SIC

Perfil

Miguel é o assassino das prostitutas que apareceram mortas!

Esta já é a terceira vítima de Miguel! Saiba tudo sobre o modus operandi deste assassino em série!

O mistério da morte de Andreia e Juliane é desvendado! Com a morte da terceira acompanhante de luxo ficamos a saber que o juiz é o assassino em série responsável por todos estes homicídios! Ele estrangula-as e abandona os corpos, já sem vida, em locais desertos! Antes de abandonar as suas vítimas, rouba-lhes um dos seus pertences que para Miguel, são vistos como pequenos troféus.

"Miguel telefona a Beatriz e não esconde o desconforto por ela ter isso ao Porto para ver o filho. Depois de desligar, agarra num outro telemóvel descartável que comprou e marca um encontro com uma acompanhante de luxo.

Miguel encontra-se com a acompanhante de luxo que contratou e repreende-a por ela ter tirado o vestido sem que ele tivesse mandado. A rapariga fica constrangida mas Miguel muda o tom e pede-lhe que se vá vestir, pois deve fazer cada coisa a seu tempo.

Miguel abandona no meio do mato o corpo da acompanhante de luxo que estrangulou e antes de abandonar o local arranca-lhe um dos brincos que ela usava."

Já desconfiava que Miguel podia ser o responsável pela morte das raparigas que apareceram mortas misteriosamente?

Aqui ficam algumas pistas que o podiam ter ajudado a descobrir a verdade!

Morte de Andreia:

"Henrique e Miguel chegam ao cais, vestidos com smoking e entusiasmados com a festa num dos iates de luxo que estão atracados. Henrique deteta Andreia a falar com um potencial cliente e lembra ao amigo que foi ela quem lhe apareceu com Catarina no quarto do hotel onde se tinham encontrado e confessa que lhe apetece mudar para uma morena. Miguel ri com gosto e avança com Henrique pelo cais.

Pela manhã, a polícia retira da margem do Douro o corpo de uma mulher, revelando tratar-se de Andreia.

(...)

Henrique vai a casa de Miguel para lhe contar que Andreia foi encontrada morta. O juiz mostra-se surpreendido mas assegura que eles não poderão ser associados à festa, pois ninguém utiliza o nome nem existem fotografias que os possam comprometer. Miguel acrescenta que se alguém perguntar dirá que estiveram a jantar ali em casa."

Morte de Juliane:

"Beatriz vai a casa com Duarte buscar uma mala de roupa para levar para o Porto. Miguel aparece na sala e Duarte agride-o com um murro. O juiz fica atónito, agarrado ao queixo e Duarte só não lhe bate mais porque Beatriz o impede. Fora de si acusa-o de ser o responsável pela fuga de Pedro, porque disse ao miúdo que o pai ia morrer. Miguel nega tudo mas Duarte proíbe-o de se voltar a aproximar de Pedro. Miguel fica muito desagradado por Beatriz ir para o Porto com o ex-marido mas ela não perde mais tempo e vai embora. Miguel toma um uísque de um só trago e liga de um telemóvel descartável para uma acompanhante de luxo para marcar um encontro.

(...)

Miguel regressa a casa apressado e destrói o cartão do telemóvel que usou para contactar a acompanhante de luxo. Bebe um uísque de um trago e vai para o quarto.

(...)

Laura conta que apareceu uma rapariga morta num descampado e diz que precisa de alguém que substitua Beatriz a escrever sobre o caso, mostrando as fotos do corpo que já foram divulgadas. Hélder fica chocado e assume que conhecia a rapariga e que se trata de Juliane, candidata a modelo a quem já tinha feito um book, mas que acabou por seguir a vida de acompanhante de luxo. Incomodado com aquela violência, Hélder empurra David para aceitar o trabalho e diz que o vai ajudar, assumindo perante as fotos de Juliane que vai descobrir quem a assassinou. A redação para a olhar para ele e o fotógrafo justifica que fica muito sensibilizado com estes casos. Quem não acha graça ao seu altruísmo é David, que não queria fazer aquela investigação."

Apercebeu-se destes acontecimentos?

Vamos ver se Beatriz, a jornalista que está a investigar estes homicídios, consegue descobrir a verdade e desmascarar Miguel, o homem com quem partilha casa e uma suposta história de amor!

nas redes

pesquisar