SIC

Perfil

67º Episódio - 23 de novembro (segunda-feira)

Catarina apresenta o seu marido, o Diogo, que é o novo dono da Clínica

(c).RuiCarlosMateus.1954

(c).RuiCarlosMateus.1954

Maria, Luís, Fernanda e Vítor terminam o serão e comentam o dinheiro que ela vai receber pela venda da clínica. Vítor sugere-lhe que invista em jogadores de futebol e Fernanda ralha por causa dos disparates que ele diz. Fernanda lembra-se de Catarina e não duvida que se ela soubesse de tanto dinheiro até vinha a nado dos Estados Unidos. Maria conta que nunca mais falou com ela. Depois de os amigos saírem, Luís apoia Maria, compreendendo que a ausência de notícias da filha a deixem angustiada.

Catarina causa sensação ao aparecer de surpresa na festa do Grémio Literário, dirigindo-se a Henrique com exuberância e cumprimentando-o com um beijo. Depois, confirma que casou, diz que quer trabalhar e que pode deixar de lhe fazer as transferências bancárias, guardando o dinheiro que lhe faz mais falta. Ainda com todos mal refeitos, diz que vai cumprimentar algumas pessoas, pois tem de retomar os contactos. Sofia fica furiosa ao vê-la.

Henrique, os irmãos e Maria aguardam pela assinatura do contrato de venda da clínica. William entra na sala apresentando Diogo Bettencourt, o homem forte da farmacêutica compradora que exige, depois dos cumprimentos da praxe, impor como condição para o negócio, que Henrique se demita de todos os cargos que ainda detém. Gera-se um impasse nas negociações, mas Henrique acaba por aceitar e o negócio faz-se. Entretanto, Catarina assoma à porta, para grande surpresa de Maria e vai para junto de Diogo, que apresenta com grande descontracção como seu marido. A surpresa com aquela revelação é geral.

Fernanda, Vítor e, sobretudo Leandro, espantam-se quando Jéssica conta os detalhes da festa no Grémio Literário e dá conta de que Catarina regressou a Portugal casada, adivinhando que o marido seja um homem rico, uma vez que só o anel que ela levou no dedo dá para comprar um apartamento. Leandro fica incomodado mas disfarça. Entretanto, Fernanda aproveita o facto de ter um momento mais reservado com Jéssica para lhe dizer que ela e Fred devem casar, já que estão a viver juntos. Como sempre, Jéssica evita falar muito do assunto e descai-se, dando a entender que ainda pensa em Bruno. A mãe repreende-a e insiste para que o deixe em paz.

Henrique não se conforma por ter sido afastado da clínica e acusa Catarina de ser a responsável por isso. Duarte, Benedita e Teresa não percebem as razões para tal acto de vingança e William confirma que só soube da imposição de Diogo Bettencourt, o marido de Catarina, quando se encontrarem para ir para a reunião na clínica. Henrique desabafa que queria esquecer a filha mas que ela não lho permite.

Maria despede-se de Célia e prepara-se para deixar a clínica, quando Catarina a chama. A rapariga insiste em tentar que a mãe lhe perdoe todas as tropelias que ela cometeu, mas em vão. Maria abomina a pessoa em que ela se transformou e antecipa que a filha nunca conseguirá ser feliz.

Joana concorda com Duarte quando ele diz que Catarina é mesmo perigosa. Teresa queixa-se de já não conseguir suportar o calor por causa da sua gravidez. Duarte sente um arrepio de frio mas desvaloriza o seu estado, recusando ir ao hospital.

Zé fica entusiasmado com o convite de Benedita para ir passar mais um fim-de-semana a Lisboa e com a ideia de William para montarem um puzzle grande com que ele pode bater o recorde do mundo.

Maria confessa a Luís que não estava preparada para reencontrar Catarina e desconfia que foi ela quem afastou Henrique da clínica.

Catarina vai à fábrica de tecidos provocar Inês e lembrá-la de que o acordo que fizeram continua válido, pois viu-a com João no Grémio. Inês assegura que se encontraram apenas por acaso e ela continua a provocá-la, pedindo-lhe que a convide para o seu próximo desfile de moda.

João e Fred fazem os últimos preparativos para a abertura do hostel.

Assunção agradece a Luís por lhe ter cedido o Sirga para a apresentação do seu novo livro e o chef reconhece que o evento só vai prestigiar o restaurante. João aparece nesse instante para ter uma reunião de negócios e Assunção convida-o para a apresentação do livro. Palavra puxa palavra, ele percebe que Inês mentiu quando disse que estava a namorar com outro rapaz.

Hélder fica contrariado quando Laura o escolhe para ir fotografar a apresentação do livro de Assunção e ainda lhe pede para ir fazer a reportagem fotográfica de uma nova esplanada da foz. David brinca com a situação mas Hélder fica ofendido e o rapaz acaba por se arrepender de ter troçado dele.

Laura discute com Alice ao telefone e aproveita para desabafar com Beatriz, confessando que vive aterrorizada só de imaginar que a filha pode aparecer grávida em casa.

Maria confessa a Fernanda a tristeza por não ter presenciado o casamento da filha, convicta de que ela se casou por interesse. Fernanda reconhece que até Jéssica que é destrambelhada faria tal coisa.

Rúben constata com espanto, que o movimento do posto de combustível aumentou desde que Sandra está nas bombas a ajudar a clientela a atestar os depósitos. Jorge exulta com os lucros, mas Sandra é a menos entusiasmada, pois tem de se sujeitar aos jogos de sedução de todo o tipo de cliente.

João vai ao atelier onde Inês está a trabalhar e confronta-a com o facto de ter inventado que tinha um namorado novo. Ela tenta fazê-lo acreditar na mentira mas acaba por se deixar levar no beijo que João lhe dá. De repente afasta-o, proibindo-o de repetir. Ele reconhece que jamais a esquecerá e acaba por ir embora.

Catarina justifica a Henrique a opção que a nova administração da clínica tomou, ao afastá-lo da direcção da clínica. O médico não esconde o seu desagrado e ataca-a, assumindo que nunca a verá como sua filha.

Joana comenta com Inácio o despedimento de Henrique, assegurando que se tratou de uma demissão mascarada. Henrique, por sua vez, vai ao laboratório despedir-se dos investigadores. Apesar de toda a gente saber que ele foi afastado, o médico acaba por dizer que sai na expectativa de ver renovado um dos muitos convites que recebeu.

Maria vai ter com Duarte à vinha e elogia-lhe a paixão pelo trabalho. Entretanto, quando vai embora para casa, bate com a perna numa caixa e magoa-se. Duarte coxeia quando acompanha Isabel para casa.

Patrícia e Pedro vão comer um gelado ao Parque da Cidade. Ela fica aflita ao perceber que é capaz de chegar atrasada a casa e que se a mãe descobre se que estão a ver a castiga.

Margarida vai ao Sirga com Sara e conta à sogra que vai ter de ir para Lisboa devido à promoção que teve e que João aceitou acompanhá-lo. Isabel entra na sala nesse momento e fica muito nervosa e desolada com o que acabou de ouvir. De regresso à cozinha Isabel fala com os seus botões, resmungando a sua indignação.

Teresa fica em estado de choque quando Rita deseja que o irmão que vai ter seja mais claro do que ela, pois sente-se muitas vezes suja. A miúda sai para o quarto a chorar.

Joana fica muito preocupada com as dores que Duarte tem na perna e trata de ligar para a clínica para lhe marcarem alguns exames.

Catarina vai jantar ao Sirga com o marido mas Maria mantém-se impassível e não lhe dá grande conversa. Diogo promete à mulher ajudá-la a reconquistar a mãe.

Simão fica desiludido com o facto de Margarida ter insistido com Vasco para ir com ela para Lisboa. Ela reafirma que não consegue deixar o marido nesta fase, lembrando que vão ter de ser mais cuidadosos a partir de agora. Simão acha que é Vasco que deve de ter cautelas.

Patrícia e Isabel têm de levar Pipoca à clínica veterinária e Isabel tem de estar frente a frente com Vasco. Num curto momento a sós, ele conta a Isabel que vai para Lisboa com a mulher. Aquela, disfarça o incómodo e responde que ele devia era avisar a filha de que vai deixar de ter quem trate.

Duarte fica aterrorizado e procura apoio em Joana, depois de numa primeira observação na clínica, o medico admitir que ele pode estar com um cancro nos ossos.

nas redes

pesquisar