SIC

Perfil

15º Episódio - 23 de setembro (quarta-feira)

Inês dá estalo a Catarina e João é espancado

Entretanto, Catarina aborda Inês em casa, convencida de que ela ainda não sabe do seu envolvimento com João. Para sua grande surpresa, Inês desfere-lhe uma sonora bofetada na cara, revela que o namorado já lhe contou tudo e aponta-lhe o caminho da rua. Catarina retira-se a destilar ódio.

Pedro faz companhia a Patrícia e acede em ficar mais um pouco com ela, enquanto a mãe não chega. Entretanto, a rapariga tem um ataque de tosse e Pedro fica preocupado, chamando de imediato a enfermeira.

Henrique dá ordens a Inácio para que avance com os procedimentos necessários para avançarem com os testes do novo medicamento, administrando-o a alguns doentes.

Inácio vai para o laboratório e Marta avisa-o de que chegou uma encomenda em seu nome. O investigador abre o pacote com entusiasmo e retira a camisa-de-forças que lá vem dentro, vestindo-a, enquanto confirma que aquele modelo foi inventado pelo grande Houdini. Os colegas ficam impressionados quando ele se consegue libertar da camisa, depois de Marta a ter apertado. Inácio diz com orgulho que nem os mágicos amadores, como é o seu caso, revelam os seus truques.

Catarina entrega a droga a Tomás e não a cobra, pedindo-lhe que lhe faça um favor, que envolve João e Inês.

Alberto e Lúcia informam Duarte que preferem deixar a quinta a ficarem ali com Maria, pedindo-lhe que a lhe comunique a decisão que tomaram, para não terem de falar com ela. Depois de ficar a sós, Duarte liga ao advogado e conta que Beatriz não quer assinar o divórcio, confessando que queria evitar o litígio. O advogado compromete-se a tratar do assunto.

Benedita tenta convencer Beatriz a assinar o divórcio mas desiste da ideia de a pacificar ao perceber que ela está determinada a não facilitar a vida a Duarte.

Hélder prega um susto de morte a David ao surpreendê-lo a ver um filme no computador da redacção. Depois dá-lhe conselhos para que não seja apanhado por Benedita e relembra-lhe que combinou arranjar-lhe raparigas para fotografar. David assegura que já está tudo tratado.

Catarina decide perdoar à mãe, mas trata de a convencer a começar a gastar o dinheiro que herdaram. Maria fica feliz com a atitude da filha mas vinca que não podem gastar sem critério, assumindo que quer mesmo abrir um restaurante seu. Catarina concorda mas deixa claro que não a quer ver enfiada na cozinha.

Mandado por Catarina, Tomás aparece encapuçado e montado numa mota e arranca João ao lugar do condutor do seu carro quando ele e Inês se estão a beijar, selando a reconciliação. Depois, agride-o com um ferro e a pontapé, perante o desespero da namorada.

Inês leva João para sua casa e quer Sofia quer Henrique ficam muito alarmados, pois percebem que a filha esteve a chorar e que o namorado está mal tratado. Os jovens contam que João foi agredido repetidamente por um desconhecido encapuçado quando estavam juntos. Fica decidido que João vai fazer exames médicos na clínica depois de apresentarem queixa na polícia e Henrique apressa-se a avisar Miguel do que aconteceu ao filho. O juiz também fica preocupado e prepara-se para sair de casa, dizendo com azedume a Francisca que se vá deitar que é o melhor que faz, pois só irá com ele para a esquadra para fazer numero. Francisca obedece mais uma vez com grande resignação às ordens do marido.

Na esquadra, João e Inês apresentam queixa pelas agressões de que foram vítimas, acompanhados por Henrique, Sofia e Miguel, que lhes agradece pelo apoio prestado ao filho.

Maria recorda António no quarto dele e Catarina vai ter com a mãe, tentando confortá-la, insinuando que ela poderia modificar o quarto. A mãe é peremptória e afirma que por respeito ao doutor vai manter tudo tal qual está. Catarina procura saber o que mais ele lhe escreveu na carta mas Maria responde que não escreveu mais nada do que ela já sabe. A filha desvaloriza a questão e dispara que o importante é que as coisas mudaram e agora vão ficar bem. Depois incentiva a mãe a ir embora do quarto de António, confessando que lhe faz impressão estar ali.

João é examinado na clínica e fica internado naquela noite apenas por precaução.

Catarina tanto massacra a mãe para irem às compras e ai cabeleireiro, dizendo que ela já não é cozinheira, que Maria acaba por se render e concordar com o que ela quiser fazer. Sem se deter, Catarina reforça que ela tem de contratar empregados para a servirem.

Jéssica despede-se dos pais e dos irmãos e promete ao pai que se encontrar o José Mourinho lhe entregará o seu DVD. Rúben nem quer acreditar que o pai espere ser escolhido para seu adjunto, mas esse é mesmo o sonho de Vítor. Leandro acrescenta que ter mandado Mourinho ao chão numa festa do título não faz deles amigos mas o pai ache que ele nunca o esquecerá. Jéssica lembra que já está atrasada e põe tudo a andar para fora de casa. Fernanda fica frustrada porque a filha opta por não levar o bacalhau que ela lhe cozinhou.

Quando chegam à rua, Vítor finge que a carrinha foi roubada e deixa Fernanda muito aflita. Rúben olha o pai de lado e apoia-o na mentira, pois sabe que ele vendeu a carrinha para poder pagar a divida às finanças, sem que a mãe saiba. Fernanda quer ir com ele fazer queixa à polícia mas Ruben salva o pai e diz que vai com ele. Jéssica opta por chamar um táxi, pois acabou de ficar sem boleia.

Henrique conversa com Sofia e Inês ao pequeno-almoço e confia que Miguel, por ter bons contactos na polícia, poderá descobrir alguma informação sobre quem terá agredido João.

Fred vai despedir-se da família e fica a saber o que aconteceu ao irmão. Apesar da situação desagradável para João, Miguel não resiste a embirrar com Francisca e em diminuí-la aos olhos dos filhos. João fica desagradado com o comportamento do pai.

Fernanda comenta com Sandra o roubo da carrinha do marido e diz que tem de lhe ligar. Jorge aproxima-se sorrateiramente e prolonga-lhe o horário de saída por não estar a trabalhar. Sandra discute com ele para defender a colega. Fernanda assume que com os nervos que está ainda lhe faz engolir o cartão de encarregado.

Vítor agradece ao filho por não o ter denunciado e Rúben avisa o pai de que se a mãe desconfia que ele vendeu a carrinha para pagar a divida às finanças o desfaz em bocados. Vítor mostra-se confiante em que Fernanda não vai descobrir o que ele fez e obriga Rúben a prometer que vai continuar a guardar segredo.

Catarina leva Maria a almoçar ao Majestic, emblemático café da cidade do Porto. A mãe segue-a fascinada e aprecia toda a beleza daquele espaço. Antes de escolherem o que vão comer, Maria mostra-se interessada em inteirar-se dos negócios do vinho e da quinta. Catarina aprova a ideia da mãe e acrescenta que ela vai ter de arranjar mais aliados para combater Henrique. Assim, conta-lhe que nessa noite irão à festa do Grémio Literário, confiante de que o facto do advogado que a defendeu, o professor Abel, ser membro, lhes vai valer a entrada. Maria teme não ter classe para frequentar aquele ambiente mas a filha tranquiliza-a.

Henrique fica entusiasmado quando Inácio lhe comunica que os efeitos secundários do medicamento que estão a desenvolver estão a diminuir e sugere que analisem os resultados que se verificaram com as cobaias que usaram para os testes.

Hélder repreende David na brincadeira, porque ele apanhou uma conversa de Benedita ao telefone que indiciava que podem estar eminentes alguns despedimentos. O fotógrafo volta a brincar e diz que está tranquilo porque os primeiros a sair são os estagiários. David lembra-lhe que o ajudou e espera o mesmo dele. Hélder fica satisfeito ao ver a miúda universitária que ele lhe arranjou para fotografar.

Catarina convence Abel a fazer com que ela e Maria possam entrar na festa do Grémio Literário, apesar de prever que isso vá dar confusão porque Henrique é membro da direcção e não vai aceitar a presença delas.

Fernanda percebe que Leandro está apaixonado por Catarina e aconselha-o a ser mais ousado se a quiser conquistar. O filho acha que não está à altura da rapariga mas a mãe é de opinião que ele é que não é namorado para ela, que tem uma cabeça complicada e até o levou a ajudá-la a incendiar o carro de Henrique. Maria bate à porta nesse momento e entra para contar à amiga o que tem feito com Catarina e Fernanda não hesita em afirmar que ela sempre teve a mania das grandezas.

Catarina encontra-se com Tomás na faculdade e entrega-lhe a droga que tinham combinado para pagar a tareia que ele deu em João.

Depois de sair da biblioteca, Catarina avista Inês e aproxima-se dela dizendo que lhe quer pedir desculpas mais uma vez, por se ter envolvido com João. Inês não lhe dá qualquer hipótese de conversa e Catarina opta por se ir embora. João vai ter com Inês e nenhum dos dois acredita que tenha sido Catarina a mandar bater-lhes.

Fred conta a Jéssica que convidou o irmão para passar uns dias com ele e que gostava que se conhecessem. A namorada acha que a seguir ele vai querer apresentá-la aos pais e acaba por dizer que não precisam da aprovação de ninguém para estarem juntos.

Francisca faz mais uma sessão de psicanálise com Sara e continua a achar que é a pior mulher e mãe do mundo.

Miguel convida Henrique para ir com Sofia jantar lá em casa mas o amigo diz que já têm um compromisso a que não podem faltar.

Catarina leva Maria às compras e a mãe não consegue evitar olhar os preços que acha exorbitantes. Uma das vendedoras repara e com alguma falta de tacto vai aconselhá-la a dirigir-se à área das promoções. Catarina intervém com grande arrogância e dispara que querem ver a nova colecção e que se quiser ajudar pode segurar nos cabides.

Sofia oferece-se para ficar em casa com Inês mas ela insiste que ela deve ir tranquila à festa com o pai.

Na quinta, Maria e Catarina arranjam-se para irem à festa do Grémio Literário. A filha diz-lhe para ela não se maquilhar pois quer ajudá-la a fazer isso.

No Grémio Literário, Henrique e Sofia escolhem um local recatado onde possam conversar e tomar o seu champanhe sem serem incomodados. A mulher nota que há muito que ele não fala com um velho amigo e o Henrique reconhece que ele deixou de lhe falar quando perdeu com ela ao poker. Sofia aceita usar o charme que Avilez sempre lhe elogiou para os reconciliar. Benedita e William entram na sala e juntam-se a eles. Sofia repara então que à entrada surgem Maria e Catarina, deslumbrantes e alerta Henrique que fica estarrecido ao vê-las. Henrique e Maria olham-se nos olhos com ódio.

nas redes

pesquisar