SIC

Perfil

Resumo: 155º Episódio - 10 de março (sexta-feira)

Lobo e o gangue assaltam a fábrica de azulejos

(c).RuiCarlosMateus.1954

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Diana cruza-se com Preciosa na casa de chá. Esta comenta que vai trabalhar no projeto da mãe de Gabriel e Diana estranha essa proximidade. Quando se fala de Ricardo, Diana explica tudo o que este lhe fez e Preciosa fica desagradada com isso.

Miranda conta a Dolores que Gisela foi atropelada, deixando a mãe alarmada. No entanto, Miranda explica que Gi não tem nada de grave, só o braço partido.

O leilão decorre tranquilamente e Gonçalo licita um painel antigo de azulejos. Clara aproxima-se de Francisca e confronta-a com a questão da arma. Mostra-se corajosa e destemida e sem medo dos seus esquemas. Vicente tenta aproximar-se de Pilar mas esta está irredutível.

Sebastião partilha com Manel que vai pedir Mafalda em casamento. Este fica muito feliz pelo amigo.

Mais tarde, Lobo, Cruz e Roger preparam-se para roubar as obras quando Armando aparece e encontra o segurança preso e amordaçado. Lobo aproxima-se de Armando e encosta-lhe uma arma à cabeça. Este implora para que não lhe façam mal e Cruz dá-lhe uma coronhada, deixando-o inconsciente. Os bandidos conseguem levar tudo sem serem apanhados.

Francisca tenta induzir Daniela em hipnose mas esta recusa para que a mãe adotiva não descubra que ajudou Clara. Para se ver livre da situação, a criança afirma que não quer voltar a casa da irmã.

Vicente janta com Gonçalo e partilha os seus dissabores recentes com Pilar. São interrompidos por um telefonema da polícia a comunicar que houve um assalto à fábrica.

Preciosa cobra atenção a Ricardo e este ignora-a. Só quando esta ameaça que o vai deixar é que Ricardo toma uma atitude e luta por ela.

Na recepção do hostel, Henrique partilha com Alice que o seu namorado terminou tudo com ele e dá socos no balcão para libertar a raiva.

Na fábrica, Armando é observado por paramédicos enquanto a PJ e a PSP disputam quem tomará conta da ocorrência. Sebastião e Manel explicam, impacientes, que o procurador passou o caso para a PJ e conseguem, finalmente, analisar o local. Vicente chega alarmado com Gonçalo. Manel explica-lhes que levaram as três peças mais valiosas.

No seu armazém, Lobo e os seus homens apressam-se a desfazerem-se de qualquer prova.

Diana procura emprego para não estar tão dependente do pai. Jorge ralha com a filha mas esta sente-se uma incompetente e incapaz por não poder tomar decisões sozinha.

Tomané ocupa o lugar de Lucas como Dj na casa de chá, no espetáculo das Zorras. Liliana troça com Tomané por este estar a pôr música para ela dançar. Noutro canto, Helder conta a Miranda que Tomané não se adapta à banca dos sumos mas não quer deixar o irmão pendurado. Contra todas as expetativas, Gisela aparece para dançar, acompanhada de Quim.

Lucas sente remorsos por ter provocado o atropelamento de Gisela e desabafa com Alex. Este explica que deixou de traficar e aconselha Lucas a aproveitar a situação para parar de consumir.

Já em casa, Dolores acarinha Armando e ambos se indignam com o roubo de obras cujo dinheiro revertia a favor de pessoas doentes com cancro.

Na casa de chá, o espetáculo decorre quando Raul entra da rua. Quim ainda tenta travá-lo mas este promete que não vai arranjar confusão. Nelson recusa-se a servir o ex-cunhado e Miranda fica em choque ao ver ali o ex-marido. Pára de dançar e sai do palco para o expulsar.

Manel recolhe o depoimento de Vicente e de Gonçalo. Vicente fica abalado com a situação e recusa-se a receber o dinheiro das peças roubadas.

Francisca volta a dar comprimidos a Daniela que, por sua vez, insiste que não voltará mais a casa de Clara.

nas redes

pesquisar