SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 156º Episódio - 11 de março (sábado)

Francisca coloca o bebé Carlos na bagageira do carro de Clara e faz uma denúncia à polícia!

Paulo Goulart Photography

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Diana interroga Gabriel sobre a sua proximidade com Preciosa ao ponto de a escolherem para fazer a marca de chocolates de Edite. Este tenta explicar tudo com calma e fica incrédulo quando Diana afirma que Preciosa se aproximou deles a pedido de Ricardo. Edite percebe que o filho está a discutir com a namorada por causa da designer e apesar de Gabriel lhe pedir que o respeite, deixa bem claro que receia que Diana vá a São Tomé. Helena alerta a irmã para o facto de estar a fazer com Gabriel o mesmo que Amália fez consigo e com Timóteo.

Em casa dos Matias, Miranda conta que Raul apareceu na casa de chá, na noite anterior, deixando todos perplexos, principalmente Cátia. Armando também afirma que não o quer lá em casa.

Francisca discute com Vicente por este não lhe ter contado logo sobre o assalto. Critica o irmão por ter deixado as obras na fábrica.

Clara aparece na fábrica para se reunir com Gonçalo e Francisca observa-a. Num momento de distração de Clara, Francisca rouba-lhe a chave do carro. Gonçalo convida Clara para o restauro de um palacete e esta fica muito feliz com isso. Apesar de esta ser ex-presidiaria, Gonçalo confia em Clara e está certo de que vai correr tudo bem.

Mafalda, frustrada, comenta com Pilar a revolta que sente por terem roubado as obras de arte. Bárbara interroga a mãe sobre aquilo ter sido feito pelo grupo de Ricardo e Pilar não responde. Mafalda não quer acreditar que o irmão fosse capaz de tal coisa.

Francisca coloca o ovo de Carlos na bagageira do carro de Clara mas não repara que Fátima está a observá-la.

Depois de terminar a conversa com Gonçalo, Clara agradece a oportunidade de trabalho e sai. Quando chega ao carro não encontra a chave na mala mas depois repara que a chave está na ignição e arranca com o carro, observada por Francisca e Fátima.

Mafalda pressiona Ricardo para que este lhe diga se teve alguma coisa a ver com o assalto às obras de arte e este nega veemente. Mafalda garante ao irmão que se descobre que foi ele, não o perdoa.

Francisca telefona a Manel a queixar-se que lhe roubaram o bebé Carlos e finge-se assustada. Manel dirige-se para lá e antes de sair da PJ recebem uma denúncia anónima, viram alguém a meter um bebé na bagageira de um carro.

Muito nervosa, Fátima conta a Vicente que viu Francisca a pôr o bebé na bagageira do carro de Clara. De seguida, este dirige-se à irmã e acusa-a de ser uma mentirosa e louca. Francisca fica em choque ao saber que foi vista por alguém e Vicente ameaça-a de que vai fazer queixa dela.

Clara é interceptada por um carro da polícia e Sebastião manda-a sair do carro. Quando este abre a bagageira, Clara fica em pânico pois percebe as implicações que aquilo tem na sua liberdade condicional. Implora a Sebastião para que não a prenda mas este tem de a deter.

Tomané afirma a Helder que quer ser pai e que, a partir desse momento, vai começar a procurar uma mulher que também queira o mesmo.

Nelson chega atrasado de propósito ao supermercado mas Dolores e Preciosa encobrem o seu atraso.

Na PJ, Clara é interrogada e tudo indica que está em maus lençóis. Apesar de acreditarem nela, Sebastião e Luísa não sabem como ajudá-la. Clara até explica que foi vítima de uma denúncia dois dias antes.

Dolores repara num estrangeiro que está a observar o crochet exposto no bairro. Com a ajuda da neta Cátia, percebe que este quer comprar o artesanato para fazer uma exposição e quando ouve o valor que este propõe, aceita de imediato. Amália e Liliana ficam indignadas ao vê-la tirar o crochet mas quando sabem o que se passa, assentem de imediato e concordam com Dolores.

nas redes

pesquisar