SIC

Perfil

268º Episódio - 18 de julho (segunda-feira)

Duarte e Henrique envolvem-se à pancada na clínica; Leandro descobre que Catarina o roubou e o deixou sem nada e confronta-a. Só Marta evita o pior

(c).RuiCarlosMateus.1954

Beatriz diz a Benedita que vai recusar o acordo para a redução do vencimento. Benedita admite poder investir dinheiro na revista para recuperar a publicação e poder continuar a fazer a única coisa que sabe. Beatriz fica muito satisfeita com essa possibilidade mas apreensiva pela opção da amiga.

Adriana vai fazer uma audição para um projeto novo a nível europeu mas não tem esperança de conseguir o lugar. No entanto, William dá-lhe coragem e mostra acreditar nela, dando-lhe mais ânimo para encarar a prova.

Duarte vai pedir satisfações a Henrique e ele ainda faz pior chamando estúpida a Joana e acusando-a de estar a inventar tudo. Duarte perde a cabeça e dá-lhe um soco. Henrique responde na mesma moeda e os dois acabam no chão. A luta só termina com a chegada de William que pede a Duarte para ir embora e manda Henrique para o gabinete.

William lembra a Henrique que ultimamente ele só atrai problemas e não vai tolerar mais essa situação porque a empresa agora pertence a uma multinacional.

A notícia sobre a rede de prostituição de Nuno começa a ser divulgada. Fernanda pergunta a Jéssica se ela não sabia de nada e a filha nega e escusa-se a mais pormenores.

Vítor oferece um vestido a Fernanda para ela levar ao próximo jogo do Cedofeita como primeira-dama.

Sofia oferece um relógio demasiado elegante a Luís. O chefe fica satisfeito mas na verdade não sabe bem em que ocasião o poderá usar. Sofia garante-lhe que não se trata de nenhuma tentativa para o mudar.

João recebe um telefonema da produtora do programa a propor a realização de uma segunda temporada. João remete a decisão para mais tarde depois de falar com Luís. Inês sente pela primeira vez o bebé e fica muito feliz.

Alex deixa o arraial no bairro e acaba em casa de uns amigos que exageram no consumo de droga. No entanto, ele garante a Jonas e Teresa que não consumiu e eles acreditam. Um dos amigos, antigo namorado de Inês, é levado para a clínica por causa de uma overdose.

Na clínica, William pede a Célia para não divulgar o que se passou entre Henrique e Duarte.

Henrique está furioso com Duarte por ter defendido Joana e garante que com a família passará a ser olho por olho. Maria Helena, no entanto, pede-lhe para ter calma até porque a família dela também esta a passar um mau bocado.

Nuno liga a Catarina e pede-lhe para lhe enviar dinheiro mas a rapariga recusa-se a ajudá-lo. Catarina lembra-lhe que tinham um acordo em relação a Henrique e Maria Helena e que ele não cumpriu. Antes mesmo que Nuno possa dizer mais alguma coisa, Catarina desliga-lhe o telefone na cara.

Joana tem muito receio de encarar o funeral da mãe. Duarte tenta apoiá-la.

Benedita comunica aos jornalistas que comprou uma parte da revista e que, como tal, vai passar a ter assento na administração acumulando com o cargo de directora, acrescentando que dessa forma os ordenados já não serão cortados. Benedita pede a todos ideias para dinamizar a revista.

David enche-se de coragem e vai propor a Benedita beberem um copo mas ela pede-lhe para não confundir as coisas e adianta-lhe que para já tem muitas decisões a tomar. David fica desapontado.

Tiago parte para o Porto para acompanhar o processo da irmã, no mesmo dia em que Beatriz apresenta o seu livro em Lisboa. No entanto, a jornalista garante-lhe que a ausência dele não a incomoda porque ele deve estar junto da irmã. Tiago agradece a compreensão.

Raquel não quer admitir que é inimputável e ameaça a mãe de dizer em tribunal que foi ela quem matou o pai. Maria Helena bem tenta convencê-la que essa é a única solução para não ir presa mas Raquel não está convencida.

Inês vê na clínica o seu ex-namorado e fica a saber que foi internado devido a uma overdose. Inês estranha porque nem sequer sabia que ele consumia.

Catarina retira todo o dinheiro da conta conjunta com Leandro e ele vai à clínica pedir-lhe satisfações. Catarina ainda o provoca mais e desafia-o a conseguir o dinheiro de volta, para além de lhe chamar banana. Marta assiste a tudo e quando Leandro está prestes a perder a cabeça e a bater em Catarina, obriga-o a parar. Leandro reconhece que não deve prejudicar mais a sua vida por causa de Catarina.

No funeral, Joana enche-se de coragem e presta a última homenagem à mãe num elogio fúnebre que a todos emociona.

Maria Helena continua muito preocupada com Nuno e acha mesmo que ele já pode ter sido apanhado.

Leandro conta a Fernanda o que aconteceu com o dinheiro que tinha em conjunto com Catarina e a mãe, furiosa, promete vingar-se. Leandro diz-lhe que não há nada a fazer mas Fernanda não pretende ficar parada e pede para lhe arranjarem um telefone descartável.

O juiz interroga Raquel, apesar das objeções levantadas pelo advogado e por Maria Helena. A rapariga confessa que não se lembra de ter esfaqueado João e, tal como tinha ameaçado, refere que a mãe não gosta dela e que quer dá-la como louca para que não se saiba que foi ela quem matou o pai. O juiz pede para levarem Raquel e acalmarem-na.

nas redes

pesquisar