SIC

Perfil

De segunda a sexta

Dancin' Days - Resumo de 21 a 27 de dezembro

Raquel e Zé Maria divorciam-se; Aníbal assume homossexualidade; Mariana vai ter com Júlia e pede-lhe que comecem de novo

Urbano mostra-se feliz depois de fazer amor com Júlia e recorda as suas raras experiências sexuais. Ela corta a conversa e consegue disfarçar o constrangimento da situação. Urbano prepara-se para dormir e Júlia finge fazer o mesmo, embora muito triste.

Alberto está indignado por Áurea ter feito as pazes com Aníbal. Amélia concorda que a separação tinha sido o melhor caminho. Ester acha que o facto de ficarem juntos, pode ajudar a filha a superar a doença. Alberto diz que nem Aníbal será capaz de lhe estragar o dia, entusiasmado por ir jantar a casa de Urbano, um homem de sucesso e um contacto a preservar. Amélia avisa Alberto para não aborrecer o médico com as suas ideias estapafúrdias, enquanto Ester decreta que a noite não é para falar de negócios, avisando que esta é uma boa oportunidade para ele fazer as pazes com Carminho e mostrar à filha que está a mudar.

Madalena conforta Júlia, ao perceber que a amiga se sente incomodada por ter feito amor com Urbano, sem qualquer sentimento. Madalena garante-lhe que não está a fazer nada de que se deva envergonhar, mas sim a fazer um homem feliz, tal como outras mulheres casadas fazem com os seus maridos. Júlia interroga-se porque é que há-de sentir remorsos se as outras mulheres não os sentem?

Raquel fica muito enervada e recusa-se a comentar a sua vida privada, ao ser contactada por uma revista que a confronta com as fotografias em que ela aparece a trair o marido com Hugo. Raquel tem de controlar-se ao receber uma chamada de Babi, confessando à amiga que Zé Maria cumpriu a ameaça e denunciou publicamente que ela o traiu com outro. De seguida, liga ao marido e diz que precisam falar.

Hernâni desabafa com Esteves e queixa-se de que tem quase todos os bens penhorados. O contabilista diz que o ajudava se pudesse, mas também não quer dar nas vistas, depois de ter sido seu cúmplice a ludibriar o fisco. Hernâni resigna-se e diz que vai pedir emprego ao dono da churrasqueira para grelhar frangos.

No centro comercial, o tema de conversa é o escândalo Corte-Real, com toda a gente a ver as fotografias de Raquel com Hugo. Este aborrece-se com os comentários no café de Isabel e vai embora furioso. Hernâni diz que há gente que não respeita o casamento e Nicole apressa-se a dizer que ele não tem moral para falar. Cátia mete-se na conversa e diz que toda a gente tem telhados de vidro. Acaba por ficar embaraçada, porque Nicole frisa que não é correcto andar com uma mulher casada.

Teresa vê Francisco a bocejar e critica o facto dele se ter deitado tarde. O marido mente e diz que esteve a trabalhar. Teresa diz que ele trabalha demais e Gui de menos, sugerindo ao marido que o force a trabalhar no escritório. Francisco liga a Gui, sob o olhar vigilante de Teresa. O filho ainda tenta descartar-se da tarefa, mas Francisco não permite contestações. Nonô chega entretanto, e conta a Mariana que uma revista publicou as fotos de Raquel aos beijos com Hugo. Mariana fica chocada com a notícia e diz que vai pedir explicações à tia que a criou como sua mãe.

Raquel acaba por assinar o divórcio com Zé Maria, percebendo que não tem alternativa. O marido diz que vai desfazer-se de tudo o que lhe faça lembrar o casamento com ela, incluindo o Dancin’ Days.

Júlia confessa a Carminho que não é completamente feliz com Urbano, pois não o ama. No entanto, diz que não está arrependida de ter casado, porque se não o fizesse a sua vida seria bem pior. Júlia agradece a amizade de Carminho e mostra-se feliz para a receber com a família para jantar. Carminho desabafa sobre a sua desavença com Alberto e diz que é ainda cedo para perdoar o erro que quase o levou a perder a casa.

Duarte encontra-se com Inês no jardim onde desfrutou de bons momentos com Júlia, revivendo agora essa nostalgia. Inês fica embevecida quando ele conta a sua viagem de sete meses e a forma como decidiu dar uma volta na sua vida. Inês louva-lhe a coragem e diz que também ela teve, de certa forma, de se fazer ao mar, abrindo o seu próprio atelier. Duarte diz que se ela apresentar um projecto que agrade para a agência de viagens que pretende abrir, ficará seu cliente.

Contrariado, Gui é obrigado a aceitar a proposta do pai para trabalhar em part time no escritório dele. O advogado pergunta pela nora e pela neta e o filho responde que Carolina está bem mas Mariana não tanto. Francisco fica intrigado quando Gui lhe diz para abrir a internet, que já lhe explica porquê.

Mariana critica Raquel pela traição que cometeu com Hugo. Quando este chega, Mariana vai embora muito mal-humorada. Raquel conta a Hugo que assinou o divórcio tal como Zé Maria propôs, percebendo que não tinha alternativa. A socialite defende que o mais importante agora é calar a imprensa e acabar com o escândalo. Hugo acaba por concordar e abraça-a.

Júlia comenta com Carminho o escândalo em que a irmã se envolveu e diz que não tem pena dela. Por outro lado não esconde a sua satisfação quando Urbano informa que já contratou a agência de comunicação que vai trabalhar a marca da clínica.

Hernâni é alvo de troça quando entrega panfletos de publicidade à churrasqueira, vestido de frango. Nicole e Miguel divertem-se com a cena. Tânia diz ao pai que está envergonhada ao vê-lo assim vestido, ignorando que ele precisa de trabalhar.

Gui vai a casa de Duarte, queixando-se de que o pai o obrigou a trabalhar no escritório e que o casamento com Mariana não corre com desejava. O irmão diz que ele agora tem de estar mais presente, mas percebe que Gui não vai mudar tão cedo de atitude. Duarte conta que gostou de Inês e que, em princípio vai contratar os seus serviços como arquitecta. Gui, que continua a beber cerveja a mais, insinua que Duarte pode aproveitar Inês para esquecer Júlia.

Antes de irem para o jantar em casa de Júlia, Carminho e Alberto fazem as pazes, pois o pai promete-lhe nunca mais se meter em negociatas, vivendo apenas da sua reforma. Durante a refeição volante, Ester e Amélia têm de travar o entusiasmo de Alberto que quer envolver Urbano no negócio dos pastéis.

Mariana fica furiosa porque Gui teima em sair com os amigos e avisa-o que não lhe abrirá a porta. Ele brinca e diz que tem chave, saindo de seguida. Mariana cumpre a ameaça e tranca a porta com a corrente.

Francisco conta a Teresa que Gui não gostou nada da ideia de trabalhar com ele no escritório mas ela mostra-se esperançada que o filho se torne mais responsável. Francisco inventa que se esqueceu de um processo no escritório, para poder sair de casa. Teresa diz esperar que ele não ande a traí-la como Raquel fez a Zé Maria. Francisco finge-se indignado, garantindo que o casamento é sagrado para ele.

Hugo convence Raquel a passar-lhe uma procuração para comprar o clube a Zé Maria, sem que este saiba a quem está a vender. Nesse momento, recebe uma mensagem do empresário que marca encontro com ele, para tratar de assuntos profissionais. Raquel teme que o ex-marido esteja a preparar uma armadilha, mas Hugo assegura que sabe defender-se.

Mariana fala ao telefone com Zé Maria, dando apoio ao pai depois da traição de que foi vítima por parte de Raquel.

Alberto insiste em envolver Urbano no negócio dos salgadinhos e Carminho perde a calma gritando ao pai que vai pedir a sua interdição. O constrangimento é geral e Alberto, em choque, retira-se envergonhado. Ester segue o marido, muito constrangida, enquanto Carminho pede desculpa pelo embaraço causado.

Gui regressa bêbado a casa e tenta arrombar a porta que Mariana se recusa a destrancar. A gritaria de Gui acorda Carolina que desata a chorar e Mariana, com lágrimas a correrem-lhe pela face, ameaça chamar a polícia. Gui berra ainda mais, ao mesmo tempo que bate violentamente com um extintor na porta, para forçar a entrada.

Mariana chora com Carolina ao colo e grita para que Gui se vá embora. Ele acaba por desistir de arrombar a porta que continua trancada pela corrente e fecha-a com estrondo, prometendo voltar no dia seguinte para falar com a mulher.

Áurea adormece no ombro de Aníbal a ver um filme. Quando acorda, diz que recuperou energias e que lhe apetece namorar. O marido pede-lhe que espere por ele no quarto, esforçando-se para recuperar o casamento. Percebe no entanto que vai ser difícil esconder a sua homossexualidade.

Carminho está triste pela forma como falou com o pai e pela imagem que deu a Urbano. No entanto, mantém a decisão de interditar Alberto, cansada de pagar os prejuízos das negociatas em que ele se mete. Jorge apoia a companheira, apesar de não concordar com a sua decisão.

Gui entra alcoolizado em casa de Duarte e atira-se para a cama dele, dizendo apenas que Mariana não o deixou entrar em casa. O irmão ainda tenta chamá-lo à razão, mas Gui adormece profundamente, fazendo com que Duarte passe o resto da noite no sofá, murmurando que ele só faz asneira, atrás de asneira.

Mariana toma a defesa de Zé Maria e critica duramente Raquel por tê-lo traído, dando razão a Júlia que havia dito que o casamento era um erro. Fragilizada pela violenta discussão que teve com Gui quando o impediu de entrar em casa, Mariana acaba por ser manipulada pela tia, que vira o jogo a seu favor. Raquel retoma o seu lugar de mãe, acarinhando Mariana e aconselhando-a a resolver as suas desavenças com o marido conversando com ele.

Zé Maria força Hugo a rescindir todos os contratos que tinha com ele, tratando do assunto de forma rude e fria. Hugo ainda tenta explicar que ama Raquel, mas o empresário garante que não faltará muito para que se farte dela.

Urbano confessa que sentiu algum constrangimento pela forma como Carminho se revoltou contra Alberto, percebendo agora a razão da esteticista estar sempre aflita, sem dinheiro. O médico reconhece a Júlia que está menos tímido desde que a tem a seu lado. Júlia promete-lhe uma noite inteira de dança, para se divertirem.

Alberto garante a Ester que nunca mais vai falar com Carminho, depois da filha o ter humilhado em casa de Urbano, ao dizer que irá pedir para o considerarem psicologicamente incapaz. Ester tenta que o marido entenda as razões da filha, mas Alberto irrita-se ainda mais e ameaça deixar de falar com ela também.

Hernâni, vestido de frango, acusa Nicole de ter virado a filha contra ele, mas para a ofender, diz que foi Miguel a dar a ideia, pois ela não tem cabeça para tanto. A manicura começa a bater-lhe, à vista de Luísa, que se diverte e de Isabel, que diz dar graças a Deus por nunca ter casado.

Aníbal vai até ao rio e pensa na vida, dividido entre continuar em casa, alimentando um casamento infeliz, ou assumir a sua homossexualidade ao lado de Germano.

Ester diz a Amélia que vai com Áurea ao psiquiatra e que depois vai passar pela clínica, na tentativa de convencer Carminho a não interditar o pai. De saída, propõe a Alberto ir ver a carrinha que quer comprar para distribuir os salgados, mas ele está consumido pelos seus pensamentos e desconversa. Ester vai-se embora frustrada.

Carminho pede desculpa a Júlia pelo escândalo que armou em casa de Urbano contra os delírios de Alberto e mantém a intenção de interditar o pai.

Zé Maria aparece na clínica e pede desculpa a Júlia por ter sido conivente com Raquel a afastá-la da filha. Júlia desculpabiliza o ex-cunhado e diz que a irmã é especialista em manipular pessoas. Zé Maria sorri e fica aliviado.

Mariana liga a Duarte, preocupada por não saber de Gui. Fica mais tranquila ao saber que ele está em casa do irmão. Depois de desligar, Duarte acorda Gui e dá-lhe um sermão, exigindo que tome um banho e que vá para casa pedir desculpa à mulher. Duarte acusa Gui de beber demais e deixa claro que tem de mudar de vida porque agora é casado e pai.

Miguel consegue comprar o stand que foi de Hernâni e festeja o facto com Nicole. Madalena olha divertida a forma melosa com que eles se tratam.

Áurea tem um ataque de histeria e começa a bater em Aníbal quando ele lhe confessa que é homossexual e que o caso que teve foi com um homem, colocando fim ao casamento com ela.

Ester não consegue demover Carminho da ideia de interditar Alberto, pois a filha entende que á a melhor atitude a tomar para proteger o pai e a própria família. Ester confessa a sua preocupação com Áurea e diz que vai ter com ela para a acompanhar ao médico.

Aníbal consegue acalmar Áurea e explicar-lhe que acima de tudo se enganou a si próprio por não saber lidar com a sua tendência sexual. Pede-lhe que não conte a verdade a Bruno, até que o filho esteja mais preparado para lidar com tal situação. Áurea parece resignar-se ao que lhe está a acontecer quando Aníbal revela que tenciona ir viver com Germano, se ele o aceitar de volta.

Duarte vai com Inês visitar a loja que ela descobriu para ele instalar a agência de viagens. A arquitecta brinca com ele e reclama que lhe pague um jantar, se ele gostar do espaço. Duarte começa a sentir grande empatia com Inês e entra na brincadeira. Acabam por se tratar por tu, ambos num registo provocador.

Mariana e Gui fazem as pazes, comprometendo-se a ser mais tolerantes um com o outro.

Ester fica chocada quando Áurea revela a homossexualidade de Aníbal e só fica convencida quando ele próprio o confirma. Depois do marido sair com as malas na mão, Áurea irrompe a chorar no colo da mãe.

Alberto vai à clínica de estética e tenta passar despercebido, mas Carminho acaba por esbarrar com ele. Quando a filha pergunta o que faz ali, Alberto mal lhe fala e diz que foi falar com uma amiga. Entra no gabinete de Urbano onde Júlia o recebe ao lado do marido. Muito constrangido entrega-lhes uma carta, onde se pode ler que o banco executou a hipoteca da casa onde a família vive. Alberto confessa que mentiu a toda a gente e que não conseguiu renegociar a divida, adiantando que o leilão da casa vai ser feito dentro de uma semana. Urbano e Júlia, incrédulos, trocam um olhar preocupado.

Urbano e Júlia dispõem-se a comprar a casa de Alberto, para que ele e a família não fiquem na rua. Carminho vê o pai a sair do gabinete do médico e precipita-se para Júlia, tentando saber o motivo da reunião. Quando a amiga lhe conta o sucedido, Carminho rejeita a ajuda, dizendo que não pode abusar da amizade que têm. Júlia faz-lhe ver que é a única solução, para evitar que a família fique sem tecto e Carminho acede, impondo como condição que a casa fique em nome de Urbano e Júlia, evitando que Alberto a perca outra vez.

Raquel assina a procuração que confere a Hugo plenos poderes para tomar decisões em seu nome. O namorado insiste para que ela leia atentamente o documento, coisa que Raquel faz rapidamente, ansiosa por levar Hugo para a cama.

Babi cruza-se com Zé Maria na clínica e assegura-lhe que só soube há pouco tempo que Raquel o traía com Hugo. O empresário desvaloriza a situação e conta que está a vender o clube, propondo-lhe a compra. Babi sorri, respondendo que não tem dinheiro para tal e despede-se dele oferecendo-se para ouvir os seus desabafos, se precisar.

Mariana lamenta-se por ter de deixar Carolina entregue à empregada, enquanto estiver fora a divertir-se com Gui. Conta a Nonô que Raquel tem mais que fazer e que não quer pedir a Teresa, por não querer ficar a dever favores à sogra. A amiga sugere-lhe que chame Júlia, mas Mariana nega com determinação tal possibilidade. Nonô acaba por deixá-la a pensar, ao dizer que a filha pode voltar-se contra si, quando mais tarde perceber que foi enganada, tal como ela.

Gui chega atrasado ao escritório do pai logo no primeiro dia de trabalho, mas Francisco trata de lhe impor regras.

Júlia agradece a Urbano por ter ajudado Alberto e aproveita para o convencer a aceitar maior exposição mediática, para valorizar os negócios. Urbano aceita tudo o que Júlia quer e diz que, com ela, vive os dias mais felizes da sua vida.

Gui passa a tarde a abrir a boca de sono e irrita Francisco, que tenta explicar-lhe alguns processos que tem em mãos. Duarte chega na hora exacta e poupa o irmão de ouvir um raspanete, contando que já tem loja para a agência de viagens. Francisco acalma e aceita o convite para lanchar com os dois filhos.

Inês fica estupefacta quando Áurea lhe conta que o pai saiu de casa e foi viver com o namorado porque se assumiu como gay. Inês liga a Aníbal mas este rejeita a chamada, pois acaba de se encontrar com Germano, que o ajuda a levar as malas para o seu apartamento.

Emília implica com Luísa que tarda em rendê-la na loja de antiguidades e lembra-lhe que ainda não devolveu o serviço de peças falsificadas. Luísa ironiza e chama patroa à sócia.

Tânia passa por Hernâni e ignora o pai, envergonhada por vê-lo vestido de frango. A rapariga entra na loja de Nicole e queixa-se à mãe de ser gozada na escola por causa do emprego do pai. Este insiste que Tânia o cumprimente, mas a filha teima que só o fará quando ele despir aquele fato. Nicole manda o ex-marido embora e Miguel expulsa-o da loja. Os dois começam a discutir quando Miguel revela que vai gerir o stand que era de Hernâni. Durante a briga, um assaltante rouba a caixa da loja gourmet e quando está prestes a fugir com o saque, Hernâni domina-o sem querer e transforma-se em herói, abraçado por Tânia, orgulhosa do pai. Miguel fica pior que estragado.

Alberto fica em choque quando Ester lhe conta que Aníbal é homossexual. A mulher pede-lhe para ter cuidado, pois não sabem ainda como dar a novidade a Bruno, mas o marido quase se descai à mesa do jantar. Vale a intervenção de Inês que diz apenas que o pai saiu de casa. Bruno vai chorar para a sala de estar e a avó tenta consolá-lo. Carminho chega nessa altura e acrescenta ainda mais turbulência à noite familiar, forçando Alberto a contar que mentiu, ao dizer que tinha assegurado que o banco não executava a hipoteca da casa. Quando ele diz que resolveu o problema, Carminho esclarece que resolveu porque foi pedinchar a Júlia e Urbano, que vão comprar a casa, permitindo-lhes que ali continuem a viver. Alberto sai da sala, humilhado, quando a filha diz que a casa vai ficar no nome do médico e da amiga, porque ele não é de confiança.

Gui e Mariana entregam Carolina aos cuidados de Teresa, que fica satisfeita por poder ser prestável a cuidar da neta, enquanto eles se divertem no clube. Duarte já os espera na discoteca, quando Júlia chega, deslumbrante, acompanhada por Urbano. O casal é o centro das atenções e Júlia arrasta o marido para a pista de dança. Duarte fica irritado e vai embora, enquanto Júlia perde o sorriso ao vê-lo afastar. Urbano tenta perceber o que se passa, mas Júlia acaba por disfarçar.

Ester insiste para que Alberto peça desculpa a Carminho, pelo sarilho em que envolveu a família, mas o orgulho fala mais alto e Alberto limita-se a reconhecer que errou.

Cátia faz-se difícil para Francisco e só aceita dançar para ele quando o advogado promete interceder para que ela entre num filme.

Mariana avista Júlia na discoteca, mas não tem coragem de ir cumprimentá-la, apesar de Gui achar que é o que deve fazer. Júlia troca olhares com a filha e diz a Urbano que não vai dirigir-se a Mariana, pois é a ela que cabe dar o primeiro passo.

Duarte entra em casa muito aborrecido e interroga-se como foi possível Júlia casar com aquele homem.

Júlia fica nervosa e apreensiva quando Mariana a procura em casa. Começa por recebê-la com frieza, mas fica sem saber o que responder, quando a filha confessa que não quer esconder de Carolina que ela é a sua avó e pergunta se podem começar de novo.

nas redes

pesquisar