SIC

Perfil

254º Episódio - 01 de junho (sexta-feira)

Catarina oferece-se para ajudar o motorista de Maria Helena que tem Hepatite C se este lhe fornecer informações sobre a rede de tráfico de droga

Christian Gnad

Entretanto, Inês continua preocupada com Raquel e decide ligar-lhe. Como nem ela nem a mãe atendem, fica preocupada.

Raquel revela ainda a Catarina que o artigo que saiu na Mundo sobre o tráfico de droga se refere à mãe porque o pai pediu a Beatriz para investigar.

Entretanto, Maria Helena chega e rapidamente os enfermeiros levam Raquel que continua a afirmar aos gritos que querem matá-la. A Catarina chama-lhe traidora.

João continua a ter muito receio de Inês e diz a Luís que, apesar de ainda não lhe ter dito nada, teme até pelo filho quando este nascer.

Na posse da informação que Raquel lhe deu, Catarina tenta puxar por Nuno, falando sobre o dinheiro que tem mas o rapaz não se deixa levar na conversa e refere apenas que se tem sucesso e dinheiro é porque a mãe é uma fera nos negócios.

Jéssica sente-se magoada com Nuno sobretudo por ele a ter traído com Catarina. No entanto decide não ficar a chorar sobre o leite derramado e seguir a sua vida. Fernanda apoia a incentiva da filha a pôr para trás das costas o que viu.

Micas volta ao ataque e desta vez leva canja para que Ruben fique bom. O rapaz, com a ajuda de Sandra, continua a fingir que está doente mas rapidamente percebem que assim não se conseguem desenvencilhar da idosa.

Leandro vai à clínica falar do divórcio e Catarina volta a provocá-lo e a insultá-lo por estar a servir num restaurante. No entanto, Leandro não se deixa intimidar e responde-lhe à letra.

Micas volta a gabar-se de ter um namorado jovem mas que está doente. Desta vez, Vítor assiste à conversa de Micas com Fernanda e quando ela sai, sem saber que está a falar do filho, até diz que nem que lhe pagassem ia com a idosa.

Pedro diverte-se com Beatriz mas os restantes planos vão ter de ser adiados porque Tiago fica a saber que Raquel está internada.

Benedita revela à redação que vai mesmo ser necessário fazer cortes. No entanto, explica a Beatriz e Laura que o objetivo dos acionistas é vender a empresa, sendo que isso vai representar despedimentos.

Duarte regressa cheio de saudades e passa o resto do dia com Joana.

Teresa liga a Benedita para se aconselhar em relação a Thomas e à ida ao festival. Benedita lembra-lhe que as duas foram educadas pelas mesmas pessoas e que apesar disso fez mais asneiras. A irmã aconselha-a a deixar Thomas cometer também os seus erros.

Catarina, alertada pela conversa de Nuno sobre o empregado da empresa que sofre de hepatite C, confronta Henrique afirmando que foi ele quem desviou as caixas do medicamento para dar a Maria Helena e acusou Domingos de as ter roubado. Henrique rejeita completamente essa possibilidade mas Catarina não fica convencida.

Tiago encontra-se na clínica com a mãe mas apenas para saber como está Raquel, entretanto profundamente sedada.

Depois de saber o que se passa, Inês não consegue compreender como deixou que Raquel se tornasse na sua melhor amiga e considera que o melhor é mesmo não se encontrar com a rapariga nem mesmo quando ela sair da clínica.

Joana sente que está a trabalhar demais e diz a Duarte que sente que precisa de viver mais a vida.

Nuno lembra a Jéssica que não tem nenhum compromisso com ela e que por isso não se sente penalizado por estar com Catarina. Jéssica diz-lhe que sabe disso mas lamenta que ele tenha mentido e que tivesse escolhido a mulher do irmão. Os dois acordam em continuar a trabalhar e em não deixar que o caso afecte o relacionamento profissional.

Catarina recebe o motorista da empresa de Maria Helena que tem hepatite C e oferece-se para o por no programa da clínica com a certeza de ficar curado se ele lhe fornecer dados sobre o transporte de droga. Inicialmente, o homem recusa, mas entre a possibilidade de morrer sem tratamento e a possibilidade de se salvar, opta por fornecer as informações que Catarina quer.

Laura deixa de sentir as pernas mas mesmo assim continua a desvalorizar os sintomas. No entanto, Benedita, Beatriz e Hélder estão preocupados e não acham normal.

nas redes

pesquisar