SIC

Perfil

82º Episódio - 10 de dezembro (quinta-feira)

Duarte enfrenta Miguel e agride-o

Rita regressa a casa acompanhada por Jonas e só quer saber novidades sobre Pedro, ansiosa por poder estar de novo com o primo. Teresa está mais interessada em saber como é que lhe correu o dia e a filha conta que as amigas da rapariga que a agrediu a ignoram e que ela faz o mesmo. Rita conta que um colega de outra turma foi ter com ela para lhe dizer que as tais miúdas são umas parvas e que ela é muito gira e fixe. Os pais brincam e insinuam que ela pode ter arranjado um namoradito. Rita fica irritada e antes de ir para o seu quarto reconhece que devia ter ficado calada. Jonas e Teresa riem.

Ainda na esquadra em Faro, Duarte e Beatriz, depois de garantirem a Pedro que não se vão zangar com ele, bombardeiam-no com perguntas tentando perceber o que é que o levou a fugir. O filho conta que soube que o pai vai morrer por ter a mesma doença do avô e Beatriz fica surpreendida com o que ouve. Duarte esclarece que os exames que fez deram resultado negativo e Joana acrescenta que ele apenas tem um tumor benigno numa perna e que depois da cirurgia ficará bem. Pressionado pelos pais para revelar quem lhe disse que o pai estava a morrer, Pedro conta que foi Miguel, deixando Duarte furioso e Beatriz estupefacta. O miúdo diz que não quer voltar para Lisboa e como a mãe assume as saudades que tem dele, Duarte sugere que vão todos para o Porto.

Maria entra em casa e encontra Catarina a dormitar. A filha desperta e confessa que se estava a sentir cansada, Perante a estranheza que a mãe demonstra, aproveita para se queixar de Inês e conta que ela apareceu na Quinta para ir buscar algo de que se tinha esquecido e que ao vê-la começou a discutir por não gostar de a ver ali. Catarina faz-se de vítima e desabafa que toda a gente a odeia e que Inês não gosta de a ter como irmã, embora não tenha culpa disso. O coração de Maria vai amolecendo e ela acaba por esboçar um sorriso quando a filha lhe segura a mão.

Sofia conversa com Henrique sobre o processo que a Ordem dos Médicos lhe instaurou e opina Diogo faz tudo o que Catarina quer e que ela quer humilhá-lo. A irritação do médico redobra de intensidade quando Inês chega a casa e conta que Catarina está de novo a viver na Quinta com Maria. Henrique quase espuma de raiva, assumindo o ódio que lhes tem por estarem a usufruir para o resto da vida do que é dele. Furioso vai para o escritório e Inês conta à mãe que Laura cancelou a reportagem sobre a fábrica, irritada por ela a ter obrigado a devolver um vestido que lhe havia emprestado. Sofia acha aquela reacção infantil e vai ter com Henrique ao escritório. O marido não se controla e cego de raiva acaba por se descair, confessando que mandou dois homens simularem um assalto à Quinta para assustar Maria e fazer com que se fosse embora, mas sem os resultados desejados.

Fernanda protesta com Rúben que para além de todo o trabalho que ela tem de fazer em casa ainda lhe pede para servir os cafés depois do jantar.

Luís protesta na cozinha do Sirga com os seus ajudantes, zangado por não seguirem as suas indicações na confecção da comida. Maria apercebe-se e chama-o para o escritório, fazendo-lhe ver que exagerou. Luís acalma-se e reconhece que ela tem razão.

Beatriz vai a casa com Duarte buscar uma mala de roupa para levar para o Porto. Miguel aparece na sala e Duarte agride-o com um murro. O juiz fica atónito, agarrado ao queixo e Duarte só não lhe bate mais porque Beatriz o impede. Fora de si acusa-o de ser o responsável pela fuga de Pedro, porque disse ao miúdo que o pai ia morrer. Miguel nega tudo mas Duarte proíbe-o de se voltar a aproximar de Pedro. Miguel fica muito desagradado por Beatriz ir para o Porto com o ex-marido mas ela não perde mais tempo e vai embora. Miguel toma um uísque de um só trago e liga de um telemóvel descartável para uma acompanhante de luxo para marcar um encontro.

Jéssica reclama com Fred por passar muito tempo ao telefone a gerir os investimentos dos seus clientes. O namorado mostra-se entusiasmado com o dinheiro que está a ganhar e sonha até em mudar para uma casa maior. Jéssica não quer pensar em mais mudanças e decide acompanhá-lo ao Porto, já que ele tem de lá ir tratar de assuntos do hostel.

Leandro acompanha Bruno e Vítor numa cerveja mas trata de se ir deitar logo a seguir. O pai troça dele e de Rúben que assume o seu corpo como um templo e recusa enchê-lo de porcarias. Fernanda também vai para a cama a reclamar com o marido, já que é ela que tem de ganhar dinheiro para pagar as contas. Leandro e Rúben metem-se com o pai chamando-lhe Vitória, a nova empregada doméstica da casa. Bruno, que fica sem perceber nada, recebe uma mensagem e Rúben pergunta-lhe se é da “exclusiva”, referindo-se a Jéssica. Vítor exclama que ele é que a sabe toda no que toca às mulheres mas Bruno fica comprometido.

Benedita interroga-se como é que irá ser a sua vida e a de William, agora que perfilhou Zé. Ao mesmo tempo lamenta que ele não tenha ido jantar com eles. O marido aconselha-a a levar tudo com muita calma porque o filho tem as suas rotinas, que não podem ser alteradas repentinamente.

Depois de Pedro adormecer, Duarte discute com Beatriz porque não aceita que ela não confie no filho depois de ele ter fugido e responsabiliza Miguel por tudo o que aconteceu. Joana faz com que eles se acalmem e acaba por convidar Beatriz a dormir lá em casa. A jornalista prefere ficar num hotel e promete ter uma conversa muito séria com Miguel quando regressar a Lisboa.

Miguel regressa a casa apressado e destrói o cartão do telemóvel que usou para contactar a acompanhante de luxo. Bebe um uísque de um trago e vai para o quarto.

Diogo despede-se de Catarina para ir trabalhar e ela sente uma pequena dor no ventre. O marido fica preocupado mas ela desvaloriza os sintomas, aceitando apenas a sugestão de ficar na cama por mais algum tempo.

nas redes

pesquisar