SIC

Perfil

34º Episódio - 15 de outubro (quinta-feira)

Benedita conta a verdade a William que se descontrola e agride Henrique!

(c).RuiCarlosMateus.1954

Catarina fica surpreendida por Maria aparecer em casa mais cedo do que o normal. A mãe comenta que morreu uma doente na clínica, desconfiando de que Henrique não lhe contou a verdade sobre o que originou a morte. Catarina acha que ela está a ver coisas onde elas não existem e pergunta pelos relatórios que queria que ela avaliasse. Maria entrega-lhe os documentos e a filha tenta esquivar-se ao trabalho no restaurante para os consultar. A mãe não a dispensa e deixa claro que o castigo se vai manter até que ela se arrependa e sinta remorsos por ter matado António.

Benedita interrompe a conversa que está a ter com Hélder e atende a chamada de William, a dar-lhe conta de que morreu uma doente na clínica. O marido assume que tem de falar com Henrique, porque depois de que Joana lhe contou, não pode permitir que o ensaio clínico faça mais vítimas. Benedita diz que vai ter com ele à Invicta, justificando que também é parte interessada e quer estar a par de tudo. David e Hélder estranham a saída apressada de Benedita e começam a deitar contas á vida, precavendo-se para o caso de a revista vir a ser vendida. O estagiário está a pensar fazer a biografia do treinador Jorge Jesus e o fotógrafo não perde mais tempo e vai tratar de fazer o book de uma rapariga que conheceu na Ribeira.

Henrique volta a mentir a William e garante-lhe que a morte da doente na clínica se ficou a dever a uma paragem cardíaca e que nada teve a ver com o facto de estar a tomar o novo medicamento. Ofendido, não autoriza que o cunhado fale com os investigadores e desfaz a imagem de Joana, assegurando que ela está desequilibrada desde que o marido morreu, afogada em comprimidos e que não diz coisa com coisa. Perante as garantias que o cunhado lhe dá, William fica dividido, mais ainda quando lê o relatório da autópsia, que Henrique falsificou.

Catarina continua a mentir a Sara e dá uma imagem à psicóloga de que tem uma excelente relação com a mãe, afirmando que nunca sentiu desejo de saber quem é o pai.

Filipe conversa com Bruno e mostra-se muito satisfeito com o facto de o novo barco já estar pronto, confessando-se mais aliviado por já não ter dores nos rins. O empresário reconhece que Sara lhe tem dado um grande apoio e Bruno sugere que talvez ainda se junte de novo com a ex-mulher, situação que ele descarta.

Bruno fica desconfortável quando Filipe faz referência às fotos que Jéssica tirou para uma revista masculina.

Adriana censura Ruben por ele ter sido indelicado com Zé e proíbe-o de voltar a importunar os seus clientes. Entretanto, nota que ele está a transpirar muito e Ruben mostra-lhe um aparelho de abdominais que tem presa ao corpo. De repente, a máquina descontrola-se e desfere-lhe uma forte descarga electrica que o faz deixar o copo com a bebida que está a tomar. Adriana obriga-o a limpar o chão.

Leandro fica apreensivo quando o pai insinua que não vai deixar de jogar na equipa de futebol, por achar que não saiu em alta. Entretanto, Vítor atende uma chamada de Ruben a reclamar porque ele falhou o pagamento da prestação do empréstimo que pediu em seu nome, exigindo-lhe que liquide a divida, pois está em risco de ver a loja penhorada. O pai garante que vai pagar o que deve mas fica agastado por Ruben lhe desligar o telefone na cara.

Jéssica sai de casa para ir trabalhar e Fred fica a falar com João através do computador. Miguel percebe que os filhos estão a conversar e cumprimenta Fred, entregando algum dinheiro a João para que possa sair com Inês, compensando-a por se ter portado mal com ela. Fred aconselha o irmão a fazer uma viagem com a ex-namorada para a reconquistar.

Assunção continua a incentivar Inês a perdoar João e a aceitá-lo de volta, embora ache que ela deve fazê-lo sofrer mais um bocadinho. A neta assume que sente saudades dele e censura a avó quando ela puxa de um cigarro, dizendo que gosta de a ter consigo. Assunção responde com ironia que o pai dela não pensa o mesmo.

Henrique cruza-se com Joana no corredor da clínica e informa-a de que está despedida. A investigadora revela que já entregou a demissão nos Recursos Humanos e confessa que só se arrepende de não ter contado mais cedo a William o fracasso do ensaio clínico. Henrique promete acabar-lhe com a carreira, mas Joana assegura que ter a consciência tranquila não tem preço.

Beatriz insiste com Pedro para que não se envolva demasiado com Patrícia, para não sofrer se a doença dela se agravar. Entretanto, ao receber uma intimação do tribunal para tratar do divórcio, diz ao filho que pode informar o pai de que não tenciona ir à audiência. Pedro pergunta o que ganha com isso e em alimentar uma guerra que não faz sentido. Beatriz pensa que pode ganhar tempo e Pedro acha que o pai não vai voltar atrás. Pedro farta-se da conversa e deixa a mãe a falar sozinha.

Benedita, muito comprometida, dá a entender a William que Henrique pode ter falsificado os resultados do estudo do novo medicamento, confirma que os investigadores foram todos aumentados e aconselha o marido a investigar. William fica a pensar no assunto.

Joana vai á Quinta contar a Duarte que se demitiu da clínica, mas sem revelar as razões pelas quais se incompatibilizou com Henrique. Ainda sem saber o que vai fazer, deixa em aberto a hipótese de ir para Londres, situação que deixa Duarte apreensivo.

Maria obriga Catarina a ir com ela distribuir comida pelos sem-abrigo e justifica que ajudar as pessoas é o mínimo que podem fazer depois do mal que ela fez.

Sofia aprova o despedimento de Joana e nota que quem vai ficar satisfeita é Beatriz, mas recomenda a Henrique que deve certificar-se de que ela não volta a encontrar trabalho noutro lugar. O marido revela que já está a tratar do assunto e Sofia confessa que já sabe do acordo sórdido que ele fez com Beatriz. Henrique reafirma que vai tratar-se como prometeu.

Catarina mostra-se agastada por ter de contactar com pessoas cheias de doenças e fica cheia de raiva porque Maria decreta que a vai obrigar a fazer aquilo uma vez por semana para aprender a respeitar as pessoas.

Benedita faz um donativo à instituição que acolhe o filho e fica surpreendida quando Zé a vê e diz que ela não é dali. O director conta que o rapaz toca muito bem e é exímio na distinção de cheiros e perfumes. Benedita é forçada a interromper a conversa para atender uma chamada de William e mente ao marido, dizendo que esteve reunida com um patrocinador.

Henrique volta a entrar em choque com Assunção e reclama a Sofia que tem de lhe arranjar um apartamento quanto antes, reconhecendo que a sogra nem precisa de falar muito para o irritar.

Fernanda protesta com Jorge depois de ele dizer que ela é uma bloqueada. Sandra irrita o patrão ao dizer que ele passa a vida a embirrar com elas por não ter vida para além do posto. Ele assegura ofendido que tem e ela comenta com Fernanda que deve ser quando põe o vestido de lantejoulas.

Inácio confessa a Joana que tem de arranjar argumentos que o façam sentir menos culpado por pactuar com a fraude que Henrique está a fazer na investigação do novo medicamento.

Benedita não aguenta a pressão e conta na clínica a William que Joana falou verdade quando disse que Henrique adulterou os resultados do estudo e que só ficou calada porque o irmão a chantageou, ameaçando contar que Zé é seu filho, o filho que nela foi forçada a abandonar quando nasceu. O marido fica estarrecido a ouvir a história e Benedita pede-lhe perdão, abraçando-se a ele a chorar. Henrique aparece nesse momento e William vai ao seu encontro, desferindo-lhe um potente soco que o atira ao chão.

Benedita tenta aplacar a ira de William, que acaba de socar Henrique, mas o marido afasta-a e afasta-se, sem sequer olhar para ela. Benedita chora convulsivamente e diz ao irmão que se acabaram os segredos e que William já sabe que ele falsificou o resultado do estudo e que a chantageou com a existência de um filho, para que ficasse calada. Henrique fica sem pinga de sangue.

William tenta deixar a clínica o mais rápido que pode e acaba por esbarrar em Zé, fazendo com que ele deixe cair a correspondência que tem nas mãos. Fica muito constrangido, pois sabe agora que o rapaz é filho da sua mulher.

Henrique e Benedita discutem no gabinete dele e acusam-se mutuamente de se terem atacado. Benedita explode e dispara que agora não há mais mentiras nem ameaças.

Catarina esconde de Maria a notificação do tribunal para testemunhar no julgamento de Gustavo e desvia as atenções da mãe dizendo que tem de ir comprar roupa porque tem de estar apresentável no escritório. Maria responde que a roupa que ela tem é mais do que suficiente e pergunta-lhe se já contou à psicóloga o que fez. Catarina fica impaciente e responde que não o pode fazer, pois seria denunciada.

Francisca conversa com João, interessada em conhecer o programa que ele idealizou para surpreender Inês. O filho conta que a ideia é assistir com ela a um concerto e Francisca confessa o desejo de o ter e ao irmão com as namoradas a jantar lá em casa. Miguel, que ouve a conversa, volta a humilhar a mulher, chegando a dizer que Fred não quer dar-lhe esse gosto com medo de ser envergonhado e que se não há mais jantares é porque ela não tem amigos para convidar. Francisca fica à beira das lágrimas e confessa ao filho que às vezes acha que o melhor era morrer. João conforta a mãe e sugere-lhe que peça o divórcio mas ela fica muito transtornada.

Teresa fica chocada, depois de Benedita lhe contar que tem um filho que a mãe a obrigou a entregar a uma instituição e que Henrique a chantageou, ameaçando revelar o seu segredo, se ela persistisse em afastá-lo da clínica. Benedita começa a ficar angustiada, receando perder William por ter ocultado ao marido um pormenor tão importante da sua vida.

Henrique, por sua vez, confessa a Sofia que não sabe como se vai salvar da ira de William, mas a mulher surpreende e acha que o cunhado não se vai atrever a contar na farmacêutica que o ensaio ao novo medicamento foi adulterado, pois o mais certo é ser despedido. Henrique não acredita que William consiga ser tão frio e teme que Teresa e Duarte exijam igualmente a sua cabeça. Sofia aconselha o marido a preparar-se para perder o lugar.

Maria pede desculpa a Luís por não estar tão presente no restaurante mas ele desvaloriza o assunto, aceitando esforçar-se para conseguir passar pelo Mercado do Bom Sucesso para comer uma francesinha no quiosque dela. A cumplicidade entre ambos é cada vez maior e Maria esclarece, a propósito do castigo que deu a Catarina, obrigando-a a lavar pratos no restaurante é para manter, pois a filha está a precisar de uma lição de humildade.

Margarida regressa de mais um treino de voo e vai ter com Vasco à clínica veterinária. O marido acaba por deixar o amor falar mais alto e dispõe-se a aceitar a ida dela em missão para o Mali. Entretanto conta que Joana se despediu da clínica por divergências com o chefe.

Sara, lamenta que Joana tenha deixado a clínica, agora que estava com a vida profissional estabilizada mas a filha diz que está de consciência tranquila e que até já dormiu melhor. Confessa que está bem com Duarte e que não teme Beatriz. Em relação ao pai, deseja que ele não tenha ficado com a ideia de que lhe roubou privacidade enquanto esteve com ela.

Filipe mostra deleitado a Bruno o novo barco e diz que quer fazer uma inauguração com um passeio só para a tripulação e os seus familiares. Bruno, aprecia a ideia e acha que o pessoal vai sentir que o patrão os considera importantes.

Jéssica chega a casa de Fred e como ele não está faz uma chamada para o irmão, sedenta de saber se ele conseguiu guardar segredo sobre o facto de ela ter dois namorados. Ruben “despacha” a irmã e depois de atender um cliente, sai disparado para a loja de música de Adriana.

nas redes

pesquisar