SIC

Perfil

154º Episódio - 07 de março (segunda-feira)

Beatriz encontra Alice a falar com o organizador das festas de sexo e fica preocupada

(c).RuiCarlosMateus.1954

Tiago conversa com Raquel no quarto dela e percebe porque é que ela está depressiva. A irmã conta-lhe que visitou o pai na cadeia e que ele está cada vez mais revoltado com a mãe, a quem responsabiliza por estar preso. Raquel mostra-se convicta de que o confronto entre os pais será inevitável assim que ele sair em liberdade.

Hélder fica muito preocupado com Beatriz, depois de ela contar que já tem um contacto num bar onde pretende candidatar-se a uma festa privada de sexo. O fotógrafo tenta demover a amiga mas ela afirma que Laura já sabe das suas intenções e não colocou qualquer obstáculo.

Laura quer proibir Alice de participar numa campanha publicitária no Porto, alegando que aquele trabalho a vai fazer perder as aulas. A filha reafirma em jeito de promessa que não vai descurar os estudos e Laura acaba por ceder, ameaçando-a no entanto, de lhe acabar com as campanhas se ela tiver maus resultados escolares.

Vítor vê-se aflito para fazer o jantar e pede ajuda a Priscilla mas ela só pensa em Leandro, com quem não está a conseguir falar. O pai do rapaz fica a pensar que ele ficou amuado por não estar a ser utilizado nos jogos do Porto B. Jéssica regressa a casa feliz da vida com o novo emprego e Vítor sugere-lhe logo que peça um aumento mas a filha lembra-lhe que ainda agora começou a trabalhar.

Leandro conversa com Priscilla e conta-lhe que quer acabar o namoro porque a traiu com outra pessoa. Para sua surpresa, a namorada entra em negação e dispõe-se a perdoá-lo, considerando que ele teve apenas um caso sem importância com outra. Priscilla deixa Leandro desconcertado e vai embora. Ele não sabe como reagir.

Catarina despede-se com frieza de Isabel, resignada ao facto de ter perdido o seu bebé. Diogo tenta abraçar Catarina, depois de ela se queixar que a mãe não a apoiou no seu sofrimento, mas a mulher esquiva-se e deixa-o sozinho.

Teresa, Thomas, Rita e Pedro visitam Inês, que confessa ter algum receio da nova operação que vai fazer para voltar a andar. Thomas conta, por seu lado, que a mãe decidiu acolher em casa um rapaz de um bairro social. Assunção avisa-a para ter cuidado com quem mete lá em casa, mas Teresa limita-se a censurar o filho com o olhar, por estar a desfazer de Alex.

João volta a casa e sugere que jantem todos juntos mas Teresa justifica para recusar, que ainda tem de dar banho a Antónia. Pedro vai à casa de banho e atrasa-se nas despedidas, enquanto João atende muito irritado uma chamada de Fred, que lhe propõe devolver-lhe a parte do dinheiro do pai que lhe roubou, se ele desistir da queixa que fez na polícia, acusando-o de ter pegado fogo ao hostel. João fica indignado e desliga-lhe o telefone na cara, contando a Inês a proposta que o irmão acaba de lhe fazer. Ela reconhece nunca ter imaginado que ele fosse assim e João responde que ele sai ao pai. Pedro vai para se despedir mas fica a ouvir a conversa sem que eles dêem conta da sua presença. É nesse momento que Inês e João comentam a possibilidade de Miguel ter assassinado várias prostitutas e Pedro fica apreensivo com o que ouve.

Duarte atende com grande desconforto ao lado de Joana, uma chamada de Beatriz, a avisá-lo de que vai buscar Pedro de surpresa à escola. Depois de desligar, lamenta ter de se despedir da casa da Quinta no dia seguinte.

Luís confessa a Adriana a esperança de reconquistar Maria e a filha concorda que a história deles ainda não terminou.

Vítor espanta-se com Leandro porque ele sai quase de madrugada de casa para treinar, pretendendo imitar Ronaldo e impressionar o seu treinador. Rúben mete-se com o pai e pergunta-lhe se ele sempre vai à Gala promovida pelo Benfica. Vítor reconhece que será o maior sacrifício da sua vida.

Fernanda esforça-se por tirar da cabeça de Maria a ideia de vender a sua parte no restaurante mas ela está determinada em reconstruir a sua vida do zero.

Antes de sair para a clínica, Diogo tenta aliviar o ambiente tenso que tem marcado a sua vida com Catarina mas ela não se mostra muito entusiasmada, confessando que não está a ser fácil digerir tudo o que ultimamente lhe tem acontecido. Depois de Diogo sair, Catarina telefona a Leandro mas esbarra num telefone desligado.

Para grande surpresa de Inês, Sofia regressa de Itália muito antes do que estava previsto e confessa que não conseguiu habituar-se a estar só. Inês, por sua vez, reconhece que ainda está zangada com o pai por ele ter vendido a casa da Quinta a uma pessoa estranha à família.

Duarte esvazia a sala de provas e ainda tenta que Maria Helena lhe revele se Henrique lhe vendeu a casa por dinheiro, ou apenas por mesquinhes. A empresária responde que não se quer meter entre ele e o irmão mas depois de Duarte se ir embora telefona a Henrique a dizer que precisa de lhe falar. Sofia assiste à conversa e questiona o ex-marido sobre a razão que o levou a vender a casa a uma estranha, magoando até a própria filha. Ele esclarece que a proposta de receber boa parte do dinheiro sem pagar impostos foi irrecusável e muda de assunto perguntando-lhe porque é que regressou tão depressa de Itália. Sofia esquiva-se à resposta mas Inês acaba por confirmar ao pai que a mãe não gostou de viajar sozinha. Ele fica satisfeito com o que ouve.

Hélder mostra-se preocupado com o facto de Beatriz ter ido ao bar onde pretende conseguir o tão desejado convite para entrar numa festa sexual. Laura desvaloriza e responde que se decidirem concluir a investigação jornalística existem riscos que têm de assumir.

Beatriz entra no bar acompanhada por Sheila e fica estarrecida ao ver Alice a falar com um homem. De imediato pergunta à prostituta se sabe quem ele é e ela responde que se trata de Nuno, o homem com quem têm de falar, pois é ele que as contrata para as festas. Beatriz fica chocada.

Beatriz fica muito enervada ao ver Bruno a conversar com Alice no bar e decide ir embora sem ser vista, para grande apreensão de Sheila que receia ficar comprometida perante o organizador orgias.

Laura está a namorar com Fred em casa dele quando recebe uma mensagem de Beatriz. Rapidamente começa a vestir-se, enquanto ele deseja que o nome do pai não apareça publicado como frequentador das festas sexuais, depois de perceber que a revista continua a investigar o caso das prostitutas assassinadas.

João continua a desfrutar dos ensinamentos de Luís na cozinha do Sirga e promete voltar, quem sabe com a sua própria jaleca. Na cabeça de João está cada vez mais insistente a ideia de que deve comprar a parte de Maria no restaurante.

Entretanto, depois de João ir embora, Luís vai ter com Maria ao escritório e fica desiludido porque ela o informa de que tem vários interessados na compra da sua parte no restaurante e que vai agendar reuniões para que ele os conheça e ajuda a escolher. Isabel interrompe a conversa e Luís retira-se, permitindo-lhe renovar o pedido de desculpas a Maria pela angústia que lhe causou por ter abortado.

Diogo tenta libertar-se da disciplina que Catarina lhe impõe mas ela faz questão de lhe lembrar que tem na sua posse o filme em que ele se mostra numa relação homossexual com André. Humilhado, Diogo fica a remoer as palavras da mulher e sai furioso para a rua.

Leandro vai abastecer ao posto de combustível e Priscilla age como se estivesse tudo normal entre eles. Ele lembra-lhe que terminaram o namoro, incomodado com os beijos com que ela o brinda. Priscilla tenta capitalizar o apoio de Fernanda e insinua que Leandro se envolveu outra vez com Catarina. Ele nega e vai embora rapidamente, enquanto a mãe fica a consolar a rapariga e zangada com ele.

nas redes

pesquisar