SIC

Perfil

Beatriz simula a sua morte para fugir de Miguel!

Beatriz sabia que Miguel era um assassino e vivia apavaroda só de pensar que o juiz podia matá-la a qualquer momento!

Victor Freitas\302\251

Beatriz decide pedir ajuda a Hélder para simular a sua morte, convencida de que só assim estará a salvo se Miguel descobrir que é ela quem o está a investigar.

Hélder tenta demover Beatriz de simular a sua morte mas perante o pavor que ela demonstra de que Miguel descubra que foi ela quem o colocou sob escuta, aceita ajudá-la.

Beatriz conta a Hélder que por pouco Miguel não voltou a bater-lhe e insiste que tem de desaparecer para acabar com a tortura em que vive.

Beatriz pede a Laura para prolongar a hora do almoço com a justificação de que está a frequentar uma ação de formação. Entretanto, pede-lhe desculpa por ter insinuado que ela teve um caso com Miguel. Laura fica aliviada mas Beatriz, depois de regressar à redação conta a Hélder que cumpriu a primeira parte do plano para se livrar de Miguel.

Beatriz faz a sua aula de natação, para que Miguel acredite que àquela hora está num curso em que se inscreveu. Quando chega a casa, diz que conseguiu despachar-se mais cedo e esforça-se por sorrir, fingindo estar animada. Miguel continua a reclamar mais a sua atenção e Beatriz promete dar-lha, logo que conclua um trabalho que tem entre mãos.

Beatriz acaba de fazer um chá e coloca umas gotas numa das chávenas. É essa que entrega a Miguel, depois de o convencer a saírem juntos.

Beatriz certifica-se de que Miguel está a dormir, drogado com o chá que ela lhe deu. Por momentos sobressalta-se com o toque do telefone e apressa-se a atender a chamada de Duarte que pergunta se pode receber Pedro no fim-de-semana, pois o filho tem saudades suas. Beatriz responde que já tem o tempo tomado mas promete ir ao Porto em breve para estar com o miúdo.

Beatriz conta a Hélder que tem drogado Miguel depois do jantar, porque já não aguentava dormir sobressaltada com medo de que ele lhe fizesse mal. O fotógrafo recomenda-lhe que tenha cuidado. Beatriz confessa que já está mais à-vontade nas aulas de natação, embora ainda se atrapalhe um pouco.

Duarte telefona à ex-mulher, que lhe assegura que viaja no dia seguinte. Miguel ouve a conversa e fica admirado por não saber de nada, perguntando se ela vai sozinha. Depois conta que esteve a falar com o inspetor da Polícia Judiciária que o informou de que não foi Laura quem lhe montou a escuta para o espiar, confessando que desconfia de Hélder. Beatriz disfarça o nervosismo e tenta afastar a suspeita mas o juiz afirma que ela tem andado a fazer muitas perguntas.

Para acabar com a conversa, Beatriz surpreende Miguel e anuncia a surpresa que tem andado a preparar-lhe, revelando que idealizou uma viagem de iate pelo Douro até Espanha. Sem se deter, afirma que está pronta para casar com ele. Miguel fica radiante e beija Beatriz, que tenta esconder o seu desconforto.

Miguel toma o chá que Beatriz lhe preparou e diz que se vai deitar cedo, estranhando o facto de ter adormecido no sofá na noite anterior, o que nunca lhe tinha acontecido. Ela disfarça e responde-lhe que deve andar mais cansado. Entretanto, a jornalista envia uma mensagem a Hélder, escrevendo que “a reportagem é para fazer amanhã” e avisando para que tenha tudo pronto.

Beatriz despede-se de Pedro com grande tristeza e comove-se quando ele lhe oferece uma pulseira que fez na escola. A jornalista esconde do filho e também de Duarte que está prestes a desaparecer para fugir de Miguel e pede desculpa ao ex-marido pelas atitudes que teve quando se separaram. Depois de sair de casa, deixa que as lágrimas lhe inundem o rosto e telefona a Miguel dizendo que já está a caminho para ir ter com ele.

Quando chega ao barco em que vão navegar pelo Douro, finge-se entusiasmada, enquanto Miguel corresponde, convencido de que tudo está perfeito para uma viagem romântica.

Depois de fundear o iate para assistir ao pôr-do-sol, Miguel oferece um anel de noivado a Beatriz e pede-a formalmente em casamento. Ela finge-se maravilhada mas quando ele vai buscar uma garrafa de champanhe, envia uma mensagem a Hélder a avisar que assim que Miguel adormecer lhe fará sinal. Assim que envia a mensagem, apaga-a. Miguel regressa para fazerem um brinde mas quando se distrai a dar folga à âncora do barco, Beatriz deita-lhe no copo algumas gotas de soporífero para ele dormir e envia ao filho a fotografia que tiraram juntos, escrevendo na mensagem que o ama muito.

Pedro recebe a fotografia que a mãe lhe mandou e mostra-a ao pai e a Joana que o aconselham a imprimi-la e a colocá-la no seu quarto.

Depois de se certificar de que Miguel já dorme por causa da droga que lhe misturou no champanhe, Beatriz faz um sinal luminoso para Hélder, que coloca um bote na água. A seguir faz um corte num dedo, salpica o iate de sangue e atira o anel de noivado à água, mergulhando ao encontro do amigo que já aguarda por ela. Hélder recolhe Beatriz que chora, temendo nunca mais ver o filho. O fotógrafo conforta-a e assegura que hão-de arranjar provas para incriminar Miguel.

Miguel acorda estremunhado pela manhã e fica em choque ao deparar-se com o cenário que Beatriz preparou para simular a própria morte. O juiz telefona para as emergências e pede auxílio. Depois despe-se e mergulha no Douro, desesperado por não encontrar a namorada.

Equipas de busca e salvamento procuram Beatriz no rio Douro, enquanto Miguel presta à polícia esclarecimentos sobre o desaparecimento da namorada. Já longe dali, Hélder deixa Beatriz no terminal de autocarros, entregando-lhe os documentos falsos que lhe arranjou. Antes de se despedir, Beatriz pede-lhe que olhe pelo filho e Hélder assegura que não vai descansar enquanto não arranjar provas que incriminem Miguel. Os amigos despedem-se e Beatriz segue com determinação para o terminal.

nas redes

pesquisar