SIC

Perfil

Catarina arromba gaveta para ler a carta de António

Maria aparece e consegue impedir que Catarina saiba que é filha de Henrique

Fernanda conta a Maria que Leandro falou com ela sobre o pai de Catarina, convencida de que foi ela a pedir-lhe para o fazer. A amiga reconhece que não está a ser fácil demover a filha de procurar o pai e Fernanda chama a atenção para o risco de ela descobrir a verdade, principalmente se descobrir e ler a carta que António lhe escreveu antes de morrer. Maria conta que a carta está muito bem guardada e fechada à chave. Catarina, que acaba de chegar, ouve a conversa sem que notem a sua presença e quando se revela, finge que não escutou nada.

Catarina procura desesperadamente a carta que António escreveu à mãe antes de morrer. Quando consegue arrombar a gaveta onde a carta estava guardada, é surpreendida por Maria que fica estarrecida ao vê-la com o envelope na mão.

Maria tira da mão de Catarina a carta que António lhe deixou e mostra-se indignada com o facto de a filha ter andado a mexer nas suas coisas, ainda para mais, forçando uma gaveta trancada. Catarina abespinha-se e dispara que tem o direito de saber quem é o pai, confessando que a ouviu a falar com Fernanda sobre a carta e exigindo à mãe que lhe conte a verdade. Maria mantém-se intransigente e garante que já lhe disse tudo.

Catarina sai furiosa e disparada do quarto da mãe, enquanto Maria vai à cozinha e, depois de acender o lume, queima a parte da carta em que António reconhecia ter protegido Henrique depois de saber que ele ia ser pai de Catarina.

nas redes

pesquisar