SIC

Perfil

118º Episódio - 25 de janeiro (segunda-feira)

Catarina descobre que Diogo a trai! Joaquim exige metade do dinheiro que Maria herdou de António!

Victor Freitas\302\251

Beatriz conta a Miguel que vai fazer um curso de formação e ele desvaloriza por achar que é uma perda de tempo.

Pedro e Patrícia ficam muito felizes quando ele vai visitá-la pela primeira vez, depois da operação.

Maria lamenta a Fernanda por ter Henrique instalado na Quinta e o ex-marido atrás dela. A amiga acha que Joaquim quer dinheiro mas Maria assegura que os tempos em que o sustentava acabaram.

Laura fica ansiosa quando Alice conta que namora com David, sem lhe dar hipóteses de a contrariar.

João fica zangado com Fred depois de o irmão manifestar a vontade de vender o hostel que ardeu e ficar também com o dinheiro do seguro.

André deixa Diogo estarrecido quando lhe conta que Inácio sabe que eles têm um caso.

Entretanto, Catarina descobre que Diogo anda a trai-la, confirmando que ele reservou um quarto num hotel.

Catarina cruza-se com Isabel no corredor da clínica e fica surpreendida quando ela lhe agradece o presente de Patrícia. Rapidamente se recompõe, quando Isabel esclarece que Maria disse que a prenda era em nome das duas.

Maria chega ao restaurante e depara-se com Joaquim à sua espera. O ex-marido prossegue a sua estratégia de assédio e diz que pretende ser seu amigo, deixando a promessa de voltar para jantar. Maria fica incomodada e segue para a cozinha.

Assunção despede-se de Sofia e prepara-se para iniciar a sua digressão europeia para promover o livro que escreveu. A filha tranquiliza-a e garante que não tenciona voltar atrás na decisão de se divorciar de Henrique. Inês leva a avó até ao atelier e mostra-lhe o vestido de noiva que está quase concluído. Assunção emociona-se e garante que não faltará ao casamento.

Joana estranha a indiferença com que Inácio a tem tratado nos últimos tempos e ele justifica que não concorda com o facto de ela afrontar a administração da clínica, colocando em risco o emprego de todos os colegas. Diogo interrompe a conversa e chama Inácio ao seu gabinete para o avisar de que se volta a levantar suspeitas sobre ele, insinuando que ele tem um caso com o enfermeiro André, o despede imediatamente. Inácio fica aflito e digere a ameaça em silêncio.

Henrique escolhe alguns vinhos na sala de provas da Quinta, perante o desagrado de Duarte que tenta demovê-lo de continuar a morar no barco e o incentiva a arranjar trabalho e outro local para viver. Henrique argumenta que ninguém lhe dá emprego e assume o desejo de fazer as partilhas dos bens. Duarte fica furioso e recusa-se a vender a Quinta.

Durante o intervalo de uma actividade turística, Vasco confessa a Rui que está satisfeito por ter trocado a vida do Porto pela dos Açores. O amigo chama-lhe a atenção para uma turista que parece interessada nele e Vasco assume que já tinha notado.

Joana desabafa com Filipe e assume que está farta de trabalhar na clínica, das pressões de Diogo e das acusações de Inácio, que a censurou por ela estar a colocar em causa os postos de trabalho dos investigadores ao não acatar as ordens do patrão. O pai dá-lhe alento para que faça o que a consciência lhe ditar. Por seu lado, Filipe confessa que se sente cansado e volta a manifestar o desejo de se reformar, apesar do orgulho que sente na obra que construi com o negócio dos barcos de turismo.

Jonas partilha com Teresa o entusiasmo pelo projeto social que está a desenvolver na área da dança. Ela fica feliz por ele, mas revela que tudo seria melhor se conseguisse ajudar o irmão Henrique a superar os problemas por que está a passar.

Inês visita Henrique no barco em que ele vive na Quinta e o pai pede desculpa por ter bebido demais e pelo confronto que teve com Maria, à sua frente. Também Inês acha melhor que ele vá para outro lugar mas o pai insiste que quem não deve ali estar é a antiga empregada e quando Inês faz notar que parte da Quinta pertence a Catarina, ele contrapõe que só tem uma filha.

Catarina trata Diogo com frieza, embora tentando disfarçar que descobriu que ele anda a traí-la. Entretanto, Célia anuncia que está um homem na receção para falar com ela. Catarina fica em choque quando o homem que não identifica lhe revela que é o ex-marido da mãe. Depois de se recompor, deixa claro que se o que ele quer é dinheiro, foi bater à porta errada. Joaquim não desarma e antes de se ir embora aconselha-a a avisar a mãe de que reapareceu ao fim de tantos anos de ausência para reclamar aquilo que é seu.

Vítor exige a Fernanda que expulse os filhos de casa, inconformado por eles não terem votado em si para a presidência do clube. Ela manda-o ganhar o juízo e acaba com a conversa. Entretanto, irrita-se com Jorge que reclama da desorganização em que o armazém do posto de combustível se encontra, lembrando que no seu tempo é que os produtos estavam bem arrumados.

Sandra, pede a Vítor que a ajude a chegar à fala com o presidente do Cedofeita e ele fica indignado, respondendo que ninguém tem interesse em entrevistar o homem.

Maria fica feliz quando Luís lhe telefona, ainda em alto mar, dando conta de que a viagem para os Açores está a correr muito bem. Depois de desembarcar, Luís resiste à tentação de beber álcool, apoiado em Paulo, o seu padrinho dos alcoólicos anónimos.

Bruno namora com Adriana na loja de música. O casal é interrompido por Rúben que diz querer fazer as pazes com eles, fingindo aceitar que estejam juntos. No entanto, quase deita tudo a perder ao abraçar Bruno, dando-lhe fortes pancadas nas costas. Para disfarçar, conta que tem bilhetes para irem ao futebol e tanto Bruno como Adriana, ficam convencidos das suas boas intenções.

Beatriz e Miguel tentam esconder as desconfianças que sentem um do outro. Apesar disso, comentam com naturalidade a ameaça de bomba que a revista sofreu e até concordam em jantar em casa. O juiz insiste na ideia de que era melhor ela passar a trabalhar em casa para estarem mais tempo juntos, mas ela esquiva-se e confessa que ainda não está preparada.

Fred volta a sentir a ira dos agiotas a quem deve dinheiro e é de novo agredido em casa, ameaçado de novos atos de violência se não pagar dentro do prazo.

Rui combina com Vasco a estratégia de divulgação das actividades turísticas que promovem e no fim da conversa entrega-lhe o número de telefone da rapariga que parece estar interessada nele.

nas redes

pesquisar