SIC

Perfil

271º Episódio - 21 de julho (quinta-feira)

Catarina é detida para interrogatório e passa a noite na prisão; Leandro garante à Polícia Judiciária que Catarina era capaz de matar a própria mãe

Sofia confessa à filha que ainda tem algumas reservas em relação a Luís porque lhe faltam algumas competências sociais que para ela são importantes. Inês aconselha-a a concentrar-se naquilo que ele tem de bom.

Joana conclui que a substância que foi misturada ao vinho de Duarte foi leite. Duarte tem a certeza que foi Henrique e pretende falar com ele.

Tiago acha que a droga que mandou para o hospital vários miúdos que viviam no bairro onde fica a associação de Jonas e onde estava o cantor amigo de Inês, tinha sido distribuída por Maria Helena. Tiago diz isso a Beatriz mas não tem provas. A jornalista, no entanto, duvida porque segundo Domingos, Maria Helena era responsável apenas pelo transporte. No entanto, Tiago está disposto a provar que não é assim.

Laura explica aos colegas em que fase está a sua doença, o que pode fazer e o que já não consegue fazer.

Duarte vai ter com Henrique e acusa-o de ter estragado o vinho. Henrique pergunta-lhe se tem provas. Maria Helena acaba por se meter no meio da discussão e expulsa Duarte de sua casa. Duarte garante aos dois que o caso não ficará por ali.

PJ vai à clínica deter Catarina para interrogatório e com um mandado para passar revista à sua casa. Catarina sai de cabeça baixa e ainda tem de enfrentar William e Joana a quem revela que está a ser acusada de ter assassinado a mãe.

David sugere a Benedita que para comemorar o fecho da edição com o artigo de Sara podiam ir beber um copo juntos ou com todos. Quando nada o fazia esperar, Benedita anuncia que depois do fecho paga uma rodada a todos.

Vasco convida a irmã para ir fazer surf com ele a Espinho. Joana hesita mas depois, com um empurrão do pai, acaba por aceitar.

Marta conta a Leandro que Catarina foi detida e ele, por sua vez, conta a Luís. O chefe acredita que se estão a interrogar Catarina é porque surgiu um dado novo sobre a morte de Maria. Leandro acredita que Luís gostou e ainda gosta muito de Maria.

Catarina prescinde do advogado. Os agentes perguntam-lhe porque é que existe sangue da mãe na mala do carro dela. Catarina recusa-se a responder, alega que se pode ter cortado e sustenta veementemente que a mãe está viva. Mas quando os agentes lhe perguntam onde está, não sabe dizer. Os agentes adiantam que de acordo com a denúncia, Maria terá sido morta pela filha na sala e transportada na mala do carro. Catarina passa a noite na prisão até serem feitas buscas na sua casa e ser presente ao juiz.

Leandro conta à mãe o que se passou e Fernanda garante-lhe que ele não deve ter dúvidas porque Catarina era muito bem capaz de matar Maria.

Joana gosta de fazer surf e o irmão convence-a a inscrever-se numa escola, lembrando-lhe que precisa de fazer na vida o que gosta.

Os inspetores procuram Leandro para saber o que aconteceu no dia em que Maria desapareceu e ficam a saber que Catarina ficou sozinha em casa depois de chegarem do aeroporto, enquanto ele foi ver os pais. Leandro adianta ainda que depois foram jantar no carro de Catarina a casa do mister, mas que ela não estava bem porque à data se encontrava a fazer quimioterapia. Os inspetores mostram interesse em saber mais sobre este assunto e Leandro revela que depois de ser operada, quase por milagre, Catarina ficou bem mas adianta também que a mãe nunca acreditou que ela tivesse cancro. Quando os inspetores perguntam a Leandro se acha que Catarina seria capaz de matar a mãe, o rapaz não tem dúvidas em responder afirmativamente.

Vítor insiste com Fernanda para ir ver o jogo, o primeiro dele como presidente. Mesmo não querendo, Fernanda vai e leva o vestido novo que ele ofereceu.

Filipe e Vasco vão embora. Joana fica com Duarte a ganhar coragem para abrir a revista e ler o artigo sobre a mãe.

William estranha a forma como Henrique considera que Catarina seria capaz de matar a mãe. Henrique lembra que se Maria matou o pai dele também a filha poderia matá-la.

Na revista todos ficam muito contentes com a recetividade positiva do artigo sobre Sara. Laura tropeça ao subir as escadas e irrita-se com os colegas quando tentam ajudá-la.

Joana diz a Duarte que se inscreveu mesmo na escola de surf apesar de serem todos miúdos. Duarte dá-lhe todo o seu apoio. Entretanto, ele revela que já apresentou queixa da adulteração do vinho com referência directa a Henrique.

Sandra e Ruben não sabem ao certo como devem fazer para vender os diamantes.

nas redes

pesquisar