SIC

Perfil

119º Episódio - 26 de janeiro (terça-feira)

Maria pede ajuda a Abel fica a saber que tem que partilhar os seus bens com Joaquim; Vítor e Ruben agridem Joaquim!

Victor Freitas\302\251

Pedro conta ainda impressionado conta a Duarte e Joana como correu a visita a Patrícia e só pensa em estar com a amiga de novo. Depois de o miúdo os deixar a sós, Joana conta a Duarte que está farta da clínica e lamenta a atitude de Inácio para consigo.

Catarina conta a Maria que Joaquim a procurou e a mãe assegura-lhe que não vai ceder às chantagens do ex-marido, recordando todo o mal que ele lhes fez.

Rúben conta a Jéssica que já fez as pazes com Bruno, como tinham combinado para o separar de Adriana. Vítor passa pelos filhos e continua sem lhes falar. Fernanda censura o marido por continuar amuado.

Joaquim volta ao restaurante e exibe a Maria o parecer que um advogado lhe deu, reclamando metade dos bens que António lhe deixou, argumentando que perante a lei ainda estão casados. Maria sente-se encurralada e não sabe o que responder.

Maria conversa nervosa com Joaquim no escritório do restaurante e fica muito perturbada quando ele reafirma que tem direito a metade dos bens dela, pois à face da lei, eles encontram-se divorciados apenas no Luxemburgo, mas não em Portugal. Joaquim chega mesmo a colocar a hipótese de fazerem vida juntos, uma vez que ele está muito mudado mas ela não esconde a sua repulsa com tal cenário e com o facto de ele a aconselhar consultar um advogado.

Catarina comenta com grande desagrado com Diogo o assédio que a mãe está a sofrer por parte do ex-marido e confessa que o que mais deseja é conseguir livrar-se de Joaquim. O marido tenta acalmá-la e senta-a no seu colo. Catarina disfarça o seu desagrado e procura levar Diogo a confessar que a tem andado a enganar mas ele, ao invés, reafirma que nunca lhe mentirá.

Duarte vai ter com Henrique ao barco em que ele está a viver e insiste em que ele deve procurar refazer a vida, acabar o braço de ferro com Maria e ir embora da Quinta. Mais uma vez, o irmão desconversa e sempre vai dizendo que quando se lhe acabar o dinheiro, espera que ele, Teresa e Benedita o sustentem.

Maria conta a Catarina que Joaquim está a reclamar metade de tudo o que ela tem, alegando que o divórcio só é válido no Luxemburgo e que continuam casados em Portugal. A filha fica furiosa e sugere que contatem o doutor Abel para que as aconselhe um advogado especialista em direito de família e as ajude a combater Joaquim.

Sofia faz questão de ver o vestido de noiva de Inês assim que a filha conta que a avó Assunção já o viu e que gostou muito.

João fica desiludido com Fred porque o irmão prefere vender o prédio onde funcionava o hostel antes do incêndio, aplicando a sua parte do dinheiro em fundos de investimento. João lamenta por ter de refazer a sua vida mas Fred diz que está nas mesmas circunstâncias, insinuando que até está em desvantagem, pois já não tem vinte anos como ele. João fica muito preocupado.

Sandra troça de Priscilla por causa da roupa demasiado exuberante que ela escolhe para Leandro. Fernanda dá um violento raspanete a Jorge quando ele questiona a sua autoridade.

Jéssica e Rúben prosseguem o plano para separarem Adriana de Bruno. Jéssica vai à loja de música e inscreve-se num curso de piano. Por sorte, escuta Adriana ao telefone a combinar jantar com Bruno e apressa-se a marcar a primeira aula para a hora a que eles combinaram sair. Depois, instiga Rúben para telefonar a Bruno, desviando-o do compromisso que assumiu com Adriana. Apesar de contrariado, o irmão gémeo cumpre o plano.

Maria fica muito apreensiva quando o professor Abel admite que Joaquim pode mesmo vir a conseguir ficar com metade de tudo o que ela tem, pois o divórcio parece só ter validade para o Luxemburgo. Maria suplica ao advogado que a livre do ex-marido.

Duarte e Teresa recusam-se a vender a Quinta como Henrique pretende e ele avisa que terão de o sustentar quando acabar o dinheiro que ainda tem. Os irmãos censuram-no por nunca ter assumido até há bem pouco tempo a paternidade de Catarina. Henrique revolta-se e referindo-se a Maria como sopeira, irrita e causa revolta aos irmãos.

William vai ter com Benedita à revista para irem juntos buscar Zé ao Horto, onde ele está a trabalhar. William cruza-se com Beatriz e estranha o facto de ela denotar alguma distância de Pedro. Ela confessa que gostava de passar mais tempo com o filho. Depois de William sair com Benedita, Beatriz conversa com Hélder e não esconde alguma ansiedade por estar prestes a escapar do jugo de Miguel.

Laura chama David e dá-lhe um raspanete por causa de uma entrevista em que ele decidiu substituir as respostas do entrevistado, porque achou que ele não se expressou corretamente. Apesar disso, David tem de disfarçar um sorriso de satisfação, depois de Laura dizer que lá porque ele namora com a filha, não terá privilégios na revista. Depois de sair do gabinete da diretora. David partilha com Hélder o que se passou e conta que Alice o tratou como seu namorado quando falou com a mãe. O rapaz diz que vai ter com Alice e Hélder afiança que ele se vai dar mal com aquele namoro.

Benedita entrega uma caixa com bolos a Zé e ele comenta que a sua amiga Petúnia vai adorar. Depois de o filho se retirar para trabalhar, Benedita conversa um pouco com o chefe de Zé e fica preocupada quando o homem assegura que não tem qualquer funcionária com o nome de Petúnia.

Entretanto, Duarte e Teresa anseiam pela chegada de Benedita ao Porto, pois não sabem como agir em relação a Henrique e ao desejo que ele tem de fazer as partilhas da herança.

Maria fica desolada quando o professor Abel lhe confirma que está mesmo casada com Joaquim pela lei portuguesa e partilha a sua preocupação com Isabel, que está de saída para a clínica. A amiga anima-a, segura de que ela terá força para resolver o problema.

Diogo percebe que Joana continua a resistir às ordens que ele lhe dá e avisa-a que será despedida se insistir em fazer-lhe frente. Inácio fica perturbado com o conflito, mas a investigadora responde-lhe, magoada, que só está em perigo quem pensa pela própria cabeça.

Inácio tranquiliza o enfermeiro André e assegura que não quis meter-se na vida dele quando comentou a sua proximidade com o patrão.

Joaquim força a entrada na casa da Quinta e Olga não consegue impedi-lo. Numa atitude que revela segurança absoluta no seu plano, Joaquim recomenda à empregada que telefone a Maria para confirmar quem ele é e que depois de o fazer, lhe sirva um cafezinho.

Maria está a contar a Fernanda que Joaquim reapareceu para lhe exigir metade dos seus bens. A amiga é de opinião que ela tem de arranjar maneira de se livrar dele. Vítor ouve a conversa e oferece-se para ir dar-lhe um corretivo quando Maria é avisada de que ele está na Quinta. Fernanda repreende o marido e Jorge aproveita-se dela para a confundir, dizendo que no dia seguinte está de folga.

Alheio à reprimenda que Fernanda lhe deu, Vítor vai buscar Rúben à loja de desporto e obriga-o a acompanhá-lo, dizendo que precisa de ajuda para fazerem um servicinho.

Henrique retira de casa os seus pertences e Sofia aconselha-o a não entrar em mais guerras com Maria e a resolver os seus problemas mais urgentes.

João confessa a Inês a sua desilusão pelo facto de Fred ter decido acabar com a parceria que tinham no hostel e equaciona a possibilidade de adiarem o casamento. A noiva nem quer ouvir falar dessa opção e propõe-lhe que fique a trabalhar com ela, até encontrar o rumo a tomar. João sorri agradecido.

Vítor e Rúben vão à Quinta para expulsar Joaquim, demonstrando-lhe à pancada que Maria tem quem a defenda. O homem refaz-se dos murros que apanha e tira uma pistola que leva consigo, apontando-a a Vítor e Rúben que são apanhados de surpresa e ficam sem reação.

Rúben pede calma a Joaquim, temendo que ele dispare contra si e contra o pai. Vítor, ao invés de serenar os ânimos ainda provoca mais raiva no ex-marido de Maria. Henrique é alertado pela discussão e vai ter com eles para se inteirar do que de passa. Rúben aproveita para fugir com Vítor e Henrique convence Joaquim a baixar a arma, oferecendo-se para lhe prestar os primeiros socorros, pois tem a cara ensanguentada.

Vítor e Rúben fogem para a casa da Quinta e contam a Maria que Joaquim está armado. Ela fica muito nervosa e telefona para a polícia denunciando o intruso que entrou na propriedade, referenciando que o homem está armado.

nas redes

pesquisar