SIC

Perfil

De segunda a sexta

Dancin' Days - Resumo de 16 a 22 de novembro

Raquel tem um plano para que Júlia volte a ser presa!

A polícia recebe a denúncia de roubo contra Júlia, mas pede a Áurea que se identifique. Atrapalhada, mas também determinada, diz que nada tem a esconder e identifica-se como Raquel Corte-Real.

Júlia confessa a Ester e a Amélia que a visita de Raquel, para se reconciliar com ela, foi uma surpresa muito boa. Entusiasmada decide ir procurar emprego, acreditando que, finalmente a sua vida vai mudar. Depois de Júlia sair, Áurea procura por ela, disfarçando o seu interesse, perante a curiosidade de Ester e Amélia.

Gui aparece de surpresa no colégio e não precisa de se esforçar muito para convencer Mariana a faltar às aulas. Nonô reprova a sua atitude, mas fica com a tarefa de mentir à professora, dizendo que Mariana foi para casa com febre.

Áurea faz as pazes com Aníbal e volta para casa, perdoando-lhe por lhe ter batido. Inês fica confusa com a atitude da mãe.

Raul conversa com Emília sobre a sua situação profissional no hospital, augurando tempos difíceis, por contraste com a situação de Inês que tem progredido todos os anos. No entanto diz à mãe que não espera perder o emprego.

Luísa regista o entusiasmo com que Isabel fala em agradecer ao doutor Urbano os bilhetes que ele lhe ofereceu para o teatro e diz que ela quer filar o médico.

Alberto convence Jorge a avançar com negócio das motos táxi antes de tudo estar legalizado, argumentando que a fiscalização é pouco eficaz.

Ester e Amélia ficam chocadas quando Áurea conta que fez as pazes com Aníbal, convicta de que o marido não voltará a bater-lhe, arrependido que está por tê-lo feito. Ester apoia a filha mas a empregada não acredita no futuro daquele casamento.

Raul pede Inês em casamento e ela aceita, maravilhada também com o anel de brilhantes que ele lhe oferece. O médico diz que vai ganhar muito mais dinheiro como director de uma clínica que vai abrir brevemente. Inês muda radicalmente de expressão quando Raul diz que a clínica é em Luanda. Inês diz que não está preparada para abandonar tudo e ir para Angola de repente. O ambiente fica tenso e ameaça transformar-se em discussão.

Júlia recebe uma chamada de Raquel e aproveita para lhe agradecer ter-lhe reacendido a esperança numa vida melhor. Com a aproximação de Zé Maria, Raquel despede-se da irmã e desliga, contando depois ao marido que fez as pazes com e irmã e convenceu-a a esperar mais algum tempo para se encontrar com Mariana. Zé Maria fica surpreendido.

Nicole fica sem uma das suas empregadas e contrata Júlia à experiência. Emília e Isabel sorriem e dizem que ela teve sorte. Luísa não concorda e adivinha que Nicole vai explorá-la.

Nicole fica indecisa em contratar Júlia quando esta confessa que esteve presa. Nesse instante Hernâni assoma à porta a perguntar à ex-mulher se gostou das ofertas que lhe enviou por Miguel. Nicole fica agastada, mas é defendida por Júlia que manda Hernâni embora com firmeza. Nicole fica tão satisfeita que a contrata de imediato.

Francisco encontra-se com Júlio, um médico amigo, dizendo-se preocupado com a saúde de Teresa. Por isso pede-lhe que recomende à mulher um check-up, na esperança de que ela desista de fazer o testamento.

Durante uma recepção, o ministro dos negócios estrangeiros apresenta Duarte a Helena, a adida cultural do Brasil em Lisboa.

Mariana delira com o passeio de barco que Gui lhe proporciona, mas não aceita jantar com ele para evitar conflitos com a mãe. Mariana conta-lhe que tentou pedir desculpa a Vera por tê-la traído com ele, mas Gui desvaloriza e ainda acrescenta que é bom que Vera se habitue. Quando se vê livre de Mariana, Gui vai à clínica falar com Vera, a pretexto de marcar uma consulta, mas é tratado com frieza. Vera desabafa muito irritada com Carminho, mas recompõe-se e quando Gui volta à carga, chama-lhe idiota e afasta-o de vez.

Duarte e Helena conversam cada vez com maior cumplicidade e ela pede-lhe conselhos sobre a diplomacia belga, propondo um encontro no dia seguinte.

Alberto fica desagradado ao saber que Áurea se reconciliou com Aníbal e proíbe que ele ponha os pés lá em casa. Bruno também não gosta da ideia de voltar a viver com o pai, mas acaba por perdoá-lo, pois Aníbal pede desculpa por ter agredido Áurea, prometendo que não voltará a fazer.

Raul, meio triste, conta a Emília que pediu Inês em casamento mas que não obteve resposta, pois ela tem reservas em ir com ele para Angola. A mãe aconselha-o a ser paciente.

Raquel e Zé Maria sugerem a Mariana que convide Gui para jantar, pois querem conhecê-lo melhor. A rapariga concorda, mas esconde que fez gazeta para estar com o namorado.

Duarte conta a Gui que conheceu uma mulher interessante, mas deixa entender que não está a pensar ter nova namorada. Confirma que rompeu com Júlia e Gui abana a cabeça em desacordo com o irmão.

A polícia revista o quarto de Júlia, depois de informar que recebeu uma denúncia por roubo contra ela. Os agentes dizem procurar um anel. Alberto protesta, dizendo que não tem ladrões em casa, enquanto Júlia pede desculpa pela confusão.

A polícia nada encontra que sustente a acusação de roubo contra Júlia. Amélia protesta com os agentes que deixaram a casa toda desarrumada, enquanto Alberto causa desagrado, ao dizer que eles deviam era andar atrás dos ladrões. Depois dos guardas saírem, Paulo devolve a Júlia o anel que eles procuravam e ela explica que o descobriu debaixo do colchão quando foi fazer a cama, concluindo que foi Raquel a querer incriminá-la para a atirar de novo na prisão. Alberto, Ester e Amélia ficam petrificados ao saberem que Júlia já esteve presa, não lhe deixando outra alternativa senão contar toda a sua triste história de vida. Carminho e Paulo apoiam Júlia ao longo da sua narrativa. Vera também conta que já sabia de tudo. Alberto digere tudo muito abalado. Ninguém imagina que a causadora de toda a perturbação teve origem em Áurea, que colocou o anel de Raquel na cama de Júlia. Depois de todos os segredos desvendados, Alberto acolhe Júlia na família, dizendo que ela vai ter de os aturar para sempre. Amélia não consegue disfarçar as lágrimas e é abraçada por Ester, que a conforta.

Duarte marca um encontro com Helena no hotel em que ela está hospedada. Gui troça do irmão e encoraja-o a arranjar namorada nova para esquecer Júlia.

Aníbal inventa uma questão de trabalho para sair de casa à noite. Áurea acredita na desculpa do marido, embora desconsolada, pois planeava uma noite de amor como há muito não tinha. Conforma-se em ajudar Inês a fazer uma ceia, já que não consegue dormir.

Emília confessa que lhe vai custar ver Raul ir trabalhar para Angola mas, por outro lado, deseja que Inês aceite casar com ele e possam ir os dois. Luísa brinca com a situação para animar a amiga e diz que não se importa de ir com Raul, no lugar da noiva.

Aníbal vai para o parque observar as movimentações das prostitutas e dos rapazes que também se prostituem. Um deles pede-lhe lume e quando Aníbal lhe chega o isqueiro consegue agarrá-lo pelos colarinhos. Outro rapaz surge para ajudar e ambos arrancam Aníbal do carro para a rua, agredindo-o com violência, depois de lhe roubarem a carteira.

Alheia ao que aconteceu ao marido, Áurea conversa com Inês sobre a performance de Aníbal na cama, deixando a filha embaraçada.

Carminho insiste com Júlia para que faça queixa de Raquel. A amiga responde que isso não vai adiantar nada, mas garante que vai desforrar-se da irmã, pois já não é a jovem inocente que ficou presa durante dezasseis anos.

Raul é um dos médicos que assiste Aníbal no hospital e por isso avisa Inês que o pai foi assaltado e espancado. Áurea fica em estado de choque e fica impaciente para visitar o marido. Inês tranquiliza Bruno dizendo que o pai está bem.

Duarte escolhe os quadros que vai levar para a exposição. Descobre uma tela em que retrata Júlia e começa a pintar por cima, ao mesmo tempo que recorda o momento em que rompeu com ela.

Mariana ouve os pais comentarem que a empregada vai fazer uns exames médicos e que só regressa a casa a tempo de preparar o jantar. Mariana despede-se de Raquel e Zé Maria, a pretexto de ir para o colégio mas o que faz é ligar a Gui, convidando-o para passarem a tarde sozinhos. Gui fica tão entusiasmado que até desmarca um trabalho de grupo. Sai de casa a correr sem tomar o pequeno-almoço, para desconforto de Teresa. Francisco também fica irritado com ela, porque lhe sugere que interceda junto de um colega que é professor de Gui para que não lhe dê negativa. Teresa volta a insistir para que ele lhe faça o testamento, mas Francisco é salvo pelo telefonema de Júlio, que lembra a Teresa que está na altura do seu check-up anual. O advogado aproveita para marcar pontos, dizendo que depois de verificar que está bem de saúde, Teresa irá abandonar a ideia de fazer o testamento.

Ivo entrega a Cátia o DVD que lhe gravou para o casting. Jorge apanha parte da conversa e quando Cátia vai embora, pergunta a Ivo se anda com ela. Este age com repulsa e diz que tal é impossível, por serem muito diferentes. Ivo muda de assunto e começa a queixar-se do braço, inventando mil doenças. Jorge deixa-o ir ao hospital.

Áurea, muito aflita, mima Aníbal no hospital. Inês pergunta ao pai se foi agredido perto do trabalho, mas ele mente e é evasivo. Diz que não apresentou queixa porque o que lhe roubaram não vale o trabalho.

Júlia, entusiasmada por Carminho, decide mandar uma mensagem a Duarte, ainda esperançada numa reconciliação. Ele recebe-a no momento em que conversa descontraidamente com Helena. O diplomata disfarça e aceita o convite para dar um passeio com a sua nova amiga.

Mariana e Gui fecham-se no quarto dela e fazem amor. Quando Elvira regressa a casa, já os encontra na sala a verem um filme.

Júlia combina tomar um café com Raquel.

Helena e Duarte descansam do passeio que acabaram de dar e ela beija-o sem qualquer constrangimento. Duarte fica surpreendido mas corresponde, levando Helena a dizer que não o vai largar tão cedo.

Júlia confronta Raquel com dureza, acusando-a de ter plantado o anel na sua cama para incriminá-la por roubo, atirando-a de novo para a prisão. A irmã nega qualquer envolvimento e diz não saber do que ela está a falar. Júlia atira o anel ao rio e avisa Raquel de que vai recuperar os dezasseis anos que esteve presa e também a sua filha.

Raquel chega a casa com os nervos em franja depois do encontro com Júlia. É obrigada a disfarçar perante Gui e Mariana, mas Zé Maria consegue perceber que a conversa não correu bem.

Alberto faz as delícias de Amélia, que troça ao vê-lo com o fato de motard e o capacete. Vera e Paulo também acham graça, mas Ester fica preocupada só de pensar que o marido vai trabalhar em cima de uma mota. Júlia opta por não jantar e segue o conselho de Carminho. Vai ter com Duarte ao seu apartamento mas apanha um grande balde de água fria, pois quem abre a porta é Helena, vestindo uma camisola dele. Duarte fica petrificado ao perceber que as duas mulheres estão agora frente a frente. Helena curiosa e Júlia em choque.

Ao deparar-se com Helena e Duarte juntos, Júlia percebe que está a mais e disfarça o seu constrangimento, dizendo que se enganou no andar. Duarte, por sua vez, diz a Helena que se trata de uma antiga namorada e deixa-se arrastar, de novo, para a cama.

Cátia prepara-se para ir para o bar onde faz striptease e mente a Sónia, dizendo que vai para um ensaio privado do coro.

Nicole conta Isabel que Tânia foi jantar com o pai e deseja que o ex-marido não a incomode quando for levar a filha de ambos a casa.

Áurea e Aníbal são apanhados de surpresa, quando Raul lhes conta que pediu Inês em casamento. O entusiasmo inicial transforma-se em apreensão, pois o médico acrescenta que ela ficou de pensar no assunto e que ainda não aceitou. Áurea fica perplexa e diz de imediato que vai falar com a filha. Primeiro telefona Ester para avisar que Aníbal já está em casa. Amélia, com alguma ironia e ponta de vingança, diz esperar que ele tenha aprendido a lição. Carminho censura a empregada mas, desta vez, Alberto está do mesmo lado e garante que parte as pernas a Aníbal se ele voltar a bater em Áurea. Júlia interrompe a conversa familiar, chegando com ar perturbado. Vera ainda pergunta se está tudo bem, mas ela segue directa para o quarto. Carminho segue-a e Júlia, cheia de raiva, conta que apanhou Duarte com outra, jurando que ele está morto e enterrado. Carminho arrepende-se de ter incentivado a amiga a lutar pelo diplomata.

Depois do jantar, Raquel e Zé Maria conversam com Gui, procurando saber mais sobre a sua vida. Mariana mostra-se entediada, enquanto Raquel deixa Zé Maria desagradado por afirmar que ele, hoje em dia, prefere ficar no seu cantinho, a sair à noite.

Cátia seduz Francisco e consegue que ele a leve para o hotel onde já estiveram, para passarem a noite juntos. O advogado não resiste aos encantos da amante e propõe-lhe que deixe o bar de striptease, comprometendo-se a pagar-lhe as contas.

Nicole resmunga com Hernâni que se atrasa a levar Tânia para casa. Quando a rapariga sai para o quarto a manicura trata o ex-marido com frieza e só descansa quando o põe na rua, apesar dos esforços que ele faz para a reconquistar.

Raquel garante a Zé Maria que vai fazer tudo para impedir Júlia de se aproximar de Mariana. O marido vai deitar-se primeiro que ela, mas é forçado a regressar à sala para apanhar os óculos de que se esquecera. Nesse momento, Raquel está a enviar uma mensagem para Hugo e fica comprometida, embora tente disfarçar. Zé Maria esboça um sorriso amarelo, mas está cada vez mais desconfiado com o comportamento da mulher.

Júlia rejeita a chamada de Duarte e continua a tomar o pequeno-almoço com a tristeza estampada no rosto. Carminho repara, mas muda de assunto perguntando à mãe se Aníbal passou bem a noite. Alberto não se contém e diz que o genro devia ficar privado de analgésicos, para o ver o que é bom. Ester censura a atitude do marido.

Inês não gosta que Áurea lhe pergunte porque é que recusou casar com Raul e esclarece a mãe que ainda está a pensar no assunto. A conversa azeda mais, quando Aníbal defende que a filha deve deixar que o futuro marido a sustente, permitindo que ela fique em casa a tratar dos filhos. Inês corta o diálogo e lembra ao pai, antes de levar Bruno à escola, que está no século vinte e um.

Emília confirma a Luísa que a loja não facturou o suficiente para pagarem as contas e que, por isso vão ter de despedir Carla. No entanto, ambas se confessam incapazes de o fazerem sozinhas. Isabel chega entretanto e conta às amigas que vai finalmente encontrar-se com o homem com quem tem falado pela internet. Para se reconhecerem ele levará uma rosa ao peito, facto que Emília acha romântico. Luísa, denotando alguma inveja, solta que romântico seria enviar-lhe um bilhete de avião para se encontrarem em Paris.

Zé Maria dá corpo às suas desconfianças e contrata um detective para seguir Raquel.

Duarte falar com Júlia e pede-lhe para que se encontre com ele, pois precisam falar. Júlia, embora contrariada, não recusa. Nicole, que está mais preocupada em escutar a conversa, magoa uma cliente a quem arranja as unhas.

Luísa deixa que seja Emília a despedir sozinha a funcionária da loja de antiguidades. Emília fica irritada com a falta de solidariedade da amiga.

Raul e Inês não se entendem. Ele mantém a ideia de ir para Luanda como director da nova clínica, enquanto ela também não abdica dos seus planos profissionais. Raul insiste que devem casar e que ela deve acompanhá-lo. Inês termina tudo com o médico e deseja-lhe boa viajem e que seja muito feliz com o dinheiro que vai ganhar.

Alberto consegue o primeiro cliente para transportar da moto táxi, perante o olhar divertido de Jorge.

Júlia encontra-se com Duarte e acusa-o de ser preconceituoso e de a ter magoado. O diplomata mostra-se ofendido, mas Júlia devolve-lhe os brincos que ele lhe havia oferecido. Ambos partem em direcções opostas, dando a ideia de a ruptura é definitiva.

Hugo e Raquel são fotografados aos beijos pelo detective que Zé Maria contratou e combinam o próximo encontro.

A primeira viajem na moto táxi corre mal e Alberto entra por uma montra adentro. Como não tem seguros e exercia uma actividade fora da lei, vai ter de pagar uma série de multas, a montra da loja e a conta do médico ao cliente que também sofreu ferimentos. Ester cuida do marido, que regressa a casa todo rasgado e de capacete na mão. Amélia não deixa de criticar o patrão, mas também acaba por sentir pena por nada lhe correr bem.

Luísa e Emília ficam sem saber o que dizer a Isabel, quando a amiga conta que o homem com quem se foi encontrar fugiu assim que percebeu que era ela a sua pretendente.

Cátia fica aflita quando Sónia lhe exibe um panfleto que anuncia um espectáculo do coro de que ela supostamente faz parte. Sónia diz entusiasmada que finalmente vai vê-la em acção.

Júlia recusa-se a arranjar os pés a Raquel, para choque de Nicole, que ignora que as duas são irmãs.

Zé Maria recebe as piores notícias, confirmando que Raquel anda a traí-lo. Sem coragem para ver as fotografias, paga ao detective e fica sozinho, entregue à sua mágoa.

Nicole diz a Júlia para ir beber um café, enquanto tenta acalmar Raquel. Esta, despeitada, faz chantagem e ameaça estragar o negócio de Nicole se ela não despedir Júlia.

Nicole matem-se firme e recusa-se a despedir Júlia, preferindo perder Raquel como cliente. Raquel vai embora e ainda troca um olhar com Júlia, que está a tomar um chá. Nicole pergunta a si própria o que levará Raquel a agir daquela forma.

Helena faz uma visita surpresa a Duarte, no momento em que ele separa as telas para a exposição de pintura que vai fazer. Provocante, ela oferece-se para ser seu modelo num nu artístico. Duarte, que estava desmoralizado, anima-se e vai buscar o cavalete.

Hernâni vai comprar bombons e não resiste a seduzir Cátia. Ela coloca-o no lugar e diz que percebe bem porque é que Nicole nem o pode ver. Hernâni não dá parte fraca e diz que talvez um dia a convide para sair.

Nicole fica estupefacta quando Júlia lhe conta que Raquel é sua irmã, mas apressa-se a assegurar que enquanto ela ali trabalhar, não permitirá que alguém lhe pise os calos. Hernâni aparece com os bombons que comprou e só consegue fazer com que Nicole repita que o casamento que tinham acabou. O vendedor de automóveis diz que vai à escola buscar Tânia para levá-la a lanchar e deixa os chocolates na bancada. A manicura adverte-o para que não dê esperanças à filha de que vai voltar para casa. Hernâni deixa os chocolates na bancada e Nicole diz a Júlia para os pôr num prato como oferta para as clientes, desejando que o ex-marido fique debaixo do próximo camião com os carros que lhe entregarem no stand.

Áurea pretende ajudar Aníbal a levantar-se do sofá para ir jantar. O marido acha que está a ser tratado como um inválido e protesta. Inês e Bruno aparecem nessa altura e são acusados pela mãe de estarem sempre ao lado do pai. Quando eles torcem o nariz à pescada que ela põe na mesa, Áurea fica mesmo furiosa.

Carminho dá um valente raspanete a Alberto, que mais uma vez com prometeu a economia da família com o acidente de mota que teve. Amélia apoia a rapariga e Alberto manda-a calar, dizendo que a conversa é entre a família. Jorge sai em defesa do futuro sogro e diz que ainda tem algum dinheiro que cobre o valor dos prejuízos. Carminho exalta-se ainda mais e garante que se ele voltar a investir dinheiro nos negócios do pai, fica tudo acabado entre eles. Jorge é posto na rua, confortado por Júlia que lhe faz uma festa no braço. Alberto diz que nunca foi tão insultado na vida. Ester defende o marido como pode.

Raquel chega a casa para jantar e estranha encontrar Zé Maria de ar pesado e a beber. O marido diz que vai jantar ao clube e esconde já saber que ela o trai. Mariana pergunta porque razão o pai não janta em casa e Raquel mente, dizendo que surgiu um problema de última hora no Dancin’ Days.

Teresa estranha que Gui tenha uma nova namorada e avisa o filho que não quer que ele faça sofrer Mariana, para não criar problemas entre as duas famílias. Teresa mostra-se ainda desagradada por Duarte ainda não ter casado mas Gui, malicioso responde que o irmão não tem estado propriamente sozinho. Francisco troca um olhar cúmplice como o filho mais novo, enquanto Teresa reprova a atitude.

Duarte continua a pintar o nu de Helena e a conversa corre com grande cumplicidade. Ela age como uma criança e ele como um adulto protector.

Carminho desabafa com Júlia por ter ralhado com o pai, mas sobretudo porque Jorge gastou uma fortuna no negócio que se perdeu, continuando sem pensar em constituir família com ela. Júlia, por seu lado, conta à amiga a discussão que teve com Raquel e a forma como Nicole se colocou ao seu lado, recusando despedi-la, como Raquel pretendia.

Raquel estranha que Zé Maria não tenha dormido em casa e começa a preocupar-se por não lhe atender o telemóvel. Mariana avisa a mãe que já tem coisas combinadas com Gui e não está disponível para a sessão fotográfica que ela combinou. O rapaz liga nesse momento e volta a desencaminhar a namorada, que se prepara para faltar à escola outra vez para passar a tarde com ele. Gui diz que vai surpreende-la com o local onde vais estar com ela.

Áurea critica Aníbal por continuar sem querer sair com ela, apesar de já se sentir melhor. A discussão termina, porque Aníbal aceita emprestar-lhe o cartão multibanco para que ela faça compras no centro comercial.

Isabel está desalentada por ter sido rejeitada. Luísa sugere-lhe que contrate um prostituto e merece de imediato a censura de Emília que fica escandalizada. Isabel prefere entregar-se às mãos de Carminho e fazer uma massagem para se animar.

Nicole lamenta-se a Júlia e conta que Hernâni insiste em reconquistá-la, passando a vida a enganar Tânia ao fazer a filha acreditar que ele vai voltar para casa brevemente.

Áurea vai a casa dos pais depois de ter andado nas compras e aproveita para dizer mal de Aníbal, que não lhe liga nenhuma. Alberto defende que ele merecia que lhe acontecesse ainda pior do que a tareia que apanhou. Ester diz ao marido para não atear a fogueira ainda mais e diz à filha que vai com ele a uma festa. Alberto aproveita a dica para divagar, desejando encontrar um amigo da velha guarda que queira investir nas motas táxi. Amélia revira os olhos e murmura que vai começar tudo outra vez.

Isabel recebe com estupefacção o convite que Urbano lhe faz para contracenar com ele numa peça que está a ensaiar, mas acaba por aceitar o desafio, comprometendo-se a guardar segredo até à estreia.

Jorge telefona a Carminho que decide não atender para não gritar com ele outra vez.

Júlia emociona-se ao ver o cumprimento entra Nicole e Tânia, quando a menina regressa da escola. Decide então que é a altura de telefonar a Mariana. No entanto, a filha não atende a chamada e mente a Gui, dizendo que não é ninguém importante. Os dois desfrutam da paisagem na marina, arquitectando mais formas de enganarem os pais para estarem de novo sozinhos.

Zé Maria suporta, muito enfadado, a sessão fotográfica ao lado de Raquel. Quando o jornalista começa a perguntar como conseguem gerir um casamento tão feliz, Zé Maria levanta-se num ímpeto e, a pretexto de ter trabalho inadiável, sai porta fora. Raquel tenta disfarçar o incómodo, mas não consegue esconder a preocupação pela alteração de humor do marido.

Teresa regressa do médico e confia a Natércia que está com uma saúde de ferro. Francisco aproveita para dizer que, por isso mesmo, deve abandonar a ideia de fazer testamento, pois ainda vai viver muitos anos.

Alberto quase tem uma síncope quando em casa de Veiga, se depara com a mesa de jogo que lhe pertenceu e o amigo ainda acrescenta que encontrou numa das gavetas uma nota de mil escudos que vale uma fortuna.

Sem coragem para enfrentar a filha sozinha, Júlia pede a Carminho que a acompanhe.

Raquel irrompe pelo escritório se Zé Maria e exige-lhe que diga o que lhe anda a esconder. O empresário responde que se alguém anda a esconder algo é ela. Zé Maria deixa a mulher petrificada dizendo que já sabe que ela o anda a trair.

Júlia bate à porta dos Corte-Real e Elvira fica atónita ao ouvir a mulher apresentar-se como mãe verdadeira de Mariana. Esta fica sem saber se deve mandar Júlia embora ou mandá-la subir.

nas redes

pesquisar