurea leva a filha para a deitar no quarto.

Alberto pede a Vera que vá para casa de Áurea para ajudar a tomar conta de Inês. No entanto, recomenda à sobrinha que não conta a Ester que foi ele que deu esta ideia.

Isabel fica radiante quando Carminho lhe confessa que gostou bastante de Mónica. Artur também comenta que a menina terá de adaptar-se e que algumas birras acabam por ser naturais. Já a sós, Isabel e Urbano sorriem porque, segundo ela, toda a gente gosta da filha.

Já fora do restaurante, enquanto Jorge vai buscar o carro, Salvador surpreende Júlia e beija-a na boca, deixando-a sem reação.

Júlia afasta Salvador e mostra o seu desagrado pelo facto de ele a ter beijado. O antigo namorado pede desculpa pelo impulso, culpando o vinho e a recordação dos tempos de juventude para justificar o que fez. Júlia lembra que isso já foi há muito tempo e afirma que está muito bem casada com Artur, afastando-se zangada. Salvador sorri e parece ter ficado satisfeito com a situação.

Jorge brinca com Carminho e dá a entender que foi muito assediado pelas antigas colegas no jantar que recordou os tempos de faculdade. Ela recrimina-o, dizendo que da próxima vez não lhe dá ordem de soltura. Jorge conta que fez publicidade ao site em que ela vende as suas criações, acrescentando que Júlia também fez o mesmo. Jorge conta que ela reencontrou Salvador e que teve de gerir a situação porque o ex-namorado queria monopolizar a conversa.

Júlia conta a Artur como decorreu o reencontro com os ex-colegas, mas sente-se desconfortável por esconder do marido que Salvador a beijou.

Raquel prepara-se para sair de casa e depara-se com Hugo à janela, dizendo que ele começa a parecer paranóico com tanta vigilância. Ele assume que só vai acalmar quando os carros roubados forem entregues. Hugo convida-a para almoçar mas ela recusa, justificando-se com a preparação do aniversário do Dancin’ Days. Hugo despede-se com vários beijos que Raquel é forçada a suportar, respirando de alívio assim que ele sai para o atelier.

Pela manhã, Mariana está enjoada mas tem de disfarçar para que João não perceba que ela pode estar grávida. Ele pensa que ela está aborrecida porque Gui ainda lhe permite estar mais tempo com a filha. Assim que João sai para trabalhar, Mariana telefona a Nonô para desabafar e confessa à amiga que está a ficar preocupada porque o período ainda não apareceu. Para se apoiar, convida-a para estudar consigo ali em casa.

Gui visita Duarte e este confessa que passou uma noite tranquila, o que não sucedia há algum tempo por causa de Inês. Duarte até estranha que ela não tenha dito nada depois de ter ido para casa da mãe mas Gui adivinha que a impediram de falar, senão teria ido dormir ali nem que fosse à porta. Duarte fica comovido com o irmão quando este se oferece para o ajudar a dar banho a Martim, alegando que agora é especialista.

Inês chora e quer ligar a Duarte. Ester consegue convencer a neta de que essa não é a melhor solução para recuperar o marido. Inês acaba por ir tomar banho, depois de Vera chegar e de lhe perguntar se está tudo bem com ela. Ester fica espantada com a presença da sobrinha com a trouxa às costas e mais surpreendida ainda, ao saber que a ideia de enviar Vera ali para casa foi de Alberto, que está preocupado com o facto de ela estar a carregar todos os problemas da família às costas. Ester gosta do que ouve mas procura não fraquejar.

Alberto comenta com Amélia que Ester é muito teimosa e a empregada sugere-lhe que desista do negócio para que a mulher volte para casa. Ele assegura que isso está fora de questão e Amélia insinua que afinal é ele quem é teimoso.

Isabel e Luísa ficam felizes ao reencontrarem Áurea, que vai ao café do centro comercial depois de ter levado Bruno à escola. Confessa que se está a habituar à confusão da vida fora da clínica e diz às amigas que precisa de iniciar uma atividade, estando por isso a ver se alguma loja lhe quer dar trabalho, nem que seja em part time. Luísa acha que talvez seja cedo para isso mas, como a amiga diz que é a conselho do seu médico, a decoradora fica de a avisar se souber de alguma coisa. Isabel sugere a Áurea que experimente o grupo de teatro terapêutico de um médico amigo de Urbano. Ao olhar para a loja de lingerie, Áurea decide ir falar com Miguel mas fica a saber que ele foi operado a uma hérnia. Luísa faz-se de vítima e diz que ela é que é a coitada.

Sónia está furiosa com Miguel, porque ele a obrigou a pagar a comida que tinha encomendado, dizendo que não tinha dinheiro. Cátia faz notar que o homem tem desculpa, pois acabou de sair para o hospital. A prima não se conforma e diz que lhe dava jeito ter um trabalho como ela tinha no clube em que dançava no varão. Cátia diz que ela deve ter juízo porque a vida da noite é muito difícil. Matilde aproxima-se nessa altura de Cristóvão e começa a seduzi-lo. Ele não se apercebe de nada e vai respondendo à rapariga, provocando o desagrado de Cátia.

Áurea conta a Isabel que Inês não está a lidar nada bem com o pedido de divórcio de Duarte e que já marcou à filha consulta no psicólogo.

Gui aceita almoçar em casa de Duarte e diz que a partir de agora ele vai precisar de ajuda para criar Martim. Indiretamente está a sugerir que Júlia pode ser uma alternativa. Duarte acusa o toque mas sem se manifestar. Gui dispõe-se a ficar com o sobrinho, mas Duarte recusa-se a ver o filho entregue às amas do hotel. Aproveitando a conversa que se desenrola sobre o tema, pergunta a Gui porque é que não concede a Mariana a guarda partilhada de Carolina. Gui encerra o assunto dizendo que o tribunal lhe concedeu a guarda total e pergunta se as pizzas já estão encomendadas.

Mariana continua irritada com Gui e conta a Nonô que ele não lhe dá a mínima abertura para que possa passar mais tempo com a filha. Mariana partilha ainda com Nonô a angústia por poder estar grávida e acrescenta que ainda não contou nada a João.

Quando está prestes a entregar os carros roubados, Hugo recebe a encomenda para roubar outro carro de luxo. Ao aceitar o serviço, Hugo fica mais nervoso ainda, pois sabe os riscos que corre.

Raquel sonha com uma comemoração condigna do reencontro com Júlia e do aniversário do Dancin Days. A irmã não consegue disfarçar o que a atormenta e confessa a Raquel que traiu a confiança de Artur ao esconder do marido que Salvador a beijou. Raquel desvaloriza a situação, que acredita nada ter significado para Júlia.

Salvador cumpre o prometido e faz uma visita a Jorge na revista. Aproveitando o facto de ser apresentado a Artur, sugere-lhe uma colaboração de crítica literária na revista. Artur encaminha-o para o gabinete, disposto a ouvir a proposta. Jorge segue atrás com os cafés.

Áurea contrasta com Inês por poder inscrever-se no teatro terapêutico, ao passo que a filha só pensa em Duarte, obcecada por ter a sua vida de volta como era antes do nascimento de Martim.

Lúcia atira-se a Sebastião na clínica, mas ele faz-se de desentendido. Urbano fica espantado com a quantidade de clientes que Ivo tem para as massagens.

Ivo propõe a Luísa que passem a um patamar superior nas massagens e ela consente, agradada quando ele lhe salta para cima das costas.

Depois de muita insistência, Matilde consegue convencer Cristóvão a jantar consigo. Cátia observa-os à distância e fica a ferver de ciúmes.

Artur conta a Júlia que Salvador lhe pediu emprego e ela sente-se na obrigação de revelar que, durante o jantar da noite anterior, o ex-namorado a beijou. Artur fica atónito com o balde de água fria que lhe invade a alma.

Hugo comenta com Raquel que não lhe calhou nada bem que tivessem encomendado mais um carro roubado, quando estava preparado para fazer a entrega dos outros que já estavam alinhados no armazém. Ao mesmo tempo, acredita que os empregados do atelier não desconfiam de nada.

Quando está a roubar o carro de luxo com um cúmplice, Machado é surpreendido pela Polícia Judiciária que o manda pôr as mãos onde estejam visíveis.​

Machado ainda se debate, mas acaba por ser detido pelos agentes da Polícia Judiciária. No entanto, um dos seus homens acaba por conseguir escapar.

Hugo fica desiludido com Raquel porque ela não mostra abertura para viverem juntos. No momento em que estão a discutir o assunto, ele recebe uma chamada que o perturba, pois fica a saber que Machado foi preso. Depois de desligar o telefone, Hugo diz a Raquel que vai desaparecer por uns tempos. Ela telefona a Júlia, que se prepara para ir em socorro da irmã. Artur está zangado por ter sabido que Salvador beijou Júlia e revoltado por lhe ter dado emprego antes de saber desse episódio. Júlia desvaloriza o incidente com o ex-namorado e sugere ao marido que o despeça. Artur responde que os inimigos devem manter-se por perto.

Carminho acha estranho que Artur tenha contratado Salvador para trabalhar na revista, sabendo que ele engravidou Júlia e depois nem quis saber da filha. Jorge afirma que está atento e que vai verificar a qualidade de escrita do professor, para avaliar se tem capacidade para fazer crítica literária na revista. Adianta ainda que comentou com Júlia que Duarte e Inês estão separados. Carminho recorda que a última coisa que Inês queria era que Júlia soubesse da sua separação. Jorge conta que a amiga ficou surpreendida coma novidade mas não fez comentários.

Mónica reage com algum azedume às observações de Isabel e Urbano depois de ter feito um teste de história na escola. Apesar de não estar habituada a receber orientação escolar, acaba por acatar o que lhe é recomendado. Isabel sugere-lhe que combine uma saída com Tânia e a rapariga conta que já o fez, aguardando apenas que espera pela disponibilidade de Bruno e Paulo.

Nicole acha que Mónica não vai ser boa influência para Tânia e queixa-se de que a filha se fartou de trocar mensagens e risinhos com a nova amiga, filha adotiva de Isabel. Hernâni, abrutalhado, decreta que se Mónica não é de confiança, é melhor que a filha deixe de se dar com ela. O segurança acaba com o assunto e começa a seduzir Nicole, a propósito da loja que ela vai inaugurar com Júlia no Porto. Os piropos são de tal forma fortes que a manicura não resiste a ser beijada com paixão. Tânia entra nesse instante e surpreende os pais em poses menos próprias, fazendo com que fiquem atrapalhados.

Sónia ouve Cristóvão a confessar a Ivo que vai seguir os conselhos de Hernâni e divertir-se, aproveitando o convite de Matilde para jantar. Sónia vai a correr meter veneno em Cátia e conta o que ouviu, mas a prima disfarça o seu desagrado. Luísa aparece nesse instante e concorda com Sónia que têm de se descartar de Miguel, pois já não as satisfaz como mulheres. Cátia fica chocada com a decisão que as outras tomaram. Depois de Luísa ir embora, Sónia confessa a Cátia que gostava de trabalhar no clube de striptease para ganhar mais dinheiro e, ao mesmo tempo, também se dar com homens bonitos e endinheirados. A prima afirma que aquilo não é vida para ninguém e que só passam barrigudos pelo clube. Sónia não fica convencida.

Áurea conta em casa que está a pensar pedir a Miguel para trabalhar na loja de lingerie. Ester estranha a opção da filha mas ela esclarece que a loja nada tem de ordinário. A mãe e Vera riem, enquanto Inês se mostra indiferente, dizendo que se vai deitar. Áurea fica preocupada com o estado da filha e arrepende-se de ter dito que tenciona começar a trabalhar. Ester desvaloriza a situação e diz que ela também está em recuperação e precisa de se distrair, garantindo que está ali para tomar conta da neta.

Gui telefona a Duarte e conta que Teresa lhe mandou uma mensagem a dizer que está de regresso de Paris e que gostava de os ver. Nem um nem outro estão com vontade de ver a mãe e combinam inventar uma desculpa para não estarem com ela. Gui prepara-se para ir para as aulas e entrega Carolina à ama, que acaba de chegar.

Mariana irrita-se por tudo e por nada e João estranha as mudanças de humor para as quais não encontra explicação.

Raquel conta a Júlia que Hugo saiu a correr de casa e que não conseguiu retê-lo, de modo a que a polícia o apanhasse. Confessa que ele pediu para viver com ela e Júlia fica preocupada, concluindo que se ele está a confiar tanto nela, pode destrui-la quando souber que o traiu. Raquel acredita que será Machado a denunciá-lo, porque é do tipo de gente que se vende por pouco.

Inês acorda de mau humor diz que em vez de ir ao psicólogo precisava era de ver Duarte. Ester defende que a consulta é mais importante do que tudo o resto e Áurea encoraja a filha a tratar-se. Vera é incumbida pela tia de levar Bruno à escola, mas antes de o ir ajudar a despachar-se conta a Ester que Alberto ligou a perguntar se estava tudo bem. A tia responde que era o mínimo que o marido podia fazer e mostra-se insensível, pois ainda está zangada com ele.

Alberto continua desolado, preocupado com os problemas que Ester tem para resolver sem que ele possa ajudar. Amélia escuta o desabafo e reforça que tudo se resolveria se ele desistisse de ser magnata. Alberto mantém-se irredutível e afirma que não vai desistir do negócio, pois perderia o respeito da mulher, insistindo que tem de provar que tem razão.

Hernâni chama sovina a Nicole porque ela não quer gastar dinheiro num vestido para levar à inauguração da loja do Porto. Ela afirma que não quer esbanjar o que tem porque lhe deu muito trabalho a ganhar, contando com esse dinheiro para assegurar o futuro da filha. Ele contrapõe que quando o negócio dos vinhos começar a dar dinheiro, pagará todas as despesas mas a manicura volta a duvidar que Hernâni tenha êxito. Tânia pede à mãe que a deixe levar uma das suas sombras para pintar os olhos depois das aulas, já que Mónica vai levar o rímel de Isabel. Os pais dizem que ele é muito nova para pintar os olhos, desconfiando que a amiga tirou o rímel sem pedir a Isabel para o levar.

Urbano ralha com Mónica porque está atrasado para ir trabalhar e ela não se despacha para ir para a escola. A rapariga dá-lhe uma resposta torta e o médico proíbe-a de lhe falar daquela maneira. Isabel vê que Mónica ficou intimidada e triste e repreende Urbano pelo tom que usou, indo atrás da filha para o quarto.

Artur está taciturno mas garante a Júlia que o seu estado de espírito nada tem a ver com o facto de Salvador a ter beijado. Ela acha que seria melhor que o ex-namorado não colaborasse na revista, mas Artur assegura que não vai voltar com a palavra atrás, convicto de que nada afetará o seu casamento com ela.

Hugo vai a casa de Raquel e conta que descobriu que a polícia não tem como relacioná-lo com o negócio dos carros roubados, até porque Machado foi interrogado pela Polícia Judiciária horas a fio e não o denunciou. Ela disfarça o nervosismo e mente-lhe quando recebe uma chamada no telemóvel, dizendo que se trata de um gestor de eventos com quem tem de se encontrar. Hugo estranha a situação, porque Raquel tinha assumido que queria tratar da festa de aniversário do Dancin’ Days. Ela justifica-se dizendo que precisa de ajuda e, percebendo que algo não está bem, pergunta se ele está chateado. Hugo responde que a respeita se ela não quer viver com ele. Raquel arranca com o carro e Hugo acaba por segui-la, sem que ela perceba.

Carminho conta a Júlia que Inês não queria que ela soubesse que Duarte lhe pediu o divórcio. Júlia garante que já o esqueceu e que está muito bem casada com Artur.

Isabel desabafa com Nicole e confessa temer que Mónica queira voltar para o orfanato, depois de ter sido repreendida por Urbano. Mais racional, Nicole faz-lhe ver que a rapariga já é adolescente e que precisa de se habituar a ser disciplinada e a não responder mal quando é repreendida pelos pais, ainda que sejam adotivos. Isabel mantém as suas preocupações e confessa não saber se a relação com Urbano resista caso Mónica queira ir embora.

Na clínica, Urbano desabafa com Júlia e diz temer que Isabel não compreenda a reprimenda que deu em Mónica. Júlia apoia o ex-marido, garantindo que até a própria rapariga vai reconhecer que ele tem razão. Quando sai do gabinete do médico, Júlia é surpreendida por Salvador, que quer conversar com ela.

Raquel encontra-se com o inspetor da Polícia Judiciária numa esplanada, observada à distância por Hugo. Quando ele se apercebe que ela o está a trair, jura vingança. ​

Hugo está enraivecido e tentado a avançar sobre Raquel, que conversa com o inspetor da Polícia Judiciária. No entanto, acaba por resistir ao impulso e vai-se embora, temendo estar a ser seguido. Entretanto, Raquel quase suplica ao inspetor para que prenda Hugo o quanto antes, pois sente que ele pode descobrir a qualquer momento que ela o está a trair. O agente afirma que ainda não tem a prova de que precisa para o deter e tenta convencer Raquel a usar uma escuta. Ela recusa, convicta de que essas coisas geralmente correm mal. Muito nervosa, diz que há-de pensar nalguma coisa.

Perante a desconfiança de Júlia, Salvador garante-lhe que não tem qualquer intenção de se aproximar dela ou perturbar-lhe o casamento, mas sim pedir-lhe ajuda para conseguir que Mariana o aceite como pai. Júlia argumenta que a filha já deixou claro que não lhe perdoa por tê-la rejeitado e que não deve querer substituir Zé Maria. Salvador reconhece que cometeu um erro ao ter desistido facilmente de Mariana, mas quer remediá-lo agora. Júlia fica hesitante sem saber se o ajuda ou não.

Artur sonda Jorge para saber se fez bem em contratar Salvador mas, principalmente, para saber se ele seria capaz de se intrometer entre si e Júlia. Jorge confirma que Salvador é boa pessoa, mas desconhece o que ele valerá em termos profissionais. Filipa interrompe-lhes a conversa e informa que não há ninguém disponível para ir fazer a reportagem dos novos restaurantes a um dos hotéis que Gui está a administrar e Artur dá a Filipa a primeira oportunidade como jornalista, entregando-lhe o trabalho. A secretária de redação agradece e garante que ele não se vai arrepender.

Gui visita Duarte e conta que a frequência na faculdade não correu mal de todo, atendendo a que tem de fazer muitas outras coisas para além de estudar. O irmão reconhece o esforço que ele tem desenvolvido e que ele está mais responsável. Gui lamenta que não tenham uma mãe que os ajude com os filhos. Duarte assume que isso nunca irá acontecer.

Depois de pousar as malas de viagem no quarto, Bernardo encontra Teresa mergulhada nos seus pensamentos. Ela confessa estar preocupada com a acusação que Duarte lhe fez, mas o marido diz que é melhor habituar-se à ideia, a menos que Inês faça alguma coisa que inverta a situação. Teresa confia que a nora está a ajudá-la mas fica desiludida quando lhe telefona e ela não atende.

Inês regressa a casa contrariada, com a mãe e com a avó, porque o psicólogo lhe recomendou que passe a ser seguida por um psiquiatra. Ester e Áurea concordam que é o melhor para o seu caso. Inês percebe, de repente, que tinha uma reunião para iniciar um novo projeto e que falhou o compromisso. Ester sugere que pensem em ir ver Martim um dia desses, mas a neta diz que quer é ver Duarte e não o filho. A avó troca um ar preocupado com Áurea, que também está inquieta com a instabilidade da filha. Quando a filha se vai refugiar no quarto, Áurea faz menção de a seguir, mas Ester impede-a delicadamente.

Sónia está a tomar um café no Lima Limão de Isabel quando Luísa aparece, dizendo-se farta de dar assistência a Miguel. Perante a desconfiança de Sónia, apressa-se a esclarecer que apesar de ele estar melhor, não houve nada entre eles. Isabel acusa-as de não terem qualquer sensibilidade. Nesse momento, é surpreendida por Mónica, que chega mais cedo da escola sem aviso prévio. A rapariga pergunta se lhe vai dar um sermão, justificando enfadada que um professor faltou e que está à espera de Bruno, Paulo e Tânia, com quem combinou encontrar-se. Isabel encaixa a má educação e até lhe dá dinheiro para os hambúrgueres. Quando os amigos de Mónica chegam ao café, Isabel obriga Tânia a ir avisar a mãe para onde vão. Mónica obedece, mas contrariada. Depois de os miúdos se afastarem, Luísa critica Isabel por ser permissiva com a filha, pois ela tratou-a como uma amiga. Na loja de Nicole, Mónica brinca com Hernâni e diz que num destes dias tem de deixá-los falar aos microfones do centro comercial, anunciando uma invasão de extra-terrestres. Todos se riem menos Nicole e, quando os miúdos saem, ela avisa Hernâni para os vigiar.

Cristóvão vai ter com Cátia e pede-lhe desculpa pelo mau humor dos últimos tempos, assumindo que já se resignou ao facto de ela não corresponder aos seus sentimentos. A vendedora de doces reconhece que não gostaria de perder a sua amizade e Cristóvão aproveita para lhe fazer ciúmes, contando que saiu com Matilde e que estão com boas possibilidades de se tornarem namorados. Cátia esconde o seu desagrado por perceber que a outra lojista está a roubar-lhe a atenção de Cristóvão.

Urbano estranha o sucesso que Ivo está a ter desde que se tornou massagista da clínica. Lúcia confirma que ele tem a agenda cheia e que há pessoas que so estão interessadas nos seus serviços. Ivo prepara-se para receber mais um cliente e despede-se de Urbano, piscando o olho a Lúcia que retribui com um sorriso forçado. Nesse momento, Vera chega à receção e pergunta por Sebastião. Lúcia disfarça o incómodo, principalmente quando o rapaz chega ao pé da namorada e a acarinha com abraços e beijos.

Mariana continua ansiosa com a possibilidade de estar grávida e Nonô aconselha-a a fazer um teste para tirar as dúvidas de uma vez. Ambas consideram que ela terá um problema se o teste der positivo. Nonô, por seu lado, confessa que está a sentir alguma dificuldade em adaptar-se à circunstância de Lucas ser cego, temendo magoar o namorado com qualquer coisa que diga sem pensar. Mariana desvaloriza os receios da amiga, que também receia que a mãe não aprove o seu relacionamento com Lucas pelo facto de se tratar de um invisual.

Raquel desabafa com Júlia e queixa-se de estar a ser cada vez mais pressionada pela Polícia Judiciária para entregar Hugo. A irmã volta a aconselhá-la a afastar-se mas Raquel considera que já é tarde demais, afirmando que há-de arranjar uma solução. Júlia aproveita para lhe contar que Salvador lhe pediu ajuda para se reaproximar de Mariana e que ela vai falar com a filha para perceber o que acha. Raquel duvida que a sobrinha queira reconhecer como pai, um homem que a abandonou.

Depois de se despedir de Júlia, Raquel prepara-se para entrar no carro mas é travada por Hugo que, em fúria, a acusa de o ter denunciado à polícia. Raquel fica em pânico mas consegue convencê-lo de que o inspetor com quem ele a viu a conversar está a investigar a empresa de acompanhantes de luxo de Adriana, a que ela pertenceu. Hugo fica com sentimento de culpa e pede desculpa pela sua desconfiança. Raquel aproveita a oportunidade para se fingir ofendida e entra no carro, gritando enquanto arranca que está tudo acabado entre eles. Hugo, muito arrependido, fica a vê-la sair do estacionamento.

Bernardo regressa a casa e conta a Teresa que Inês faltou a uma reunião com os clientes que ele lhe tinha arranjado. A mulher fica inquieta e telefona à nora, ciente de que algo de grave se está a passar. Os seus piores receios confirmam-se quando Inês lhe conta que Duarte pediu o divórcio, depois de ela quase ter sufocado o filho para o calar quando chorava. Teresa fica em choque e apenas consegue desejar-lhe as melhoras, enquanto Inês, depois de desligar a chamada, chora convulsivamente nos braços de Ester, sem que a avó saiba o que lhe fazer.

Luísa recebe a fatia de bolo que Isabel lhe serve e brinca, dizendo que agora que Miguel está de baixa tem feito menos exercício e que não pode descuidar-se com as calorias, pensando mesmo em voltar ao ginásio. Áurea chega nessa altura ao café e Luísa aproveita para lhe contar que Miguel prometeu falar com o patrão para lhe arranjar trabalho na loja de lingerie. A amiga agradece e também diz a Isabel que está interessada em fazer parte do grupo que faz teatro terapêutico. Isabel prontifica-se a pedir os contactos a Urbano. Nesse momento, a amena conversa das amigas é interrompida pela chegada de um segurança que escolta Mónica, Tânia, Paulo e Bruno, reportando que eles tentaram roubar um DVD de uma loja. Hernâni aparece e toma conta da ocorrência. Mónica assume a culpa, confessando que foi ela a tentar roubar o DVD. Tânia sai em sua defesa, dizendo que todos sabiam o que ela estava a fazer, pois queriam ver o filme juntos. Hernâni manda Tânia ir para a loja da mãe, prometendo conversar mais tarde sobre o assunto. Isabel está cheia de vergonha com o comportamento de Mónica e Áurea pergunta a Paulo e a Bruno o que é que lhes passou pela cabeça.

Ivo conta a Cristóvão que há mulheres a desmarcarem massagens noutras massagistas para usufruírem das suas mãos. Sónia troça de Ivo e garante que nunca o deixaria massajá-la. Nisto, repara que Cristóvão vai ajudar Cátia a pôr a fruta que escolheu num saco e, em tom de censura, pergunta se já são amiguinhos de novo. Eles garantem que nunca deixaram de se dar bem e Cristóvão vai mesmo mais longe, considerando Cátia como uma irmã. Mónica aparece nesse momento e desafia Cristóvão para ir ao cinema ver um documentário. Cátia disfarça o incómodo, enquanto Ivo comenta que ele se está a meter numa grande embrulhada. Sónia afirma com ironia que Cristóvão e Mónica foram feitos um para o outro.

Nicole dá um valente raspanete a Tânia e decreta que perdeu a confiança nela, proibindo-a de voltar a estar com Mónica de agora em diante. A filha ainda promete que não vão fazer mais asneiras, tentando escapar ao castigo, mas a manicura mantém-se irredutível. Hernâni olha para Tânia com ar reprovador.

Áurea explica a Paulo que vai ter de contar o que fez a Amélia e o rapaz teme pelo raspanete que a avó lhe vai dar. Ao filho, garante que no caminho de casa ainda vai pensar no castigo que lhe vai dar. Bruno fica receoso do que vai sofrer.

Isabel tenta perceber por que é que Mónica tentou roubar, mas ela responde simplesmente que foi porque lhe apeteceu. Isabel diz então esperar que ela tenha uma justificação melhor para dar ao pai. Mónica não parece muito preocupada, ao contrário de Isabel, que está destroçada com o incidente.

Júlia tenta fazer com que Mariana aceite falar com Salvador, mas ela responde que não sabe se lhe apetece estar com o pai biológico, pois foi Zé Maria quem desempenhou sempre aquele papel.

Duarte agradece a Gui que lhe foi fazer as compras ao supermercado, enquanto ele ficou a tomar conta de Martim. O irmão explica que não pode ficar para jantar, pois tem de acompanhar um jornalista da Blondie que vai fazer uma reportagem sobre o restaurante do hotel. Duarte pergunta a Gui se a mãe deu sinal de vida e, perante a negativa do irmão, diz que o que gostava mesmo era que ela pagasse pelo que fez.

Teresa está irritada com Inês e recrimina-a por ter tentado sufocar o neto. Bernardo lembra que não foi o único caso em que uma mãe desequilibrada tentou matar o filho. Ela aconselha o marido a fazer com que Inês perca o concurso para executar a obra que ele lhe arranjou, mas o advogado conta que já tratou do assunto. O casal é surpreendido pela chegada do inspetor Barreto, que se faz acompanhar por outro agente da Polícia Judiciária, com o propósito de a interrogar sobre a morte de Francisco, pois Duarte prestou declarações em que a acusou de ter assassinado o ex-marido. Teresa fica muito enervada, pois julgava estar livre de qualquer suspeita.

Bernardo percebe o nervosismo de Teresa perante os agentes da Polícia Judiciária e sai em seu auxílio, dizendo que ninguém mais do que ela está interessada em esclarecer a morte do ex-marido. Os agentes sentam-se a convite do casal e Teresa começa a responder às perguntas de Barreto, percebendo que não vai ter a vida facilitada.

Inês está mergulhada numa profunda depressão e diz a Ester que não tem apetite para jantar. Áurea tenta incentivar a filha dizendo que se deixa de comer desaparecerá. Inês aproveita a boleia para confessar que desaparecer seria uma boa solução, já que se não serve para ser mãe, não serve para nada. A mãe e a avó ficam ainda mais preocupadas. Bruno é repreendido por Ester, que diz ao neto ter ficado muito desiludida com ele por ter sido apanhado a roubar. Bruno assegura que se tratou de uma estupidez que não terá repetição. Áurea relembra zangada que ele vai ficar sem computador e que se acabaram os encontros com os amiguinhos.

Amélia vocifera contra Paulo e dá-lhe um castigo exemplar por ter participado na tentativa de roubo de um DVD no centro comercial. Alberto concorda com a empregada quando ela diz que os jovens de hoje não pensam no que fazem e acredita que o seu amigo Urbano saberá aplicar o corretivo necessário a Mónica. Amélia não tem dúvidas de que Mónica é uma má influência para os amigos.

Urbano acha insuficiente o castigo que Isabel pensou dar a Mónica e, depois de se acalmar, fala serenamente com a filha, fazendo-lhe ver que cometeu uma falha grave ao tentar roubar um DVD no centro comercial. O médico decreta a sua punição e Mónica acaba por aceitar, concordando que devia ser um exemplo para os amigos e não o contrário. A sós com o marido, Isabel agradece-lhe por ter sido contido na reprimenda que deu à filha.

Nicole aparece com um vestido espampanante para ir à inauguração da sua nova loja no Porto. Hernâni fica deliciado com o que vê mas Tânia, chamada pelo pai a pronunciar-se, diz que a indumentária está um pouco exagerada. Ainda zangada com a filha, Nicole diz que não deve considerar a opinião de uma menina que não sabe distinguir o que é certo do que é errado. Tânia escapa-se para a cozinha e a manicura começa a ficar insegura e considera a hipótese de deixar que Júlia vá sozinha à inauguração. Hernâni brinca com ela e lembra que a sociedade é das duas e por isso devem aparecer juntas nas fotografias do evento. Nicole, ainda mais irritada, vai experimentar novo calçado.

Júlia comenta com Artur a reaproximação de Salvador a Mariana, reconhecendo que a filha até pode desejar relacionar-se com o pai mas que ainda está magoada e ressentida por ele a ter abandonado. Artur deseja que ele não tenha segundas intenções e Júlia beija-o para acabar com a desconfiança do marido. O assunto muda para a inauguração da loja do Porto e Júlia confessa que não sabe se Urbano quer ir com ela e Nicole. A conversa é interrompida pela chamada de Madalena que dá conta a Júlia que foi convidada para cantar num clube de jazz em Nova Iorque.

Raquel é ajudada por Babi a preparar a festa de aniversário do Dancin’ Days quando o seu telemóvel toca. Ao ver que se trata de uma chamada de Hugo, recusa-se a atender e conta à amiga que acabou a relação com ele. Babi aprova a decisão da amiga, dizendo que não a lamenta.

Mariana está maldisposta e responde mal a João quando ele se preocupa com o seu estado de saúde, sugerindo que devia ir ao hospital. Ele acaba por dizer que a sua paciência tem limites e Mariana vai refugiar-se no quarto. João fica confuso com as alterações de humor que ela tem sofrido nos últimos dias.

Gui cumprimenta Filipa e o fotógrafo da revista depois do jantar que degustaram para fazerem a reportagem sobre o restaurante do hotel. Gui recebe os elogios da jornalista, ao mesmo tempo que irradia simpatia durante a conversa que mantém com ela. Depois de Gui se afastar, Filipa comenta com o fotógrafo que ele é muito simpático.

Bernardo esforça-se por acalmar Teresa, que está muito nervosa depois de ter sido interrogada pela Polícia Judiciária. O marido assegura que não há qualquer possibilidade de se descobrir que ela envenenou Francisco.

Vera está apressada para sair para a faculdade e despede-se de Áurea, que ganha coragem para ir acordar Inês.

De manhã, Mariana continua enjoada mas insiste em esconder de João que pode estar grávida. Ele continua a tolerar o seu mau humor e a tratá-la com carinho.

Urbano junta-se a Júlia e Artur em casa dos amigos e reconhece que a adaptação de Mónica, tal como ele e Isabel esperavam, não está a ser fácil. Nicole chega entretanto e mostra a sua indumentária, procurando a opinião dos presentes. Júlia é simpática e diz que ela está muito bem, enquanto Artur disfarça a sua reprovação do visual, esboçando um sorriso. Nicole não resiste em falar com Urbano sobre o incidente protagonizado pelas filhas e vinca que a ideia de roubar o DVD não foi de Tânia. O médico sente-se desconfortável, mas informa que colocou Mónica de castigo e que a situação não voltará a repetir-se.

Áurea fica entusiasmada por receber os contactos do grupo de teatro terapêutico que quer frequentar e desafia Inês para a acompanhar. A filha reage com indiferença e também rejeita a proposta de Ester para fazerem um bolo. Áurea sai de casa e Ester vai para a cozinha. Inês certifica-se de que está sozinha e telefona a Duarte. Este hesita mas atende a chamada, ainda que de forma seca. Inês diz que está com saudades dele e do filho e pede-lhe que a deixe ver o pequeno Martim. Duarte não se mostra muito recetivo à ideia, mas acaba por ceder ao pedido da mulher. Inês fica bastante mais animada mas é surpreendida pela avó a desligar a chamada e é obrigada a revelar que estava a falar com o marido. Entusiasmada, atira que Duarte não está tão certo assim de querer o divórcio. Ester olha para a neta com grande perplexidade.

Teresa decide empenhar-se em reconquistar os filhos e explica a Bernardo que planeou oferecer-lhes pequenos bens que pertenciam a Francisco. O marido acha o gesto bonito, mas avisa-a que a sua tarefa de se reaproximar de Duarte e Gui não vai ser fácil.

Filipa deixa Artur e Jorge muito curiosos ao elogiar o comportamento muito profissional de Gui quando ele foi fazer a reportagem sobre o restaurante do hotel.

Isabel tenta reabilitar a imagem de Mónica aos olhos de Hernâni, revelando que ela gosta muito de Tânia. O segurança assume que a filha também gosta muito de Mónica, mas acrescenta que, juntas, já se percebeu que só dá disparate. Isabel reforça que ela e Urbano vão conseguir disciplinar a filha.

Cristóvão aconselha-se com João sobre o melhor financiamento que pode conseguir no banco onde ele trabalha, pois quer tirar um doutoramento na faculdade. Quando fica sozinho, João telefona a Mariana para saber se ela está melhor. Mariana conta que teve de interromper a sessão fotográfica e que vai ser substituída por outra modelo. Depois de desligar a chamada, tira da mala um teste de gravidez que olha com preocupação.

Gui conta a Duarte que a mãe lhe ligou para lhes oferecer alguns pertences do pai. Duarte afirma que não quer ver a mãe e avisa o irmão para não se deixar enredar nas teias de Teresa, acreditando que a oferta que ela fez esconde segundas intenções. Ao saber que Duarte aceitou levar Martim para ver Inês, Gui alerta o irmão para o perigo que isso pode significar, recordando que ela tentou sufocar o filho e que o seu comportamento é imprevisível por causa da doença. Para além disso, acrescenta que Inês pode estar a pensar que ele desistiu da ideia de se divorciar e lembra que a mãe dela, Áurea, esfaqueou o namorado. Duarte fica a pensar no assunto com preocupação.

Por seu lado, Inês produz-se para receber Duarte, alimentando a esperança de que ele manterá o casamento. Ester fica preocupada por ver que a neta não assume que padece de uma perturbação mental grave.

Hugo espera por Raquel no parque de estacionamento do Dancin’ Days e implora perdão por ter desconfiado dela. Raquel acaba por ceder e toma a iniciativa de o abraçar e beijar de forma apaixonada. Babi chega nesse instante e testemunha o momento. O casal desprende-se, comprometido, e, depois de Hugo ir embora, Raquel confessa à amiga que não consegue resistir-lhe. Babi deseja que ela não venha a arrepender-se.

Mariana conta a Nonô que está grávida e que decidiu abortar, sem contar nada a João. Mariana chora convulsivamente e pede à amiga que a acompanhe, dizendo que não quer cometer o mesmo erro que cometeu com Gui. Nonô não sabe o que fazer.

nas redes

pesquisar