SIC

Perfil

Catarina finge ter cancro para se aproximar de Maria

Maria não se deixa levar e tem mesmo dúvidas sobre a veracidade da doença da filha

Fernanda está a fazer jantar com a ajuda de Maria e confessa que o seu patrão no restaurante é uma paz de alma que às vezes até a elogia. Leandro grita que Catarina já leu as suas mensagens e apressa-se a ligar-lhe. Ela hesita para atender mas acaba por falar-lhe, justificando que desapareceu porque precisou de estar uns dias sozinha para pensar na vida. Leandro fala com ela completamente rendido. Rúben diz a Jéssica que o irmão é um banana. Maria recusa-se a falar com Catarina e Leandro inventa uma desculpa mas ela não acredita e percebe que a mãe não quer falar com ela. Depois de desligar, Catarina começa a pensar numa forma de se aproximar da mãe.

Maria está no parque de campismo a que regressou para morar e confessa a Fernanda o seu desapontamento por ter sido despedida por causa de Henrique. A amiga continua a não aceitar que ela tenha querido recomeçar do zero quando rejeitou a herança de António. Para espanto de ambas, Catarina aparece e Fernanda decide ir embora. Catarina abraça-se à mãe e chora, mas ela afasta-a e aconselha-a a resolver os seus problemas como quiser, desde que não queira abrir a sua porta, que está fechada. É então que Catarina dispara em lágrimas que a procurou porque tem um cancro nos ovários e que, por isso precisa de si. Sem permitir que a conversa se prolongue, Catarina enfia-se no carro e arranca, deixando Maria desconcertada.

Maria desabafa com Luís a mágoa por ter sido despedida a pedido de Henrique e conta também que Catarina lhe apareceu a dizer que tem um cancro. Maria assume que não acredita que a filha esteja doente como diz, pois passou a vida inteira a mentir-lhe.

Catarina engana Leandro e convence-o de que ele é a única pessoa que tem na vida, depois de lhe contar num choro fingido que tem um cancro, insinuando que está particamente condenada a morrer. Para construir o seu alibi e afastar quaisquer suspeitas pelo desaparecimento de Diogo, assegura que a próxima vez que estiver com o marido será para lhe pedir o divórcio. Leandro, apaixonado, acredita em tudo o que ela lhe conta.

Maria confessa a Fernanda que está cheia de dúvidas, sem saber se deva acreditar que Catarina está realmente doente. A amiga também se sente balançada mas Maria mantém-se firme, desconfiada de que se trata de mais uma mentira da filha.

Vítor irrita-se com Leandro que continua a andar distraído, sem dizer o que lhe vai na alma. Fernanda manda o marido largar o rapaz e ir trabalhar. Quando fica a sós com o filho, consegue que ele reconheça a sua preocupação com o estado de saúde de Catarina, embora vinque que Maria não acredita que esteja gravemente doente. Ele, cego pelo amor, insiste que ela precisa de apoio e que a vai ajudar. A mãe suspira e afirma que o mal dele é ser bom demais.

nas redes

pesquisar