SIC

Perfil

218º Episódio - 20 de maio (sexta-feira)

Benedita descontrola-se e grita que nunca devia ter tirado Zé da instituição. Zé fica irritado e agride a mãe!

Sandra pede ajuda a Leandro para publicitar a sua atividade e de Rúben como personal-trainer. Leandro aceita gravar um vídeo mas diz que tem de pedir autorização ao clube. Fernanda aparece e Sandra deixa-os a sós para conversarem mas a conversa corre mal porque Fernanda continua a não tratar Catarina como o filho quer e ele vai-se embora magoado com isso.

Raquel garante a Catarina que não deixou rasto quando vandalizou o carro de João e ela afiança que ideias não lhe faltam para continuar a dar a Inês a ideia de que o marido a trai.

João desabafa com Inês, certo de que o culpado por lhe ter estragado o carro não vai ser apanhado porque não houve testemunhas nem câmaras de vigilância. O casal fica apreensivo quando João recebe uma chamada anónima sem que alguém fale do outro lado.

David protesta com Hélder porque ele continua sem cumprir a sua parte das tarefas domésticas.

Benedita regressa à revista e fica irritada porque se depara com a secretária coberta de papéis e dossiers. David lembra-lhe que esteve fora e que aquele estado de sítio se deve ao trabalho que deixou acumular. Benedita desespera quando recebe um telefonema do administrador a dizer que quer reunir com ela.

O advogado de Pedro e Alex informa Duarte, Beatriz, Teresa e Jonas de que o recurso que interpuseram vai ter uma decisão em breve e que as crianças poderão ser libertadas rapidamente. Apesar da boa notícia, Duarte e Beatriz continuam muito impacientes, tal como Teresa e Jonas.

João fica embaraçado quando se vê no programa de televisão que apresentou. Luís brinca com ele mas afirma que ficou muito bem. João reconhece que o seu verdadeiro desafio está para chegar, referindo-se ao facto de estar para ser pai.

Catarina recebe uma carta que Leandro lhe entrega e fica apreensiva sem saber o que esperar dali. Como o marido fica na expectativa de saber do que se trata ela abre o envelope. Catarina suspira de alívio e conta que se trata da renovação do cartão multibanco.

Hélder e David não sabem que Benedita esteva a consumir droga antes de regressar ao seu gabinete e estranham porque ela os trata com indiferença, avisando que vai trabalhar para casa.

William reúne com Laura para debaterem a estratégia de comunicação da clínica mas vê-se forçado a pedir-lhe desculpa por estar desconcentrado e acaba por confessar que está com problemas com Benedita por causa da distância que os separa. Laura pergunta se quer que fale com ela mas William acha que é melhor não.

Alice conta a Olívia que teve quinze a Filosofia e confessa que Thomas a ajudou. Olívia assegura que Laura vai ficar toda contente e brinca avaliando Thomas com nota máxima como explicador.

Joana vai a casa para se despedir de Vasco e quando o irmão insiste para que vá com ele para os Açores responde que tem de ficar na clínica para não dar pretextos para que a despeçam. Depois de o irmão ir embora, Joana sente-se sozinha e decide ligar a Teresa para saber se há novidades de Pedro e Alex. Entretanto, Joana pede a Teresa que não conte a Duarte que ela ligou.

William convida Henrique para tomarem um copo e confessa que está com problemas no casamento. Henrique atesta que Benedita às vezes tem um feitio difícil e apoia o cunhado, percebendo que a situação é séria. William afirma que não está a encarar divorciar-se, pois não quer desistir de Benedita.

Benedita faz o curativo ao corte que Zé fez na mão e perante a sua insistência, garante-lhe que não vai sangrar mais. Depois de o filho ir para o seu quarto, Benedita tenta concentrar-se no trabalho mas como não consegue decide preparar alguma droga que começa a fumar. Zé regressa do quarto de surpresa e Benedita apressa-se a disfarçar o que estava a fazer. Ele diz que tem de regressar ao Porto porque se esqueceu de uma partitura em casa de Teresa. Como Benedita o contraria, Zé começa a repetir a mesma coisa e fica muito descontrolado. Sob o efeito da droga, Benedita perde a cabeça e grita-lhe que se for para o Porto é para regressar à instituição de onde nunca devia ter saído. Zé reage com violência e desfere uma forte estalada na cara da mãe, que fica petrificada e agarrada à face. Zé fica muito agitado e começa a bater na sua própria cabeça apesar de a mãe o tentar acalmar dizendo que está bem. O rapaz anda de um lado para o outro e acaba por sair de casa. Benedita tenta segui-lo mas cai no chão com uma tontura provocada pelo consumo da droga.

Inês conta a Sofia que a reunião no teatro correu bem, embora ensombrada pelo ataque feito ao carro de João, num acto de vandalismo que ela encara como uma vingança de outra mulher. A mãe aconselha-a a dissipar todas as dúvidas e a esclarecer tudo com o marido antes de se mudarem para a casa nova.

nas redes

pesquisar