SIC

Perfil

64º Episódio - 19 de novembro (quinta-feira)

Catarina cumpre a sua parte do acordo e iliba Sofia

Beatriz despede-se de Pedro em lágrimas, inconformada por ter perdido a sua guarda em tribunal. Duarte assiste à cena com condescendência, mas aconselha calma à ex-mulher quando ela começa a dar nota de algum descontrolo. Pedro tenta manter a calma e suporta as lágrimas da mãe, que chora convulsivamente depois de ficar sozinha.

João não quer acreditar nos frágeis argumentos de Inês para acabar com o casamento, insistindo que nada daquilo faz sentido. Ela reafirma que perdeu a confiança, mas quando ele sai desata a chorar.

Benedita não desarma e consegue que William aceite a sua reaproximação a Zé. Depois de o marido a deixar para reunir com Henrique, Benedita vai ter com o filho e começa a conversar com ele sobre música para ganhar a sua confiança.

Henrique reúne com os seus investigadores e incentiva-os a obterem os resultados de que necessitam, pressionado pela conversa que vai ter com William. À saída do laboratório encontra Maria que lhe lembra ter regressado à condição de sócia da clínica. Desagradado, Henrique provoca-a insinuando que ela não tem o amor da filha.

Inês confirma a Catarina que terminou o noivado com João e que já não vai casar com ele. Catarina humilha a irmã, antes de cumprir a sua parte do acordo, que passa por declarar que não foi Sofia quem a atropelou.

Luís repara que Leandro anda desconcentrado no seu trabalho no restaurante e puxa-o para conversarem sobre o assunto. O empregado conta que está ansioso porque tem a possibilidade de mudar de clube e jogar futebol num nível superior. Luís esconde o sorriso ao perceber que as ambições de Leandro estão longe do sucesso que ele espera alcançar.

João desabafa ao telefone com Fred, contando-lhe que Inês terminou o noivado com uma explicação que não o convenceu. O irmão regista a informação mas está demasiado ocupado para lhe dar o apoio de que ele necessita.

Vítor tenta que Sandra saia com Bruno para preencher o vazio que ele tem, depois de ter deixado de namorar com Jéssica. Jorge sente ciumes e Fernanda diz que a rapariga tem mais que fazer do que andar metida nos arranjinhos dele. Vítor recebe uma chamada de David a marcar a entrevista com o craque brasileiro e com ele sobre o Cedofeita. Vítor faz-se difícil e, perante a indignação de Fernanda, explica que está a usar uma estratégia de marketing para que o jornalista fique ainda com mais vontade de falar com ele.

Beatriz procura uma forma de alterar a decisão do tribunal mas Miguel sentencia que não há recurso da decisão de atribuir a guarda do filho ao pai e diz que o melhor que ela tem a fazer é tratar da sua vida e decidir se vai para Lisboa, continuando a trabalhar na revista. Beatriz cai na realidade e assume que tem de ligar a Laura quanto antes.

William pressiona Henrique a apresentar-lhe resultados da investigação do novo medicamento e volta a ameaçar retirar o financiamento que lhe está a dar.

Joana explica a Pedro que não pretende substituir Beatriz como sua mãe, assegurando no entanto que estará sempre disponível para o ajudar no que ele precisar. Pedro ganha então coragem e pergunta se pode mudar as cortinas do quarto porque não gosta muito de flores. Joana e Duarte não conseguem evitar um sorriso.

Laura recebe com grado a decisão de Beatriz continuar a trabalhar na Mundo, desejando que se mude rapidamente para Lisboa., Depois de desligar o telefone, Laura obriga Hélder a ir tratar umas fotografias que não estão em condições de serem publicadas. Ele, que se preparava para não fazer mais nada o resto do dia, fica muito desagradado com ela.

Benedita, acompanhada por William, almoça com o director da instituição onde Zé vive para pedir autorização para o convidar a passar o fim-de-semana em Lisboa. Todos pesam os prós e os contras da situação e William garante que apoia totalmente a vontade da mulher. Entretanto, William tem de ausentar-se para ir resolver uma emergência no escritório em Lisboa e o director aproveita para revelar a Benedita que soube por Henrique que ela é a mãe de Zé, avisando-a de que o rapaz não aguentará ser abandonado uma segunda vez. Benedita garante que a sua intenção é compensá-lo de tudo com que lhe faltou durante todos os anos em que esteve longe dele.

David fica desiludido quando Vítor lhe confessa que perdeu o rasto a Maicon Pernambucano, deixando-o sem a grande reportagem que se preparava para fazer. Sem outro remédio, David tem de se conformar com a entrevista ao treinador do Cedofeita.

Benedita fica radiante quando Zé aceita o seu convite para passar com ela e William o fim-de-semana em Lisboa.

Henrique conta a Sofia que a reunião com William correu bem, apesar de ele o ter pressionado a apresentar resultados. Assunção sente-se ignorada e diz que a sua reunião com o seu editor também correu lindamente. Sofia ri e pede desculpa à mãe por se ter esquecido de perguntar. Inês chega destroçada a casa e limita-se a dizer que desistiu do casamento com João. Sofia sente-se culpada mas a filha garante que o facto de estar em prisão domiciliária nada tem a ver com a sua decisão. Henrique também fica perplexo mas Inês acaba com a conversa e vai para o quarto.

João regressa destroçado ao hotel e tem Catarina à sua espera para lhe dar cinicamente os parabéns pelo casamento. João reage com impaciência e não lhe dá conversa, dirigindo-se rapidamente para o elevador. Catarina percebe que Inês desistiu mesmo do casamento e fica radiante.

Maria conta a Fernanda que convidou Luís para viver com ela na Quinta e deseja não se arrepender da decisão que tomou.

Por seu lado, Luís também conta a Adriana que vai morar com Maria, não deixando de confessar algumas inseguranças. A filha acha que vai correr tudo bem e aproveita o facto de estar com o pai para lhe dizer que decidiu aceitar o convite que a mãe lhe fez para ir aos Estados Unidos, à festa de graduação dos irmãos gémeos.

Duarte lesiona-se numa perna a andar de bicicleta com Joana e Pedro, causando preocupação na namorada e no filho, pois sente uma dor muito forte e perde a força na perna.

Filipe fica muito desanimado e à beira das lágrimas quando conta a Sara que a seguradora não paga os prejuízos do barco que ardeu. A ex-mulher assegura que em conjunto com os filhos vai ajudá-lo, mas Filipe recusa-se arrastá-los para a ruína. Sara, insiste que vão resolver o problema juntos e Filipe segura-lhe a mão em sinal de gratidão. Sandra observa-os à distância e comenta que é muito bonito ver um casal com aquela idade, ainda apaixonado. Jorge dispara que já os consegue imaginar também assim, a verem o mar na caravana. Sandra renega aquela imagem de velhice e acrescenta que odeia caravanas. Jorge fica surpreendido.

Luís chega à Quinta e brinca com Maria, dizendo que tem o carro atulhado até acima com as coisas que trouxe de casa para se mudar. Maria tenta disfarçar a atrapalhação e ele confessa que estava a brincar, tranquilizando-a ao revelar que Adriana aprova que eles iniciem uma vida juntos.

Catarina cumpre o que prometeu a Inês e vai à Polícia Judiciária dizer que não foi Sofia quem a atropelou, garantindo que se tratava de um homem encapuçado e justificando que agora vai conseguindo lembrar-se de alguns pormenores sobre o atropelamento. O inspector fica desconfiado mas Catarina afiança que está a dizer a verdade e que Henrique não a está a pressionar para mentir.

Pedro fica muito contente com o livro que Joana lhe oferece e vai ler para o quarto. Joana comenta com Duarte que Benedita passa a vida na clínica a falar com Zé e que toda a gente anda a comentar que ela transformou o rapaz no seu projecto social. Duarte acaba por revelar que Zé é filho de Benedita e deixa a namorada incrédula.

Benedita entra em casa com Zé e William fica apreensivo ao ver que ela conseguiu convencer o filho a ir passar o fim-de-semana em casa deles.

Henrique comenta em tom de reprovação o facto de Benedita ter tomado a iniciativa de levar o filho para Lisboa, duvidando que as mudanças de ambiente sejam benéficas para o rapaz. Sofia faz questão de lhe lembrar que se não fosse ele, a irmã jamais veria o filho outra vez. Henrique estranha a atitude da mulher mas Sofia confessa que tem problemas bem mais importantes como, por exemplo, ter de passar os dias enfiada em casa.

Zé pressiona William e Benedita para acabarem de jantar, pois tem de se deitar rigorosamente à hora do costume, para não dormir mais nem menos do que é habitual. William sugere-lhe que espere por eles à porta do restaurante e censura Benedita por não o ter avisado de que ia levar o filho para Lisboa. Ela pede desculpa e consegue progressivamente fazer com que o marido se acalme e encare o dia seguinte com boa disposição, já que vão levar o rapaz a visitar os monumentos da cidade. Benedita confessa a William que gosta muito dele.

Maria serve o pequeno-almoço na cama a Luís e o clima entre ambos é já de grande cumplicidade.

Catarina surpreende Inês na fábrica e assegura que a libertação da mãe dela já não tardará muito, uma vez que já foi dizer à Polícia Judiciária que não foi ela quem a atropelou. Uma das costureiras entra na sala com o vestido de noiva para fazer alguns acertos mas Inês diz com grande incómodo que aquele não é o momento. Catarina goza com a situação e provoca a irmã, que corre imediatamente com ela. Inês tem um ataque de fúria e começa a destruir o véu do vestido.

Beatriz contacta uma imobiliária para que lhe arranje uma casa em Lisboa. Miguel aparece-lhe nesse momento com um ramo de flores numa mão e uma garrafa de champanhe na outra. O juiz conta que vai ser nomeado para o Supremo Tribunal de Justiça e que como para ser oficial só falta publicar no Diário da Republica, podem tratar da casa em conjunto. Beatriz vacila em aceitar ir viver com Miguel em Lisboa mas acaba por aceitar. Ele beija-a, muito satisfeito.

David conta muito comprometido a Laura que falhou a grande reportagem com Maicon porque o craque brasileiro voltou a desaparecer. Para sua surpresa, a directora diz que ele tem material suficiente para fazer um grande trabalho e incentiva-o a despachar-se, pois só tem até à hora do almoço para lhe dar a primeira versão do texto. O rapaz fica numa grande aflição mas, ao mesmo tempo, radiante com o voto de confiança que recebe.

Fernanda aspira a casa e obriga Vítor a levantar-se do sofá da sala onde estava a dormir. Ele protesta e justifica que se deitou tarde porque esteve a ver programas de futebol, úteis para o exame de treinador que vão repetir. A mulher corre com ele e diz que preferia que ele fosse trabalhar. Bruno, aparece entretanto, com o pretexto de ver se tinha deixado o carregador do telemóvel. Fernanda percebe os seus reais motivos e trata de lhe dizer que Jéssica foi viver para Lisboa e que não deve voltar nos próximos tempos. Ao mesmo tempo, fica apreensiva quando Bruno confirma que anda está sem poder trabalhar, por causa do incêndio num dos barcos.

nas redes

pesquisar