SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 13º Episódio - 26 de setembro (segunda-feira)

Manel e Clara voltam a beijar-se e admitem sentir falta um do outro; Manel defende Clara em tribunal e ela fica em liberdade

Victor Freitas\302\251

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Dolores critica a ausência de Andreia e Jorge enquanto Gisela repara em Nuno e pergunta à tia quem é aquele. Dolores, venenosa, afirma em voz alta, que Nuno não interessa a ninguém e este ouve-a. Explode e confronta-a, chamando-lhe quadrilheira. Joel tenta por água na fervura mas Nuno não pára. Quando Armando intervém para defender a mulher, Nuno atira-se a ele e dá-lhe um soco. Raúl e Quim agarram Nuno mas depois deixam-no ir.

Na polícia, Eduardo pede a Pilar para ver a filha mas esta rejeita o seu pedido. Lamenta mas não tem quaisquer dúvidas que Clara está envolvida no assalto.

Manel vai buscar Clara à cela para a levar ao juiz e confessa que não gosta de a ver ali. Clara defende-se quando este lhe chama mentirosa e garante que não teve alternativa. Afirma que nunca o esqueceu, aproxima-se dele e beija-o. Manel puxa-a para si e beija-a com paixão, ambos têm saudades, um do outro. No entanto, Manel acaba por afastá-la ao recordar que tem de a levar ao juiz e receia que Clara o esteja a manipular.

Já na sala de audiências, a advogada do ministério público pede a prisão preventiva e quando o advogado de defesa interroga Manel, este não é capaz de prejudicar Clara e afirma que não pode afirmar com certeza que Clara seja a mesma pessoa que viu sair da joalharia porque perdeu o contato visual. Perante isto, o juiz deixa Clara sair em liberdade e apresentar-se periodicamente enquanto decorre a investigação. Clara olha para Manel com gratidão.

Daniela, em sobressalto, recorda o assalto e a voz de Clara. Questiona-se se isso será mesmo verdade e partilha isso com Marta. Esta nega essa possibilidade e afirma que os irmãos nunca fariam isso.

Dr. Varela manda Clara comemorar enquanto Pilar pede a Manel para falar consigo antes de sair. Clara fica surpreendida ao ver o pai à saída da sala de audiências. Clara nega ter estado no assalto apesar de Pilar a acusar. Eduardo fica preocupado com Afonso e quer ir ver o filho.

Pilar tenta perceber porque razão Manel mudou o seu depoimento. Este responde de forma evasiva que não tinha realmente a certeza. Depois de Pilar sair, Manel sente culpa por ter defendido Clara.

Marta alegra-se com a libertação de Clara apesar de Francisca a contradizer. Marta desafia a madrasta ao ponto de está lhe puxar os cabelos.

No armazém, Clara exige saber onde está Afonso. Lobo garante que não fez mal nenhum ao seu irmão e Clara revolta-se quando este lhe atira as culpas para cima.

Marta implora ao pai que acredite em Clara enquanto Francisca envenena Eduardo contra a filha mais velha. Eduardo dá indicações às duas jovens que devem manter-se afastadas dos irmãos mais velhos e Daniela assente, imediatamente.

Clara encontra Afonso na pensão e desabafa com o irmão. Este implora à irmã para não contar a verdade a Manel. Afonso acha que Manel ainda gosta da irmã mas Clara sabe que este está muito desiludido consigo. No entanto, a sua prioridade é ir falar com as irmãs para garantir que não as manipulam contra eles.

Dias depois, Francisca encontra Daniela a dormir no sofá. A jovem teve pesadelos e não consegue dormir. Francisca, como psiquiatra, tenta fazê-la falar para que esta ultrapasse esse trauma.

Helena sente-se sonolenta quando se levanta. Conversa com o filho Alex que estranha a mãe não dar aulas nesse dia. Alex insiste na questão da mota e a mãe fica de pensar melhor no assunto.

Em São Tomé, Timóteo conta que lhe ligaram do Instituto Superior de Agronomia a convidá-lo para ir dar aulas, em Lisboa. Gabriel alegra-se com isso mas Edite acha que não faz sentido nenhum pensar nisso porque vivem em São Tomé e não vão largar tudo o que construíram ali.

Bárbara pede a Gisela que lhe remende o verniz que começou a estalar e esta, revoltada, diz-lhe que é uma cliente abusadora e que não vai fazer tudo outra vez, de borla. Bárbara fica zangada e reclama que nunca foi tratada assim e Olga despede Gisela.

No hostel, Preciosa mostra a Liliana o vídeo que Gisela publicou com o seu pedido de casamento falhado. Furiosa, Lili planeia vingar-se fazendo um blogue para gozar com a “gorda”.

Na sede da PJ, Sebastião repara que Pilar está mais suscetível. Este insinua que Manel fez um grande favor à sua sobrinha e esta fica aliviada por saber que não conseguiram chegar aos outros assaltantes.

Manel visita Helena pois esta continua a sentir tonturas. Quando Manel diz à mãe que Gabriel está a pensar deixar de estudar porque estão em dificuldades, esta convida, imediatamente, o sobrinho a ficar com eles, em Lisboa, para terminar o curso de medicina. Manel incentiva a mãe a fazer o telefonema a Edite e esta assente. Edite fica feliz com a ação da irmã. Depois de terminar o telefonema, Helena perde os sentidos e cai no chão.

nas redes

pesquisar