SIC

Perfil

47º Episódio - 30 de outubro (sexta-feira)

Henrique conta a Catarina que ela é sua filha

Victor Freitas\302\251

Filipe fica radiante porque Sara aceita acompanhá-lo no cruzeiro que está prestes a sair para o Douro. Jéssica também acompanha Bruno e junta-se a Sara quando o namorado inicia os preparativos da viagem. Filipe pergunta-lhe se é desta que ele vai pedir Jéssica em casamento mas perante a sua negativa, aconselha-o a tomar uma atitude.

Isabel vai à clínica veterinária com Patrícia para levarem Pipoca para casa e agradece a Vasco tudo o que fez para a ajudar. Entretanto, Patrícia brinca com o cão e tem um forte ataque de tosse que obriga Isabel a dar-lhe oxigénio. Vasco fica preocupado com a situação.

Henrique procura Maria para a pressionar a aceitar a proposta que lhe fez. Como ela recusa mentir e dizer que obrigou o pai dele a incluí-la no testamento, o médico aconselha-a a controlar a filha, sem no entanto revelar o que a rapariga lhe fez. Maria fica intrigada com aquela conversa.

Duarte desabafa aliviado com Joana por já estar formalmente divorciado de Beatriz. Apesar disso. Joana acha que ela não lhes vai dar paz. Pedro interrompe o abraço que eles trocam e perante o constrangimento que a situação provoca dispara que escusam de fingir, pois sabe que são namorados. Pedro desafia o pai para jogar com ele à bola e Joana fica feliz quando o rapaz permite que ela também vá jogar com eles.

Beatriz fala com Benedita ao telefone e não disfarça o azedume por estar oficialmente divorciada de Duarte e pergunta com ironia onde é que a família vai festejar o acontecimento. Benedita acaba com a conversa e lembra-lhe que ainda não entregou o artigo que lhe foi pedido. Beatriz assegura que não lhe vai dar mais motivos para criticar o seu trabalho.

David aproveita a presença de Benedita na redacção para lhe perguntar se já lhe sabe se permitem que ele continue a trabalhar na revista. Ela diz-lhe que não a chateie e vai embora. O estagiário assume que vai ser despedido e Hélder pergunta-lhe em que pé está a grande reportagem com que se queria afirmar. David responde resignado que o protagonista desapareceu e não consegue localizá-lo. Apesar da contrariedade, garante que não vai desistir.

Inês sugere a João que vá trabalhar para a fábrica de tecidos mas ele frisa que nada percebe de moda e que quer iniciar um negócio seu. A namorada concorda que está na altura de ele tomar as suas decisões, pois já seguiu demais as orientações do pai.

Maria chama Catarina e exige que lhe conte o que fez contra Henrique. A filha responde que não fez nada e deixa-a preocupada quando diz que ela não precisa de aceitar a proposta que ele fez para que desista da herança. Catarina esclarece que se Henrique lança mentiras contra elas, têm de lhe fazer o mesmo e sai do escritório. Maria vai atrás dela a chamá-la mas a filha nem responde e sai do restaurante. Luís e Leandro ficam intrigados com mais uma discussão. O rapaz defende Catarina lembrando que ela é advogada e está a ser obrigada a lavar pratos no restaurante. Luís vai ter com Maria ao escritório e surpreende-a a chorar. Para aliviar o ambiente graceja e diz que as alergias ao pólen também o fazem chorar. Ela sorri e confessa que se sente impotente para lidar com a filha, temendo o que ela possa fazer.

Rúben tenta mostrar-se entendido em música clássica para impressionar Adriana mas pronuncia mal o nome do compositor que quer referenciar e faz com que ela se desinteresse e retome a aula com Rita. Rúben acusa Thomas de lhe ter ensinado mal o nome e obriga-o a gravá-lo para conseguir pronunciá-lo bem.

Jorge insiste com Sandra para conhecer por dentro a autocaravana e como ela recusa, embirra com Fernanda. Esta diz à amiga que tem de arranjar maneira de acabar com o mau feitio do chefe e Sandra aceita ir ver a roulotte desde que ela a ajude a escapar das investidas dele. Fernanda diz-lhe que avance, pois sabe o que fazer. Jorge fica radiante ao ver Sandra e leva-a para o interior da autocaravana. Quando se prepara para a beijar, Fernanda acciona o alarme do posto e acaba com o romance de Jorge.

Filipe agradece a Sara a companhia que lhe fez no cruzeiro e ela diz que está a pensar que o passeio pode ser terapêutico para os seus doentes. Vasco, por seu lado, não consegue conformar-se com o facto de Margarida estar em missão no Mali, confessando que nunca pensou que ela levasse a carreira tão a sério.

Thomas quer deixar de levar Rita às aulas de piano, pois não consegue conquistar Adriana e está farto das ameaças de Rúben. Teresa afirma que ele se comprometeu em levar a irmã e decreta que é isso que vai continuar a fazer. Para perturbar a mãe, Thomas convida Pedro para jogar na bolsa de valores para ganhar uns trocos. Teresa fica alarmada mas Duarte afirma que o filho só está a provocá-la. Entretanto, recebe uma mensagem de Beatriz e concorda com a irmã que, apesar de o divórcio já ter sido decretado ela não lhe vai dar paz.

Adriana incentiva Luís a lutar por Maria, provando-lhe que não é o tipo de homem com quem ela viveu e que tinha problemas com o álcool. O pai sorri-lhe trocando um olhar de grande cumplicidade.

Abel vai ao restaurante e diz a Maria que se não conseguirem arranjar forma de descredibilizar o testemunho de Vidal e as acusações de Henrique, ela se arrisca a perder a herança de António. Apesar da situação, Maria teima em não contar que Maria é filha de Henrique.

Entretanto, Catarina exige a Henrique que desista do processo contra a mãe, ameaçando acusá-lo de violação se não o fizer. Quando ele afirma que ninguém acreditará nela pelo facto de o recepcionista a ter visto sair transtornada do hotel e de saber que estiveram no mesmo quarto, Catarina atira-se a ele e força-o a deixar-lhe marcas de violência no corpo e na roupa. Henrique consegue libertar-se e projectá-la para longe da secretária. Quando Catarina pensa que já tem provas suficientes para o chantagear, Henrique deixa-a em estado de choque ao dizer que ninguém acreditará que a tentou violar porque simplesmente é o seu pai.

Catarina fica de tal forma perturbada depois de Henrique confessar que é seu pai que foge do gabinete dele, tentando disfarçar as marcas da luta que provocou com ele. Célia cruza-se com ela e fica admirada, chegando a perguntar se está tudo bem. Henrique consegue deter Catarina sem dar nas vistas e depois de a forçar a entrar num quarto que não tem ninguém, joga todos os trunfos que pode para a virar contra a mãe. Jura que nunca soube que ela era sua filha, até ao dia em que o pai as chamou para a Quinta. À medida que a conversa avança, Catarina vai ficando com dúvidas sobre se Henrique não estará a dizer a verdade. Ele mente ainda mais, assegura que vai assumi-la como filha depois de preparar a família e oferece-lhe uma mesada, desde que ela guarde segredo de que já sabe a verdade. Catarina insinua que não está disposta a trair a mãe, mas Henrique tenta convencê-la de que Maria só se preocupou em ficar com a herança de António em vez de lhe garantir o que por direito seria seu. Catarina fica a pensar no que o pai acaba de lhe dizer e sai, enquanto ele promete não lhe falhar outra vez. Quando fica sozinho, o médico deixa transparecer a preocupação pela reacção que aquela conversa possa desencadear na rapariga.

Já em casa, Henrique apressa-se a contar a Sofia a conversa que teve com Catarina e a mulher fica apavorada com o que a rapariga pode fazer, tal como exigir que ele lhe dê o nome e os bens a que tem direito. Ele alimenta a esperança de ter conseguido virá-la contra Maria, confiando que o dinheiro que lhe vai dar seja suficiente para a ter do seu lado. Sofia deseja que se cumpram os desejos do marido, mas mostra-se mais cautelosa.

Quando Catarina aparece finalmente no restaurante, Maria pressiona-a para que diga o que fez a Henrique para que ele aparecesse furioso no Mercado. A filha mente e diz que apenas lhe foi pedir para desistir do processo que lhes colocou em tribunal para anular o testamento de António. Maria reafirma que não quer que ela volte a procurá-lo mas como a filha insiste na conversa de que vão acabar por perder tudo e ficar pior do que quando viviam no parque de campismo, decide contar que Henrique é o seu pai. Catarina finge que não sabia de nada mas, ao invés de ter uma reacção intempestiva, mostra-se muito tolerante e compreensiva com a mãe, depois de ela confirmar que o médico sempre soube que ela é sua filha. Depois de a filha sair para casa, Maria fica a pensar se terá feito bem ao contar-lhe a verdade.

Rúben “aperta” com Jéssica para que ela lhe arranje um encontro com a sua colega Rosana. Como a irmã teima em não o ajudar, ele começa a mandar algumas indirectas à frente de Bruno, Vítor e Fernanda, sobre a vida dupla que ela leva. Só para calar o seu gémeo, Jéssica diz que vai tentar convencer a amiga a encontrar-se com ele.

Beatriz e Miguel envolvem-se e fazem amor depois de ela expurgar o desgosto pelo divórcio e de ele reconhecer que gostaria de refazer a vida a seu lado, depois da morte de Francisca.

Maria revela a Fernanda que já contou a Catarina que Henrique é seu pai. A amiga fica espantada e não tem dúvidas de que a rapariga vai exigir direitos e Maria justifica que tomou aquela atitude, alertada pelo advogado de que só largando uma bomba em tribunal conseguiriam combater Henrique. Fernanda incentiva Maria a não lhe dar tréguas.

Rúben insiste com Jéssica para lhe arranjar um encontro com Rosana. A irmã recusa e ele volta a atirar-lhe à cara que não é ninguém para dar lições de moral quando tem dois namorados ao mesmo tempo. A hospedeira corre com o irmão da sala para atender uma chamada de Fred e Rúben assegura que um dia vai ter uma conversa com ele.

Na manhã seguinte, quando Jéssica está de saída para Lisboa, Rúben volta a provocá-la à frente de todos, levantando suspeitas em Fernanda e Leandro por ultimamente andarem sempre às turras. Fernanda repreende Rúben e frisa que a filha se farta de trabalhar. Ele ironiza e responde que trabalha e é em dobro.

Catarina marca com Sara uma consulta de urgência mas apenas lhe conta que já descobriu quem é o pai. Quando a psicóloga tenta aprofundar o que é que ela está a sentir naquele momento, Catarina confessa que até odeia mais a mãe do que o pai e decide abandonar a consulta de repente. Sara fica perplexa com a reacção dela.

Pedro pede a Duarte para ir ver Patrícia e ficar com ele mais um dia ali em casa. O pai não transige e diz que ele tem de voltar para a mãe, que também gosta muito dele. Pedro reage mal e confessa que está farto dela.

Beatriz arruma a sala e percebe que Miguel se esqueceu da carteira. Depois de hesitar um momento, liga ao Juiz, que se dispõe a passar lá em casa mais tarde. Como não que assumir para já uma relação, Beatriz reafirma que deixará a carteira no porteiro para ele a ir buscar.

nas redes

pesquisar