SIC

Perfil

146º Episódio - 26 de fevereiro (sexta-feira)

Isabel pressiona Diogo para avançar com o aborto!

Victor Freitas\302\251

João conta a Inês que experimentou confecionar alguns pratos com Luís na cozinha do Sirga e que o chef até lhe ofereceu um estágio. Inês fica surpreendida e brinca com ele, chamando-lhe chef João Dantas. Mais sérios, confessam algum nervosismo por causa da festa de casamento do dia seguinte.

Joana escolhe a roupa que vai levar à festa de João e Inês e conversa com Duarte sobre a ida com Pedro a Lisboa. O marido aconselha-a na escolha da mala que deve levar ao casamento.

Maria comenta com Fernanda, Jéssica, Rúben e Leandro o acidente de Luís. Jéssica e Rúben tentam escapar às tarefas domésticas mas Fernanda apercebe-se e ordena-lhes que ajudem Leandro a arrumar a cozinha. Maria aproveita quando fica sozinha com a amiga para lhe contar a discussão que teve com Catarina na clínica e que ela quis fazer as pazes, mas que não lhe deu essa hipótese. Maria lamenta por estar lá em casa a dar-lhes trabalho e Fernanda reafirma que ela é da família.

Vítor regressa a casa e quer jantar. Fernanda ralha porque ele chegou atrasado, mas o marido conta com orgulho que esteve a treinar os miúdos do Cedofeita porque o clube o contratou. Quando a mulher lhe pergunta quanto vai ganhar com isso, ele enche a boca de pão para não se perceber o que diz e só muito a custo confessa que lhe vão pagar em cerveja. Fernanda, cada vez mais zangada, censura-o por não ter ido trabalhar com o primo na obra e agita-lhe as contas que ele tem para pagar. Vítor defende-se em desespero de casa e dispara que se Maria não estivesse lá em casa a dar despesa sem ajudar a coisa alguma, apesar de ser dona de um restaurante fino, as contas seriam menores. Fernanda quase lhe bate e proíbe-o de dizer uma asneira tão grande. No entanto, o mal já está feito porque Maria ouve tudo escondida e vai refugiar-se no quarto, muito magoada.

Depois de discutir com a mãe, Catarina tenta desabafar com Isabel mas esta alheia-se da conversa e diz mesmo que não quer meter-se entre ela e Maria. Catarina insiste que quer reconciliar-se com a mãe e vai para o seu quarto. Isabel fica sozinha a olhar com perplexidade para a barriga que carrega o filho de Catarina e Diogo.

Maria faz as malas e deixa um bilhete de despedida a Fernanda, saindo de casa de madrugada para que ninguém a veja. Pela manhã, a amiga fica em choque quando percebe que ela partiu. Maria carrega os seus pertences e vagueia pelas ruas do Porto, sem destino definido.

Depois de Maria ter saído de casa sem se despedir, Fernanda vai ao restaurante à procura dela e conta o sucedido a Luís. Ambos ficam preocupados sem saberem onde é que ela poderá estar.

Antes do casamento da filha, Henrique oferece a João uns botões de punho que pertenciam ao seu avô e confessa ter muito apreço por ele, desejando que faça Inês muito feliz. João fica comovido com a atitude do sogro.

Depois de uma noite se sexo e droga com Laura, Fred desperta por uma chamada de João, que não consegue atender a tempo. Ainda estremunhado, protesta por ter adormecido e apressa-se para não chegar atrasado ao casamento do irmão. Laura confessa que não fica aborrecida por não o acompanhar à festa, reconhecendo que a sua relação com Inês não é a melhor. O casal enfrenta com boa disposição o facto de ter de tomar banho de água fria, por falta de gás.

Thomas censura a roupa informal que Jonas escolheu para o casamento de João e Inês e pressiona Teresa para que ela combine com o pai a viagem a Londres. A mãe responde que falará mais tarde e vinca que não é necessário que ele esteja sempre a repetir a mesma coisa. Thomas vai amuado para o quarto e Jonas aconselha Teresa a não adiar por mais tempo a conversa com o ex-marido.

Pedro revela entusiasmo por poder estar com os primos na festa de casamento de João e Inês mas lamenta que o avô António não esteja vivo para desfrutar do momento. Duarte confessa a Joana que tem pensado muito no pai e reafirma o medo que tem de que a casa da Quinta deixe de pertencer à família.

Vasco e Margarida reconciliam-se depois da separação e fazem escalada juntos num clima de grande cumplicidade.

Fernanda consegue finalmente conversar com Maria sobre o facto de ela ter ido embora da sua casa e, embora ela não revele o que a motivou, percebe que isso se ficou a dever a ter escutado Vítor a dizer que ela só dava despesa. Maria entrega a Fernanda um envelope com dinheiro, dizendo que é para ajudar nas despesas e recusa-se a voltar para casa.

Isabel pergunta a Diogo quando é que avançam para que ela faça o aborto, pois Patrícia está a alimentar expetativas com a gravidez e também não se sente bem por estar a enganar Catarina e por ter discutido com Maria. Diogo pede-lhe mais alguns dias e que confie nele.

Catarina vai à galeria de arte de Raquel e compra um quadro que pede para que entregam nesse mesmo dia na morada que vai dar.

Sofia e Assunção emocionam-se quando Inês aparece maquilhada e pronta para a cerimónia de casamento com João.

Rúben obriga Inácio a mais um treino exigente para a corrida que vai fazer para impressionar Marta e oferece-lhe os ténis que usou quando foi correr a maratona. O médico olha com repulsa para as sapatilhas e dúvida que elas o levam a alcançar o sucesso que deseja.

Priscilla chega a casa de Leandro carregada de sacos e conta que foi comprar os produtos de que precisa para fazer o seu próprio perfume. O namorado fica atrapalhado quando ela pergunta a que é que ele acha que ela cheira.

Fernanda responsabiliza Vítor pelo facto de Maria se ter ido embora e obriga-o a ir pedir-lhe desculpa por ter dito que ela só dava despesa sem ajudar lá em casa. O marido tenta esquivar-se mas obedece, sob a ameaça de voltar a dormir no sofá.

Adriana agradece a Maria por ter acompanhado o pai à clínica para tratar da queimadura. Depois de ficar a sós com a filha, Luís assume que ele e Maria continuam a ser apenas grandes amigos. Adriana insiste para que ele tente reconquistá-la.

Bruno fica a saber que Filipe decidiu vender a totalidade da empresa de cruzeiros e comunica-lhe que também prefere sair. O patrão percebe que a sua decisão está tomada e deseja-lhe que tudo corra bem.

Já na igreja onde vai acontecer o casamento religioso de Inês, Duarte confessa a João que sabe como os botões de punho que Henrique lhe deu eram importantes para ele. Joana acha que eles lhe dão um ar distinto. Benedita não consegue deixar de se preocupar com o namoro de Zé e Maria João. William é de opinião que só têm de os acompanhar de perto. Jonas tenta compreender a linguagem gestual em que Maria João se expressa e Zé diz que a primeira palavra que tem de aprender é casamento.

nas redes

pesquisar