SIC

Perfil

83º Episódio - 11 de dezembro (sexta-feira)

Catarina sofre um aborto e culpa Inês por isso!

Christian Gnad

Diogo junta-se a Maria e Luís à mesa do pequeno-almoço e confessa estar maravilhado com a Quinta, vincando que Catarina está muito feliz por estar de novo perto da mãe. Luís disfarça o desconforto e levanta-se para ir para o restaurante.

Entretanto, Catarina tenta dormitar e procura uma posição confortável na cama. Quando pensa ter conseguido, sente uma forte dor abdominal que vai aumentando ainda mais de intensidade. Ao destapar-se grita de susto e dor ao constatar que o lençol está manchado de sangue.

Maria e Diogo ouvem os gritos lancinantes de Catarina e apressam-se a chegar ao quarto para lhe acudir. Imediatamente, percebem que ela está a perder o bebé, olhando a mancha de sangue que está no lençol. Catarina chora agarrada à barriga. Maria decide que o melhor é irem para a clínica. Diogo não perde tempo e chama uma ambulância.

Henrique veste-se apressadamente e nem toma o pequeno-almoço com Sofia, pois tem de se encontrar com o advogado para alinhavar o discurso de defesa que vai proferir na Ordem dos Médicos. Inês aparece entretanto e estranha já não ver o pai mas Sofia explica porque é que ele saiu tão cedo de casa. Sofia e Inês mudam de assunto e conversam animadas sobre a modernização da fábrica com a chegada dos novos equipamentos. Inês confessa ainda que acordou cheia de vontade de rever Pedro e Duarte, agora que o miúdo regressou a casa.

Duarte queima as panquecas do pequeno-almoço mas Pedro nem sequer reclama, achando que estão perfeitas e aproveitando para pedir desculpa ao pai por ter fugido, depois de entender que, segundo Miguel, ele estava a morrer. Beatriz chega entretanto e junta-se ao ex-marido e ao filho. Tal como Duarte, Beatriz assegura que não o vai castigar. Pedro aproveita o estado de graça em que se encontra e pede ao pai para convencer Isabel a deixá-lo estar de novo com Patrícia. O pai sossega-o e responde que isso é capaz de se arranjar.

Patrícia pede a Isabel para a deixar dar-se novamente com Pedro e a mãe acede, lembrando no entanto, que não vai admitir que eles voltem a mentir. Patrícia fica tão entusiasmada que tem um ataque de tosse violento que só a intervenção da mãe consegue travar. Isabel fica muito preocupada com a filha.

Catarina sofre um aborto e fica muito transtornada. Maria e Diogo procuram saber porque é que ela perdeu o bebé e o médico que a assistiu esclarece que o caso é frequente, frisando que o importante é que ela se concentre na sua recuperação. Catarina está demasiado desiludida e manda todos para fora do quarto, decretando que quer ficar sozinha. O médico, a mãe e o marido fazem-lhe a vontade e saem. Catarina, revoltada, cerra os punhos e dá um murro na cama.

Diogo conversa com Maria no corredor do hospital e não esconde a sua consternação por Catarina ter perdido o bebé. Maria recorda por momentos a outra gravidez falhada, omitindo que dessa vez Henrique fez com que a filha abortasse. Diogo pede a Maria que continue a apoiar Catarina e Maria garante que seria incapaz de voltar as costas à filha numa altura tão delicada.

Jorge apanha um banho de gasolina a atender um cliente numa das bombas do posto e pretende trocar de roupa. Leandro chega entretanto e reclama ajuda para encher o depósito do seu carro. Sandra manta Jorge tratar do assunto e ele reage mal, achando que ela lhe está a dar ordens, Fernanda aparece e acaba com a discussão, fazendo com que Jorge vá ajudar Leandro e repor as luvas com que acabou, que as pessoas calçam para abastecerem. Fernanda deixa escapar que com tanto reboliço no posto nem tem coragem dar apoio a Maria, consternada com o facto de a filha ter perdido o bebé. Leandro acusa o incómodo pelo sofrimento de Catarina e Fernanda confessa a Sandra que o filho ainda não a esqueceu.

Rúben decide deixar de falar com Adriana, farto por só sofrer ataques e de que ela nunca o elogie. Adriana acha que ele está a ser infantil e acaba por regressar à sua loja. Ele fica convencido de que ela não vai resistir a ser ignorada e que irá aceitar rapidamente que o seu lugar é ao lado dele, como sua namorada.

Laura tenta perceber na redacção e junto de Benedita quando é que Beatriz regressa ao trabalho mas Hélder marca posição e, para desagrado da directora, dispara que é natural que ela queira passar uns dias com o filho agora que ele reapareceu. Laura conta que apareceu uma rapariga morta num descampado e diz que precisa de alguém que substitua Beatriz a escrever sobre o caso, mostrando as fotos do corpo que já foram divulgadas. Hélder fica chocado e assume que conhecia a rapariga e que se trata de Juliane, candidata a modelo a quem já tinha feito um book, mas que acabou por seguir a vida de acompanhante de luxo. Incomodado com aquela violência, Hélder empurra David para aceitar o trabalho e diz que o vai ajudar, assumindo perante as fotos de Juliane que vai descobrir quem a assassinou. A redacção pára a olhar para ele e o fotógrafo justifica que fica muito sensibilizado com estes casos. Quem não acha graça ao seu altruísmo é David, que não queria fazer aquela investigação.

Jéssica troça de Rúben quando ele conta que impôs a Adriana o tratamento do silêncio para que ela se deixe conquistar. A irmã tenta fazer-lhe ver que as mulheres gostam é de receber atenções e não de atitudes infantis.

Maria esforça-se por confortar Catarina por ter perdido o bebé e a filha aproveita para culpar Inês pelo sucedido, lembrando que a atirou para a piscina e que não contente com isso ainda voltou à Quinta para discutir. Maria não vai na conversa e responde que ela está perturbada e que tem é de se concentrar em recuperar. Catarina abandona o tom acusatório e agradece à mãe por estar a seu lado.

Henrique é suspenso por seis meses e fica furioso por ter sido desacreditado junto da Ordem dos Médicos. Sofia, com alguma falta de tacto, opina que Diogo e Catarina conseguiram os seus intentos. O marido fica ainda mais irritado.

Patrícia espera com ansiedade o reencontro com Pedro no Parque da Cidade. Quando o avista corre a abraçá-lo e repreende-o por não a ter avisado que ia fugir. Os miúdos matam saudades e vão comer um gelado para porem a conversa em dia. Duarte agradece a Isabel por ter consentido que os filhos voltem a dar-se. Ela assume que não podia negar isso à filha.

Thomas não gosta de ver a mãe a dar de mamar à irmã bebé e volta a criticá-la por não vacinar Antónia. Rita evita mais uma discussão sobre o tem da imunologia quando conta que o vídeo em que aparecia como vítima de bullying foi retirado da internet. Thomas fica em silêncio mas Jonas repara que ele fica comprometido. Depois de Rita voltar ao quarto pergunta ao enteado se não foi ele o responsável pelo desaparecimento do vídeo e ele é obrigado a confessar que pediu a um amigo que o fizesse, afirmando que apesar de ser uma pessoa com princípios rígidos, gosta da irmã e vai continuar a protegê-la. Teresa fica muito orgulhosa do filho e Jonas também. Entretanto, Jonas aproveita para contar a Teresa que foi de novo chamado para trabalhar em Moçambique e a mulher dá-lhe todo o apoio para que vá fazer o que gosta, apesar de terem de lidar com as saudades que esse afastamento lhes vai causar.

O namorado de Inês vai levá-la de regresso à fábrica depois de terem almoçado e tenta conquistar a simpatia de Sofia, depois de ter ajudado na divulgação do desaparecimento de Pedro. Sofia fica um bocado atarantada com a descontracção do cantor.

Isabel comenta impressionada com Luís o facto de Catarina ter perdido o bebé. Entretanto, recebe uma chamada de Patrícia a pedir-lhe para ir passear o cão. Apesar de não gostar da ideia, acaba por fazer a vontade à filha e desabafa com Luís que fica muito preocupada. O chef desvaloriza o risco e apoia a sua decisão.

Rúben censura Vítor por lhe ter dado um mau conselho sobre a forma de agir com Adriana. O pai chama-lhe burro e assegura que nunca lhe disse para deixar de falar com a rapariga, mas sim para lhe demonstrar indiferença. Depois de dar um sermão ao filho, Vítor entrega-lhe uma t-shirt da funerária do bairro, afirmando que é o seu novo patrocinador como Mister Fitness. Rúben quer saber onde está o dinheiro mas o pai desconversa e consegue convencê-lo a que o aceite como seu empresário.

Filipe conta muito entusiasmado a Bruno que com a reconciliação entre Duarte e Joana, tudo volta a estar bem encaminhado para recuperar a empresa de cruzeiros com o investimento do futuro genro.

Jéssica vai ter com Bruno ao ancoradouro mas desta vez fica “a ver navios” porque ele resiste aos seus encantos e assume que está a trabalhar.

Fred e João tomam uma bebida juntos. João estranha a veia esbanjadora do irmão mas ele assegura que como conselheiro de investimentos consegue sustentar a vida faustosa que leva. Ao mesmo tempo, Fred insiste com João para se dar com outras raparigas e esquecer Inês.

Catarina regressa a casa depois de ter alta e continua a culpar Inês por ter abortado. Diogo acha que Inês não tem qualquer responsabilidade e responde à mulher que deve concentrar-se na sua recuperação e não estar preocupada com a irmã.

Duarte e Joana visitam Teresa e Jonas para estarem um pouco com a pequena Antónia, a sobrinha recém-nascida. Joana assume que também tem grande vontade de ser mãe, mas só depois de casada. Jonas pede para o avisarem quando marcarem a data do casamento e aproveita para lhes revelar que vai voltar a trabalhar em Moçambique.

Patrícia passeia Pipoca no parque e começa a sentir-se com muito calor. Ainda consegue despir o casaco mas acaba por cair desmaiada. Um transeunte que passa por perto corre a socorrer a menina, com a ajuda de outras pessoas que entretanto de aproximam.

Vasco vai ao Sirga e oferece a Isabel bilhetes para que ela possa realizar o sonho de levar a filha a fazer um passeio de barco no Douro. Isabel recusa e tenta afastá-lo mas, ao receber um telefonema a avisar que a filha sofreu um acidente, perde a resistência e fica em choque, perante o olhar de expectativa de Vasco.

Patrícia segue numa ambulancia a caminho do hospital e para desespero dos paramédicos sofre uma paragem cárdio-respiratória.

Os paramédicos que assistem Patrícia a caminho do hospital conseguem que o seu coração volte a bater, suspirando então de alívio.

Beatriz regressa a casa de Joana para entregar Pedro a Duarte, depois de terem feito as compras escolares de que o filho precisava. Pedro deixa claro que não quer voltar a Lisboa, pois não gosta de Miguel. A mãe pergunta-lhe num impulso se ele gostava que ela e o pai voltassem a estar juntos mas o filho afirma que não, justificando que iriam passar o tempo a discutir. Joana interrompe a conversa, forçando a que Beatriz se despache a despedir do filho.

Duarte entra na casa da Quinta e depara-se com Catarina que chora a perda do seu bebé. Depois de revelar a sua surpresa, o tio lamenta o sucedido e deseja-lhe uma boa recuperação, recusando apoiá-la quando ela afirma que ele como tio é muito deferente do pai, que faz tudo para a afastar da família.

Henrique entrega uma mala cheia de dinheiro a Francisco, assumindo que espera que ela chegue ao seu destino, como é habitual. Logo que se despede do homem recebe uma chamada a avisá-lo de que o seu iate já chegou. Assunção ouve a conversa do genro e provoca-o, questionando o facto de ele estar a esbanjar o dinheiro num barco. Henrique fica muito irritado e contrapõe que não tem de lhe dar satisfações.

nas redes

pesquisar