SIC

Perfil

89º Episódio - 18 de dezembro (sexta-feira)

Maria descobre o segredo de Luís e confronta-o; Catarina fala em recorrer a uma barriga de aluguer

Victor Freitas\302\251

Luís discursa na reunião dos alcoólicos anónimos, atentamente observado por Jaime, que também aplaude quando o chef finaliza a sua intervenção.

Adriana reconcilia-se com Cila, depois de a mãe reconhecer que errou ao tê-la deixado para trás quando se divorciou do pai, afirmando o desejo de recuperar o tempo perdido. Adriana cede ao discurso de Cila e senta-se ao piano com ela. Rúben escuta discretamente a conversa à entrada da loja e deixa-se emocionar ao ver que mãe e filha fizeram as pazes.

Quando Rúben regressa à loja de desporto, Vítor repara que ele entra a esfregar o olho e pergunta se esteve a chorar. O filho disfarça e ele muda de assunto, revelando que ali foi para saber se ele tem algum fogareiro para ir vender na feira a carne que ganha com o patrocínio do talho. Rúben responde que só tem algumas tendas e sem as ferragens. O pai ainda lhe pede que o vá ajudar a grelhar as bifanas para fazerem dinheiro mas acaba por ir embora sem companhia e a chamar-lhe ingrato. Logo a seguir, Bruno entra na loja acompanhado por Filipe e pede a Rúben que aconselhe ao patrão uns ténis para fazer caminhadas.

Sofia deixa Leonel perplexo depois de fazerem amor, afastando-o quando ele tenta acariciá-la e reconhecendo que fingiu ter prazer só para ver se demoravam menos tempo. Sofia deixa o quarto de hotel, desiludida consigo própria.

Duarte recupera da cirurgia na companhia de Joana, que planeia o que irá dar de jantar a Pedro. O enólogo afirma que o filho gosta muito dela e que não precisa de se esforçar tanto para lhe agradar. Vasco entra no quarto para visitar Duarte e desfaz o equívoco sobre o embrulho que leva na mão, adiantando que se trata de um presente para Patrícia, que vai visitar a seguir. A irmã pede-lhe que avise Pedro que está na hora de irem embora.

Pedro reentra no quarto de Patrícia para passar mais alguns momentos com ela, que está desanimada e convencida de que nunca mais sairá do hospital. Vasco aparece entretanto e dá o recado de Joana a Pedro e o peluche que comprou a Patrícia. A miúda agradece, feliz, enquanto Pedro se despede e vai embora.

Isabel fica desagradada ao ver que Vasco está com a filha, mas não consegue deixar de ficar embevecida a olhar para ela, radiante com o boneco que o veterinário lhe ofereceu.

David e Hélder começam a desesperar com as decisões e indecisões de Laura que causam instabilidade na redacção. O fotógrafo protesta por não ver publicadas as fotos que tirou num evento e o jornalista fica receoso de não conseguir trabalhar um artigo de moda por não perceber nada do assunto. Laura dá ordem para que ele elimine todas as referências a Inês Castro de Aguiar, pois não gostou da colecção que ela lançou. Ao mesmo tempo, diz a Hélder que compre a uma agência as fotos de inauguração da loja, pois quer incluí-las numa rubrica que vai criar.

Inês, muito irritada, comenta com a mãe a cobertura que a imprensa fez da abertura da loja, queixando-se de que a imprensa dá mais importância ao namorado cantor do que a ela. Sofia está distraída a pensar na vida depois de se ter envolvido com um desconhecido. Assim que desperta dos seus pensamentos, dá atenção à filha e desvaloriza a sua ansiedade, explicando que ela tem de ver o lado positivo que o facto de namorar com um artista famoso lhe pode oferecer.

Teresa visita Duarte na clínica, acompanhada por Benedita e oferece ao irmão os seus serviços de acupunctura se ele tiver dores. Benedita percebe que se atrasou para levar Zé para Lisboa e vai embora muito aflita ao encontro do filho.

Zé, percebe que Benedita já está atrasada para o levar consigo para Lisboa e começa a ficar muito desorientado. Thomas e Rita, que estão com ele enquanto esperam por Teresa, ficam muito aflitos sem saber o que fazer. Benedita chega por fim ao pé do filho e tenta acalmar a sua ansiedade. Thomas e Rita estranham aquele comportamento do primo.

Luís conta com um sorriso a Maria que Adriana aceitou jantar com a mãe e fica ainda mais feliz quando Maria oferece a Quinta para que todos possam estar juntos num ambiente mais familiar. Sem que Maria perceba a sua verdadeira motivação, Luís pede-lhe desculpa e justifica que é por algumas vezes não estar à sua altura. Ela afirma, condescendente, que todos cometem erros.

Fernanda explica a Priscilla como funcionam as caixas registadoras do posto de combustível. Jorge intromete-se com a intenção de seduzir a nova funcionária e oferece-se para fazer de cliente para ela ensaiar o atendimento e os procedimentos que ela deve ter. Fernanda acaba com o ensaio, assim que percebe que ele quer é conversa com a rapariga.

Victor começa a vender bifanas na feira e volta a ser atacado por outros feirantes que não gostam de o ver ali. Mais uma vez escapa à fúria dos homens que fogem ao perceberem que a polícia está a chegar. Vítor ainda tenta apagar o fogareiro mas não consegue fazê-lo tempo e é abordado pelos agentes, ficando aflito quando eles lhe pedem a licença para venda de alimentos. Ainda tenta que eles acreditem que a carne não é para venda mas sim para oferecer mas eles não acreditam.

Marta está de saída do laboratório, à conversa com Inácio. João aparece entretanto no laboratório para lhe devolver as chaves de casa e ela convida-o para jantar, sob o olhar de surpresa de Inácio.

Fred sente dificuldade para libertar o dinheiro que Henrique investiu e fica muito nervoso. Jéssica escolhe a pior altura para o convidar para sair e leva uma resposta agressiva, ficando irritada com ele.

Fernanda fica radiante por Leandro ir jogar de início pelo Porto B e agarra-se às bochechas do filho que fica envergonhado com aquele mimo da mãe. Entretanto, Fernanda recebe uma chamada de Jéssica a dizer que vai passar uns dias ao Porto e comenta com Leandro que até parece que ela lhe está a fazer um favor, pela forma como fala. Leandro muda de assunto e mostra interesse em saber mais pormenores sobre Priscilla. Fernanda mete-se com ele, lembrando que á a primeira vez que o vê interessado noutra rapariga que não Catarina. Leandro não gosta nada da insinuação.

Maria e Luís recebem Adriana e Cila num ambiente de grande tranquilidade, evitando os assuntos mais melindrosos.

Miguel conta a Henrique que já falou com um conhecido para que o ajude no processo em que está a responder mas avisa-o de que terá de gastar algum dinheiro. O médico mostra-se agradado com a notícia e confidencia que só não fica para jantar por não se sentir à-vontade com Beatriz, uma vez que foi seu cunhado. Depois de Henrique ir embora, Beatriz aparece e, perante as desconfianças de Miguel é forçada a mentir-lhe, dizendo que nunca teve nada com o ex-cunhado, justificando não gostar dele por não o achar de confiança.

Assunção e Inês conversam sobre Carlos. Sofia diz que vai para o quarto por não se estar a sentir bem e Inês vai buscar-lhe um comprimido para a dor de cabeça. Assunção percebe que a filha não está bem, desconfiando que isso se deve a mais uma desavença com Henrique. Sofia começa a desabafar com a mãe, reconhecendo que o problema não é o marido, mas sim ela própria. Quando se prepara para contar o problema que está a viver, tem de disfarçar e calar-se porque Inês regressa à sala.

Adriana agradece a Maria por tê-la recebido com a mãe na Quinta e Cila despede-se de todos elogiando o jantar da anfitriã e “picando” Luís ao dizer que Maria cozinha muito bem. Depois de a mãe ir embora, Adriana reconhece ao pai que o jantar não podia correr mal com ele e Maria por perto.

Na manhã seguinte, Maria recebe no restaurante a visita de Jaime, que diz procurar por Luís, apresentando-se como um amigo dos alcoólicos anónimos. Como Maria informa que Luís não está o homem lamenta e pede para beber um café.

Henrique regressa a casa de manhã, cansado e com mau aspecto. Sofia não gosta de saber que ele não foi para casa porque iria querer estar com ela, mas que ela não ia querer. Sofia manda-o tomar banho e sai, furiosa por ele ter preferido estar com outra mulher.

Luís entra sorridente no restaurante, satisfeito com o peixe que comprou. Maria está séria e pede-lhe que se sente. De rajada pergunta-lhe quando é que estava a pensar contar-lhe que matou duas pessoas com um carro por estar bêbado e que se tentou suicidar depois. Luís fica em estado de choque com o que ouve.

Inês prepara-se para ir trabalhar e encontra o pai a ver televisão na sala. Henrique evidencia que agora pouco tem para fazer e que a sua maior preocupação é arranjar forma de pagar o que deve ao fisco. Inês confessa que está preocupada com ele e deseja-lhe sorte antes de sair. Henrique desabafa que começa a pensar em pôr uma ferradura por cima da porta, depois de tudo o que lhe tem acontecido.

Maria confronta Luís com a sua mentira, afirmando que soube de tudo por um colega dele nos alcoólicos anónimos. O chef estranha mas, sem ter como fugir, conta finalmente a Maria o seu passado, assumindo que matou dois jovens namorados quando conduzia embriagado e que tentou suicidar-se depois, por não conseguir carregar a culpa pelo que fez.

Catarina escuta parte de uma conversa que Marta está a ter ao telefone e a investigadora, depois de desligar, confirma que faz parte de uma associação que pretende que pretende promover o debate sobre as barrigas de aluguer para mulheres que não conseguem engravidar. Catarina mostra-se interessada e Marta convida-a para aparecer no encontro que estão a organizar no hostel Porto Seguro.

Diogo paga a Jaime o que tinham combinado para ele contar a Maria o passado de Luís. O homem mostra-se pouco à-vontade mas acaba por aceitar o dinheiro. Catarina entra e reconhece o homem. Depois de ele sair Diogo conta que ele estava com problemas de consciência e ela responde que o adora, deixando-o intrigado ao contar que vai poder dar-lhe um filho com a ajuda de uma barriga de aluguer. O marido faz notar que aquilo é ilegal mas Catarina dispara que não significa que não se possa fazer.

Duarte confessa a Joana que está desejoso de sair da clínica e a companheira tranquiliza-o dizendo que Pedro passou bem a noite, até porque receberam a vista da mãe dela que se foi despedir antes de ir fazer voluntariado em Itália. Joana conta a Duarte que vai ter de fazer serão na clínica e ele sugere que Pedro fique em casa de Teresa, em vez de ficar com Filipe como ela sugere, pois seria uma ideia que iria certamente desagradar a Beatriz. Joana confessa que não se tinha lembrado disso.

Hélder leva a Beatriz as fotos da modelo que foi assassinada em Lisboa, pedindo-lhe que faça tudo o que puder para ajudar a descobrir o assassino. O fotógrafo confessa depois que está farto de aturar os humores da directora, apesar de Beatriz defender Laura e lembrar que ela está a sofrer imensas pressões no trabalho, já para não falar dos problemas que Alice lhe arranja.

Laura pede em voz alta na redacção a ajuda de todos porque tem de apresentar à administração o plano estratégico de todas as publicações e não terá tempo para fazer mais nada. Benedita fica encarregada da coordenação do trabalho e David com a revisão de artigos. Entretanto, a sua vida fica ainda mais difícil porque tem de ir ao hospital, depois de ser avisada de que Alice sofreu um acidente a andar de skate.

William está a ler o jornal em casa mas é interrompido por Zé, que quer saber o que é que ele faz no trabalho. Depois de esclarecido, Zé diz que quer trabalhar e William fica intrigado com a sua insistência.

nas redes

pesquisar