SIC

Perfil

284º Episódio - 05 de agosto (sexta-feira)

Catarina é interrogada pela Polícia sobre a barriga de aluguer; Henrique dá uma arma a Duarte e tenta convencê-lo a matar Catarina

Victor Freitas\302\251

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Laura recebe um telefonema de um político com quem se relaciona.

Teresa consegue finalmente falar com a senhora que trabalhou com a mãe e fica a saber que o seu pai pode estar nos Açores porque efetivamente houve uma pessoa com quem se relacionou durante umas férias nas ilhas, quando o casamento com o pai não corria bem. Teresa decide partir imediatamente para os Açores.

Sandra diz a Ruben que vão ter de contar aos pais dele que ficaram noivos. Ruben engole em seco e diz que sim.

Joana repara que o bar da praia onde faz surf está fechado e fica a pensar no assunto.

Catarina dá emprego a Cristina para ela ser sua empregada e guarda-costas. Em troca, Catarina promete ajudá-la a tirar a filha da instituição onde se encontra.

Maria pede desculpa a Inês, que confessa ter muita dificuldade em aceitar que ela tenha escondido toda a verdade sobre a morte do avô. Maria adianta que quando se preparava para denunciar a situação, Henrique fez com que Catarina perdesse o bebe e a raiva dela foi muita. Inês compreende mas sente-se magoada. Maria oferece-lhe um disco de Frank Sinatra de que o avô gostava.

Catarina recebe nova visita da PJ. Na sequência das denúncias de Maria, o inspetor quer saber sobre a barriga de aluguer e a chantagem que fez com a mãe de uma criança que precisava de um transplante pulmonar. Catarina recusa-se a prestar declarações.

Henrique coloca a pistola de Domingos no bolso do casaco. Sai de casa mas ainda se cruza com Maria Helena sem lhe dizer o que vai fazer. Refere apenas que se trata de assuntos familiares.

Henrique leva a pistola a Duarte e pergunta-lhe até que ponto está disposto a fazer justiça pelo pai. Duarte diz-lhe que é contra a violência e pergunta-lhe porque não trata ele do assunto. Henrique lembra-lhe que seria sempre o primeiro suspeito porque toda a gente sabe que odeia a filha, ao contrário dele, que todos sabem ser contra a violência. Henrique deixa a pistola com Duarte e vai embora. Duarte guarda a pistola na pasta e fica pensativo.

Depois da conversa com Maria, Inês adianta a João que percebeu que a empregada efetivamente gostava do avô e que sofreu muito com a morte dele. Inês sente que conseguiu perdoar Maria.

Tiago regressa ao Porto e fingindo-se muito transtornado, diz à mãe que terminou tudo com Beatriz e que apresentou a demissão do trabalho porque o questionaram sobre os dias que tinha passado fora. Maria Helena oferece-se imediatamente para ajudá-lo e pede-lhe para que fique em casa com ela e Henrique. Entretanto, Tiago fica a saber pela mãe que Raquel está num quarto melhor com vista para o jardim e que lhe deram material para desenhar. Tiago percebe que o inspector está a cumprir a sua parte do acordo.

Na ausência de Henrique, Catarina vai à clínica buscar alguns processos. A ideia é passar a defender os clientes que têm ações contra a clínica para ganhar algum dinheiro. No entanto, os seus intentos saem frustrados. Ao deixar o gabinete, cruza-se com Inês e esta, furiosa, dá-lhe uma bofetada e acusa-a de ter assassinado o avô. Catarina resiste mas à segunda bofetada agarra-lhe a mão e só a intervenção de João evita que Catarina bata também na irmã. Inês diz-lhe que espera que ela sofra por tudo o que fez e Catarina, com muito ódio e ironia, diz-lhe que espera que ela consiga levar a gravidez até ao fim. Entretanto, Henrique aparece e percebe que Catarina leva pastas da clínica com ela e retira-lhe tudo. A seguir, dá ordem aos seguranças para não a voltarem a deixar entrar. Catarina sai da clínica frustrada e furiosa por não ter conseguido levar as pastas e ainda ter levado duas bofetadas de Inês. No entanto, o que Henrique não sabe é que ela guardou numa pen todas as informações que precisava para trabalhar contra a clínica.

Jonas diz a Teresa que vai com ela aos Açores porque em muito receio do que ela possa encontrar. E o pai biológico, que tanto ambiciona conhecer, pode não ser o homem que ela imagina. Teresa e Jonas deixam as crianças com Duarte e Joana.

Benedita consegue obter toda a informação que consta do caderno de Nuno e sem Beatriz na revista divide o trabalho entre ela, David e Hélder. David fica muito entusiasmado com a perspetiva de poder trabalhar em conjunto com Benedita.

Entretanto, Laura encontra-se com o seu amigo político, ainda sem saber que Benedita tem na sua posse toda a informação que precisa para começar a investigar o caso da rede de prostituição. O político, Alberto, pede-lhe para abafar o caso da rede de prostituição mas Laura adianta-lhe que está fora do seu controlo porque foi a publicação brasileira que avançou com a notícia. O homem revela que Nuno lhe ligou a chantageá-lo e que teve de o mandar apagar pensando que o assunto tinha ficado resolvido. Adianta que o seu nome está na lista e que se se souber a carreira e a família, tudo fica destruído. Laura lamenta mas insiste que nada pode fazer.

Depois de falar com a polícia, com Inês e com Henrique e os irmãos, Maria despede-se da amiga Fernanda e vai embora. A amiga fica muito triste mas nada pode fazer.

nas redes

pesquisar