SIC

Perfil

84º Episódio - 12 de dezembro (sábado)

Henrique é convocado pela Polícia Judiciária para prestar declarações por desvio de dinheiro

Victor Freitas\302\251

Isabel conta com o apoio de Vasco quando recebe no hospital a notícia de que Patrícia está em estado crítico e que só poderá sair dali depois de fazer o transplante do pulmão. O médico esclarece que Patrícia só consegue respirar com a ajuda de uma máquina, deixando antever o pior. Isabel apressa-se a visitar a filha e apesar de ter uma vontade enorme de chorar, controla-se e tenta animá-la.

Maria sabe por Luís que Isabel teve de ir para o hospital por causa da filha e lamenta não ter ainda conseguido falar com ela, pois está muito preocupada com a saúde da menina. Luís frisa que, perante tal tragédia, qualquer problema que tenham é menor. Maria volta a ligar a Isabel.

Sara, janta com Filipe no Sirga e fica desconfortável, irritada até, quando ele insiste em que devem assumir que estão de novo a namorar.

Jorge protesta com Sandra porque ao invés de o ajudar a limpar o chão do posto de combustível, está ao telefone com um amiga a combinar com que rapazes vão sair à noite. Ele ameaça fazer queixa à chefe mas Sandra coloca-o no devido lugar ao lembrar que aquele é o seu serviço para aquele dia.

Fernanda elogia aos filhos o esforço que Vítor tem feito para ajudar nas tarefas da casa, mas proíbe-os de contar ao pai. Leandro e Rúben divertem-se com o jogo de gato e rato dos pais. Vítor entra em casa com um saco de carne do talho do Timóteo, patrocinador de Rúben, o Mister Fitness do bairro. Fernanda acaba por elogiar o marido e ele responde que a mãe dela deve estar às voltas no caixão ao ver que a filha dorme com um homem divorciado. Fernanda acha graça, mas evita demonstrá-lo. Leandro e Rúben divertem-se com a situação.

Diogo constata que Catarina está sem apetite e sensibiliza-a para a necessidade de voltar à clínica e fazer exames que garantam que está a sarar bem. Ela promete fazer-lhe a vontade se no dia seguinte se sentir com forças.

Maria obriga Isabel a aceitar a sua ajuda para transferir a filha do hospital para a clínica, assumindo todas as despesas. Luís incentiva a sua empregada, convicto de que Patrícia vai vencer a doença.

Vasco confessa a Duarte e Joana a sua impotência para ajudar Isabel a suportar a dor de ver a filha tão mal no hospital. Duarte nem sabe como vai dar a notícia a Pedro, mas sabe que o filho vai ficar destroçado. Filipe e Sara chegam para jantar e ela fica surpreendida ao ver o filho. Filipe sela a sua sociedade com Duarte para prosseguir sem sobressaltos o negócio dos barcos de cruzeiro. O empresário fica tão empolgado que se prepara para anunciar que ele e Sara estão de novo a namorar mas ela não permite, inventando uma desculpa.

Beatriz regressa a Lisboa e encosta Miguel à parede, perguntando o que é que o levou a convencer Pedro de que o pai estava a morrer com cancro. Miguel mente e consegue convencê-la que tudo não passou de um equivoco, acabando por fazer as pazes com um beijo a que ela corresponde.

Miguel recebe a indicação de que Francisco, o correio do dinheiro de Henrique, está sob investigação. Depois de pensar no assunto, decide ligar ao amigo para o avisar. Henrique está a iniciar o passeio de barco com Sofia e Inês e não atende a chamada para não quebrar o idílio familiar.

No restaurante, Luís fica surpreendido e nervoso quando Maria se prepara para lhe apresentar uma senhora e ele constata que se trata de Cila, a sua ex-mulher.

Henrique, Sofia e Inês descem do iate e comentam felizes, o belo passeio que acabam de dar, inaugurando assim o barco. A felicidade dura pouco porque Henrique tem dois agentes da Polícia Judiciária à sua espera, que lhe comunicam que tem de os acompanhar, para explicar o relacionamento que tem com Francisco Ruivo, capturado na fronteira com a Suíça quando transportava uma mala de conteúdo suspeito. Henrique nega conhecer aquela pessoa, mas segue com os agentes, perante o olhar alarmado de Sofia e Inês.

Luís fica muito embaraçado por ter de conversar com a ex-mulher e com Maria. Cila desfaz-se em elogios por ele ter encontrado alguém que lhe devolveu o equilíbrio e diz que vai visitar Adriana, de quem tem muitas saudades. Luís estranha e lembra que estiveram juntas há pouco tempo. Para seu espanto, Cila afirma que a filha acabou por não aparecer e ele é forçado a disfarçar a surpresa. A ex-mulher mostra vontade de jantar com eles mas Maria diz que não pode por ter de ficar com Catarina. O chef não tem como recusar e Cila tranquiliza-o, garantindo que não terá de a aturar sozinho.

Thomas fica perplexo ao saber que a mãe tem uma fortuna no banco e tenta fazer com que ela invista o dinheiro, seguindo os seus conselhos. Teresa olha para Jonas e deixa o filho em pânico, ao dizer que decidiram investir em obras sociais que estão a ser desenvolvidas em Moçambique. Thomas exige receber a sua parte da herança mas o melhor que consegue é ser convidado pela mãe a ajudar a gerir uma clínica de bem-estar espiritual que ela se lembra de abrir. O filho assume que não tem outro remédio e fica mais tranquilo por poder gerir o dinheiro da família.

Assunção, ao saber que Henrique foi para a PJ escoltado por dois agentes, pergunta em que falcatruas andará ele metido. Sofia e Inês não gostam que ela esteja a acusá-lo e Assunção decide calar-se. Inês procura entender o que se está a passar com o pai e Sofia fica desconfortável com as perguntas da filha.

Henrique nega conhecer Francisco Ruivo mas os agentes que o interrogam dizem que ele foi visto a sair de sua casa. Henrique é apanhado de surpresa e fica a saber que o homem está sob vigilância, suspeito de estar envolvido num esquema de branqueamento de capitais e fraude fiscal. A partir dali, recusa falar sem a presença do seu advogado.

Catarina mostra-se impaciente na clínica, já farta de tantos exames médicos. Diogo incentiva-a quando são abordados por Joana, que lamenta que ela tenha perdido o bebé. A médica deseja que corra tudo bem, enquanto se afasta para o laboratório. Entretanto, Pedro e Duarte vão desafiá-la para almoçar. O rapaz insiste em ir visitar Patrícia mas o pai recorda que ela ainda não pode ter visitas e que o levará até ela, logo que seja possível.

Isabel conta a Patrícia que Maria nem lhe deu hipótese de recusar a sua ajuda e que a todo o momento ela será transferida para a clínica. Para animar a filha, diz-lhe que os médicos fizeram saber que até já está melhor mas Patrícia reage mal, dispara que é tudo mentira, que nunca ficará boa e que ela devia ir embora para não sofrer. Isabel não evita as lágrimas e assegura que nunca deixará de estar ao seu lado.

nas redes

pesquisar