SIC

Perfil

De segunda a sexta

Dancin' Days - Resumo de 22 a 28 de fevereiro

Júlia descobre que Urbano não tem uma doença incurável e pede o divórcio; Júlia e Duarte reencontram-se e esclarecem os mal-entendidos!

Raquel aceita a ajuda de Júlia e reconcilia-se com a irmã. Júlia, com grande convicção, afirma que já chega de zangas e entrega-lhe um cheque para se sustentar nos tempos mais próximos, reclamando que ela deixe a pensão onde está instalada, já que não tem à-vontade para morar consigo. Promete ainda conversar com Urbano, para lhe arranjarem um emprego, de acordo com o seu estatuto social. Ultrapassadas as primeiras desconfianças, Raquel aceita a bondade de Júlia e implora-lhe que a reaproxime de Mariana. Júlia acredita que a filha a vai perdoar e acaba por tomar a iniciativa de abraçar Raquel, correspondida com o mesmo sentimento de emoção. Babi fica curiosa por ver sair as duas irmãs saírem de forma tão pacífica do gabinete de Urbano e questiona Raquel, que promete contar-lhe tudo mais tarde. Já Júlia diz a Madalena que fez as pazes com Raquel, espantando a amiga com tanta generosidade. Madalena deseja que Júlia não venha a arrepender-se, duvidando que Raquel se tenha transformado numa pessoa boa.

Inês chega ao hotel com Duarte mas, apesar do clima romântico, denota alguma preocupação.

Aníbal fica emocionado com Bruno, porque o filho aprova que ele se mude para Londres com Germano, propondo-se ir visitá-los e planeando as diversões de que vai desfrutar com o amigo Paulo.

Gui fala com Teresa pelo telefone e impõe-se à mãe, recusando entregar-lhe Carolina durante o fim de semana. Gui deixa claro que lhe cabe tomar conta da filha e que vai fazê-lo com a ajuda de Cátia. A namorada ouve e não diz nada.

Mariana está em grande ansiedade, duvidando que Gui seja capaz de cuidar da filha, ainda mais acompanhado pela namorada que o pode distrair. Zé Maria e Nonô tranquilizam-na e o pai sugere mesmo que ela saia para dançar, levando a amiga consigo.

Emília insiste com Raul para que aceite Zé Maria. O filho responde que não tem nada contra o facto de ela ter namorado, só não gosta deste.

Urbano aceita ajudar Raquel, a pedido de Júlia, propondo o cargo de relações públicas na sucursal da clínica em Cascais. Raquel, por seu lado, recusa mais serviços de acompanhante, prometendo explicar a Adriana a sua indisponibilidade.

Roberto começa a torcer o braço de Ricardo, depois deste confessar que não pode pagar-lhe o que deve. Hugo surpreende-os e pede satisfações. Ricardo e Roberto inventam uma mentira que Hugo finge engolir.

Vera está no café de Isabel e quando Jorge se aproxima, esconde o que está a fazer no computador, dizendo que está a seleccionar fotografias para mostrar ao seu editor, ocultando que foi despedida. Para evitar mais conversa, diz que vai para casa porque ainda não jantou. Isabel comenta com Jorge que Vera anda esquisita desde que anda com Ricardo.

Luísa desafia Hernâni para a noite, mas Isabel faz com que ele recuse, pois tem de aprender a comportar-se. Depois de pôr Hernâni na ordem, Isabel convoca todos para apoiarem Madalena no concurso de canções do shoping.

Madalena acusa nervosismo por ir cantar em público e admite desistir. Júlia não permite e encoraja a amiga.

Gui e Cátia viajam com Carolina para Espanha e desesperam porque a criança não pára de chorar. Gui sugere à namorada que dê à menina algumas gotas para as cólicas, conseguindo acalmá-la.

Mariana promete fazer um esforço para se reconciliar com Raquel, depois de Júlia contar que já se reconciliou com ela.

Sem aprender nada com a vida, Raquel conta a Babi que Júlia decidiu ajudá-la como paga do que fez por ela, acrescentando que a irmã, para além de lhe arranjar um emprego, ainda vai fazer a ponte com Mariana. Raquel trata-a como sua filha, acreditando que ela a vai perdoar. Babi ouve tudo, não escondendo alguma surpresa.

Inês fica mais descansada quando confirma com Aníbal que Bruno aceitou que o pai se mude para Londres com o companheiro. No entanto, confessa a Duarte que teme a reacção da mãe.

Vera diz a Ricardo que não tem mais dinheiro para lhe emprestar. O namorado é forçado a ir ter com Roberto para aceitar ir a Espanha buscar droga, pagando desta forma a sua dívida ao segurança da discoteca. Vera regressa a casa e mente a Ester, dizendo que esteve no Guincho a fotografar modelos. Alberto protesta por ter de ir entregar uma encomenda a um cliente.

Júlia e Urbano regressam a casa e aplaudem Madalena que acabou de ensaiar para o concurso de canções do shopping. Ela, envergonhada, retira-se para o quarto e Urbano confessa a Júlia que a admira muito por estar sempre preocupada em ajudar as outras pessoas. Ela concorda que, às vezes, até ajuda quem não merece. Não repara que o marido fica comprometido.

Ricardo chega à porta do Dancin’ Days e leva um murro de Roberto que está convencido que ele lhe roubou droga do cacifo. O segurança começa a pontapeá-lo mas é interrompido por Hugo que lhes pede satisfações, pois descobriu que eles andam a traficar droga sem lhe dizerem nada. Hugo não dá margem para justificações e decreta que a partir de agora, ambos vão vender droga para ele, que assume o negócio. Ricardo, primeiro, e Roberto a seguir, são obrigados a acatar a ordem do patrão.

Hugo assume o controlo do negócio da droga no Dancin’ Days, obrigando Ricardo e Roberto a trabalhar para si.

Raquel conta a Babi que já está à procura de casa e que vai com Júlia falar com Mariana, na esperança de que esta a perdoe.

Mariana, por seu lado, confessa a Nonô que não vai esquecer tão cedo que Raquel tenha querido aproveitar-se dela para chegar ao dinheiro de Júlia, acusando a tia de ser manipuladora. Nonô lembra-se de perguntar à amiga por Carolina e Mariana não resiste em ligar a Gui para saber como está a filha. Enquanto conversa com ele, ouve o choro da filha e fica alarmada. Gui diz que se esqueceu de dar o biberão à menina e disfarça a sua falha. Cátia não esconde o enfado por não sair do quarto do hotel, queixando-se de que não conseguiu dormir uma hora seguida. Amuada, vai tomar banho, deixando Gui a alimentar a filha.

Júlia visita Ester e explica que está a ajudar Raquel por não suportar ver a irmã a passar necessidades. Áurea aparece entretanto, mas refugia-se na cozinha apara evitar Júlia. Carminho repreende a irmã, mas em vão. Ester confessa estar saturada de aturar a Áurea e Alberto, lamentando que nem a filha nem o marido lhe têm dado descanso. Carminho apressa-se a dizer que o pai não tem desculpa, ao invés da irmã que está doente. Ester confessa que até gosta que Alberto frequente o golfe, apesar das conversas que Urbano e Zé Maria têm sobre negócios, que podem levá-lo à tentação de gastar mal gasto o dinheiro da família. Alberto volta a revelar-se um desastre a jogar golfe. Urbano interroga-se se Júlia será feliz ao lado de um homem como ele. Zé Maria alivia o ambiente e propõe aos amigos organizar uma ida ao futebol.

Raul pede desculpa a Emília por ter hostilizado Zé Maria. A mãe perdoa-o e, para estreitar os laços entre ambos, convida-o a assistir, com ela, ao concurso de canções do shopping, para apoiarem Madalena. Raul duvida do talento da rapariga, mas quer Emília quer Isabel confiam que ela vai cantar muito bem.

Vera diz a Ricardo que devem desligar-se da droga, pois está preocupada por ele ter aceitado traficar para Hugo. O namorado insiste com Vera que Júlia resolveria os seus problemas de dinheiro se liquidasse a dívida que ele tem para com Roberto. Vera assume que não tem coragem de falar a Júlia sobre tal assunto, segura de que irá desiludir uma pessoa que apostou em si.

Devido à grande insistência de Júlia, Mariana perdoa Raquel, mas deixa bem claro que apenas o faz por a mãe lhe ter pedido. Raquel promete que vai empenhar-se para reconquistar a sua confiança e consegue que Mariana, apesar de desconfiada, lhe dê um abraço.

Miguel demonstra o desejo de voltar a jogar futebol depois de ter estragado a dieta quando esteve no norte. Ivo irrita Miguel ao dizer que o Porto tem um ar sombrio.

Madalena está super nervosa e garante que não será capaz de cantar em público no shopping. Raul tenta acalmá-la, mas o facto de Hernâni vir a correr contar que está muita gente no centro comercial para assistir ao espectáculo faz com que Madalena diga a Júlia, logo que ela chega à loja de Nicole, que já não quer cantar. Miguel insulta Hernâni, pela sua falta de tacto.

Zé Maria aprova que Mariana tenha feito as pazes com Raquel e elogia Júlia por estar a promover a união da família. Zé Maria confessa à filha que está apaixonado por Emília, mas lamenta que Raul ainda tenha alguma resistência em aceitá-lo, por causa do tiro que ele deu a Hugo. Mariana, por seu lado, pensa em Carolina e decide ligar a Gui para tentar perceber quando é que ele decide entregá-la. Nesse momento o carro de Gui avaria e deixa-o numa situação delicada, pois não tem coragem de ligar a Mariana e dizer que levou a filha para Espanha sem a autorização dela. Cátia embala Carolina, porque a menina se assusta quando o pai bate a porta do carro com força.

Madalena acusa o nervosismo e, apesar de ter o apoio dos amigos, não consegue cantar no shopping.

Gui ganha coragem e telefona à mãe a contar que está em Espanha. Teresa diz a Francisco que a ideia de levar Carolina para o estrangeiro sem consultar Mariana deverá ter partido da cabeça de Cátia.

Mariana desespera porque telefona vezes sem conta a Gui, sem que ele atenda uma única chamada. Ansiosa por não saber da filha, decide ir a casa dos pais de Gui, convicta de que eles sabem de alguma coisa. Zé Maria acompanha e tenta acalmar Mariana. Gui mostra-se indiferente ao facto de ter de respeitar as horas que combina com Mariana para entregar Carolina. Cátia não gosta da forma como o namorado se está a comportar, mas também percebe que não vale a pena contrariá-lo.

Inês confessa a Duarte que não passava um fim de semana tão bom, como o que viveu com ele em Tróia, já há muito tempo.

Madalena chora depois do fiasco que foi a sua participação no concurso de canções. Raul apercebe-se e consegue fazê-la sorrir. Júlia recebe uma chamada de Mariana a queixar-se de que Gui não lhe foi entregar a filha e que está a chegar a casa dos Sousa Prado, para os confrontar com a atitude do filho. Júlia fica preocupada e conta o incidente a Nicole.

Mariana irrompe pela casa de Teresa e Francisco e fica revoltada ao saber que Gui levou Carolina para Espanha sem autorização. Teresa faz frente à rapariga e ainda a enfurece mais. Mariana acaba por ligar para a polícia e participa o rapto da filha. Teresa e Zé Maria ficam muito tensos, enquanto Francisco demonstra indiferença perante o problema.

Teresa tenta evitar a todo o custo que Mariana não apresente queixa contra Gui, dizendo que ele está quase a chegar com Carolina. Como Mariana insiste em formalizar queixa na esquadra, Teresa telefona a Gui mas fica desiludida, pois o filho ainda está longe. Mariana, sensível ao apelo de Zé Maria, acaba por não apresentar queixa se o ex-marido lhe entregar Carolina ainda nesse dia. Zé Maria recomenda ainda que Teresa faça com que Gui ligue a Mariana. Teresa continua muito enervada e culpa Francisco por ter revelado que Gui levou a filha para Espanha, ao mesmo tempo que critica o marido por não defender o filho, como se tivesse alguma coisa contra ele. Francisco mantém-se sereno e até afirma que Gui deveria ser proibido de estar com Carolina.

Desiludida, Emília conta a Isabel e a Luísa que já não vai jantar com Zé Maria, porque ele está a resolver um problema da filha. Raul escuta o lamento da mãe e oferece-se para a levar a jantar consigo. Madalena é o espelho da vergonha e desilusão, por não ter conseguido cantar no concurso do shoping. Luísa provoca Nicole e diz que a rapariga tem é vocação para tratar das unhas das pessoas. Nicole pergunta-lhe, em confronto, se quer que ela lhe trate da saúde. Raul interrompe a discussão, interessado em saber onde é que Madalena trabalha. Ao saber que ela está na clínica de estética, avança que está a pensar inscrever-se no ginásio. Só não confessa a razão de tanta curiosidade.

Aníbal vai levar Bruno a casa dos avós e aproveita o facto da família estar reunida ao jantar para revelar que vai viver com Germano para Londres. Áurea destila ódio para o ex-marido e acusa-o de gostar mais do namorado do que dos próprios filhos. Alberto deseja-lhe, com sarcasmo, que seja feliz com o coisinho. Bruno não concorda com o avô nem com a mãe e diz que nas férias quer ir visitar o pai. Áurea tenta atingir Aníbal opondo-se a tudo o que ele quer mas Ester decreta que já chega. Depois de Aníbal se ir embora, Ester repreende Áurea pelo seu comportamento.

Duarte desabafa com Inês e confessa a sua impotência para colocar juízo na cabeça do irmão, como a mãe lhe pediu. Ao mesmo tempo, afirma que o irmão nunca mais cresce e que, cada vez que comete um erro, corre a desculpá-lo. Inês abraça Duarte e pede-lhe que não se aborreça depois do fim de semana maravilhoso que passaram.

Gui chega finalmente com Carolina e entrega-a a Mariana. Esta dá-lhe um raspanete duríssimo, acusando-o de ser irresponsável e negligente com a filha. Teresa ainda tenta defendê-lo mas, perante a evidente imaturidade de Gui, é obrigada a calar-se. Mariana e Zé Maria vão embora e Teresa passa ao ataque, criticando Cátia por não ter ido cumprimentar ninguém. Sem qualquer paciência para ouvir a mãe, Gui fica desconfiado de que Francisco se descaiu propositadamente para o prejudicar quando revelou que ele estava em Espanha com Cátia e Carolina. Teresa garante a Gui que jamais lhe perdoará se for impedida de continuar a ver a neta por sua causa.

Madalena continua deprimida e garante que nunca mais tentará cantar em publico. Júlia não aceita a decisão da amiga e promete que não a vai deixar desistir. Urbano aproveita para contar a Júlia que arranjou emprego para Raquel na clínica de Cascais, convicto de que o contacto com os clientes é uma área que ela domina na perfeição. Júlia agradece a ajuda ao marido, levando Urbano a sorrir. O médico confessa, no entanto, que não lhe apetece nada ir ao futebol com Zé Maria e Alberto, mas terá de fazer o sacrifício.

Babi fica espantada por Júlia estar a ajudar Raquel. Esta fica incomodada por pensar que a amiga considera a irmã melhor do que ela. Babi corrige a sua intenção e Raquel começa a lamentar que tenha perdido tudo o que tinha por uma paixão, até mesmo o amor de Mariana que já nem sequer lhe chama mãe. De Júlia, limita-se a dizer que tanto a criticou, mas afinal casou com o nutricionista e tem a vida feita.

Duarte esforça-se para que Gui entenda que errou ao levar Carolina com ele para o suposto fim de semana romântico. No entanto, Duarte percebe que o irmão não tem sequer consciência do que fez, pois Gui brinca com ele, dizendo que escolheu Inês para namorada por ser parecida com a mãe, uma vez que Teresa é obcecada pela família. Duarte sorri e abana a cabeça.

Áurea fica enciumada por ver que Inês acaba de aceitar um convite de Teresa para lanchar. Bruno diz não se importar que Aníbal vá viver para Londres, pois assim vai andar muito de avião para visitar o pai. Alberto aparece com o cachecol do Sporting ao pescoço, entusiasmado por ir ao futebol com os amigos. Ester recomenda-lhe que não se meta em confusões mas ele diz que não corre qualquer perigo, pois vai para um camarote.

Isabel arruma as suas coisas para facilitar a mudança de casa e, com alguma nostalgia, mostra a Jorge uma fotografia que lhes recorda os passeios que davam com o pai em pequenos. Jorge diz à irmã que não precisa de sair de casa, mas ela diz que está na hora de mudar de vida. Ainda acrescenta que está também na altura de ele e Carminho se emanciparem e lhe darem um sobrinho.

Raul aparece na clínica de estética e, assim que vê Madalena, não a larga mais. Júlia afasta-se propositadamente e conta a Carminho que parece que Raul está a arrastar a asa a Madalena.

Luísa segue Hernâni, como se procurasse contar-lhe um segredo. Ele cai na armadilha, acreditando que ela tem um excesso de desejo sexual, tal como ele. Luísa consegue convencê-lo a tratarem-se juntos, com o argumento de se apoiarem mutuamente. Hernâni não percebe que Luísa está a querer ganhá-lo como troféu.

Miguel vai ter com Jorge para combinar a hora em que vão jogar futebol. Sónia mete-se com Miguel e ele atira-lhe um piropo. Quando fica a sós com Jorge, quase confessa que se envolveu com alguém na sua viagem ao norte.

Júlia diz a Mariana que fez bem em não ter feito queixa de Gui, por não lhe ter devolvido a filha a tempo. Júlia desculpa a atitude do rapaz, considerando que ele é mesmo imaturo. Raquel chega entretanto e Mariana fica desagradada porque queria lanchar a sós com a mãe. Júlia e a irmã cumprimentam-se com um beijo no rosto. Raquel tem o impulso de protestar quando Júlia lhe conta que tem um emprego para ela na clínica de Cascais. A irmã diz que é muito longe e Mariana manda-a ir de comboio. Raquel pede desculpa e reconhece que ainda está muito habituada a fazer tudo como quer. Júlia tem de deixar a irmã e a filha sozinhas, pois Alberto telefona a avisar que Urbano está a caminho do hospital, porque antes de entrar para o estádio onde foram assistir ao jogo entre o Sporting e o Benfica, foi atingido por uma pedra.

Madalena vê Raul a sair do ginásio e fica vermelha que nem um tomate. Carminho repara mas não diz nada.

Júlia entra aflita no hospital e procura notícias de Urbano. Alberto informa que ele está a fazer exames, enquanto Zé Maria se culpabiliza por ter convidado os amigos para um jogo de alto risco. Júlia avista o médico que está a seguir o marido e vai avisá-lo de que ele padece de uma doença grave. Fica em choque quando o médico lhe diz que acompanhou o exame de Urbano e que é impossível que ele tenha esclerose amiotrófica. Júlia suspeita que foi de novo enganada.

Júlia conversa com o médico que assistiu Urbano no hospital e percebe que o marido, afinal, não está mortalmente doente como lhe tinha dito. Ao falar com Zé Maria e Alberto, consegue esconder a fúria que se apossou dela e diz-lhes que vão para casa. De seguida, encaminha-se para o quarto onde Urbano se recompõe da pedrada que levou na cabeça, mas acaba por se arrepender e também se vai embora.

Raquel tenta amolecer o coração de Mariana dizendo que ela será sempre sua filha. Mariana assume que está a fazer um esforço para perdoá-la.

Alberto chega a casa e encontra Ester e Amélia muito preocupadas. A mulher olha-o de alto a baixo para se certificar de que ele saiu ileso da batalha entre as claques que se pegaram antes do jogo a que ele foi assistir com os amigos. Áurea aproveita o incidente para se agarrar a Bruno, garantindo ao filho que nunca estará desprotegido, porque ela e Inês estarão sempre do seu lado. O miúdo estranha a atitude da mãe mas Ester repreende-a, percebendo que ela quer virar o filho contra Aníbal, insinuando que o pai não se preocupa com ele.

Teresa cativa Inês e ataca Mariana, acusando-a de estar sempre a provocar Gui para afastar Carolina daquele lado da família. Aproveitando a recetividade que a arquiteta demonstra, consegue que ela aceite convencer Duarte para jantarem com ela e Francisco. No entanto avança que Duarte é especialista em evitar os seus convites.

Gui toma consciência de que precisa de arranjar um quarto para Carolina quando ela ficar com ele. Cátia anuncia que está sem dinheiro e ele assume que tem de procurar trabalho, uma vez que o pai não vai ceder muito mais tempo às suas chantagens. Cátia compromete-se a procurar algo que ele possa fazer no shopping.

Hugo encomenda a Ricardo uma recolha de droga e, para o encorajar, oferece-lhe uma dose de cocaína. O rapaz aceita, apesar de saber que corre o risco de ser apanhado.

Isabel surpreende Vera a procurar emprego nos classificados, mas ela disfarça e justifica que está apenas a manter-se a par do mercado de trabalho. Zé Maria passa pelo café e sossega Isabel e Vera, confirmando que Urbano está bem e que o acidente que sofreu antes do jogo de futebol se resumiu à cabeça partida.

Emília fica aliviada ao constatar que Zé Maria saiu ileso do estádio. Combinam jantar em casa dela porque Raul está de banco no hospital. Zé Maria deixa Emília intrigada ao dizer que tem um assunto importante para conversar com ela.

No hospital, Urbano começa a estranhar a ausência de Júlia e decide telefonar-lhe. Júlia tem o olhar posto no rio e desliga a chamada.

Adriana tenta convencer Raquel a continuar a trabalhar como acompanhante de luxo, mas ela recusa.

Mariana inveja a vida de Nonô mas a amiga garante que ela ainda vai refazer a sua, até porque agora já tem a sua mãe verdadeira junto de si e está em vias de ficar em paz com Raquel. Mariana decide ligar a Júlia para saber como está Urbano mas o telefone da mãe está desligado. Júlia caminha à beira-rio a pensar na sua vida, melancólica, a observar um casal que se beija à sua frente.

Duarte diz a Inês que não vai jantar a casa dos pais nem morto, pois teima que Teresa quer melhorar o ambiente com Francisco à sua custa. Inês fica contrariada e pensativa.

Nicole fica desconfiada quando Miguel lhe pede mais vinte euros emprestados e avisa-o de que se o stand estiver a dar prejuízo terá de o fechar. Miguel fica constrangido quando ela afirma que não conta com ele para jantar, pois a seguir ao jogo deve ir às francesinhas.

Luísa insiste em seduzir Hernâni na loja de decoração, mas fica desapontada porque ele consegue resistir.

Ivo exulta com a apresentação do seu livro, que está para breve. Orgulhoso, mostra os exemplares que lhe chegaram mas é gozado por Sónia e sai disparado da loja. Cátia entra nesse instante e conta que Gui precisa de trabalhar. Sónia afirma que lhe dá emprego, mas primeiro tem de despedir Cristóvão. Este estremece de medo, sem perceber que ela só quer assustá-lo.

Duarte discute com Inês porque ela lhe quer impor que dê mais atenção à mãe. Ele defende que a mãe é manipuladora e deixa claro que não está para perder a autonomia que tanto trabalho deu a conquistar. Inês fica pensativa.

Teresa, por seu lado, conforma-se com a anulação do jantar, mas confessa a Natércia que não se habitua a estar sozinha sem a companhia dos filhos, nem do marido.

Urbano prepara-se para regressar a casa de táxi mas Júlia aparece nesse momento para o transportar. A atitude que toma é fria e brusca, levantando suspeitas ao marido.

Zé Maria deixa Emília em choque quando conta que o seu julgamento começa dentro de dois dias e que pode ser condenado por tentativa de homicídio. Ela, de lágrimas nos olhos, promete nunca o abandonar.

Teresa, enigmática, liga a um homem que trata por doutor e marca uma consulta. Antes de mandar servir o jantar, confessa a Natércia que precisa de algo que tem de conseguir sozinha, sem a ajuda de ninguém.

Júlia deixa que Urbano entre em casa e pede-lhe o divórcio, alegando que já descobriu que ele inventou a doença e que nunca esteve a morrer. Pergunta se é assim que ele pensa conquistar o seu amor. Urbano baixa a cabeça, derrotado.

Júlia discute com Urbano, num misto de fúria e amargura, por ter sido enganada por ele. Exige o divórcio e diz que vai devolver tudo o que ele lhe deu, incluindo o carro e a casa. Urbano, muito abalado, justifica que fingiu estar a morrer e que armou a cilada a Duarte por ter medo de a perder. O médico consegue acalmar Júlia, conseguindo que ele continue a fazer parte da sua vida, mas apenas na condição de amiga.

Alberto quer ir visitar Urbano mas Amélia é de opinião que não o deve fazer, para não perturbar o descanso que o marido de Júlia precisa. Ester concorda com a empregada e Alberto fica amuado. Bruno e Paulo tomam o pequeno-almoço e explicam que puseram perfume por quererem causar impacto nas miúdas. Ester lembra que têm de se portar bem para irem a Londres nas férias. Ao ouvir a mãe, Áurea fica furiosa e barafusta, saindo disparada para o quarto. Vera chega nesse instante e Amélia comenta que ela está magra e cheia de olheiras. Alberto aproveita para tentar fazer gazeta ao trabalho, mas Ester tem outros planos e diz que precisa de ajuda. Ele contrapõe que a criada é que é paga para carregar coisas e Amélia reaje com azedume. Ester põe fim à discussão, repreendendo o marido antes de ir ver como está Áurea. Alberto também fica preocupado com a filha.

Inês elogia Teresa, mas Duarte não entende como é que a namorada pode achar que a mãe é uma pessoa simpática. Depois dele sair, Inês telefona a Teresa e convida-a para jantar. Teresa fica entusiasmada e avisa Francisco para que não marque nada, pois vão jantar a casa do filho. O marido teme que Duarte não saiba de nada, mas Teresa apressa-se a dizer que, desta vez, não está a interferir em nada.

Gui decide abandonar o curso de Direito e começar a procurar emprego. Cátia não aprova a ideia mas conforma-se com a escolha do namorado. No entanto, Cátia avisa Gui de que têm de ser mais poupados, pois o dinheiro não abunda.

Ricardo reafirma a Vera que não tem alternativa senão fazer de correio de droga para Hugo, a menos que ela lhe dê o dinheiro de que precisa para que ele pague a Roberto. Vera rejeita a responsabilidade, mas o namorado lembra-lhe que também consumiu. Ricardo apercebe-se de que não está a ser justo e pede desculpa pelo que disse. Ricardo diz a Vera que tem uma porção de droga para lhe oferecer quando estiverem no parque.

Isabel brinca com Jorge, pois o irmão está derreado depois de a ajudar nas mudanças. Isabel sugere que peça a Carminho uma massagem, mas ele responde que ela não tem tempo para isso.

Júlia conta a Carminho e Madalena que vai separar-se de Urbano, porque ele a enganou quando disse que estava a morrer de doença incurável. As amigas prometem apoiá-la, avisando que as revistas cor-de-rosa vão esgravatar toda a sua vida. Júlia diz estar preparada e que a fama não é só proveito.

Emília está atormentada com a proximidade do julgamento de Zé Maria e com a possibilidade de ele vir a ser preso. Raul abraça a mãe e, para a reconfortar, diz que o empresário pode apanhar uma pena leve.

Zé Maria diz a Mariana que espera que Raquel, ao testemunhar contra ele, diga toda a verdade sobre os motivos que levaram ao divórcio, bem como os esquemas em que participou com Hugo.

Hugo surpreende Babi ao telefone a desejar sorte a Raquel para o novo emprego. Fica surpreendido quando Babi lhe conta que Júlia perdoou a Raquel e fez as pazes com ela, oferecendo-lhe um emprego para a ajudar. Hugo aproveita para pedir a Babi que avise Raquel para que não falte ao julgamento de Zé Maria, pois a multa é pesada para as testemunhas que não comparecerem.

Urbano descansa em casa e aproveita a visita de Júlia para tentar evitar o divórcio. No entanto, ela está determinada a separar-se e limita-se a dizer que o casamento foi um erro. Urbano sorri, resignado, mas quando Júlia se vai embora, adota uma expressão taciturna.

Duarte fica apreensivo quando Gui lhe comunica que desistiu do curso e adverte o irmão de que terá de fazer algo da vida. Gui exclama que ele encarnou a mãe e conta que tenciona começar a trabalhar e escolher outro curso de que goste.

Sónia não concorda com o facto de Cátia estar a procurar emprego para Gui e aconselha-a a tratar o namorado tal como ela trata Cristóvão. A prima responde que ela exagera. Miguel aparece nesse momento para comprar uns doces para Tânia, que está triste porque os amigos mudaram de escola. Sónia não se faz rogada e começa a seduzi-lo. Cátia repreende-a por estar a meter-se com o homem de Nicole.

Bruno confessa que adorou a escola nova, bem como os colegas novos. Paulo adianta que já conheceu cinco miúdas com quem tem de tentar a sorte a Amélia apressa-se a lembrar ao neto que está na escola para estudar. Áurea, obcecada pela homossexualidade do ex-marido, adverte a empregada de que não deve castrar o interesse de Paulo pelas raparigas.

Ester põe fim à conversa e dá ordem de partida para o armazém. Alberto confirma que já tem a carrinha carregada, enquanto Ester convence Áurea a acompanhá-los para a controlar, a pretexto de conhecer a nova fábrica de salgadinhos.

Duarte regressa a casa e vê a mesa posta para quatro. Inês esclarece que tomou a liberdade de convidar os pais dele para jantar. Duarte fica contrariado mas tenta disfarçar com a chegada de Teresa e Francisco. A mãe não resiste a dar opinião sobre tudo, irritando Duarte à medida que a noite avança. Inês vai intervindo para evitar o confronto entre ambos.

Júlia conta a Mariana que vai divorciar-se de Urbano, embora reconheça que ele lhe mentiu, num ato desesperado de amor. Confessa ainda à filha que não conseguiu esquecer Duarte, o amor da sua vida. Perante a tristeza de Júlia, Mariana faz-lhe ver que, com ela, Carolina e Raquel podem construir a família que sempre desejaram.

Raquel vive o dilema de ter de ir a tribunal testemunhar a favor de Hugo e contra Zé Maria, situação que pode prejudicar a sua reaproximação a Mariana.

Depois de Teresa e Francisco irem embora, Duarte recusa brindar com Inês, furioso por ela os ter convidado sem o seu consentimento.

Júlia garante a Madalena que está resignada por ter perdido Duarte e que não vai intrometer-se entre ele e Inês.

Na manhã seguinte Duarte levanta-se muito cedo e trata Inês com frieza, embora negue estar zangado com ela. Depois dele sair, Inês fica pensativa.

Insatisfeitos com as suas vidas, Júlia e Duarte encontram-se, por coincidência, no parque onde estiveram antes. Frente a frente, nenhum deles sabe o que dizer, tal é a surpresa que sentem com este reencontro.

Júlia e Duarte esclarecem os mal-entendidos e desencontros que os separaram, mas nem por isso apagam a mágoa que guardam um do outro. Júlia despede-se de Duarte desejando-lhe felicidades ao lado de Inês. Ele, por seu lado, não tem a força que precisa para lhe pedir que fique.

Mariana sofre em casa por não estar ao lado de Zé Maria no início do seu julgamento. A rapariga teme que o pai seja condenado por tentativa de homicídio.

Hugo aguarda ansioso pela chegada de Raquel, temendo que ela não compareça para testemunhar contra Zé Maria. Este troca um olhar rancoroso com aquele que, durante anos, considerou ser seu amigo. O empresário fica comovido quando Emília chega para o apoiar. Hugo ameaça acabar com Raquel se ela não aparecer. Nesse momento ela entra no tribunal e Hugo lança uma provocação a que Raquel não responde. Interrogado pelo juiz, Zé Maria garante que nunca teve intenção de matar Hugo, que ficou apenas cego de raiva por ter sido atraiçoado e que, por isso, disparou a arma. O juiz parece não acreditar nele, o que deixa Zé Maria destroçado.

Luísa troça da relação de Emília com Zé Maria, lembrando que a avisou do inconveniente de estar com um homem que pode ser preso a qualquer momento. Isabel muda de assunto e insiste com Luísa para saber se ela sempre foi sair com Hernâni. Ela confessa que esteve com ele numa reunião de grupo, cheia de fuinhas que passam a vida a ver filmes pornográficos. Confiante de que vai conseguir os seus intentos, Luísa garante que Hernâni está quase pronto para lhe cair nos braços.

Ivo prepara-se para apresentar o seu livro de poesia. Fica indignado quando Hernâni insinua que ele é homossexual. Apesar do incidente, Ivo pede-lhe que esteja ao seu lado durante a apresentação do livro, fazendo a segurança do evento, porque dá um ar mais oficial. Hernâni aceita o convite, embora não consiga perceber nada do que Ivo escreveu no livro. Sónia também não gosta dos poemas de Ivo, que vão sendo declamados por Cristóvão. Este fica aborrecido com Sónia, porque ela lhe ordena que arrume a loja gourmet.

Júlia, muito abatida, passa pela loja de Nicole e desabafa as suas mágoas com a amiga. Sente que não nasceu para ter sorte ao amor, nem em nada na vida. Reconhece que perdoou as mentiras de Urbano, porque também não se portou bem com ele, traindo-o com Duarte. Nicole transmite o seu otimismo a Júlia, aliviando o seu sofrimento.

Alberto é apanhado de surpresa quando Urbano lhe revela que vai separar-se de Júlia.

Aníbal chega a casa irritado porque Áurea lhe exige que vá levar um casaco de que Bruno se esqueceu no fim de semana. Germano aconselha-o a evitar problemas com a ex-mulher, uma vez que estão quase a mudar-se para Londres. Germano garante a Aníbal que vai fazer tudo para que ele sofra o menos possível com a mudança.

Áurea localiza a página da empresa de Germano na internet e prepara-se para lhe fazer algo. É obrigada a disfarçar, porque Inês aparece nesse instante. Ester larga uma bomba na sala e no coração de Inês, contando que Carminho acaba de confirmar que Júlia e Urbano se vão separar. Áurea, enraivecida, diz logo que Júlia se prepara para sacar a Urbano uma fortuna com a separação. Inês está cada vez mais perturbada, temendo que, uma vez livre, Júlia volte a roubar-lhe Duarte.

Gui procura Duarte para lhe pedir dinheiro emprestado e encontra o irmão em casa, muito deprimido. Duarte conta que se zangou com Inês por ter convidado os pais deles para jantar sem o consultar e que encontrou Júlia, quando saiu para espairecer. Gui percebe que a tristeza do irmão se deve a esse reencontro inconsequente.

Hugo relata ao tribunal o momento em que Zé Maria lhe deu um tiro acrescentando que, a seguir, ele apontou a arma à cabeça de Raquel com a intenção de a matar. Zé Maria engole em seco e Emília está cada vez mais nervosa.

Mariana insiste em ir assistir ao julgamento do pai, enervada por não saber o que se passa. Júlia argumenta que Zé Maria não quer que ela passe por essa experiência e garante que ele tem um bom advogado. Fica sem argumentos quando a filha afirma que não tem fé na justiça depois do que aconteceu com ela.

Para se vingar de Hugo, Raquel mente em tribunal e conta que Zé Maria só disparou sobre Hugo depois deste o ter provocado, acrescentando que o ex-marido nem sequer lhe apontou a arma, limitando-se a fugir assustado. Confrontada pelo juiz, com o depoimento anterior prestado à polícia, Raquel afirma que essa versão foi combinada porque Hugo a manipulou. Hugo grita no tribunal que ela está a mentir, mas o juiz manda-o calar. Pela primeira vez, Zé Maria e Emília começam a ter esperança de que ele seja absolvido.

Áurea discute com Aníbal quando ele vai entregar o casaco de que Bruno se esqueceu em sua casa. Ácida como sempre, acusa o ex-marido de querer levar o filho consigo para Londres e fica possessa quando Aníbal admite casar com Germano. Sem paciência para alimentar a conversa, Aníbal acaba por se irritar e ir embora. Amélia e Ester aparecem na sala, alarmadas pelos gritos de Áurea. Ela diz, enigmática, que tentou dar uma hipótese a Aníbal mas que ele não aproveitou. A mãe e a empregada ficam perplexas com esta afirmação.

Isabel, Cátia e Jorge desconfiam da credibilidade do professor catedrático que Ivo convidou para fazer a apresentação do seu livro de poemas. Quando Jorge procura chegar à fala com Ezequiel, Ivo impede-o dizendo que o professor se está a concentrar para apresentar o livro.

Zé Maria conta a Júlia e Mariana que esteve sempre apoiado por Emília no tribunal e que foi surpreendido por Raquel, que mudou a seu favor o depoimento inicial. Por coincidência, Raquel chega nessa altura para visitar Mariana e causa algum constrangimento ao encontrar o ex-marido. Este decide ir embora, mas agradece a Raquel quando ela diz esperar que ele seja absolvido. Já a sós com Mariana e Júlia, Raquel confessa que nunca quis mal a Zé Maria, mas que já não pode dizer o mesmo em relação a Hugo.

Babi fica aflita com as ameaças de Hugo, que jura vingança, garantindo que vai acabar com Raquel.

Isabel censura Luísa que, em vez de apoiar Emília, avisa que na prisão as visitas conjugais só são permitidas aos reclusos casados.

Emília nem responde, tal é a preocupação pelo futuro de Zé Maria.

Ivo dá início à apresentação do seu livro de poesia mas o suposto professor que convidou para falar sobre a obra causa inquietação na plateia. Adriano Ezequiel quase não consegue ler o texto de elogio ao autor. Sónia obriga Cristóvão a assistir à cerimónia à porta da loja gourmet.

Inês conta a Duarte que Júlia vai separar-se de Urbano e estuda a sua reação, que é de absoluta surpresa.

Áurea consegue escapar de casa e vai para a porta da empresa de Germano fazer um escândalo. Empunha um cartaz com a fotografia dele, com a legenda Germano igual a gay. Ele tenta tirar-lhe o cartaz mas é empurrado. Áurea cospe em Germano e agride um polícia que tenta acabar com o burburinho. O polícia dá ordem de prisão e algema-a. Germano limpa a cara, nitidamente envergonhado.

Ester fica destroçada quando recebe, por Inês, a notícia de que Áurea foi presa e posteriormente levada ao hospital pela própria polícia, incapaz de a controlar. Alberto abraça Ester e ambos saem de casa para irem buscar a filha.

Raquel mostra-se feliz e agradada com o emprego na clínica de Cascais. Quando o assunto passa a ser Mariana, o ciúme apodera-se de Raquel, por ver que Júlia assume o controlo da vida da filha. Carminho interrompe a conversa pedindo para ir ao hospital onde Áurea se encontra. Júlia lembra que já não tem autoridade para a dispensar e é forçada a contar à irmã que se vai separar de Urbano. Raquel é apanhada de surpresa. Quando se prepara para ir embora, não consegue porque alguém colocou um carro a bloquear o seu. Um polícia que está na zona procura resolver a situação.

Ivo é desmascarado por Hernâni, que reconhece que o professor universitário que ele contratou para lhe apresentar o livro é afinal um sem abrigo que está com regularidade a pedir num semáforo. Jorge goza com Ivo que já não tem como escapar ao ridículo.

Ricardo regressa são e salvo da viagem que fez para ir buscar droga. Hugo elogia-lhe o trabalho e convence-o a continuar a traficar para si, seduzindo-o com dois pacotes de cocaína. Ricardo vai embora e Roberto diz a Hugo que não confia nele. Apesar de concordar com o segurança, Hugo faz-lhe ver que Ricardo ainda vai ser útil. Hugo manda Roberto localizar uma pessoa com quem tem umas contas a ajustar.

Raquel discute com o homem que lhe bloqueou o carro e vangloria-se pelo facto do polícia estar a multá-lo.

O médico de Áurea conclui que ela deixou de tomar a medicação e, por isso, aconselha o seu internamento. Ester fica destroçada, mas com o apoio de Alberto, Carminho, Jorge e Inês, acaba por se resignar. Aníbal, que está a cuidar de Bruno, é informado da situação por Inês e explica ao filho que a mãe tem de passar algum tempo no hospital para se tratar. Bruno fica triste mas Paulo tenta animá-lo, convidando-o para jogar. A sós com Amélia, Aníbal desabafa que está com muita pena de Germano, a quem este escândalo pode prejudicar na empresa.

Babi avisa Raquel que Hugo mandou dizer que se vai vingar dela por ter mentido em tribunal. Raquel afirma que não tem medo dele e prefere empenhar-se em arranjar emprego como fotógrafa a Mariana, já que leu um anúncio onde são pedidos estagiários.

Júlia e Mariana contemplam Carolina, desejando que ela comece a dar os primeiros passos e a articular as primeiras palavras. Mariana mostra o desejo de começar a trabalhar em fotografia e Júlia assegura que vai fazer alguns contactos para a ajudar. A filha mostra-se agradada por saber que a mãe está a dar-se melhor com Raquel. Júlia frisa que os laços de sangue falaram mais alto.

Inês sente-se culpada pelo facto de Áurea ter de ficar internada, convencida de que a família não soube cuidar da mãe. Duarte conforta Inês, insistindo que o melhor para Áurea é tratar-se no hospital.

Ester dá mimos a Bruno, que está preocupado com a mãe. O neto pede para ligar a Germano, porque quer agradecer-lhe por não ter ficado aborrecido com Áurea. Embora Alberto tente demover o rapaz, Ester empresta-lhe o telemóvel para ele fazer a chamada. De repente lembra-se e pergunta se Vera já chegou.

Amélia, em tom de censura, antecipa que ela deve ter ido para a má vida mais uma vez. Ester fica apreensiva.

Ricardo serve uma bebida a Vera. Ela recusa alegando que não pode pagar mas o namorado põe-na à-vontade dizendo que, com ele ali, pode beber o que quiser. Vera, meio a brincar, pede-lhe um emprego, pois não consegue trabalho nem que lhe respondam às candidaturas. Ricardo dispõe-se a ir buscar mais droga, ganhando assim dinheiro que lhe pode emprestar mas Vera recusa, mostrando-se muito preocupada com o que ele anda a fazer. Para animar a noite, Ricardo passa-lhe um pequeno pacote com cocaína e diz que já vai ter com ela à casa de banho para o consumirem juntos. Hugo assiste a tudo à distância, exibindo um sorriso nos lábios.

Júlia inicia o dia muito bem disposta e até começa a cantarolar para se meter com Madalena. Esta diz que depois do fiasco por que passou no shopping, nunca mais abriu a boca. Júlia conta-lhe que encontrou Duarte por acaso e que conversaram o que deviam conversar, assumindo que nada mais poderá existir entre eles. Muda de assunto e brinca com Madalena insinuando que ela está interessada em Raul. A amiga responde que está muito bem sem homens.

Raquel surpreende Mariana e leva-a a uma entrevista para tentar fazer um estágio de fotografia numa nova revista. Mariana vai arranjar-se, entusiasmada.

Cátia convence Gui a deixá-la voltar a dançar no bar de striptease, explicando que estão sem dinheiro. Ele coloca como condição poder assistir aos espetáculos e que ninguém lhe toque. Cátia fica aliviada e beija o namorado.

Teresa quer retribuir o jantar com Duarte e Inês, mas Francisco, que lhe presta pouca atenção, aconselha-a a esperar mais uns dias, alertando que Duarte detesta ser pressionado. Teresa mostra-se preocupada com Gui, que deixou os livros todos em casa e nem sequer diz onde está a morar. Francisco receia que ela tente localizar o filho e antecipa-se dizendo que vai falar com ele. Natércia entrega o telefone à patroa, anunciando uma chamada. Perante a curiosidade de Francisco com a conversa, Teresa é forçada a contar que vai a um especialista para avaliar uns sinais que tem nas costas. O marido não valoriza o caso, mas ela está apreensiva.

Emília mostra-se muito fragilizada, temendo que Zé Maria seja condenado a pena de prisão. O empresário abraça-a, também ele apreensivo com o que lhe pode acontecer.

Raul procura Madalena e põe em prática o plano de a convidar para tomar um café. Ela reaje mal e recusa, muito incomodada e surpreendida pelo interesse que ele demonstra nela. Júlia chega entretanto e faz de casamenteira. Madalena fica ainda mais perturbada, embora negue o seu nervosismo. Júlia estranha o comportamento tão defensivo da amiga. Raul vai embora na esperança de que Madalena lhe telefone.

Mariana espera ansiosa a chamada para a entrevista que pode possibilitar-lhe um estágio na nova revista feminina. Enquanto conversa com Raquel, aproxima-se delas um homem que se apresenta como Artur Dinis, diretor da revista Femmina. Raquel levanta os olhos e vê que o homem é nem mais nem menos do que o que lhe bloqueou o carro à saída da clínica de estética. Ao espanto e incómodo de Raquel, Artur responde com um sorriso irónico. Mariana não se apercebe de nada.

Raquel confessa a Artur que marcou a entrevista de Mariana e formula o desejo de que ele não prejudique a sobrinha, devido ao incidente de trânsito que tiveram no dia anterior. Artur encaminha Mariana para o seu gabinete e, com uma expressão carregada de ironia, responde a Raquel que na sua revista manda ele.

Zé Maria saúda a recuperação de Urbano e conta que não pode ter excesso de confiança quanto à sentença do tribunal. Apesar do testemunho de Raquel poder funcionar a seu favor, reconhece que cometeu um crime, correndo o risco de ser punido por ele. Urbano, agastado, confidencia que Júlia lhe pediu o divórcio, reconhecendo que não se portou bem com ela. Zé Maria lamenta o facto, mas o amigo afirma que traiu a confiança da mulher.

Júlia manifesta vontade de visitar Ester, ao saber por Carminho que ela está muito abalada com a doença de Áurea, que teve de ser internada. Carminho aproveita para telefonar a Inês, pedindo à sobrinha que fale com Aníbal, avisando-o de que Ester quer que ele e Germano vão lanchar com ela lá em casa para que possa desculpar-se pelo escândalo de Áurea. Inês fica incumbida da tarefa e conversa com Duarte, que lamenta que Cátia não esteja na loja de doces para a apresentar, Acrescenta que ela deve ser uma santa para aturar o irmão.

Gui e Cátia conversam sobre o sucesso que ela está a ter com a gravação das crónicas que Jorge escreve como Virgínia Lobo para a revista feminina. Gui sugere que ela peça a Jorge que lhe publiquem a fotografia ao lado dos textos, mas Cátia responde que tem de cumprir o acordo que fez com Jorge.

Raquel deixa a revista de Artur, temendo que a discussão com ele afaste Mariana do estágio de fotografia. A sobrinha pergunta que incidente foi aquele, ao ponto de poder prejudicá-la. Raquel ainda pensa em ir pressionar Artur, mas Mariana arrasta-a para fora da sala.

Natércia fica baralhada quando Teresa diz que vai sair porque tem de ir ao cardiologista, quando antes havia referido que ia ao dermatologista. Teresa justifica-se assumindo que se enganou, mas a empregada fica a cismar no assunto.

Júlia procura convencer Madalena a dar uma oportunidade a Raul, que já demonstrou interesse nela. No entanto, estranha a reação da amiga, que recusa abrir as portas do coração, insistindo repetidas vezes que está melhor sem homens.

Emília deixa transparecer a ansiedade que está a sentir na véspera da leitura da sentença de Zé Maria. Raul não suporta o sofrimento da mãe e insiste que ela deve deixar o namorado. Emília fica indignada e garante que estará ao lado de Zé Maria nas horas boas e nas horas más. Raul, aceita a opção da mãe, mas deseja que ela não se arrependa.

Júlia entrega a Urbano os papéis do divórcio que ele aceita assinar, apesar de não esconder a tristeza que isso lhe provoca.

Ester e Inês visitam Áurea e ficam muito preocupadas, pois encontram-na muito apática devido aos sedativos com que está medicada.

Alberto, inconformado, afirma perentoriamente que não vai tolerar maricas na sua casa. Aníbal ainda pode entrar porque é pai de Bruno, mas Germano está fora de questão. Amélia contraria o patrão, que se irrita quando ela lhe ordena que vá fazer a última entrega de salgadinhos do dia.

Apesar do constrangimento que Áurea lhe causou no emprego, Germano aceita acompanhar Aníbal num lanche para que foram convidados por Ester, que lhes quer pedir desculpa pelo comportamento da filha.

Ester despede-se destroçada de Áurea e Inês revela que se confirmou que a mãe não estava a tomar a medicação. Para tranquilizar a avó, diz que ela só vai precisar de ficar internada uns dias.

Artur dinamiza a redação da sua revista e organiza os últimos pormenores da apresentação ao público. Deseja que o Dancin’ Days esteja à altura de receber o evento.

Hugo, por seu lado, exige a Babi que a organização da festa da Femmina seja um êxito, com o máximo de profissionalismo. Roberto interrompe a conversa e, quando fica a sós com o patrão, entrega-lhe a morada que ele tinha pedido.

Zé Maria agradece a Mariana por querer estar com ele quando for proferida a sua sentença, mas não atende o telemóvel quando Emília lhe liga.

Alberto prepara-se para evitar o encontro com Aníbal e Germano, desculpando-se com o facto de ter de ir para o ginásio. Ester obriga o marido a ficar e ainda lhe dá um raspanete porque ele tardou em perguntar por Áurea. Ao tomar conhecimento do estado da filha, Alberto fica preocupado.

Teresa desabafa no psicólogo as mágoas da sua vida, assumindo a sua profunda solidão, sentindo-se abandonada pelo marido e pelos filhos.

Zé Maria envia flores a Emília e um cartão de despedida, convicto de que vai ser condenado a alguns anos de prisão, por ter atentado contra a vida de Hugo. Emília chora em desespero, depois de Zé Maria lhe pedir que não espere por ele.

Júlia visita Ester e, quando se prepara para sair, esbarra em Duarte e Inês. O constrangimento dos três é evidente e Inês é quem fica mais afetada.

Nicole fica a pensar que Hernâni e Luísa estão a ter um caso e lança farpas aos dois, sem perceber que, no fundo, começa a sentir ciúmes do ex-marido. Miguel tenta denegrir ainda mais a imagem do rival, mas é a própria Nicole a mandá-lo calar.

Ester tem de insistir várias vezes com Alberto para que apresente um pedido de desculpas a Germano pelo escândalo que Áurea fez à porta da sua empresa. O namorado de Aníbal desvaloriza o incidente e garante que não guarda ressentimentos.

Júlia entrega o número de telefone de Raul a Madalena, incentivando a amiga a ligar-lhe. A amiga protesta, mas fica a pensar no assunto.

Raquel regressa ao quarto do hotel onde está a morar e é surpreendida por Hugo, que a impede de sair, olhando-a com ar ameaçador. Raquel é assaltada pelo pânico.

nas redes

pesquisar