SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 19 º Episódio - 3 de outubro (segunda-feira)

Lobo beija Clara à força e esta agride-o; Eduardo recusa-se a emprestar dinheiro a Clara!

(c).RuiCarlosMateus.1954

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Na oficina de azulejos, Armando e Lucas comentam a ausência de Nuno que faltou sem avisar.

Vicente sugere a Eduardo que ponha Clara a trabalhar na fábrica. Este fica reticente mas, na realidade, Clara está a pedir ajuda e isso quer dizer que quer endireitar a sua vida.

Marta implora a Daniela que converse com Clara e que oiça a verdade mas esta está demasiado zangada ainda. Marta pede-lhe então que, pelo menos, não denuncie a irmã mais velha ou Clara será presa.

Clara procura Lobo e destrata-o. Não percebe porque este não a deixa em paz e Lobo aproxima-se dela e beija-a à força. Esta empurra-o e limpa a boca, enojada.

No hospital, Alex e Manel ajudam a mãe a sentar-se na cadeira de rodas. Helena só quer voltar para casa e à sua vida normal mas estes alertam-na de que não a deixarão voltar fazer disparates.

Pilar fica aliviada quando Sebastião lhe diz que estão num beco sem saída no caso do assalto. Provocador, insinua que esta está contente porque a sua sobrinha vai ser ilibada e o caso arquivado. Pilar manda-o sair e faz uma chamada para uma pessoa conhecida que trabalha na via verde. Espera assim tentar localizar o filho.

Mafalda insiste com Bárbara para que ajude Clara e Bárbara fica sensibilizada quando sabe que a prima sustenta o irmão e lhe paga a faculdade. Quim aproxima-se e Mafalda vai ter com ele. Este convida-a para ir a sua casa porque a mãe vai voltar para casa e este tem de ajudar. Mafalda acha um absurdo ir enfiar-se em casa dele com a mãe doente e Quim fica desiludido.

Clara recebe com alegria a notícia que terá trabalho no supermercado. Será repositora no Despertar de Alfama. Diana ouve-a sem grande reação e mostra sinais de depressão.

Lobo planeia outra transação e, vingativo, decide que será Clara a fazer a entrega.

Teresa explica a Francisca que não é só Vicente que não a quer na administração da fábrica de azulejos. Eduardo também acha que esta não deve fazer parte do negócio. Francisca fica surpresa e percebe que a mãe está a dizer a verdade. Nesse momento, Telmo liga-lhe e esta atende. Este refletiu e decidiu que vai ajudá-la a ver-se livre de Eduardo.

Timóteo reage mal ao saber que Edite rejeitou uma proposta de compra da roça. Têm todos os sinais de que devem regressar a Portugal mas Edite recusa-se a perder tudo o que construiu. É em São Tomé que se sente bem.

Helena chega a casa e estranha ver tudo fora do sítio. Os filhos explicam que é para facilitar a sua mobilidade e esta sente-se mal por estar a dar tanto trabalho. Os filhos estão muito felizes por tê-la em casa.

Joel repreende o filho por ainda não ter ido trabalhar e Nuno reage de forma violenta. Chama-lhe mesmo velho inútil e este fica destroçado com a ingratidão do filho.

Miranda e Raúl namoriscam à frente de Irene e planeiam passar a noite num motel. Irene fica incomodada com a situação e percebe que este lhe mentiu em relação a já não estar intimamente com Miranda. Depois da mulher sair, este tenta dar a volta a Irene e esta ameaça-o, ou cancela a noite com Miranda, ou irá contar tudo à patroa.

Nelson almoça com Preciosa e está cada vez mais encantado com ela. Esta comenta que Dolores interfere demasiado na vida do filho e este, apesar de contrariar isso, não tem coragem de fazer frente à mãe.

Lobo manda os seus capangas irem buscar Clara e informa-a a de que se cansou de esperar pelo dinheiro que esta lhe deve. Tem dois dias para pagar tudo.

Francisca confronta Eduardo com a sua oposição em tê-la na administração da fábrica. Eduardo mantém a sua posição e não lhe responde quando esta lhe pergunta se não acha que ela tem o mesmo direito que os irmãos.

Armando também chama a atenção a Nuno pelo seu atraso e este responde-lhe com arrogância. No entanto, quando Vicente entra, Nuno mostra que está muito empenhado e que está a adaptar-se muito bem.

Sebastião estranha ver uma folha na impressora com o rastreio de uma matrícula da via verde. Pilar disfarça e não revela do que se trata.

Eduardo surpreende Clara na pensão a estender roupa. Este mostra preocupação em ajudar a filha e quando Clara lhe pede o dinheiro que deve a Lobo, este exige saber para quê tanto dinheiro. Como Clara não pode falar sobre o assunto, Eduardo recusa-se a dar-lhe dinheiro.

nas redes

pesquisar