SIC

Perfil

4º Episódio - 10 de setembro (quinta-feira)

Catarina descobre que António quer alterar o testamento

(c).RuiCarlosMateus.1954

Maria esquiva-se bem à pressão de Catarina e justifica que saiu da quinta antes de ela nascer porque Henrique a acusou na altura de ter roubado uma jóia. A filha não fica muito convencida mas aceita a explicação.

Sofia insiste com Henrique que deve falsificar os resultados da investigação que estão a fazer na clínica e aproveitar o facto de Joana estar fora por causa da morte do marido para conseguir o apoio dos seus colaboradores.

Duarte conta a Joana que foi a última pessoa a ver Manuel com vida antes do acidente que o motivou, justificando que por essa razão quis falar com ela. Joana assume que não está capaz de ter aquela conversa no momento e combina com Duarte tomarem um café no dia seguinte.

Maria aproveita o facto de António estar mais cansado depois de um passeio para o convencer a iniciar os tratamentos de quimioterapia.

Henrique dramatiza a situação na clínica e faz chantagem com os seus colaboradores, dando a ideia que têm os empregos em risco se não manipularem os resultados da investigação que estão a desenvolver, de forma a agradarem ao laboratório que lhes paga. Inácio é o único que esboça alguma resistência mas acaba por concordar em entrar na farsa, temendo que a clínica perca o financiamento de que tem usufruído. Entretanto, a reunião é interrompida por um dos médicos de serviço que chama Henrique à parte para lhe contar que o pai dele decidiu iniciar os tratamentos de quimioterapia contra o cancro de que padece. Henrique fica baralhado, sem perceber o que levou o pai a tomar tal opção.

Duarte conta a Joana os últimos momentos que passou com Manuel antes do acidente que o vitimou e expia a culpa que sente por lhe ter cedido o táxi onde encontraria a morte. Joana desresponsabiliza-o e confessa que tem medo de não conseguir superar a perda do marido.

Henrique e Miguel conversam sobre uma festa de luxo que se aproxima e concordam, numa atitude machista, que é melhor as mulheres ficarem em casa, enquanto eles se exibem a raparigas mais novas.

Maria confia a Fernanda que já começou a sentir dificuldades para esconder da filha que ela é filha de Henrique e assume que ele não vai descansar enquanto não as expulsar da quinta. Fernanda previne a amiga de que deve ter um plano alternativo, caso António morra antes de estarem salvaguardadas.

Na faculdade, Catarina consegue que Vera lhe empreste o telemóvel, a pretexto de ter esquecido o seu em casa e envia para João uma mensagem em nome da colega, para dar ideia de que ela está interessada nele. Quando o telemóvel dele sinaliza a receção da mensagem, João estranha que alguém que não conhece lhe esteja a enviar um smile. Inês fica de pé atrás e assim que pode, copia o número associado àquela mensagem para tirar a limpo se o namorado está ou não a traí-la. Catarina observa de longe com um sorriso, o sucesso do seu plano.

Francisca revela a Sara os seus medos e apreensões na relação com Miguel. A psicóloga sente-se impotente para a ajudar a recuperar a auto-estima que perdeu, em função da posição dominadora que o marido exerce sobre ela.

Filipe corresponde ao apelo da filha e vai ter com ela à margem do Douro. Joana desabafa com o pai toda a sua mágoa pela perda de Manuel, reclamando o tempo de que precisa para fazer o luto, sozinha e na sua casa.

Catarina envenena Inês contra João e insiste em fazê-la acreditar que Vera está mesmo a tentar roubar-lhe o namorado. Entretanto, espera que a amiga se afaste para convencer Ruben a vender-lhe uns ténis com desconto, sem revelar as suas carências económicas perante Inês.

António e Maria vivem a experiência única de um salto de pára-quedas. No final do salto, em que a adrenalina é levada a níveis extremos, Maria agradece ao patrão por a ter ido procurar, pois durante anos deixou de pensar em si própria. António pede desculpa por não ter impedido todas as dificuldades pelas quais ela passou.

Bruno conta a Jéssica a intervenção que teve no socorro prestado a António quando desmaiou no barco e esclarece que se trata do patrão de Maria, que também estava presente quando tudo aconteceu. Entretanto, Fernanda chega a casa e a filha brinca com ela, fingindo que não preparou o jantar. Depois do pequeno susto, Fernanda surpreende-se porque Ruben se atira para o chão a fazer abdominais, contando que está a testar um sistema inovador de treino.

Vítor dá por terminado o treino da equipa de futebol e avisa Leandro que, por ser seu filho, tem de trabalhar ainda mais do que os outros, acusando-o de não estar a empenhar-se como os outros colegas. Leandro retira-se para os balneários, enquanto o pai se entretém a dar uns toques na bola. Quando remata à baliza, falha o remate e olha comprometido em redor, certificando-se de que ninguém viu o seu falhanço.

Inês desabafa com Catarina, cheia de dúvidas sobre a honestidade de João, desconfiando que ele a está mesmo a trair com Vera. Catarina, percebe que o seu plano está a fazer efeito e ainda aumenta mais a ansiedade de Inês que acaba por ligar a Vera, tentando marcar a sua posição, defendendo a sua relação com o namorado. No entanto, quando a colega atende, ela perde a coragem e diz que é engano. Perdida, pergunta a Catarina se acha que João tem alguma coisa com Vera e ela deixa-a propositadamente na dúvida.

António leva Maria a jantar a um restaurante italiano e diverte-se a fazer-se passar por um turista, exercitando o que já aprendeu no curso por correspondência. Quando já não tem vocabulário para acompanhar o patrão, desfaz a brincadeira e revela que afinal é português. Maria acaba por sorrir ao ver a felicidade de António.

António combina com o advogado uma reunião na quinta e oferece boleia a Catarina, que está de saída para a faculdade, confidenciando que vai para a clínica com Maria. Esta acompanha o patrão na primeira sessão de quimioterapia, tentando proporcionar-lhe o máximo de conforto.

Inês confessa a Catarina que receia confrontar João com uma eventual traição. A falsa amiga insinua que será pior se ela adiar a conversa com o namorado. Entretanto, Catarina procura saber o que António terá para conversar com advogado e pergunta a Inês se ele estará a pensar em fazer o testamento. Ela assegura que o avô já o fez há muito tempo.

Benedita distribui o trabalho pelos jornalistas da revista e tem de conter a boa disposição de Hélder que até se propõe ser entrevistado numa das reportagens.

Duarte partilha com Teresa a crise que o seu casamento está a passar e a irmã não tem dúvidas de que ele deve separa-se de Beatriz se acha que é impossível entenderem-se. Duarte assume que a separação só ainda não aconteceu por causa do filho.

Catarina está a estudar quando António recebe a visita do advogado, a quem pediu para ir falar consigo à quinta. Maria pede à filha que vá estudar para o quarto e ela, antes de sair, deixa o seu telemóvel a gravar a conversa. Quando pensa estar a sós com Vidal, António diz-lhe que quer alterar o testamento.

nas redes

pesquisar