SIC

Perfil

"Prego" ou "Bitoque"?

Será que são o mesmo prato? Descubra o que os une e o que os separa!

Em terras lusas, quem é que não gosta de um belo "Prego" ou "Bitoque"?

O "Prego" e o "bitoque" são pratos típicos da cozinha portuguesa mas, certamente, quando decide ir a um restaurante, tem alguma dificuldade em fazer o seu pedido. Será que aquilo que deseja é um "Prego" ou um "Bitoque"?

Infelizmente, não existe um consenco no que diz respeito a estes dois pratos, que muitos dizem ser exatamente o mesmo.

Aqui ficam algumas das diferenças/semelhanças que dizem existir entre os dois termos:

Um "Prego" consiste num bife pequeno de vaca que se come, normalmente, em sanduíche, mas há quem goste de o comer no prato, com arroz e batata-frita e muitas vezes, com ovo a cavalo. Quando escolhe comê-lo no pão, é muito comum, fazer-se acompanhar por um molho. Os molhos que normalmente temperam o "Prego" são: molho mostarda ou molho picante.

A descrição de "Bitoque" é muito semelhante sendo que, esta versão, se come quase sempre, se não sempre, no prato com batata-frita, arroz e salada como acompanhamentos. O ovo a cavalo no bife, também é muito comum.

Tanto o "Prego" como o "Bitoque" podem ser acompanhados por fiambre e queijo. Estes dois ingredientes podem ser colocados entre o bife e o ovo.

O bife do "Prego" e do "Bitoque" pode ser frito ou grelhado e a carne pode ser bovina ou suína no entanto, a história diz-nos que a versão com carne de porco é muito recente e normalmente, só é usada para confecionar o "Bitoque" e não é tão usual para o "Prego".

Tem-se recorrido à carne suína desde a altura da doença das vacas loucas, doença que surgiu no início da decáda de 2000. Este fenómeno, levou a que um grande número de pessoas, começasse a evitar o consumo de carne bovina.

O "Prego" é muitas vezes visto como um petisco saboroso e rápido de se fazer. Por sua vez, o "Bitoque" é considerado um prato de refeição um pouco mais demorado por ser mais elaborado, mas muito saboroso também.

Há quem defenda que a denominação dada a estes pratos. tem muito a ver com o sítio/região onde são pedidos. Quer isto dizer que, dependendo do ponto do país onde se encontra, o nome pode mudar. Referimo-nos então, a diferentes regionalismos relativamente à língua portuguesa.

Sendo assim, dir-se-ia que na zona do Norte do país o mais normal é pedir um "prego" no prato porém, se descer até às zonas Centro e Sul de Portugal, a palavra "bitoque" será a mais utilizada.

Mas uma coisa acho que todos concordamos, tanto o "prego" como o "bitoque" ficam sempre bem quando acompanhados com um molho bem especial, certo? E é por isso que aqui vos deixo a receita de um dos molhos que eu mais aprecio!

Molho à Cervejaria

Ingredientes

1 fio de azeite

200 ml de água

2 folha de louro

Sal e pimenta q.b.

320 gr de manteiga

1 colher de chá de mostarda

2 colheres de café de maizena

1 colher de sopa de vinho branco

2 colheres de café de molho inglês

2 dentes de alho descascados e esmagados

Preparação

Frite os bifes em azeita, sejam eles de porco ou vaca. Na frigideira onde os fritou coloque água, os dentes de alho e as folhas de louro. Deixe ferver. Depois de levantar fervura retire os alhos e o louro e acrescente o molho inglês, a farinha maizena diluída no vinho branco, misture tudo e volte a deixar ferver novamente. De seguida, adicione a manteiga e a mostarda e deixe ao lume durante 5 minutos. Finalmente, é só por o molho sobre os bifes e servir com batata frita e ovo estrelado.

Que façam todos bom proveito!

Maria Ferreira

nas redes

pesquisar