SIC

Perfil

Passatempo: Coração d'Ouro - Na pele de Catarina! - Os finais vencedores

Ana Catarina Ferreira do Nascimento e Rita Margarida Oliveira foram as grandes vencedoras! Revelamos agora os finais alternativos que as fãs de Coração d'Ouro nos enviaram

Passatempo: Coração d'Ouro - Na pele de Catarina! - Os finais vencedores

Conheça os finais alternativos que Ana Catarina e Rita Margarida deram a Catarina Ferreira Castro de Aguiar, a vilã de Coração d'Ouro.

Imaginação foi coisa que não faltou às duas fãs da novela! Vamos lá descobrir o que podia ter acontecido à filha de Maria...

FINAL ALTERNATIVO DE ANA CATARINA ALVES ROCHA FERREIRA DO NASCIMENTO

"Depois de não conseguir entrar no avião para fugir com os oito milhões de euros roubados, Catarina tenta fugir da polícia de Miami num carro roubado.

A perseguição dura dez quilómetros, sendo acompanhada de perto pelas cadeias de televisão, e termina quando os travões falham e o carro embate contra um poste com grande violência, depois de ter causado vários acidentes na auto-estrada. A vilã sobrevive mas fica internada num hospital-prisão do condado com poli-traumatismos, chegando a suspeitar-se que poderia ficar paraplégica.

De seguida, vai para uma prisão de alta segurança, onde sofre perseguição por parte das detidas, excepto de Maria Jane, uma detida por tráfico de droga, colombiana-americana, que conquista a sua amizade.

Enquanto fica presa à espera da decisão dos tribunais, começa a sofrer alucinações, delírios e é inclusive violada várias vezes.

Apesar dos repetidos pedidos, das mensagens que inclusive envia através do advogado às autoridades portuguesas, a mãe de Catarina recusa-se a ir visitá-la. A saúde fica cada vez mais debilitada, a ponto de ter crises de alucinações várias vezes ao dia enquanto vai emagrecendo e surge uma anemia grave.

Os médicos diagnosticam-na com leucemia sem conseguirem detectar uma causa aparente. Perante o diagnóstico, a justiça federal dos EUA comuta a pena de morte e decreta a prisão perpétua da bastarda de Henrique Castro de Aguiar.

Em desespero perante a leucemia e numa das crises psicóticas, acaba por suicidar-se por enforcamento. Nesse mesmo dia, Maria Jane faz um telefonema para Portugal, para uma prisão, onde está Maria Helena, com a frase "está feito". A morte de Catarina foi um plano de Maria Helena, graças ao seu contacto colombiano-americano (Maria Jane), encarregue de envenenar Catarina com estupefacientes em quantidades mínimas, indetectáveis perante análises sanguíneas, que causaram os episódios de alucinações, bem como a machadada final: o envenenamento por polónio 210, obtido através de contactos com traficantes ligados a movimentos terroristas."

FINAL ALTERNATIVO DE RITA MARGARIDA REIS OLIVEIRA

"Sugeria que depois de ser despedida e perder a sua casa e a sua fortuna, acalmasse as suas maldades, resguardando-se num sítio calmo e seguro, como se recomeçasse a sua vida de novo. Arranjava um trabalho e um marido aparentemente querido, com o qual teria um filho que Catarina ia amar muito e verdadeiramente.

Passado uns anos, o seu marido mudava e tornava-se agressivo e manipulador, até que certa altura raptava e sequestrava o filho de ambos e só o devolvia à mãe se Catarina lhe entregasse todo o dinheiro que tinham reunido e respectiva fortuna.

Assim, a vilã ia sentir o que é perder um filho e o que é ser roubado e manipulado, como fez no passado a várias pessoas. Eventualmente, Catarina ia ceder e tinha o seu filho de volta, e o marido fugia.

Entretanto, num espaço de pouco tempo, a polícia reuniria as provas necessárias para incriminar Catarina por todo o mal que fez no passado, nomeadamente quem matou e todas as condutas ilegais.

A sua pena passaria por ser extraditada, sendo obrigada a deixar o seu filho, e ser presa numa dura prisão, onde seria abruptamente tratada. Assim, Catarina iria ver a sua vida degradar-se e iria suicidar-se na prisão, enforcando-se. O seu filho ficaria ao encargo de Maria, a sua avó querida."

Duas mortes semelhantes, mas com histórias muito diferentes e sem dúvida, muito criativas!

Obrigada a todos os que participaram e continuem com a SIC.

Estamos Juntos!

nas redes

pesquisar