SIC

Perfil

275º Episódio - 26 de julho (terça-feira)

Depois de Maria Helena ter negado dinheiro a Nuno, este faz chantagem com um antigo cliente

(c).RuiCarlosMateus.1954

Fernanda não expulsa Vítor de casa por ele ter gasto o dinheiro da raspadinha no Cedofeita mas deixa de lhe falar. Jéssica revela à mãe que encontrou Fred e o achou diferente.

Fred envia uma mensagem ao irmão a dizer-lhe que vai regressar a Londres e que gostava de se encontrar novamente com ele. João hesita.

Maria Helena conta a Henrique que vai ficar com a distribuição de droga no Porto. No entanto, o marido não aprova a ideia porque acha muito arriscado para ela e para toda a família. Henrique, por sua vez, conta-lhe que espera ser nomeado director da clinica, uma vez que William foi convidado para responsável europeu e vai para a Alemanha.

Luís conta a Sofia que Henrique esteve no Sirga e que tentou provocá-lo, sem que conseguisse. Sofia não percebe porque é que Henrique continua a ter esse tipo de atitude.

Sozinha na cela, Catarina chora.

David acorda com uma grande ressaca e percebe que afinal a rapariga que Hélder deixou ficar em casa era uma prostituta contratada para o fazer esquecer Benedita. David fica furioso com Hélder e preocupado para que Benedita não saiba de nada.

Sem alternativa, Nuno liga à mãe e ela percebe que ele está a telefonar do Brasil. Nuno diz-lhe que tem a cabeça a prémio por causa da lista e pede-lhe dinheiro. Entretanto, fica a saber que o bar ardeu e que ficou tudo destruído. Maria Helena recusa-se a ajudá-lo e desliga o telefone.

Determinado em ficar com o lugar de director da clínica, Henrique sugere a William que proponha o seu nome porque é a pessoa mais habilitada. No entanto, William não gosta muito da postura Henrique por este estar a assumir que ele vai mesmo embora e por causa do que fez a Inácio ao assinar o artigo dele.

Beatriz não desiste da ideia de estar mais tempo com o filho e apesar dos reparos de Tiago continua a achar que Duarte não está a ser um bom pai. Este, por sua vez, começa a ter receio de tudo o que faz e até comenta com Joana que não se sente muito à vontade por deixar Pedro em casa de Teresa enquanto vai à reunião com Henrique.

O inspector da PJ que costumava colaborar com Maria Helena vai ter com ela e avisa-a de que é melhor Nuno entregar-se à polícia e levar o caderno com ele, do que ser apanhado pelas pessoas que o querem ver morto por causa da informação que foi registando.

No Brasil, Nuno decide ligar para um dos nomes que constam do seu caderno e ameaça contar à família o que ele fazia se não lhe enviar 20 mil euros. O homem aceita a chantagem. Quando Maria Helena volta a ligar-lhe na disposição de o ajudar depois de ter conversado com o polícia e o aconselha a manter-se muito bem escondido, Nuno recusa a ajuda da mãe e desliga-lhe o telefone.

Sofia pede ao director financeiro para não revelar a Inês as dificuldades da fábrica e garante que vai conseguir ultrapassar a situação. Ele adianta que todos continuam a confiar nela.

Maria Helena vai ter com Henrique e encontra Inês. Maria Helena sugere que Inês visite Raquel porque é por causa dela que a filha está internada. Inês recusa a possibilidade e lembra-lhe que é por causa de ela ter atestado a insanidade mental de Raquel que ela está numa instituição e não na prisão.

Arrependida de ter recusado ajuda ao filho, Maria Helena conta a Henrique o que se passou e como se sente mal por ter sido impulsiva e ele agora já não querer a sua ajuda.

João regressa ao Sirga para voltar ao trabalho de forma gradual e Luís conta-lhe que já sabe através de um amigo que deixaram de estar no guia Michelin e que se sente muito feliz porque lhe basta o reconhecimento dos clientes.

Depois de ficar a saber através de Ruben do dilema de Adriana, Sandra não resiste em fazer-se de conselheira e sugere-lhe que vá com William porque amor só há um e orquestras há muitas. Adriana fica feliz com o que ouve e até concorda.

Fernanda vai ao centro de emprego inscrever Vítor e chega a casa com vários panfletos para ele escolher o curso que pretende fazer. Fernanda recusa tê-lo em casa se ele não trabalhar. Vítor aceita.

Sofia não compreende como é que Luís lida tão mal com o sucesso e se sente melhor sem a estrela Michelin, mas respeita a sua maneira de estar.

Maria Helena volta a telefonar ao filho e pede-lhe desculpa. Pede-lhe para lhe dizer quanto é que precisa e para onde deve enviar mas Nuno, mais uma vez, diz que já não quer nada dela. Maria Helena fica de rastos.

Teresa percebe que as coisas entre Alice e Thomas não estão bem e tenta falar com ele mas ele prefere não abordar o assunto. Entretanto, pede à mãe para ir fazer um summer-camp de Finanças em Boston. Quando Teresa lhe pergunta se Alice sabe, Thomas responde que ela não tem de saber tudo.

Alice diz entretanto a David que apesar de já não namorarem podem continuar a sair juntos e a ir ao cinema. David fica desconfiado e acha que Alice já soube do seu caso com Benedita através da mãe.

Sem perceber o que se passa, Laura oferece um bilhete de avião a Alice para ela ir ao Porto ver Thomas. Alice fica muito feliz.

Benedita pede para falar com David mas para lhe dar trabalho. Benedita pede-lhe para ser profissional porque não gostaria de perder um jornalista como ele. David garante que poderá contar com ele e promete tratá-la apenas por chefe.

Nuno é abordado por dois motards que lhe dão dois tiros na cabeça depois de lhe dizerem que devia ter ficado calado. No entanto, quando os homens agarram no caderno que está no banco do carro reparam que tem as folhas todas brancas.

nas redes

pesquisar