SIC

Perfil

De segunda a sexta

Dancin' Days - Resumo de 25 de abril a 01 de maio

Artur é acusado de abuso sexual de uma menor; Raquel faz o teste do HIV; Zé Maria e Emília casam-se; Júlia e Duarte encontram-se no funeral de Francisco!

Teresa, tensa e muito enervada, confirma a Duarte e a Gui que o corpo de Francisco terá de ser autopsiado para determinar a causa da morte. Consciente de que foi ela a acabar com a vida do marido, tenta que Duarte encontre maneira de evitar o procedimento legal, mas o filho limita-se a dizer que se trata de cumprir a lei e que não vale a pena fazer disso um problema. Gui concorda com o irmão, enquanto Lurdes diz que se trata de respeitar a memória do patrão, trocando com Teresa um olhar comprometido. Raquel e Mariana também olham uma para a outra sem perceberem o motivo para Teresa estar tão enervada. Duarte promete à mãe que vai fazer de tudo para que a imprensa não incomode a família, depois de Gui ter colocado a hipótese dos escândalos da família virem a lume. Depois de ficar a sós na sala, Teresa liga a Cátia e pede-lhe que acompanhe Gui no funeral de Francisco para evitar mexericos e para que não restem duvidas de que a família está unida. Cátia aceita o pedido da futura sogra e dá-lhe os pêsames.

Júlia sente-se insegura, duvidando se fez bem em enviar a mensagem de condolências a Duarte, temendo que Inês pense que ela está a tentar reconquistá-lo. Carminho e Madalena são da opinião que a amiga fez o que é normal quando alguém morre. Júlia faz menção de ir embora e diz que vai ter a primeira reunião como produtora de moda na Blondie e Madalena brinca com ela, recomendando-lhe que tenha cuidado com o diretor. Júlia responde que já pôs Artur no lugar há algum tempo.

Depois de Júlia se ir embora, Carminho diz que gostava de ser mosca para assistir à reunião para ver a colega de Jorge que tem andado a atirar-se a ele. De seguida, revela que está mais sensível aos cheiros nos últimos tempos e Madalena avança que ela pode estar grávida. A massagista diz que isso é quase impossível porque toma a pílula. No entanto, fica desconfiada e a pensar no assunto.

Alberto percebe que Amélia está mergulhada numa grande tristeza pela partida do neto para o Luxemburgo e mete-se com ela, desafiando-a para o ajudar a estudar inglês. A empregada não reaje como ele esperava, deixando-o preocupado. Bruno pede ao avô para dormir lá em casa, para se despedir de Paulo. Alberto diz ao neto que tem de pedir autorização à mãe. Áurea acede à pretensão do filho e mostra desejo de comprar um presente a Paulo. Ester concorda com a ideia e faz questão de ser ela a pagar.

Urbano pede um conselho a Zé Maria, confessando que não sabe o que fazer depois de ter desiludido Isabel quando disse que não queria filhos. Zé Maria diz com convicção ao amigo que ele ainda está em muito boa altura para ser pai e que não deve deixar escapar Isabel por essa razão. Urbano fica a pensar no que ouviu.

Teresa continua inconformada com a autópsia ao corpo de Francisco, protestando contra as autoridades. Duarte insiste para que a mãe compreenda que só se está a cumprir a lei. Inês volta a falar em adiar o casamento com Duarte, mas Teresa faz questão que a data se mantenha. Antes de ficar sozinha, Teresa pede a Duarte que prepare umas palavras para dizer no funeral do pai.

Jorge fica desagradado com Filipa, que o provoca com um sorriso durante a reunião com Júlia, na Blondie.

Artur insinua-se a Júlia e convida-a para jantar mas ela ameaça despedir-se se ele continuar com essas investidas. O jornalista brinca com o assunto e a conversa termina de forma cordial. Artur fica desalentado, mas não se dá por vencido.

Áurea vai à loja de decoração procurar um presente para oferecer a Amélia e Luísa convence-a a sair à noite.

Nicole bebe demais e deixa-se levar pela lábia de Hernâni. Quando ele está prestes a consumar a reconquista da ex-mulher, Tânia regressa à sala e interrompe os pais.

Alberto estuda Matemática mas fala em inglês, convencido de que assim consegue aprender as duas disciplinas. Vera sorri, pouco convencida com a estratégia do tio, enquanto Ester recomenda que o marido se concentre numa coisa de cada vez. Amélia refugia-se na cozinha para preparar o jantar, sem ultrapassar a tristeza de estar quase a ficar sem o neto. Bruno diz que vai passar a noite inteira a jogar com Paulo, antes que ele se vá embora para o Luxemburgo. O amigo lamenta ter de deixar a avó, mas Ester promete cuidar bem de Amélia. Alberto resmunga que não consegue concentrar-se nos estudos com toda a gente a falar à sua volta e vai para a saleta. Ester e Vera duvidam que o estudo que ele está a fazer dê resultado.

Jorge janta em casa com Carminho e comenta a reunião que teve com Júlia, antecipando que vai ser bom trabalhar com ela. Carminho provoca Jorge, dizendo que vai pedir à amiga para o controlar, perguntando de rajada se ele já disse a Filipa que não quer nada com ela. Jorge fica agastado e assegura que não vai ter essa conversa com a colega. O casal é interrompido pela notícia televisiva que dá conta da trasladação do corpo do conhecido advogado Francisco Oliveira para Portugal e que as autoridades exigiram a autópsia para determinar a causa da morte. Carminho exclama que deve existir uma suspeita mas Jorge diz que, nestes casos, é obrigatório esclarecer o que levou à morte da vítima.

Cátia conversa com Sónia e garante que, a partir de agora, vai estar mais perto de Gui, começando já por estar a seu lado no funeral de Francisco. Sónia aconselha-a a vestir-se bem, pois pode aparecer a imprensa. Cristóvão aparece nesse momento e irrita Sónia, dando-lhe cinco minutos para recomeçar o trabalho na mercearia. Ela trata-o mal e fá-lo ficar a pensar que não foi suficientemente firme. Sónia volta à conversa com a prima e pede-lhe que seja sua fiadora para aumentar os seios outra vez. Cátia diz que vai pensar no assunto.

Emília e Zé Maria comentam a desavença que se instalou entre Urbano e Isabel, dando graças por não terem que se preocupar com questões de maternidade ou paternidade.

O problema acaba por resolver-se mais rapidamente do que se esperava, pois Urbano vai ter com Isabel quando ela está a fechar o café e diz com grande sentimento que não a quer perder. O médico acrescenta que se ela tem o desejo de ser mãe, ele fará tudo o que for preciso para que isso aconteça. Isabel beija Urbano com ternura e ele abraça-a delicadamente.

Enquanto Luísa vai retocar a sua maquilhagem, Áurea fica sozinha no bar onde foram divertir-se. Lourenço, homem de meia-idade, aproxima-se dela e mete conversa. Quando Luísa regressa à mesa, Lourenço convida Áurea para dançar, deixando-a muito contente. Luísa, por sua vez, perscruta o ambiente, tentando descobrir alguém que lhe interesse.

Duarte tem dificuldade em escrever o discurso para o funeral do pai e nem as sugestões de Inês o inspiram. Aproveitando o facto da namorada ir tomar banho, Duarte telefona a Júlia para lhe agradecer a mensagem de condolências. Júlia confessa-se surpreendida com a chamada, mas a conversa decorre com grande cordialidade. Depois de desligar, Duarte fica muito pensativo.

Teresa desabafa angustiada com Lurdes, temendo que se descubra que envenenou o marido. A empregada afasta-lhe o sentimento de culpa, garantindo que se a verdade vier a lume testemunhará a seu favor, pois sabe que ela matou para não morrer.

Inês descobre a mensagem de condolências que Júlia mandou a Duarte e, cheia de raiva, chama-lhe cabra, jurando a si própria que ela não lhe roubará o namorado.

Artur está muito tranquilo a iniciar mais um dia de trabalho na revista, quando é interpelado por dois agentes da Polícia Judiciária. O espanto e choque toma de assalto a redação, quando um dos agentes diz que ele é acusado do abuso sexual de uma menor.

Artur é informado pelos agentes da Polícia Judiciária que quem o acusa de abuso sexual é Vanessa Castro, que ele reconhece como uma candidata a modelo que ele julgou num concurso. O jornalista acompanha os agentes, garantindo que vai esclarecer tudo rapidamente. Jorge é o primeiro a conseguir falar e diz que não queria estar na pele de Artur. Filipa acha que, por muito inocente que ele esteja, a sua imagem ficará sempre manchada. Júlia não disfarça o choque e decide ir para a clínica.

Carminho tem enjoos cada vez mais frequentes e é forçada a ligar para a clínica a avisar que vai mais tarde. Tem de correr para a casa de banho, sentindo que vai vomitar.

Amélia mostra-se indiferente à conversa de Ester, que pretende distraí-la para não pensar na partida do neto. Vera conversa com a tia e confessa que está ansiosa por saber a nota do exame de admissão que fez, pois gostava muito de entrar no curso que escolheu. Vera e Ester lembram-se de que Alberto também esteve a estudar a noite inteira para os seus dois exames, mas vão encontrá-lo a dormir em cima dos livros. Ester acorda-o com festas, mas ele reage assustado a pensar que faltou às provas. Áurea chega a casa dos pais muito bem disposta e provoca preocupação em Ester, pois a mãe pensa que ela pode estar a ter uma recaída. A filha tranquiliza todos, dizendo que se divertiu muito na noite anterior durante a saída noturna com Luísa.

Emília conta a Zé Maria que Isabel dormiu em casa de Urbano. Zé Maria acha que se trata de uma boa notícia e rejeita o estatuto de bom conselheiro, revelando que apenas fez Urbano perceber que se gosta realmente de Isabel, não pode armar-se em complicado.

Apesar de concordarem que gostam de estar juntos, Isabel e Urbano não se entendem quando o tema é ter um filho. Ela defende que não lhe devia impor essa condição para viver com ele, apesar de Urbano estar disposto a isso.

Carminho faz o teste e confirma que está grávida. Fica em enorme excitação e conta a novidade a Madalena. No entanto, é assaltada pela dúvida de ter a criança, porque continua a cismar que Jorge anda envolvido com Filipa. Júlia e Madalena reforçam que isso não é possível. Convictas de que Jorge a adora, incentivam-na a ligar-lhe, mas Carminho prefere dar-lhe a novidade pessoalmente, na revista.

Raquel conta a Babi que está num sufoco financeiro, quase sem dinheiro para pagar as contas. A amiga aconselha-a a pedir ajuda a Júlia mas ela responde que isso está fora de questão, pois não quer perder a confiança de Júlia e Mariana nem ser acusada de ser interesseira.

Gustavo procura Mariana e desculpa-se por ter saído de casa amuado quando ela terminou o namoro. Os dois selam a reconciliação com um abraço, interrompido por Nonô que toca à campainha. Antes de ir embora, Gustavo diz a Mariana que nunca a esquecerá e ela retribui. Nonô fica curiosa a pensar que eles reataram mas Mariana corta logo essa ideia à amiga.

Teresa insiste com Duarte e Gui para que prossigam a vida com normalidade e não se preocupem com ela. No entanto, não esconde que o facto de não saber nada sobre o andamento da autópsia de Francisco a está a deixar angustiada. Duarte promete que vai indagar e sai com Gui para retomarem o trabalho na agência de viagens. Teresa toma então a iniciativa de telefonar ao amigo de quem Duarte foi assessor para tentar saber o que se passa no instituto de medicina legal, que ainda não divulgou o relatório da causa da morte de Francisco. Lurdes ainda aconselha a patroa a não fazer perguntas, mas Teresa está demasiado perturbada para a ouvir.

Cátia aflige-se com os comentários de Miguel, Sónia e Cristóvão sobre a morte de Francisco e diz que eles parecem Ivo a falar. Sónia lembra-se que Miguel podia concorrer ao lugar, quando a loja de som que encerrou der lugar a um novo negócio. Sem se deter, sugere que ele pode ocupar o lugar de Gustavo na mercearia, mas Cristóvão opõem-se logo à ideia. Miguel prepara-se para ir embora, mas Sónia detém-se para lhe dar beijos, enquanto Cristóvão reprova com o olhar. Ela faz planos para uma viagem romântica aos Alpes, mas Miguel mostra-se pouco entusiasmado.

Isabel põe Luísa em sentido quando ela a bombardeia com perguntas, querendo saber se a amiga já se reconciliou com Urbano. Hernâni interrompe a conversa, desejoso de contar que já conseguiu penetrar na barreira que Nicole tinha erguido para o afastar do seu coração. Luísa vai embora, farta daquela conversa e chega Miguel, que nem olha para Hernâni. Este repete a história para provocar Miguel adicionando algum picante à narrativa e faz com que ele se vá embora, furioso. O segurança entusiasma-se depois a falar da ex-mulher e Isabel tem de lhe refrear o entusiasmo.

Na praia, Tânia dispara para Nicole que reparou muito bem que ela gostou de estar com o pai, tanto quanto ela. A mãe tenta autoconvencer-se de que consegue resistir ao ex-marido, mas já com muito menos vontade.

Madalena mostra-se feliz pela gravidez de Carminho, mas Júlia conta que ela tem de resolver a zanga com Jorge, pois não é bom andar tão nervosa por estar convencida de que ele tem outra mulher. Artur liga nesse instante e Júlia rejeita a chamada, contando a Madalena que ele está a ser acusado pelo abuso sexual de uma menor. Na revista, Artur esclarece que, afinal, é suspeito de coação sexual e que vai processar a menor que o acusa, dizendo que está inocente.

Carminho vai ter com Jorge à Blondie e conta-lhe que está grávida. Ele beija-a com carinho e compreende a razão do seu mau humor nos últimos dias. Carminho pede desculpa por ter tratado o companheiro tão mal, mas não deixa de armar um escândalo, abordando Filipa para lhe dizer que a desfaz se voltar a mandar mais mensagens insinuantes a Jorge. Ele cora de vergonha e arrasta-a para o café.

Alberto entra em casa eufórico a gritar que têm de abrir o champanhe, porque o exame de entrada para a faculdade foi canja. No entanto, o seu entusiasmo esbarra na tristeza de Amélia, que chora a perda do neto, que parte no dia seguinte com os pais para o Luxemburgo. Alberto dá um abraço desajeitado à empregada, perante o olhar embevecido de Ester que entretanto chegara. Para ajudar a consolar Amélia, Ester propõe-lhe que vão preparar um gostoso jantar de despedida.

Bruno, confessa que teme perder a amizade de Paulo, agora que ele vai para o estrangeiro com os pais. Inês faz ver ao irmão que os amigos verdadeiros são para toda a vida. Áurea aproveita para contar a Inês que conheceu um homem bastante interessante durante a ida ao bar com Luísa.

Júlia e Madalena divertem-se ao saber que Carminho aplicou um corretivo em Filipa, avisando que a quer longe de Jorge. Raul vai buscar Madalena e saem os dois, apaixonados, para jantar.

Nonô sente ciúmes quando Mariana convida Vera a sentar-se à mesa do café no shopping. Gui aparece entretanto a caminho da loja de doces e fica perturbado ao ver que Mariana e Vera estão juntas. Elas acenam-lhe e ele retribui, constrangido. As raparigas assumem sentir pena dele pelo momento que está a passar, mas Vera confessa que não faz sentido falar com ele, depois do que se passou entre ambos.

Cátia fica intrigada quando Gui confirma que ainda não há notícias sobre o resultado da autópsia do pai.

Teresa fica à beira de desfalecer e busca apoio no olhar de Lurdes, quando Duarte lhe entra em casa e, com ar pesaroso e grave, diz que já é conhecida a causa da morte do pai.

Teresa fica surpreendida, mas também aliviada, quando Duarte conta que a autópsia ao cadáver de Francisco revelou que ele morreu com um ataque cardíaco. Duarte culpa-se pela morte do pai, mas a mãe apressa-se a dizer que o marido é que teve uma vida de excessos, pagando por isso. Duarte, pouco convencido, telefona a Gui para dar a notícia ao irmão. Este conta depois a Cátia e a Sónia que a autópsia de Francisco confirmou o que já se esperava e que o pai morreu de ataque cardíaco. Sónia deixa Gui encavacado ao dar-lhe um grande abraço para o animar. Cátia lamenta-se a Sónia por não poder dar ao namorado o apoio que queria, pois tem uma reunião de trabalho em que ficará a saber o papel que vai ter no programa de televisão. A prima desvaloriza a importância que Cátia pensa ter como atriz e deixa-a sem fala quando lhe pede que seja sua fiadora para outra operação aos peitos.

Nesse instante, Luísa atrai Hernâni à loja de decoração, fingindo que precisa de ajuda para abrir o cofre. Enquanto o chefe da segurança se esforça por ajudar, Luísa começa a seduzi-lo. Hernâni resiste e a decoradora, irritada por estar a ser rejeitada, chama Miguel para a ajudar. Sem que os dois rivais vejam, coloca no cofre a chave correta, fazendo com que Miguel o consiga abrir e Hernâni fique mal visto.

Na doçaria, Cátia explica a Sónia que a vida não está para investimentos arriscados, recusando ser sua fiadora para os implantes nos peitos. A prima fica irritada e prepara-se para ir ter com Miguel à livraria, mas Hernâni mete veneno e insinua que o namorado está enrolado com Luísa na loja de decoração. Sónia vai a correr ter com eles e interrompe o idílio na altura certa. Miguel, atrapalhado, disfarça e diz que o cofre já está a funcionar, despedindo-se de Luísa que fica frustrada. Já fora da loja, Sónia avisa Miguel para o apetite que Luísa tem pelos homens das outras. Hernâni observa a cena e deixa escapar um sorriso de vitória, merecendo uma reprimenda de Isabel.

Teresa compensa a lealdade de Lurdes e convida-a para que lhe faça companhia ao jantar. A empregada agradece a distinção e Teresa confessa que viveu em grande tensão, desde que percebeu que o marido a queria matar, até ser ilibada de o ter assassinado. Lurdes conforta a patroa dizendo que ela foi muito corajosa e que agora pode finalmente ter paz.

Inês pergunta subtilmente a Duarte se Júlia lhe enviou alguma mensagem de condolências. Duarte confirma que sim, mas avisa a noiva que não tem motivos para se preocupar com Júlia. Inês abraça o noivo mas não fica tranquila com a resposta.

Júlia conversa com Mariana e confessa ter ficado satisfeita por ela ter feito as pazes com Vera, afirmando que esta foi infeliz ao relacionar-se com o rapaz errado e acabando por se envolver com o mundo da droga. Júlia muda de assunto e pergunta à filha se tem falado com Raquel. Mariana responde que tem ideia que a tia está a passar outra vez por dificuldades e Júlia revela a esperança de que a irmã não volte a cometer os mesmos erros. Nesse instante, Raquel, sozinha em casa, toma uma bebida mas irrita-se ao ver as contas que tem para pagar, sem poder satisfazer os seus compromissos. Com raiva, amachuca os papéis e mergulha nos seus pensamentos, com um ar apreensivo.

Em casa da família Galvão prepara-se o jantar de despedida a António, Alice e Paulo que estão de partida para o Luxemburgo. Alberto divaga e tenta saber junto de António se o negócio de comida terá viabilidade por aquelas paragens, mas Ester repreende o marido, insistindo para que tenha os pés assentes na terra. Áurea recebe uma chamada de Lourenço e vai atendê-lo toda derretida, longe de todos. Ester fica intrigada mas Alberto desvaloriza. Carminho e Jorge chegam nesse instante e provocam a alegria geral ao anunciarem que vão ser pais. Jorge está eufórico, enquanto Carminho fala da sua gravidez com grande prudência.

Amélia comove-se quando chama os miúdos para a mesa, dizendo que é a última vez que chama o neto. Ester abraça a empregada e lembra-lhe que o momento não deve ser vivido com tristeza.

Zé Maria confessa a Urbano que está ansioso por casar com Emília, reconhecendo que nunca pensou que isso lhe pudesse acontecer tão rápido, depois de se ter separado de Raquel. O médico pergunta se ele ainda sente algo pela ex-mulher. Zé Maria confirma que ela já faz parte do passado.

Emília conta a Luísa e a Isabel que está desesperada, pois não conseguiu arranjar o bouquet que queria para o casamento. Luísa troça da situação e promete que vai resolver o problema. Emília não fica descansada.

Apesar de confortada por todos, Amélia não resiste a chorar a partida de António, Alice e Paulo para o Luxemburgo. Na despedida, oferece ao neto uma foto de ambos para ele colocar no quarto novo. Ester e Alberto causam sensação pela elegância que exibem, já vestidos para o casamento de Emília e Zé Maria.

Bruno está triste com a partida de Paulo para o Luxemburgo, mas Áurea anima o filho ao propor uma ida ao cinema com direito a hambúrguer e guloseimas.

Duarte ultima os preparativos para o funeral do pai e constata que foi preciso Francisco morrer para ele se aproximar da mãe. Inês sugere-lhe que se mudem uns tempos para casa de Teresa, pois gosta muito dela. Duarte concorda que precisa de estar mais tempo com a mãe, mas recusa ir viver com ela. Inês diz que o ama muito e Duarte retribui, mas não é sincero.

Sabendo que Raquel está a passar por uma fase difícil, Júlia visita a irmã e conta-lhe que comprou o Dancin’ Days a Hugo e que quer que seja ela a geri-lo. Raquel abraça Júlia, agradecendo a ajuda que lhe está a dar. Depois dela sair, Raquel atende uma chamada de Adriana que diz precisar de conversar com ela.

Emília está a poucos instantes de se casar com Zé Maria e insiste que não gosta do bouquet que tem na mão. Raul chega nesse instante acompanhado por Madalena e surpreende a mãe com um novo bouquet para a cerimónia. O médico conta que foi Luísa quem o avisou de que ela não estava satisfeita com o que tinha. Emília abraça o filho e agradece-lhe o gesto. Ester e Alberto chegam esbaforidos ao local da boda, mas Zé Maria sossega-os dizendo que o casamento ainda não começou.

Carminho conta a Júlia que a família quase atirou foguetes quando ela contou que está grávida. Mudando de assunto, pergunta-lhe onde andou a manhã toda. Júlia responde que foi oferecer a Raquel a gerência do Dancin’ Days, pois a irmã tem de ser ajudada. Carminho compreende a atitude de Júlia mas não a aprova.

Raquel recebe Adriana em sua casa e fica em estado de choque quando ela a aconselha a fazer o teste do HIV, pois um dos clientes com quem saiu está infetado com o vírus da SIDA. Raquel não confirma se dormiu com o homem, pois ficou aterrada com a possibilidade de também estar infetada.

Embora consiga disfarçar o grande choque que apanhou, Raquel mente a Adriana e garante que não dormiu com o cliente que está infetado com o vírus da SIDA. Adriana fica aliviada, mas confessa que o assunto está a ser para ela uma grande dor de cabeça e que todas as outras acompanhantes estão já a fazer exames de despistagem. Raquel está muito enervada e disfarça o seu estado de espírito como pode.

Zé Maria e Emília são declarados marido e mulher e são aplaudidos pelos convidados. Luísa deixa escapar uma lágrima. Isabel troça da amiga e diverte-se quando ela diz que está apenas com alergia ao pólen.

Artur encontra Júlia na clínica e faz questão de clamar a sua inocência no caso de assédio sexual a uma menor, de que está a ser acusado. Júlia certifica-se de que ele fala verdade e aceita as suas explicações, combinando encontrar-se mais tarde com ele na revista.

Bruno joga na consola com Inês e troça da irmã porque lhe ganha sempre. Inês oferece-se para o levar ao cinema e Áurea fica grata à filha, dizendo que assim pode aproveitar para fazer umas compras no centro comercial. Inês percebe a motivação da mãe e leva o irmão para lavar as mãos antes de irem para a mesa para que Áurea fique sozinha e possa convidar Lourenço para tomarem um café.

Duarte e Gui almoçam juntos e sem grande apetite. Duarte recorda o momento em que viu o pai já sem vida, enquanto Gui avança que a mãe, apesar do seu ar austero, deve estar arrasada. Mudando de assunto, Duarte conta ao irmão que falou com Júlia, depois de ela lhe ter mandado uma mensagem de condolências. Gui insiste com ele para que esqueça Júlia, uma vez que persiste em casar com Inês. Duarte continua a mentir a si próprio, mas sabe que não é esse o caminho que quer seguir.

Júlia e Raquel desfrutam da massagem que tinham combinado fazer. Raquel volta a agradecer com sinceridade à irmã a ajuda que lhe está a dar ao nomeá-la gerente do novo Dancin’ Days.

Hernâni tenta envenenar Sónia contra Miguel mas ela afirma com grande irritação que confia no namorado e que não é como Nicole para perder o homem para outra. Furiosa, diz que até o vai procurar para lhe dar um beijo.

Miguel surpreende Cristóvão a falar em surdina ao telefone e tenta saber o que ele está a fazer. Depois de muito o pressionar, consegue que ele confesse que é agente artístico de uma atriz no desemprego, obrigada a fazer striptease enquanto não obtém um papel à sua altura. Miguel ri do que ouve e não acredita numa palavra, passando ao assunto que o levou à Flor de Sal. O vendedor quer fazer uma surpresa a Sónia, preparando-lhe um jantar especial, mas não sabe o que ele gosta. Cristóvão não consegue ajudar, até porque Sónia aparece nesse momento e vai com Miguel beber mais um café. Cristóvão tenta impedi-la, mas Sónia não lhe liga e sai na mesma.

Cátia regressa ao shopping muito desiludida e conta que vai fazer de árvore conselheira no programa de televisão. Miguel troça mas Sónia obriga-o a calar-se. Miguel repara na cara embevecida de Cristóvão a olhar para Cátia. Quando as primas se afastam, Miguel vai ter com ele e pergunta-lhe se Cátia é a atriz striper que ele está a agenciar. Cristóvão nega com grande atrapalhação, mas o vendedor percebe que ele está a mentir e comenta com os seus botões que aquela história vai ter muita graça.

Depois de terminarem a massagem de relaxamento, Júlia oferece ajuda financeira a Raquel até que esta comece a trabalhar no clube, mas a irmã recusa. Raquel aceita apenas o convite para jantar.

Alberto elogia a comida servida no casamento de Zé Maria e Emília. Raul concorda e diz que já não consegue comer mais. Madalena assinala a simplicidade da boda e o bom gosto do serviço. A chegada de um carro antigo antecipa a partida dos noivos para a lua-de-mel em Cabo Verde. Emília despede-se de Raul, garantindo ao filho que vai ter muitas saudades dele. Zé Maria corresponde ao abraço emocionado de Mariana, que deseja ao pai as maiores felicidades. Antes da partida dos noivos, Emília lança o bouquet às convidadas solteiras. Luísa tenta escapar, mas é nas suas mãos que o ramo de flores vai cair. Conformada com a sorte de ser a próxima a casar, Luísa já não pede um milionário, contentando-se com um jovem rico.

O carro antigo arranca transportando Emília e Zé Maria para a sua viajem de núpcias. Alberto comenta que se podia lançar no aluguer de carros antigos e Ester, conhecedora do espírito sonhador do marido, apressa-se a dizer que já não precisam de mais negócios.

Áurea e Lourenço estreitam a sua intimidade e começam a tratar-se por tu. Ele mostra-se sedutor e diz que nunca casou porque é difícil encontrar uma mulher que aceite a sua vida profissional, pois trabalha em cruzeiros e está constantemente a viajar. Ela fica um pouco desiludida mas tenta disfarçar. A conversa é quebrada pela chegada de Bruno e Inês, que Áurea se apressa a apresentar como seus filhos. Depois de se despedirem, Lourenço faz sinal a Áurea de que lhe vai telefonar mais tarde.

Duarte e Gui encontram-se com Júlia no ginásio da clínica. O momento é de constrangimento para Júlia e Duarte, enquanto Gui intervém para quebrar o silêncio comprometedor que se gera, mas sempre atento aos movimentos do irmão. Depois de algumas palavras de circunstância sobre a morte e o funeral de Francisco, Duarte e Gui vão treinar, enquanto Júlia disfarça o seu incómodo à chegada de Raquel, dizendo que vai telefonar a Mariana para ver se ela está livre para jantar. A filha aceita o convite e promete levar Carolina consigo.

Nonô chega nesse momento para lanchar com a amiga e ensaia uma cena de ciúme ao saber que Vera também foi convidada. Antes de abrir a porta a Vera, Mariana pede a Nonô que a receba bem. A conversa entre as três raparigas acaba por decorrer na melhor harmonia e Mariana, aproveitando um momento em que fica a sós com Vera, agradece que ela a tenha perdoado por lhe ter roubado Gui. Compreensiva, Vera afirma que o incidente lhe parece ter ocorrido noutra vida.

Duarte está desconcentrado durante o treino e fica agastado com Gui, que não pára de dizer que ele ficou afetado por ter falado com Júlia.

Depois do casamento de Emília e Zé Maria, Isabel aceita ir a casa de Urbano. Quando este se lembra que ela vai ser tia e diz que tem de telefonar a Jorge para lhe dar os parabéns, o ambiente fica pesado, pois o assunto da maternidade é sensível para Isabel. Urbano conclui que o relacionamento entre ambos está a ser difícil e Isabel, antes de ir embora, deixa claro que uma vez que pretende ser mãe, não pode perder tempo numa relação sem futuro. Urbano fica perplexo com as suas palavras.

Carminho sente que ficou empanturrada com o jantar. Jorge brinca e diz que ninguém a obrigou a comer tudo. Ambos conversam sobre o bebé que ela espera, desejosos de assistirem à primeira ecografia. Jorge brinca e afiança que, seja menino ou menina, jogará à bola. Carminho garante que, se for menina, será uma princesa.

Raquel janta com Mariana e Júlia e fica pouco tempo depois de terminar a refeição, alegando que está com dores de cabeça e que precisa de descansar. Quando ela sai, Júlia comenta com a filha que Raquel está com aquela disposição por causa das contas que tem para pagar e não pelo casamento de Zé Maria. Mariana duvida que a tia deixe de cometer erros, mas Júlia insiste que deve ajudar a sua única irmã.

Duarte, Inês, Gui e Cátia aguardam que Teresa desça para seguirem para o funeral de Francisco. Quando isso acontece, Teresa cumprimenta todos com um beijo, exceto Cátia, a quem estende a mão, tratando-a com frieza. Cátia fica incomodada mas decide não reagir à desfeita.

Raquel desperta enervada e recusa o convite de Babi para tomar o pequeno-almoço, dizendo que teve uma noite de insónias e não está com boa disposição. Depois de desligar o telefone, sai decidida de casa, murmurando esperar que tudo corra bem.

Madalena confessa a Júlia que a sua relação com Raul está a correr muito bem, tirando o facto de ainda não ter coragem de fazer amor com ele. Júlia conta, por seu lado, que falou com Duarte e, perante a curiosidade da amiga, revela que vai estar presente no funeral de Francisco, apesar de saber que Inês não vai gostar de a ver. No entanto, afirma com convicção que é seu dever demonstrar ao ex-namorado que está solidária com ele.

Raquel dirige-se a uma clínica e, denotando grande tensão, pede ao funcionário para fazer o teste do HIV.

Mariana chega a casa de Júlia e confessa sentir-se estranha por no dia anterior ter estado num casamento e, um dia depois, estar preparada para ir a um funeral. Júlia muda de assunto e diz esperar que Raquel não se atrase. Mariana conta à mãe que já está inscrita no workshop de fotografia e ela diz que lhe empresta os livros que trouxe de Milão. Num impulso, Júlia decide ligar a Raquel. Esta não atende a chamada e coloca o telefone no modo "silêncio", porque está ansiosa por saber o resultado da análise ao HIV que acaba de fazer.

Ester e Alberto aguardam que Áurea chegue para seguirem juntos para o funeral de Francisco. Ester alegra-se pela gravidez de Carminho e mostra o desejo de falar com a filha, pedindo-lhe que eduque a criança segundo os rituais judaicos. Vera lembra que a prima nunca foi muito dada às religiões, mas Ester não se demove. Áurea chega com Bruno, que vai ficar ao cuidado de Amélia. Alberto diz que se não fosse por Inês quem ficava em casa com o neto, acrescentando que até nem gostava de Francisco, que lhe ganhou uma fortuna ao poker. Amélia critica o patrão por ter jogado e Ester repreende Alberto, esperando que ele não se atreva a falar do assunto durante o funeral.

Sónia comenta com Luísa e Isabel que, naquele momento, Cátia deve estar a esfregar cebola nos olhos para chorar no funeral de Francisco. Isabel, compadecida com a situação, lamenta a perda de Teresa em tais circunstâncias, até porque estava numa espécie de segunda lua-de-mel com o marido. Sónia muda de assunto e pergunta como correu o casamento de Emília e Zé Maria. Isabel conta que tudo correu bem e que Luísa será a próxima a casar, pois apanhou o bouquet da noiva. Sónia fica picada e diz que o próximo enlace é o seu com Miguel e que não há mezinhas que façam com que Luísa desencalhe. Esta reage e diz que não precisa de roubar o homem às colegas para depois ser apanhada dentro de uma carrinha. A discussão instala-se entre as duas, com Sónia a sair amuada para a loja gourmet, enquanto Luísa lhe deita um olhar que ameaça vingança.

Cristóvão repreende Sónia quando ela entra na loja, dizendo que não pode continuar a deixar o trabalho durante tanto tempo. Ela responde que até a dormir é mais produtiva do que ele, acabando com a discussão. Alheio à conversa, Hernâni fala ao telefone com Tânia, explicando à filha que não pode passar o dia com ela e Nicole, por estar a trabalhar. Hernâni pede para falar com a ex-mulher e confessa que adorou passar o dia na praia com elas. Nicole retribui, mas põe-no em sentido quando ele começa com os piropos. Finda a chamada, Hernâni dá de caras com Sónia que o provoca, perguntando se Nicole cura o desgosto de amor na praia. Hernâni responde que Nicole não tem qualquer desgosto, porque só o amou a ele na vida. O segurança deixa Sónia amuada agradecendo-lhe por ter ficado com Miguel, pois assim só se estraga uma casa. A sós com Cristóvão, ela murmura que a inveja será mais do que muita quando operar os peitos outra vez. Cristóvão deixa-a a ferver ao antecipar que ela ainda vai ter problemas de coluna se continuar a injetar silicone na caixa torácica.

Enquanto isso, Miguel e Luísa trocam frases sedutoras, sem esconderem que estão interessados um no outro.

Na clínica onde fez o exame de despistagem do HIV, Raquel desespera por não saber ainda o resultado. O passar do tempo parece-lhe uma eternidade até que, finalmente, a enfermeira chega junto dela e entrega-lhe o papel com o resultado da análise. Raquel procura ler o relatório com grande atrapalhação, mas a enfermeira abrevia-lhe a angustia e revela que o teste deu negativo e que ela não está infetada. Raquel senta-se quase desfalecida e agradece a Deus por estar bem de saúde.

Já no cemitério, Júlia confessa a Mariana que está a estranhar a ausência de Raquel, pois ela tinha dito que estaria no funeral de Francisco. Mariana vai cumprimentar Gui com um beijo, enquanto Inês apresenta Ester, Alberto e Áurea a Teresa, que recebe os pêsames dos avós e mãe da futura nora. Júlia troca algumas palavras com Duarte, que confessa não ter ainda interiorizado que o pai morreu. Teresa e Inês observam-nos com desagrado. A conversa entre ambos é interrompida pelo padre, que inicia a cerimónia fúnebre.

Raul deixa Madalena em casa, depois de ter ido com ela comprar os cadernos para a escola de canto. O clima entre ambos é de grande cumplicidade e o médico aproveita o facto de comentar a viajem de núpcias que a mãe está a fazer em Cabo Verde para sugerir à namorada que tirem umas folgas para fazerem uma escapadela os dois. Madalena até concorda com a ideia mas fica com uma ar comprometido.

Urbano vai ter com Isabel e convida-a para jantar, reconhecendo que a quer compensar pelas palavras infelizes que lhe dirigiu. Desajeitado, volta a comprometer as suas intenções pressionando-a para ir viver consigo. Isabel fica ainda mais enervada e adota um ar sério, reafirmando que nem quer falar mais desse assunto. Urbano pede desculpa e despede-se forçando um sorriso, perante o desconsolo de Isabel.

Carminho prepara-se para aspirar a casa, mas Jorge impede-a por estar grávida, propondo um passeio a dois como alternativa. Ela gosta da ideia mas com a condição de ser ele a cumprir a tarefa. Jorge esquiva-se com habilidade e convence levar Carminho na sua cantiga.

Duarte faz o discurso fúnebre de homenagem ao pai, antes do corpo de Francisco ser depositado no jazigo da família. Raquel chega discretamente nessa altura e sussurra para Júlia que se atrasou. Duarte termina o discurso e é abraçado por Gui. Teresa observa com olhar duro o trabalho dos coveiros, que conduzem Francisco à sua última morada.

Ester e Alberto comentam com Vera e Amélia o funeral de Francisco. Todos aguardam com alguma impaciência que Áurea termine uma chamada para poderem almoçar. Ela surge finalmente e pede aos pais que fiquem com Bruno durante a tarde, pois tem um compromisso. Ester troca um olhar preocupado com Alberto, mas nada diz.

Cátia quer demonstrar solidariedade a Teresa e acaba por ser inconveniente ao comparar Gui a Francisco, considerando que eram muito parecidos. Teresa ironiza, dizendo que ela reparou nesse pormenor, mesmo conhecendo tão mal o seu marido. O ambiente vai ficando cada vez mais pesado e Teresa humilha Cátia à frente de Inês e Lurdes, dizendo que só a tolera na sua sala para não contrariar Gui. No entanto, deixa claro que nunca serão amigas e que lamentará sempre a escolha do filho. Este aparece depois de já ter mudado de roupa e nota alguma tensão no ar. Cátia pede-lhe, quase à beira das lágrimas, que a leve ao shopping, dizendo que tem de ir trabalhar.

Raquel, mais aliviada do que nunca, justifica-se a Júlia e a Mariana, dizendo que chegou atrasada ao funeral de Francisco porque adormeceu.

Lourenço passeia com Áurea e rouba-lhe um beijo. Ela sorri, sem reprovar o seu avanço.

Inês consola Duarte, que está muito abatido com o funeral do pai e dispõe-se a adiar o casamento, se ele achar que é melhor. Duarte recusa essa ideia e assume com convicção que Francisco gostaria de manter tudo como está.

Madalena faz ver a Júlia que Inês tem razão em temer que ela lhe roube Duarte. A amiga não quer falar do assunto e Madalena foca-se no seu problema, temendo aceitar ir para fora com Raul e que ele se farte dela, caso não seja capaz de se entregar totalmente a ele. Júlia garante que Raul gosta muito dela e que vai saber esperar. Madalena aceita a opinião, mas não fica convencida.

Áurea regressa a casa eufórica, depois do encontro romântico com Lourenço. Preocupado, Alberto pergunta à filha a que se deve a boa disposição. Ela apenas reconhece que esteve com um amigo. Jorge aconselha o sogro a não ser conservador e brinca com ele quando Alberto diz não saber a quem sairá a filha tão sonhadora, a ponto de só fazer asneiras.

Áurea conta a Ester, Carminho e Amélia o seu encontro e pede à mãe que não fique preocupada, garantindo que está tudo bem consigo e que a sua euforia nada tem que ver com a doença.

Teresa comenta com Lurdes que está ansiosa por retomar a sua vida normal e esquecer que vivia com uma homem que a quis matar. A empregada age com grande cumplicidade, como se fosse uma sua amiga e confidente de longa data. Teresa está convencida que tem nela uma verdadeira amiga mas, mal vira costas, Lurdes observa-a com uma expressão cínica.

Cátia está amuada por ter sido humilhada por Teresa e conta a Gui que ela a procurou no clube de striptease antes da viagem aos Alpes. Ele fica transtornado pelo facto da mãe saber que Francisco foi amante de Cátia e também por ela saber do triângulo amoroso que protagonizaram. Gui não esconde a sua perplexidade quando Cátia afirma que desconfia que Teresa matou o marido para se vingar.

Lurdes entrega a Teresa as cartas que o carteiro acabou de deixar em casa. A patroa fica em estado de choque ao abrir a correspondência do banco, verificando que as suas contas não têm um tostão. Além de Teresa, Lurdes também fica perturbada.

Teresa olha boquiaberta para os extratos que o banco lhe enviou, constatando que todo o dinheiro que possuía desapareceu. Desesperada, telefona para o gestor das suas contas, que lhe confirma possuir os talões de levantamento com a sua assinatura. Teresa decide então ir pessoalmente ao banco para esclarecer a situação. Ao mesmo tempo, recorda que já por uma vez o marido tinha falsificado a sua assinatura para vender uma propriedade, à sua revelia. Teresa deixa escapar que Francisco, mesmo debaixo da terra, ainda lhe consegue infernizar a vida. Lurdes fica preocupada ao ver a ansiedade da patroa e tenta fazê-la acreditar que tudo não passará de um mal-entendido.

Gui discute com Cátia, indignado por ela ter levantado a possibilidade de Teresa ter assassinado Francisco. O rapaz defende que a mãe não é uma assassina e recorda que a autópsia ao corpo do pai revelou que ele morreu de ataque cardíaco. Cátia percebe que se excedeu e confessa estar irritada pela forma como Teresa a humilhou. Gui não aceita o pedido de desculpa da namorada, lembrando que precisa de apoio e não de que ela levante suspeitas infundadas sobre a mãe. Apesar dos carinhos que Cátia lhe faz, Gui sai de casa irritado.

Artur está reunido com Júlia a tratar de questões de trabalho quando Jorge assoma à porta do gabinete com ar grave. Traz na mão uma revista em cuja capa aparece a jovem que acusa Artur de coação sexual. O diretor da Blondie fica arrasado, mas resigna-se a esperar que o tribunal limpe a sua imagem. Júlia e Jorge olham para Artur, com pena dele.

Carminho conta a Madalena como foi emocionante observar o seu bebé através da primeira ecografia e confessa-se indiferente sobre o sexo da criança. Deseja apenas que nasça com saúde e brinca com a amiga, dizendo que a próxima a engravidar será ela, uma vez que a relação com Raul está a correr às mil maravilhas. Madalena esboça apenas um sorriso amarelo.

Cátia lamenta-se a Sónia e Cristóvão por ter sido humilhada por Teresa. A prima, em vez de dar ânimo, decreta que a sogra a marcou desde o início. No entanto, também acrescenta que ainda lhe vai esfregar os autógrafos na cara quando for uma celebridade, depois de gravar o programa de televisão em que vai participar. Cátia fica ainda mais desalentada porque o papel que vai encarnar é o de uma árvore, mas Cristóvão diz que este é só o princípio de uma grande carreira. Sónia trata de o diminuir e arrasta Cátia com o pretexto de irem ao café. Cristóvão quer pô-la a trabalhar mas não se consegue impor.

Isabel e Luísa tentam adivinhar que negócio vai ocupar o espaço da loja de som que era de Hugo. Nesse instante juntam-se à conversa Sónia e Cátia. Cada uma avança com a sua teoria mas chamam Hernâni na esperança de que ele saiba algo de concreto. O segurança desilude o mulherio, avançando que apenas sabe que a loja vai abrir em breve. Isabel mete-se com Luísa e diz que a nova loja vai ser especialista em bouquets de noiva. Cátia ajuda à festa e acrescenta que a decoradora será a próxima a casar porque apanhou o bouquet de Emília. Sónia zanga-se e afiança que será ela a próxima noiva, casando com Miguel. Luísa devolve a provocação a Isabel e garante que ela não tardará a ir viver com Urbano.

Urbano aconselha-se com Alberto, tentando perceber como melhorar o seu relacionamento com Isabel. O amigo revela que o segredo do sucesso do seu casamento com Ester é dizer que sim a tudo porque, afinal, são as mulheres que mandam no mundo. Urbano fica a pensar na receita que o amigo acabou de lhe dar.

Teresa analisa minuciosamente cada talão bancário e cada documento que trouxe nas pastas que Francisco tinha no escritório, ansiosa por descobrir onde é que o marido pôs o dinheiro que desviou das suas contas. Lurdes assiste preocupada à busca obsessiva da patroa, que recusa sequer pensar em vender as propriedades da família para viver.

Duarte aperta com Gui para saber a razão do seu silêncio na agência. O irmão conta que discutiu com Cátia, porque ela lhe escondeu que Teresa já sabe que ela faz striptease e que foi amante do pai. Duarte garante que com o feitio que a mãe tem, deve estar a trepar pelas paredes. Gui acrescenta que também ficou irritado porque Cátia desenvolveu a teoria de que Teresa matou Francisco na Suíça. Duarte desvaloriza e diz que ela só disse isso por estar magoada com as humilhações a que Teresa a sujeitou. Gui duvida que, mesmo assim, fique tudo bem entre ele e a namorada, mas concorda que vai ter de conversar francamente com a mãe.

Teresa descobre que Francisco abriu uma conta em seu nome antes de viajar para a Suíça e convence, sob ameaça, o gerente do banco a fornecer-lhe o extrato dos movimentos para confirmar se o marido desviou para lá o dinheiro. Lurdes, em tom elogioso, afirma que Teresa consegue ser muito persuasiva.

Raquel convida Babi para almoçar e espanta a amiga ao cozinhar uma saborosa refeição. Explica que a sua euforia se deve ao facto de estar prestes a regressar como gerente ao Dancin’ Days, pois Júlia vai comprar a discoteca a Hugo e ofereceu-lhe o lugar. Babi comenta que Júlia é uma pessoa extraordinária e Raquel não tem vergonha de reconhecer que deve muito à irmã.

Mariana conversa com Nonô enquanto lhe tira fotografias para treinar para o workshop em que vai participar. Nonô confessa-se ansiosa para saber o resultado dos exames de admissão à faculdade, enquanto Mariana faz uma espécie de ceninha de ciúmes, temendo que as novas amizades de Nonô as possam afastar. A amiga dispõe-se a apresentar-lhe toda a gente, mas o choro de Carolina faz com que Mariana diga que não vai poder andar com eles nas noitadas, por causa da filha.

Vera está numa pilha de nervos, ansiosa pela saída do resultado dos exames, e diz não perceber como é que Alberto está tão calmo. O tio responde que está tranquilo porque tem ampla confiança no que fez, aconselhando-a a ler uma revista para descontrair. Vera faz o que Alberto diz mas não consegue concentrar-se.

Carminho, Madalena e Júlia folheiam uma revista e comentam o escândalo em que Artur está envolvido, desejando que as acusações de coação sexual que lhe são feitas não tenham fundamento.

Madalena fica nervosa e força um sorriso quando Raul lhe pergunta se já programou as suas folgas para que possam ir passar uns dias juntos. O namorado percebe a insegurança dela e apressa-se a dizer que só irão para fora se ela quiser.

Teresa fica desiludida porque o extrato da conta de Francisco revela apenas uma quantia irrisória de dinheiro. Repentinamente, é assaltada por uma descoberta terrível e agarra na mala, saindo precipitadamente de casa. Lurdes fica preocupada sem saber o que pensar.

Cátia conta como sofreu com o calor para gravar a cena do programa infantil de televisão, enfiada no seu fato de árvore. Sónia e Luísa esforçam-se por acalmá-la.

Urbano faz de Isabel a mulher mais feliz do mundo ao aceitar ter um filho com ela. Os dois beijam-se com fervor no consultório do médico.

Júlia telefona a Raquel, convidando-a para estar presente na escritura de compra do Dancin’ Days. A irmã fica eufórica e começa logo a expor as suas ideias para remodelar a discoteca. Júlia refreia-lhe o entusiasmo e deixa claro que tem de recuperar primeiro o dinheiro que investiu. Ao mesmo tempo, a advogada de Hugo fala com ele na prisão, suportando o seu mau humor. A disposição do traficante só melhora um pouco ao saber que vai ganhar algum dinheiro com a venda do clube. Hugo está irritado porque o seu julgamento está por dias.

Raquel desliga o telefone depois de falar com Júlia e festeja o facto de estar de volta ao ativo. A boa disposição é quebrada pela visita intempestiva de Teresa que lhe pede explicações para o facto de Francisco lhe ter transferido dinheiro para a conta antes da viagem para a Suíça. Teresa deixa Raquel quase sem fala, perguntando se ela também era amante do seu marido.

Perante as evidências, Raquel é forçada a reconhecer que dormiu com Francisco, ainda que apenas por uma vez. Teresa insulta-a, confessando que já não alimentava ilusões sobre o carácter do marido. Antes de ir embora, diz que, por mais esforços que faça para parecer polida e sofisticada, uma prostituta é sempre uma prostituta. Raquel, em fúria e enojada, fecha a porta.

Vera cruza-se com Júlia na clínica e confessa que marcou uma massagem com Carminho por estar demasiado ansiosa: por um lado, a espera pelo resultado dos exames de admissão à faculdade; por outro, o início do julgamento de Hugo e o medo de que ele seja absolvido. Júlia ouve a amiga e transmite-lhe o conforto de que ela precisa para ficar mais calma, acrescentando que pode contar com ela para o que precisar.

Áurea prepara-se para ir com o filho Bruno para casa, quando recebe uma chamada de Lourenço que a convida para jantar. Ester e Alberto entreolham-se ao perceberem o entusiasmo da filha ao telefone. Depois de desligar, Áurea altera os planos que tinha e pede aos pais para que Bruno jante e durma com eles, mentindo ao filho quando diz que Luísa precisa do seu apoio e que, por isso, vai ter com ela. Alberto não gosta que Áurea vá sair com Lourenço, enquanto Ester decide confiar na filha, embora fique preocupada. Áurea insiste, para sossegar os pais, que sabe tomar conta de si.

Gui vai ter com Cátia à loja de doces e faz as pazes com a namorada, pedindo desculpa pela forma intempestiva como saiu de casa de manhã. Cátia também se mostra arrependida pelas coisa que disse, irritada pelo facto de Teresa continuar a humilhá-la. Gui mostra-se compreensivo e conta a Cátia que, depois do jantar, vai a casa da mãe para ter com ela a conversa franca que já devia ter acontecido.

Teresa protesta ao jantar, referindo-se a Raquel como uma rameira, interrogando-se como foi possível que Gui tivesse casado com Mariana, uma rapariga rodeada de maus exemplos. Apesar disso, carregada de rancor, faz questão de dizer que nem por isso o filho mudou para melhor, referindo-se agora a Cátia. Lurdes senta-se ao lado da patroa e afaga-lhe o braço, aconselhando-a a ter mais cuidado com a saúde. Teresa não gosta e, olhando a empregada com desconfiança, manda-a de volta para a cozinha, provocando o desagrado de Lurdes.

Inês conversa com Duarte e mostra-se compreensiva com o sofrimento de Teresa, a ponto de confessar que, se fosse ela a saber que o seu marido tinha sido amante da namorada do filho, até podia enlouquecer. Duarte prefere não julgar Cátia por ser uma striper, dispondo-se a aceitá-la como namorada do irmão, se isso os fizer felizes. Inês opta por concordar e aninha-se no peito de Duarte. No entanto, a sua expressão denota que não ficou satisfeita com a conclusão da conversa.

Madalena desabafa ao jantar com Júlia, confessando que está em pânico com a possibilidade de ter intimidade com Raul quando forem passar uns dias fora. Júlia aconselha-a a ser franca com o namorado deixando claro que ainda não está preparada para o passo seguinte na relação. Madalena decide falar do assunto com o psicólogo na próxima sessão. Na televisão surgem desenvolvimentos sobre o caso de alegado assédio sexual em que Artur está envolvido. Júlia assiste com preocupação ao desenvolvimento da notícia, enquanto Madalena comenta que é melhor ele arranjar um bom advogado.

Enquanto Lurdes serve um chá, Teresa comenta que vai arranjar um advogado para procurar o dinheiro que Francisco lhe roubou. Gui interrompe os pensamentos da mãe com a sua chegada e diz que veio falar-lhe de um assunto importante. Teresa manda que Lurdes os deixe a sós mas a empregada esconde-se a ouvir a conversa. Gui conta a Teresa que já sabe que ela se encontrou com Cátia no clube de striptease, na esperança de que ela aceite a sua relação com a dançarina. Teresa é corrosiva com o filho e revela estar muito desiludida com ele, por ter escondido que o pai tinha uma relação com Cátia e por, mesmo assim, ter decidido ficar com ela. Gui explode de raiva e deixa a mãe a falar sozinha, batendo a porta da rua com estrondo. Teresa assusta-se e Lurdes digere, escondida, o que acabou de ouvir.

Raquel passeia com Babi no centro comercial, lamentando não ter dinheiro para comprar nada. Pelo caminho, encontram Luísa e Hernâni ao balcão do café Lima Limão. Hernâni olha para Raquel e Babi com ar de quem está prestes a babar-se. Quando elas se afastam, Luísa diz que ele podia disfarçar mas o segurança responde que só não olharia para tais cavalonas se fosse gay. A decoradora provoca-o, dizendo que ultimamente não o tem visto com muita vontade de montar. Hernâni defende que agora é um homem fiel, fazendo com que Luísa se afaste com ar de enjoada a dizer que ele é fiel e enfadonho.

nas redes

pesquisar