SIC

Perfil

260º Episódio - 08 de julho (sexta-feira)

João diz a Inês que quer fazer queixa à polícia de Raquel e Maria Helena vai fazer de tudo para impedir

(c).RuiCarlosMateus.1954

João acorda a pensar em Raquel, ainda assustado, mas Inês tranquiliza-o e garante-lhe que ela foi apanhada e está internada. João diz a Inês que Raquel tem uma obsessão por ela. Inês reconhece que deveria ter-se afastado mais cedo.

Vasco e Joana ficam muito felizes com a perspetiva de a mãe vir passar uns dias de férias com eles. Joana coloca mesmo a hipótese de tirar três dias e ir até São Jorge para estar com a mãe e o irmão.

Sofia agradece a Luís por ter estado ao lado dela e de Inês durante as horas de incerteza sobre o futuro de João, depois de ele ter sido esfaqueado por Raquel. Sofia convida-o para passar por sua casa depois de sair.

Fernanda dá a Leandro dois bilhetes para o cinema que ganhou na rádio e sugere-lhe que convide Marta para ir com ele. Leandro hesita, lembrando que ela sendo médica não deve querer nada com ele, mas promete pensar no assunto.

Nuno elogia Jéssica pelas raparigas que escolheu para o cliente que vai dar uma festa, mas ela lembra-lhe que nunca será como elas e adianta que se é essa a sua intenção, nem vale a pena pensar nisso. Nuno garante-lhe que não mas a conversa termina logo porque Catarina liga-lhe e pede-lhe para ir ter com ela.

Perante a perspetiva de Inês apresentar queixa e a irmã ficar internada indefinidamente, Tiago começa a ponderar a possibilidade de ficar a viver no Porto. Beatriz prontifica-se logo para ficar também, até porque assim também poderá estar mais perto do filho.

Maria Helena revela a Henrique que foi Catarina que fez a denúncia à polícia e que só lhe falta saber quem deu com a língua nos dentes. Preocupada com a possibilidade da filha ser condenada mesmo que seja considerada inimputável, Maria Helena diz a Henrique que vai falar com João para não apresentar queixa.

Catarina recebe Nuno vestida de forma sensual e com dois copos de vinho. E mesmo ele não parecendo com muita disposição, Catarina arrasta-o para o quarto.

Luís e Sofia passam a noite juntos. Luís confessa a Sofia que acha que Henrique não gosta de os ver juntos mas ela diz-lhe para não se preocupar porque não está interessada nele.

Nuno exige que a mãe o compense mais pelo trabalho dele mas Maria Helena não está disponível para falar do assunto e acha que ele já tem tanto como tiveram os irmãos. Maria Helena revela-lhe ainda que foi Catarina quem fez a denúncia à PJ. Nuno não acredita mas a mãe diz-lhe que ouviu a gravação e que foi possível confirmar o local. Entretanto, aconselha-o a, se tiver dúvidas, perguntar ao contacto da PJ. Nuno garante-lhe que não foi ele que deu com a língua nos dentes e Maria Helena apressa-se a adiantar que assim sendo terão de descobrir quem foi.

João fica a saber pelo médico que tão cedo não pode voltar às gravações do programa de culinária. Disposto a fazer queixa de Raquel, João pede a Inês para avisar a polícia de que está disponível para prestar declarações.

Tiago vai visitar Raquel e conta-lhe o que ela fez a João mas a irmã não se lembra de nada e só lhe pede para ir embora. Tiago diz-lhe que não pode ser e Raquel começa a ficar agitada e violenta obrigando à intervenção da enfermeira. Tiago fica desolado ao ver o estado da irmã.

Catarina tenta provocar o pai mas Henrique diz-lhe para ter cuidado com Maria Helena porque ela não costuma perdoar a quem lhe faz mal. Catarina tenta disfarçar mas fica apreensiva.

Marta convida Leandro para um café e ele, apesar de se sentir intimidado, acaba por convidá-la para irem ao cinema. No entanto, a conversa acaba porque Catarina entretanto aparece e fica muito curiosa ao vê-los juntos.

Ruben é abordado por um advogado que lhe comunica que Micas morreu e alterou o testamento deixando-o como herdeiro e responsável pelo elogio fúnebre. Ruben fica sem palavras mas aceita tudo. Vítor diz-lhe que foi ele quem matou a velha.

Beatriz diz a Pedro que se quiser passar a ir todos os fins-de-semana a Lisboa para estar com ela deve dizer ao pai porque se for ele a pedir o pai acabará por aceitar.

David mostra o andamento da sua reportagem a Benedita e ela fica impressionada com o material que ele conseguiu. David pretende agora encontrar-se com a fonte que fez a denúncia sobre os pagamentos a clubes de futebol para perderem. Benedita desabafa sobre o filho e David prontifica-se para falar com Zé e explicar-lhe como é bom poder morar na casa dos pais. Benedita fica muito agradada com a ideia.

Laura pede a Hélder para desfocar a fotografia onde se vê um político com uma mulher, para parecer que foi tirada com um telemóvel. Hélder percebe o que ela está a fazer, tentando assim justificar que o tal político não é gay e Laura argumenta que é bom para os dois lados porque vendem revistas e que se não forem eles, outros farão o mesmo.

Luís visita João e mostra-lhe uma das provas das fotos que fizeram para o livro.

nas redes

pesquisar